BrasileirasPeloMundo.com
Dicas para abrir conta bancária pelo mundo EUA

Como abrir conta bancária nos EUA

Como abrir conta bancária nos EUA.

Quando mudamos para um novo país, não há dúvidas de que precisaremos lidar com algumas questões burocráticas, dentre elas, a abertura de uma conta bancária que, em algum momento, será essencial.

Mas como escolher um banco? O que precisarei para abrir uma conta? Será que é muito burocrático? Se você mora nos EUA e ainda não possui uma conta bancária ou está se planejando para vir, saiba que ter uma conta em banco é muito fácil e rápido.

Diferenças entre Brasil e EUA

Uma coisa que me chamou a atenção quando comecei a pesquisar sobre o assunto foi perceber a quantidade de bancos presentes na cidade onde moro, pois além das grandes instituições financeiras conhecidas mundialmente, também é bastante comum encontrar bancos regionais e de pequeno porte enquanto que, no Brasil, atualmente, um cliente tem como alternativas apenas 2 bancos públicos e 3 privados.

Há 20 anos sou cliente do banco que mantenho relacionamento no Brasil. Faço todas as minhas operações online, uso o aplicativo, tenho cartões de crédito, débito e tudo sempre funcionou muito bem – justamente por esses motivos que fui adiando a decisão de abrir uma conta bancária aqui, embora soubesse que esse dia chegaria.

Como escolher o banco

Diante da quantidade de bancos presentes nos EUA, meu marido e eu tivemos que investigar muito sobre o assunto. Durante nosso período de pesquisa, encontramos este site que consideramos bem interessante e nos ajudou bastante para tomarmos uma  decisão.

Ao entrar no site, o cliente digita o CEP da sua residência, trabalho, ou local de sua preferência; indicando, também, a que distância e que critérios são mais importantes para o cliente, como por exemplo: ter aplicativo, talão de cheques, tarifas, etc. Feito isso, aparecerá uma lista dos bancos dentro dos padrões indicados e, desse modo, ficará mais fácil aprofundar a pesquisa. No nosso caso, fomos estudando e escolhemos o banco que:

  • Cobrou a menor tarifa, no caso, tarifa zero;
  • Possui um horário de atendimento flexível, ou seja, diariamente até as 19h, além de também estar aberto aos sábados e domingos. Algo interessante se, em algum momento, tivermos alguma questão urgente para resolver presencialmente.

Leia também: Vistos para morar nos Estados Unidos

Documentos necessários para abertura de conta corrente

Tomada a decisão, entramos no site do banco para saber quais seriam os documentos necessários para a abertura da conta, que foram:

  • Passaporte;
  • Carteira de habilitação brasileira, pois exigiram dois documentos com foto emitidos no país de origem. Se tivéssemos um documento com foto expedido nos EUA, não seria necessário apresentar os dois documentos brasileiros;
  • Social Security Number (SSN) é como se fosse o nosso CPF no Brasil. Para saber maiores informações para tirar este documento, clique aqui.

Não foi solicitado comprovante de endereço, apenas informamos qual era; além do número de telefone para recebimento de mensagens.

Diante de nossas necessidades, o gerente nos ofereceu duas opções de conta:

  • Cobrança de tarifa no valor de $ 5,00 (cinco dólares) mensais ou
  • Tarifa zero.

No entanto, seria preciso realizar um depósito no valor de $100,00 (cem dólares) – valor mínimo para deixar na conta e não pagar tarifa.

Optamos pela segunda alternativa e, se em algum momento decidirmos fechar a conta, é só sacar os mesmos $ 100,00 (cem dólares) que foi depositado.

A conta que abrimos é uma das mais básicas do portfólio do banco, por isso, não temos limite de crédito associado ou cheque especial. Os únicos benefícios que temos são:

  • Cartão de débito;
  • 3 folhas de cheque;
  • Acesso para movimentar a conta pela Internet ou aplicativo do banco.

O gerente que nos prestou atendimento foi muito gentil e também nos alertou que o banco não está presente em todo o país, pois disponibiliza apenas agências na costa leste dos EUA.

Curiosidades

O uso do cheque nos EUA é mais comum do que se pode imaginar. “…há quem envie mensalmente pelos Correios, uma folha de cheque em um envelope endereçado às companhias de TV a cabo, gás, energia elétrica entre outros para pagamento do serviço, embora, o cartão de crédito, de maneira geral, seja o meio mais utilizado cotidianamente.” Leia mais sobre o assunto aqui.

Há alguns anos, conseguir crédito no Brasil era relativamente fácil, no entanto, o sistema de crédito americano é construído ao longo do tempo, ou seja, “…é preciso fazer dívidas para poder construir o crédito. Ninguém aqui começa com o crédito alto. Não importa se o seu crédito no Brasil ou em qualquer outro lugar do mundo é excelente, chegando aqui, assim como qualquer americano, o imigrante tem que se esforçar bastante para atingir o chamado “Excellent Credit Score”. Pode parecer maluco, mas é a mais pura verdade. Veja maiores detalhes sobre o tema aqui.

Acho muito importante pesquisar e se informar sobre o assunto para não cair na conversa dos gerentes, afinal, cada pessoa que está em busca de abrir uma conta bancária deve saber quais serão as melhores alternativas.

Espero ter ajudado com estas informações, mas se você tiver alguma dúvida, fique à vontade para me escrever.

Até o próximo post!

Related posts

O mistério de Michigan

Jenny Rosén

Cinco coisas que admiro nos americanos

Liliane Oliveira

Passo-a-passo para fazer mestrado ou doutorado com tudo pago nos EUA

Paula Dalcin Martins

2 comentários

Francisco Janeiro 2, 2019 at 3:21 pm

Muito obrigado pelo post e a dica do site findabetterbank.
Fiquei uma manhã estudando as melhores instituições, e o site acabou confirmando o que eu já havia pré-selecionado.

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 2, 2019 at 4:04 pm

Olá Francisco,
Fiquei contente em saber e receber sua mensagem.
Muito obrigada e boa sorte!
Um abraço,
Liliane

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação