BrasileirasPeloMundo.com
10 Motivos Singapura

10 motivos para não se mudar para Cingapura

10 motivos para não se mudar para Cingapura.

Como todo país, Cingapura apesar de parecer perfeita ou quase perfeita, também tem seus motivos para levar alguém a pensar muito bem antes de se mudar ou não para cá. Pensando nisso, vou listar 10 motivos que eu acho que poderia fazer com que brasileiros desistissem de vir. Para mim, uma tarefa difícil já que é uma cidade que tanto amo viver.

Custo de vida alto

Foto: Freeimages

Cingapura é um país/estado considerado um dos mais caros do mundo para se viver especialmente para nós, estrangeiros. Os custos principais se resumem à moradia que pode custar mais que 30% do seu salário (supera cidades como Tóquio e Zurique segundo recente artigo da Strait Times) além de educação. Os custos destes itens são mais que o dobro se comparado aos países vizinhos do sudeste asiático como Indonésia e Malásia. O custo elevado implica, então, em conseguir empregos com bons salários e benefícios. Veja algumas Dicas para morar em Cingapura.

Leia também: Comparando Cingapura e Kuala Lumpur

Distância do Brasil

Foto: Freeimages

Uma das maiores reclamações dos brasileiros que moram aqui. Isso pode impactar na decisão de alguém que pensa em vir já que distância implica na compra de passagens aéreas muitas vezes caríssimas e, por isso, pode limitar o número de visitas da família tanto de um lado quanto de outro. Brasileiros que moram aqui viajam para o Brasil em média 1 vez a cada ano ou a cada 1 ano e meio. Além disso, o tempo de viagem por si só costuma variar de 25 a 35 horas.

Muito calor e alta umidade durante todo o ano

Foto: Pixabay

Pode parecer besteira ainda mais para nós, brasileiros, porém, as estações não são definidas em Cingapura. Aqui o clima é quente, úmido e permanece assim durante todo o ano. A sensação térmica devido à alta umidade pode chegar aos 40 graus e a temperatura média normal o ano todo é de 31 graus com sensação térmica variando dos 35 aos 38 graus. Não há mudanças. Então, aposente suas lindas roupas de inverno e outono se pretende se mudar para Cingapura.

Choque com cultura asiática

Foto: Pixabay

Para a maioria dos estrangeiros que chegam na Ásia de mudança pela primeira vez, o choque cultural costuma ser bem alto. Mesmo Cingapura sendo uma cidade multicultural e com elevada influência ocidental, se comparada a outros países asiáticos, a cultura oriental prevalece e o processo de adaptação de brasileiros ou latinos costuma ser mais difícil já que a influência latina aqui é praticamente nula. A língua, a comida, estilo de convivência e costumes dos locais são muito diferentes dos nossos e da cultura ocidental que estamos acostumados.

Leis e regras rígidas

Foto: Pixabay

Para mim e para a maioria dos brasileiros com quem converso aqui concordamos que ter leis e regras rígidas é um ponto positivo, mas pode ser que para alguns seja um pouco incômodo já que aqui não há meio termo e muito menos “jeitinho” para resolver as coisas. Fez algo errado, vai pagar. Seja um crime leve como por exemplo, comer no metrô, jogar lixo no chão e até cometer um crime grave.

Ausência de jogo de cintura dos cingapurianos

Foto: Freeimages

Apesar de serem educados, receptivos e eu amar os locais, eles têm uma característica que costuma incomodar a nós, brasileiros, e acredito também que aos demais estrangeiros, pois falta o famoso “jogo de cintura”. Sim, os cingapurianos foram criados para obedecer a regras desde a escola fazendo com que muitos deles se tornassem pessoas extremamente inflexíveis e pouco preparadas para lidar com situações adversas em qualquer que seja o departamento causando às vezes, transtornos para nós no dia a dia. Uma simples decisão de mudar o caminho ou destino no táxi, pode ser tarefa difícil e até estressante por aqui.

Vistos para permanência

Foto: Dreamstime.com

Como já falei no meu texto Tipos de vistos para morar em Cingapura, para morar na cidade leão é necessário estar legal. Não existe a possibilidade de tentar a vida aqui com empregos informais ou ilegais até conseguir um emprego fixo. E há uma limitação de tipos de visos de acordo com a nacionalidade e profissão.

Aposentadoria improvável

Foto: Pixabay

Devido ao alto custo de vida e dificuldades de se estabelecer como cidadão, a decisão e opção de se aposentar em Cingapura para estrangeiros é quase que improvável.

Idioma

Foto: Pixabay

Em Cingapura, a língua oficial é o inglês e para se conseguir um emprego, falar o idioma é essencial. Por isso, arranhar o básico do inglês é importante antes de vir. Além disso, há dificuldade para se acostumar com o inglês dos asiáticos. Eles ainda têm como base a língua chinesa. Especialmente em Cingapura, eles falam o singlish – inglês misturado com gírias e palavras oriundas da língua chinesa e malaia como foi falado neste texto.

Ficar “mal-acostumado”

Foto: Unsplash

Sim, isso pode ser um problema e é uma realidade entre os estrangeiros vindos de qualquer lugar do mundo. Após morar e se adaptar em Cingapura, ficamos acostumados a uma realidade que só existe aqui ou em muitos poucos lugares do mundo. A segurança urbana é extrema, tudo é muito limpo, organizado e florido. Os táxis são novos e modernos, assim como os ônibus e metrôs. A cidade é toda automatizada, a internet é uma das melhores do mundo, existe caminho certo para todos os lugares e quase não existe trânsito. Se chove, tem passagem subterrânea ou passarela coberta para os pedestres.

A vida calma e organizada com altíssima segurança urbana pode acabar deixando mal-acostumado quem vive aqui, por isso, quando chegar a hora de ir embora de Cingapura  (seja para retornar ao Brasil ou mudar para qualquer outro país), acho que será difícil voltar ao mundo “real” e seus perigos, pois acho que poderia se tornar um choque e ter um processo de readaptação um tanto quanto complicado. 

Related posts

Cingapura: Makan Time – Sabores Locais

Juliana Silva

Cinco qualidades de Singapura

Fernanda Froimtchuk

Dez motivos para morar na República Dominicana

Taiane Mazzé

3 comentários

Vera Schäfer Maio 31, 2018 at 9:29 am

Amei seu texto. Mesmo sem planos de morar aí, me vi curiosa lendobaté o fim. Adoro textos curtos e diretos ao ponto. Seguirei seu blog. Parabéns!

Resposta
Omara Damasceno Maio 31, 2018 at 3:35 pm

Ótimo texto.Esclarecedor.Parabens

Resposta
Andres Maio 31, 2018 at 11:22 pm

Estou 6 meses em Singapura apos ter vivido em Sao Paulo, Buenos Aires, Montreal e Torinto.. Voce fez uma excelente descricao das coisas que sinto. Algumas nem havia notado. Excelente.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação