BrasileirasPeloMundo.com
China

China – Dim Sum e o chá cantonês

Uma das primeiras coisas curiosas da minha experiência na China foi o contato com essa tradição do “chá da tarde”, ou Dim Sum. Aqui no sul do País é comum você almoçar mais tarde, lá pelas 2 ou 3 da tarde, e por isso, neste horário os restaurantes mais frequentados são os que servem o Dim Sum. É uma ocasião para conversar com os amigos, comer e tomar chá!

Eu achei parecido com a nossa tradição como em alguns lugares do Brasil onde temos o costume de fazer um café da tarde, com bolos, salgados e café – e quem sabe chamar o vizinho. Aqui eles tem a tradição de tomar o “chá da tarde”. Para mim foi uma adaptação bem prazerosa, trocar o costume de tomar café pelo chá. Existe uma variedade grande de chás para serem escolhidos e compartilhado com todos na mesa. (deixo para falar sobre chás em outro post)

bony14f-8-web_assets_nydailynews

Em tempos antigos, para acompanhar essa tradição de tomar chá, se originou o Dim Sum, que tinha o propósito de ser um momento de relaxar, e saborear um chazinho com algumas guloseimas. Hoje em dia essa tradição se modernizou e o “chá da tarde” virou uma confraternização animada, onde os cantoneses se encontram para apreciar além da culinária, uma boa conversa. Para alguns, o Dim Sum substitui o café da manhã e o almoço, trocam duas refeições por uma só. Assim como na cultura inglesa fazem o “brunch” , misto de  café da manhã e almoço (breakfast e lunch), os chineses tem o Dim Sum.

Meu primeiro Dim Sum em Hong Kong / Arquivo pessoal (2013)
Meu primeiro Dim Sum em Hong Kong / Arquivo pessoal (2013)

Em Hong Kong e em outras regiões que derivam da cultura cantonesa, no sul da China, o Dim Sum começa a ser servido por volta das 5 da manhã e vai até a metade da tarde. Os mais idosos que tem o hábito de se exercitar pela manhã, saboreiam o Dim Sum logo após os exercícios. E em ambientes corporativos não é estranho as reuniões acontecerem em mesas de restaurante de Dim Sum por volta do horário do almoço. Disso os chineses entendem bem, deixar o convidado confortável em um ambiente amistoso para discutir sobre os negócios. Quem sabe é esse o segredo da evolução da China? (risos)

Além disso, encontrei outra utilidade para o Dim Sum. De Hong Kong à Shanghai, percebi que o Dim Sum também supre a necessidade dos expatriados (ou mesmo chineses) que estão saindo das festas de madrugada e querem comer algo antes de ir para casa. Ou seja, o Dim Sum é simplesmente saboroso e fácil de encontrar a qualquer hora do dia.

Dim Sum, que em tradução literal significa “tocar o coração”, consiste em uma variedade de pequenos pratos, os “dumplings” conhecidos pelos falantes de língua portuguesa como trouxinhas, bolinhos, pasteizinhos, capeletis, enroladinhos… enfim, a palavra que você quiser usar para traduzir essa iguaria para o português. Fato é que não dá para traduzir esse sabor, tem que experimentar!

Os pratos são ou cozidos a vapor, ou fritos. A maioria vem servido em um recipiente redondinho de palha que conserva o vapor. Entre os clássicos você encontra costelinhas de porco no vapor, os “buns”, ou pãezinhos cozidos com recheio de carne de porco assada, ou o meu preferido, os dumplings (enroladinhos) de camarão, com a pele translúcida. Essa massa que envolve os “dim sum” é única. A massa pronta pode ser encontrada para comprar em mercados de produtos orientais pelo Brasil também, caso queira se arriscar a copiar esta tradição chinesa. Fato é que entre uma região da China e outro, os pratos já mudam completamente de receita e de sabor. Mesmo tendo o mesmo nome, existem pratos únicos em cada região.

Entre os pratos fritos, encontramos os rolinhos primavera, outros frutos do mar fritos, ou até mesmo crus e bem temperados.

Além disso tudo, as sobremesas… hum… uma diferente da outra, e existem umas sobremesas doces feitas de feijão preto, dentre uma infinidade de outros sabores.  Dá uma olhada nas fotos.

Dim Sum
Dim Sum

Costelinha de porco
Costelinha de porco

 

Steamed Bun
Steamed Bun

 

Siu Mai
Siu Mai

 

 

Egg steamed bun
Egg steamed bun

 

Dumplings de camarão
Dumplings de camarão

 

Egg Tartar
Egg Tartar

Virou o meu costume pessoal, procurar pelo Dim Sum nos sábados chuvosos da China. Aquele dia em que você acorda tarde, e só quer curtir um evento preguiçoso antes de o dia começar. Pra isso o Dim Sum se encaixa perfeitamente.

Em Hong Kong e Macau você até encontra os cardápios em inglês, mas na China continental, me arrisco a dizer que os melhores Dim Sums serão encontrados naqueles lugares pequeninos, escondidos e cheios de caracteres chineses.

O que você faz? A melhor solução é chamar aquela amiga chinesa para ir com você, mas caso queira se aventurar e se arriscar, é só levar com você as fotos dos seus pratos preferidos! E mostrar para a atendente do restaurante, que com certeza vai te atender com a maior admiração e sorriso no rosto.

Por aqui também precisamos andar sempre com os endereços escritos em caracteres chinese dos lugares que gostamos de ir, pois ninguém na rua fala inglês, e você ainda não aprendeu a falar todos os lugares, muito menos vai se lembrar na hora de sair.

Quando gosto do restaurante, bato foto de tudo e guardo o cartão. Ah, procuro fazer check-in no Swarm também, apesar de estes lugares pequenos às vezes não serem encontrados por lá…

Related posts

China – Restaurantes em Dongguan

Tati Klaus

Pagamento através de código QR na China

Naschara Saraiva

China – Maior aquário do mundo

Bruna Pickler

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação