BrasileirasPeloMundo.com
Curiosidades Pelo Mundo Singapura

Cingapura – O país do consumo

Parte da Orchard Road

Na maioria dos países ocidentais, com a chegada de novembro todos começam a ficar animados para fazer suas compras de Natal. Muitos só compram presentes neste período. Apesar de a maioria dos países asiáticos nem darem bola para o Natal, em Cingapura, país recheado de estrangeiros e turistas, o Natal está presente nas ruas.

O próprio Cingapuriano ama fazer compras. Segundo uma pesquisa, 70% dos Cingapurianos são considerados shopaholics (viciados em compras). Com a chegada do Natal isso é ainda mais acentuado.

Lojas em galeria subterranea
Lojas em galeria subterranea

Aqui em Cingapura existem 2 períodos do ano que são conhecidos por serem a época de maior consumo: de maio a julho, chamado Great Singapore Mid Season Sale, e o final do ano. A primeira trata-se de uma liquidação de meia-estação que atrai milhões de consumidores para as lojas por conta das grande ofertas. É neste período que a maioria dos funcionários públicos e privados recebem uma parte de seus bônus anuais.

Mas Cingapura não se resume só em fazer compras nestas épocas. Aqui o comércio não para nem nos feriados. De domingo a domingo todas as lojas abrem das 10 da manhã às 10 da noite, mesmo nos dias 25 e 31 de dezembro.

Sendo a população 80% chinesa, é claro que o comércio é um dos maiores pilares da economia do país; chineses não brincam em serviço quando o assunto é negócio. Para isso tiro o chapéu para eles e para os cingapurianos, pois trabalham duro e não param nunca. Por essas e outras o país chegou onde está agora e não para de evoluir.

O número de lojas é assustadoramente grande e a variedade idem. Você pode escolher comprar em lojas de grifes famosas, pois todas as marcas que existem estão por aqui, e também comprar em lojas de barganhas. Só não é possível comprar falsificações chinesas por aqui, diferente de muitos países asiáticos famosos pelos seus mercados de falsificações perfeitas.

Cingapura proíbe a entrada de produtos falsos no país e a pena para quem vende falsificações não é pequena, por isso, esteja seguro de que todos os seus produtos comprados aqui serão verdadeiros.

O local de maior concentração de lojas na cidade chama-se Orchard Road. Posso dizer que esta rua corresponde à Quinta Avenida de Nova Iorque depois de ter tomado esteroides. A primeira visita é muito impactante e mesmo depois de muitas idas, a impressão é a mesma. Lojas de departamento gigantescas enfileiradas dos dois lados da rua, com lojas e mais lojas em todos os andares, além de um subsolo que parece uma nova cidade. E sempre tudo muito cheio, com consumidores ávidos por compras. É de impressionar qualquer pessoa que se considere uma amante das compras.

Além desta avenida o comércio está presente em todos os acessos ao metrô, em shoppings enormes, galerias e pequenas lojas de bairro. O que não falta é opção por aqui.

O país possui 6 milhões de habitantes e abriga proporcionalmente o maior número de bilionários do mundo (19 no total). A renda per capita é maior do que na maioria dos países desenvolvidos, ajudando a manter o status de cidade mais rica do mundo e impulsionando ainda mais o consumo de cidadãos locais , estrangeiros e turistas, que não resistem a tantas opções. Além disso, turistas têm o direto de receber uma parte do imposto da mercadoria de volta, isso se chama tax refund (reembolso de imposto). Em média é possível resgatar de 5% a 7% do total da compra acima de 100 dólares, sendo este mais um incentivo para consumir.

Neste Natal não está sendo diferente, Orchard Road começou sua decoração no início de novembro, logo após o término do Halloween. As principais lojas de departamento e grifes famosas preparam suas vitrines e acendem suas luzes para atrair os consumidores.

Se alguém estiver por aqui neste período a dica é evitar os domingos! Lojas com fila na porta e nos provadores. Boas compras!

Feliz Natal!!

Related posts

Galícia, um pedacinho celta no meio da Espanha

Marina Barreira

Como é ser veterinária na França, no Canadá e em Singapura

Patti Neves

Dez curiosidades sobre Israel

Priscilla Yosef

5 comentários

Omara Damasceno Dezembro 11, 2015 at 8:41 am

maravilha de país! Queria morar aí.Povo civilizado,cidade limpa ai q coisa boa!Parabens pelo texto

Resposta
gisaaltoe Dezembro 13, 2015 at 4:51 am

Oi Fernanda! Eu ia sempre pra Cingapura e ficava encantada com tudo isso! Era impressionante a quantidade de pessoas carregando mais de uma sacola de grifes famosas! Me sentia a mais pobre da cidade com a minha sacolinha de loja de departamentos kkkkkk Amo Cingapura, meu sonho ir parar aí! Beijoca

Resposta
Wilson do Nascimento Maio 16, 2016 at 9:28 pm

Boa tarde

Estou precisando de um serviço de receptivo em português em Cingapura.

Tens alguém pra me indicar?? sou agente de viagens.

Wilson do Nascimento

Resposta
Edson Abril 26, 2017 at 11:06 am

Eu queria muito morar neste país… alguém pode me ajudar com algumas sugestões de trabalho e moradia.

Resposta
Flauberth Oscar Junho 27, 2016 at 11:53 am

Olá, me chamo Flauberth Óscar, tenho 27 anos, formado em Gestão de RH. Sou de Benguela, é uma das províncias do sul de Angola, Me casarei em breve, minha noiva e eu não gostaríamos de continuar a viver cá em Angola, e pensei em muitos países para emigrar, mas contudo queria saber mais de Singapura antes de dar inicio a esta jornada. Eu gostaria de saber sobre as cidades, e alguns conselhos que devia saber (daqueles que nem sempre aparecem em sites), como posso encontrar um emprego que dê para se virar por lá.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação