BrasileirasPeloMundo.com

Related posts

Quando não falando a língua local pode nos levar a mal entendidos

Marcele Rask

Sistema de impostos na Dinamarca

Laila Hansen

Cinco lições sobre a vida na Dinamarca

Camila Vicenci Witt

28 comentários

M. May 31, 2018 at 11:58 am

Ei Cristiane.

Não tinha um negócio que o governo tava pedindo pro aplicante listar todas as viagens que foram feitas pra outros países desde que a pessoa comecou a morar na Dinamarca?

Resposta
Cristiane Leme June 2, 2018 at 8:36 pm

Olá,
Agradeceria se pudesse citar a fonte de sua informação, que para mim é desconhecida.
Obrigada!

Resposta
Elsie Petersen March 7, 2020 at 7:36 pm

Olá, Cristiane, gostaria de saber como funciona a cidadania para os descendentes nascidos antes 1979 e se netos de dinamarqueses possuem direito à cidadania como na Suíça, por exemplo.

Resposta
Cristiane Leme April 3, 2020 at 12:52 am

As informações estão todas no texto. Fora do que está informado, não tenho conhecimento.

Resposta
Clelia June 9, 2018 at 12:16 am

Cristiane tudo bem, se puderes me ajudar em uma dúvida. Como funciona as leis trabalhistas para as pessoas que fazem intercâmbio, tendo contrato com horário de trabalho. Os mesmos vão por uma agência. Mas quando o contrato não está sendo cumprido e a agência não se manifesta. A quem recorrer. cleliamedianeira@hotmail.com.br

Resposta
Cristiane Leme June 10, 2018 at 2:34 pm

Clelia, eu deixo pra você a lei que está no site oficial do programa internacional para estudantes estrangeiros na Dinamarca: http://studyindenmark.dk/live-in-denmark/working-in-denmark/hours-and-legalities.
Primeiramente, para poder estudar a pessoa intercambista tem que ser maior de 18 anos e precisa ter um carimbo no passaporte garantindo sua permissão de trabalho no país. Se ela conseguir um contrato de trabalho sendo menor de idade e sem ter o carimbo, está trabalhando ilegalmente, sob pena de deportação. O estudante pode trabalhar no máximo 20 horas por semana fora dos meses de férias e em período integral (37 horas por semana) no período de férias de verão, de junho a agosto.
Se as pessoas para quem você fez essa consulta já estão no país, sugiro analisar bem a situação de acordo com a lei descrita acima antes de procurar ajuda para evitar complicações com a estadia e visto.
Normalmente, em casos de problemas com não-cumprimento do contrato as pessoas acionam o sindicato ao qual são afiliadas para solicitar assessoria. Se estiverem dentro da lei, podem procurar o serviço de imigração e fazer uma denúncia contra a empresa, porém o mais aconselhável é tratar diretamente com os empregadores antes de qualquer outro passo.

Boa sorte, abraços e obrigada por ler e comentar.

Resposta
MARCELO JENSEN December 30, 2019 at 4:06 am

Cristiane

Meu pai é dinamarquês mas perdi contato com ele.
Tem 45 anos será que conseguiria a cidadania por consanguinidade?

Resposta
Cristiane Leme April 3, 2020 at 1:00 am

Se ele era casado com a sua mãe na época do seu nascimento e você tem provas, pode tentar a sorte. Caso contrário, acho bem improvável.

Resposta
Mariana dos Santos Nachtigall January 13, 2019 at 6:22 pm

Cristiane, é possível conseguir a cidadania Dinamarquesa sendo meus bisavôs de origem?
Obrigada.

Resposta
Cristiane Leme January 18, 2019 at 12:12 pm

Não consegue. Somente com parentesco direto (pai ou mãe dinamarqueses) ou nos casos mencionados no texto.

Resposta
Bruna May 2, 2019 at 11:25 am

Olá Cristiane. Parabéns pelo seu artigo. É bem difícil de entender as leis para imigração na Dinamarca. Até agora o seu foi o que mais chegou perto do que eu preciso. Você saberia me informar se eu casando com um dinamarquês que mora fora do país mais de 3 anos, se eu consegueria fazer visitas na Dinamarca ou ficar por alguns meses? Nosso plano não é morar na Dinamarca, mas vamos nos casar lá e vamos ficar quase 3 meses até resolver tudo e sair. Depois queremos passar dezembro e festas com os pais dele. mas meu medo é a imigração boa deixai eu entrar por ser turista mesmo casada com ele. Obrigada se puder me ajudar

Resposta
Cristiane Leme May 15, 2019 at 9:05 pm

Olá e obrigada por ler e comentar, Bruna.
Brasileiros podem viajar para a Dinamarca e permanecer no país sem visto por até 90 dias. 90 dias não são necessariamente 3 meses, já que há meses com 31 dias 🙂
Nessas condições, não vejo problema algum.

Resposta
Carlos Alberto June 25, 2019 at 1:20 pm

Bom dia.
E para quem tem filhos nascidos antes de 1 de janeiro de 1979 e 31 de janeiro de 1999 como funciona a regra ?

Resposta
Fatima July 18, 2019 at 8:32 pm

Olá, vou casar na Dinamarca com um dinamarquês, gostaria de saber se existe a possibilidade de minha filha de 18 anos ir comigo , seja por adoção ou visto de estudo ?

Resposta
Cristiane Leme July 18, 2019 at 9:40 pm

Olá. Essas informações estão no texto com as regras para morar na Dinamarca. Em princípio sua filha seria elegível para estudar aqui caso consiga atender aos requisitos previstos no http://www.studyindenmark.dk .
Devido à idade ela não consegue visto por reunificação familiar.

Resposta
Felipe August 26, 2019 at 1:09 pm

Bom dia

Meu Bisavo era dinamarquês e é linhagem da minha mãe ou seja ela não tem o sobrenome, consigo a cidadania através desse termo.

Resposta
Cristiane Leme August 29, 2019 at 2:02 pm

Não.

Resposta
Aline Carvalho September 27, 2019 at 6:17 pm

Boa tarde Cristiane!meu nome é Aline e gostaria de saber se depois de casar na Dinamarca eu posso permanecer no país até conseguir cidadania ou terei que esperar por uma autorização de permanencia e ter que esperar no Brasil?fico agradecida se poder me ajudar!um abraço

Resposta
Marcos Silvestre April 18, 2020 at 7:19 pm

Quem é casado com cidadão dinamarquês pode pedir a cidadania em 6 anos ao invés de 9. O que a moça comentou do histórico das viagens era verdade até o ano passado. Agora só precisa documentar se a pessoa ficar fora por mais de 4 meses, me parece.

Resposta
Cristiane Leme April 25, 2020 at 8:11 am

Acho que você está confundindo permanência com cidadania, que são coisas bem diferentes. Pode pedir a cidadania somente se já tiver status de residência permanente. Pra conseguir a permanência é preciso comprovar uma série de exigências. Quem tiver dúvidas pode consultar as regras na fonte oficial que é http://www.nyidanmark.dk

Resposta
Marcos Silvestre July 3, 2020 at 7:32 am

Não. Me referi a cidadania mesmo. Dá pra aplicar depois de 6 anos: https://uim.dk/arbejdsomrader/statsborgerskab/udenlandske-statsborgere/betingelser/ophold

Resposta
Bruno Gabrielsen Júnior January 4, 2021 at 4:18 am

Olá Cristiane!!! Meu avô é dinamarquês e morou no Brasil. Posso garantir a cidadania ? Possuo o sobrenome dele.

Resposta
Cristiane Leme March 24, 2021 at 9:47 am

Olá Bruno. Como está bem claro no texto, no seu caso é praticamente impossível adquirir cidadania por juris sanguinis, já que somente é possível para filhos de pessoas com cidadania dinamarquesa e que tenham vivido na Dinamarca antes dos 21 anos. No seu caso, não daria por consanguinidade. Há outras maneiras de adquirir a cidadania sendo estrangeiro, mas em qualquer caso é preciso morar na Dinamarca.

Obrigada por comentar e continue acompanhando nosso trabalho por aqui 🙂

Resposta
Marina Harboe Azevedo July 6, 2021 at 1:55 am

Olá Cristiane, bom dia!!
Sou filha de dinamarques, que morou e estudou na Dinamarca até os 18 anos e casou com minha mãe no Brasil. Existe a possibilidade de eu solicitar a cidadania dinamarquesa? Grata

Resposta
Cristiane Leme August 26, 2021 at 6:10 am

As informações estão disponíveis no artigo.
Você tem que ter morado na Dinamarca por pelo menos um ano antes de ter completado 21 anos para ter direito a fazer o pedido de cidadania, e pode ser que tenha que comprovar conhecimentos em dinamarquês.

Resposta
Caroline Fonseca Harboe December 25, 2021 at 10:23 pm

Olá, boa noite,

Sou neta de dinamarquês, meu pai (falecido) nasceu aqui mesmo no Brasil e nunca tirou a cidadania. Tenho direito a cidadania dinamarquesa ou não?

Atte,

Caroline Harboe.

Resposta
Cristiane Leme December 25, 2021 at 11:10 pm

Em princípio você não tem direito. As condições para obter a cidadania dinamarquesa estão bem claras no texto. Somente em caso de o pai ou a mãe serem cidadãos dinamarqueses é que a pessoa pode ter direito e, assim mesmo, precisa morar por pelo menos um ano na Dinamarca. Em outros casos, talvez com uma assessoria jurídica muito boa se consiga.

Resposta
Allana Pessoa January 3, 2022 at 11:12 pm

Olá Cristiane, parabéns pelo seu excelente texto! Você saberia me dizer se eu fizer meu pós-doutorado na Dinamarca haveria mais chances de conseguir um trabalho por lá na minha área. Sou biomédica e atualmente faço doutorado na área de imunologia. O país oferece boa oportunidades de trabalho nessa área?

Resposta

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação