BrasileirasPeloMundo.com
República Tcheca Turismo Pelo Mundo

República Tcheca – Vá além de Praga

Para quem mora na República Tcheca, uma grande descoberta é quantidade de  belas cidades que valem a pena conhecer além de Praga. Quando coloquei meu blog no ar, resolvi fazer uma série de artigos com o tema “Vá além de Praga”, exatamente para mostrar aos leitores o quanto o país tem a oferecer além da belíssima capital.

E há motivos para você estender sua estadia e não incluir somente Praga em seu roteiro: a facilidade de viajar seja de trem, carro ou ônibus, o baixo custo das passagens pelo país ser pequeno, viagens de 2 a 4 horas que levam você para lugares completamente diferentes, desde cidades históricas a reservas naturais.

Trago hoje para você 5 cidades imperdíveis com diferentes atrações e que tornarão sua viagem pelo país muito mais rica, quem sabe no próximo ano você não visita algumas delas?

Ceský Krumlov: Imagine que esta cidade tem 300 monumentos protegidos pela Unesco.  A somente 130 km de Praga, você conhece uma das mais belas cidades tchecas.  É recortada pelo rio Moldava, o mesmo que corta a capital, mas aqui ele faz um percurso sinuoso que dá uma forma tortuosa especial a cidade.

Passeios a pé são suficientes para descobrir as ruelas medievais e seus casarios góticos, barrocos e renascentistas. O destaque é o castelo que comporta pátios, um teatro barroco, salões, jardins e até dois ursos que são os moradores mais “procurados” do castelo; você pode vê-los ao atravessar a ponte que cruza uma das entradas do castelo.

Para uma vista panorâmica da cidade, suba os 160 degraus da torre do castelo, de lá a visão é completa da cidade. A Igreja de São Víto fica bem no centro, foi construída no século XV e embeleza o cenário com sua arquitetura neogótica.

Castelo de Ceský Krumlov - arquivo pessoal
Castelo de Ceský Krumlov – arquivo pessoal

Ceský Krumlov começou a existir por causa das rotas de comércio no rio Moldava ainda no século XIII. Localiza-se no sul da Boêmia e fica bem próxima a divisa do país com a Áustria. Às margens do rio Moldava há restaurantes e, se você curte esportes radicais, há opções para a pratica de rafting ou canoagem.

Františkovy Lázně: A República Tcheca tem uma série de cidades conhecidas como Termais ou cidades SPA, elas foram fundadas por causa da presença de fontes térmicas naturais, usadas principalmente para cura de doenças. Nomes como Goethe, Mozart eram frequentadores de algumas delas. Hoje em dia, cada cidade termal tem hotéis e clínicas que oferecem tratamentos de bem-estar e terapias para várias doenças com o uso da água quente.

Františkovy Lázně - arquivo pessoal
Františkovy Lázně – arquivo pessoal

A mais antiga cidade termal é Františkovy Lázně, ela forma com Karlovy Vary e Marianské Lázně o Triângulo SPA. Františkovy fica a 200 km de Praga, você pode ir de trem, carro ou ônibus. No século XVIII a cidade foi fundada pelo Czar Austríaco František I, daí o nome Františkovy. Porém muito antes a água das fontes era vendida para os alemães como bebida medicinal.

Os pontos de interesse são as colunatas e fontes espalhadas pela pequena cidade, com uma arquitetura típica. Você pode provar a água em vários pontos, no local são vendidos copos de porcelana pintados com gravuras da cidade no século passado, então é só encher seu copinho com a água termal, acredita-se que melhora as funções do estômago e intestino.

Karlštejn: A República Tcheca é bastante conhecida pelos inúmeros castelos e este é um dos mais visitados. Sabe o famoso Carlos IV? Ele foi o mandante da obra, construída em 1348, para guardar sua coleção de relíquias e joias reais, pois é, um castelo construído para guardar com segurança seu tesouro. Lembre-se que ele foi um rei tcheco e imperador romano, imagine então a coleção…ela ficou guardada no castelo por 200 anos!

O passeio começa logo quando você chega na estação de trem Karlštejn e segue andando ladeira acima. As casinhas que ficam ao pé do castelo, na maioria lojinhas de souvenir e pequenos restaurantes, já são uma atração à parte.

Algumas dependências do castelo são abertas ao público, são três diferentes visitas guiadas, cada uma varia de 50 a 110 minutos, com guia em inglês ou tcheco.  Vale dedicar o dia inteiro e fazer o pacote com as três visitas que inclui as salas privadas do imperador Carlos IV, a área sagrada com destaque para a Capela da Santa Cruz e as torres do castelo.

Infelizmente não é permitido fotografar dentro do castelo, para quem quer levar imagens das partes internas, resta comprar o guia com fotos e a história do lugar.

Na primavera e verão o local é abarrotado de turistas, você pode reservar sua entrada online e evitar perder tempo em filas. Mais informações no site oficial.

Kutná Hora: Esta cidade da Boêmia central ficou muito conhecida entre os turistas por ter uma capela toda feita de ossos humanos, é isso mesmo. O Ossuário bate o recorde de visitas, mas Kutná tem ainda mais. Está na lista da Unesco desde 1995 e mantém até hoje parte da arquitetura que foi construída em seu auge, quando enriqueceu graças a extração da prata no século XII, até ficou conhecida como a Cidade da Prata.

Sedlec é a parte antiga e onde está a Igreja do cemitério de Todos os Santos, onde fica o Ossuário, e a Igreja de Nossa Senhora e João Batista. O cemitério ficou famosos após Henry, um sacerdote de Sedlec, ainda no século XII, jogar um punhado de terra sagrada de Gólgota ao redor da igreja, após voltar de uma viagem diplomática a Jerusalém, a mando do rei Otakar I. Muitas pessoas ricas desejavam ser enterradas neste cemitério, houve também um aumento após as epidemias do século XIV.

O entalhador tcheco František Rint usou 40 mil ossos para decorar a capela, há até um lustre todo de ossos. O curioso é que este lustre tem ossos de um corpo humano por inteiro.

Kutná Horá - arquivo pessoal
Kutná Horá – arquivo pessoal

É comum notar entre os visitantes as expressões de choque ao ver o ossuário e ao mesmo tempo muitas pessoas falam sobre a fragilidade da vida e a certeza da morte que o lugar acaba provocando como reflexão.

Outro ponto de interesse é a Catedral de Santa Bárbara e um pátio ao lado esquerdo do prédio, de onde se tem uma bela vista. Para quem quer conhecer como eram feitas as extrações de prata, há um passeio realizado pelo Museu da Prata dentro das minas.

Caminho subterrâneo pelas minas - arquivo pessoal
Caminho subterrâneo pelas minas – arquivo pessoal

Hřensko: Para quem curte natureza é um passeio imperdível. Hřensko é uma cidade tcheca que fica na divisa com a Alemanha na região Ústí nad Labem, e atrai turistas por causa da bela České Švýcarsko – a Boêmia Suíça. É um parque nacional com inúmeros desfiladeiros gigantes e o maior arco natural de pedra da República Tcheca, foi neste cenário que foi gravado o filme  “As crônicas de Nárnia”.

Portão Pravčická - arquivo pessoal
Portão Pravčická – arquivo pessoal

Para conhecer o parque há trilhas marcadas que inclui caminhadas e passeios de barco por entre as pedras, elas estão por toda parte. O ponto principal do passeio é a Pravčická Brána ou Portão Pravčická, um grande arco de pedra que domina a paisagem.

A trilha que passa pelo arco é de 15 km, uma opção é fazer 1,5 km de barco pelo rio Kamenice que passa por dentro do parque. Através desse passeio é possível ver pedras de vários formatos, algumas receberam nomes por lembrar animais ou pessoas.

O ponto final da trilha é a vila Mezní Louka, onde há restaurantes tradicionais tchecos e a boa cerveja que espera por você, depois de pelo menos 5 horas de caminhada, tempo estimado para quem faz a trilha lentamente, tirando fotos e parando para apreciar a natureza.

Bem , aqui são só algumas cidades tchecas mas acredite, há muitas outras que merecem entrar na lista das mais interessantes e bonitas. Você já visitou alguma dessas listadas aqui?

Related posts

Por que conhecer a Lombardia?

Ana Patricia da Silva

Sinais de que o Natal está chegando em Praga

Isadora Costa

Turismo no Vietnã – 10 lugares para se visitar

Natalie Lima

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação