BrasileirasPeloMundo.com
Curiosidades Pelo Mundo Rússia

Como é o verão na Sibéria?

Como é o verão na Sibéria?

Quando se ouve falar em Sibéria, a primeira coisa que nos vem em mente é o frio extremo e muita neve. É como se nessa região o inverno fosse a única estação climática do ano. Mas você já parou para pensar como é o verão na Sibéria? Será que faz calor?

Na maioria dos filmes em que parte da história se passa na Sibéria, geralmente, os cenários mostram lugares isolados, no meio de florestas “submersas” na neve, lobos e ursos. Porém, diferentemente dos filmes hollywoodianos, não só de neve e frio vive essa parte da Rússia.

É verdade que, por estar no norte da Ásia, o clima da Sibéria é polar e, lógico, há muita neve. Mas apesar das temperaturas baixas predominarem na maior parte do tempo, no verão elas podem ser bem elevadas e chegar a 30º e 35º C, como também podem ser muito baixas, entre 10º e 12º C à noite.

Calor, chuvas e vento

Aqui em Omsk agora é verão. O clima está bem seco (excelente para o cabelo!) e quente; está ótimo. Os termômetros têm marcado temperaturas altas durante o dia, entre 23º e 32º C, e um pouco baixas à noite, entre 13º e 18º C. Depois de um longo e tenebroso inverno, isso é uma bênção para essa santista que vos fala, acostumada com sol e calor.

Infelizmente, nem tudo são flores e com o calor, também começa a estação das chuvas e do vento. Nesse período é normal chover bastante na parte da manhã e o dia acabar com um belo pôr do sol, depois do vento literalmente varrer as nuvens, ou vice-versa. Em dias assim, me sinto no verão tropical.

Mesmo com toda essa variação climática, o sol predomina na maior parte do tempo e como estamos hemisfério norte o sol se põe depois das 22h, o que permite aproveitar muito o dia e o calor do verão russo, já que geralmente é no período da tarde que as temperaturas estão mais altas.

Leia também: Dicas de turismo na Rússia

Os siberianos adoram um calorzinho! Basta a um pouco de sol para tirar do armário a coleção verão e sair pelas ruas desfilando o “branco polar” de shorts, chinelos e vestidos. Vários bares e restaurantes têm um espaço aberto ou um terraço usado somente no verão. Colocam cadeiras e mesas ao ar livre, excelente para tomar uma cervejinha com os amigos.

Os parques ficam cheios de gente que circulam de patinetes e bicicletas, principalmente agora no período das férias escolares. Todos têm inúmeros brinquedos para as crianças se divertirem. Os gramados dos jardins, floridos e muito bem cuidados, são disputadíssimos, a final, todos querem um lugar ao sol.

Como uma boa caiçara, a praia é sem dúvida o melhor lugar para pegar um “bronze”, e para melhorar a minha experiência de viver o verão na Sibéria faltava encontrar uma. Encontrei duas! Assim, a vitamina D agradece.

Praia na Sibéria?

Omsk está muito longe de qualquer região costeira, mas é cortada de ponta a ponta pelo rio Irtysh (Иртыш, que em russo significa “rio branco”), um dos mais importantes da Ásia, e como muitas cidades cortadas por rios, existem praias parecidas com aquelas à beira-mar, inclusive na infraestrutura.

Siberia, verão
Foto: Acervo pessoal.

A “Central Beach” (центральный пляж) foi a primeira praia que encontrei, por acaso, em uma caminhada na passarela na beira do rio. Ela está localizada no coração do centro da cidade e tem uma faixa de areia bem pequena. No fim da praia existe um “beach club” com serviço de bar e restaurante, muito bem equipado com chuveiros, vestiários, espreguiçadeiras, guarda-sol e duas piscinas, ao preço de 350 ₽ (rublos) por hora, maios ou menos €4,00. Ótimo para se refrescar no calor, já que nessa praia não é permitido se banhar no rio.

Quem prefere economizar, pode usar a parte livre da “Central” que tem uma espécie de cabine servindo de vestiário e até um chuveiro com bebedouro acoplado. Tudo grátis.

Já na segunda praia, que se chama “Kuibyshevskiy” (Куйбышевский Пляж), os banhistas podem entrar na água tranquilamente. É uma praia de areia muito popular, vigiada por salva-vidas e localizada numa das áreas comerciais mais movimentadas na cidade. Também existem vestiários e chuveiros gratuitos, mas sem cadeiras de praias ou guarda-sol para alugar. Cada um tem que levar o seu de casa.

As praias em Omsk não são bonitas e a cor da água, sinceramente, não é convidativa para um mergulho. Diferentemente do Brasil, não há venda de comida e bebidas nas faixas de areia.

Porém, nas ruas próximas sempre tem bares e restaurantes, ou mesmo barraquinhas improvisadas que vendem de tudo, desde sorvete e água, até o bom e velho churrasquinho “take away”.

Aproveitando o verão siberiano

O drink preferido dos russos no verão é o Kvass (квас), sendo a bebida nacional depois da vodka. Originária dos povos eslavos, é uma bebida não alcóolica e muito refrescante, que parece uma cerveja. Isso porque, ela é obtida través da fermentação do trigo ou da farinha de centeio. É vendida em todos os lugares, como supermercados e até em barraquinhas nas ruas.

Além das praias, os moradores e turistas também podem se divertir fazendo um cruzeiro fluvial em barcos de passageiros. Sendo o Irtysh um rio navegável, todo ano nos meses de verão é possível fazer um passeio turístico em barcos a motor, que partem do porto fluvial localizado no centro de Omsk. Os barcos têm dois decks e são equipados com banheiros e um bar, que também serve refeições.

O passeio custa 300 ₽(rublos) e dura uma hora. Durante o trajeto os passageiros podem admirar as vistas panorâmicas da cidade, com os parques existentes ao longo das margens do rio e das praias isoladas, além de aprender sobre a história da cidade e dos moradores contada por um guia turístico (em russo, claro). É um passeio muito agradável e relaxante.

Festivais e atividades ao ar livre

Tratando-se de verão, não podem faltar os festivais ao ar livre. São inúmeros parques em Omsk e, portanto, também inúmeros os festivais e concertos de músicas que acontecem no verão. Em todos os finais de semana um evento novo é realizado na cidade. Geralmente, há apresentação ao vivo de diferentes bandas e DJ’s, jogos esportivos, tendas de comidas e bebidas, feiras de artes, brinquedos para crianças, competição de fogos de artifícios, etc.

Um dos grandes eventos da cidade é o Festival de Jazz Siberiano. Conta-se com a participação de diferentes artistas de jazz russos e de outros países, como Grã-Bretanha e Portugal, além da Orquestra Sinfônica de Omsk.

A música erudita está arraigada na cultura popular russa ainda hoje. Sabe-se que a Rússia  também é conhecida pela sua maestria em óperas e famosos compositores de músicas clássicas, como Tchaikovsky e Stravinsky. Assim, é normal que os festivais de música intercalem concertos clássicos com outros estilos musicais.

Deu para perceber que o verão na Sibéria existe de verdade e que é possível pegar um bronzeado e ainda se entreter com tantas atividades. Diversão garantida.

Related posts

Korfbal – O “quase” basquete

Roberta Veronezi Figueiredo

5 Curiosidades Sobre o Mississippi

Mariana Carvalho

Singlish, o inglês falado em Cingapura

Ana Paula Cariello

4 comentários

Mônica Luiza Mandira Agosto 3, 2019 at 12:23 pm

Adorei a matéria. Parabéns é sucesso.
Aguardando a próxima!

Resposta
Agostinha Ambrósia Ferreira de Sousa Agosto 3, 2019 at 2:12 pm

Olá, Vanessa!
Parabéns pela escolha do tema e clareza do texto!
O artigo apresenta um panorama resumido das tuas experiências vividas por aí e oferece ao leitor uma síntese do que o espera em Omsk, durante o verão.
Obrigada pela deliciosa leitura, nos apresentando curiosidades da Sibéria, com um olhar apurado.
Sucesso!!!!!

Resposta
Agostinha Ambrósia Ferreira de Sousa Agosto 5, 2019 at 2:15 pm

Olá, Vanessa!
Parabéns pela escolha do tema e clareza do texto!
O artigo apresenta um panorama resumido das tuas experiências vividas por aí e oferece ao leitor uma síntese do que o espera em Omsk, durante o verão.
Obrigada pela deliciosa leitura, nos apresentando curiosidades da Sibéria, com um olhar apurado.
Sucesso!!!!!

Resposta
Agostinha Ambrósia Ferreira de Sousa Agosto 6, 2019 at 11:28 pm

Parabéns pela escolha do tema e clareza do texto!
O artigo apresenta um panorama resumido das tuas experiências vividas por aí e oferece ao leitor uma síntese do que o espera em Omsk, durante o verão.
Obrigada pela deliciosa leitura, nos apresentando curiosidades da Sibéria, com um olhar apurado.
Sucesso!!!!!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação