BrasileirasPeloMundo.com
Líbano Vistos & Cidadanias Pelo Mundo

Como obter visto para o Líbano

Como obter visto para o Líbano.

A concessão de vistos para o Líbano é simples e pode ser solicitada nos consulados ou embaixadas do Líbano sob os mesmos requisitos de praxe já conhecidos. Além disso, é necessário apresentar um certificado internacional de vacina contra febre amarela, emitido uns 10 dias antes da data de viagem.

As informações na internet são um tanto contraditórias, como por exemplo, sobre haver dificuldade e facilidade para entrar no país, sem mencionar que as taxas consulares também são distintas de um Estado para outro. Entretanto, brasileiros e europeus não precisam solicitar visto com antecedência para entrar no país; o visto pode ser obtido no aeroporto de Beirute e sem custo algum. Oficiais americanos e diplomatas possuem requerimentos especiais para concessão de visto.

 

Ainda dentro do avião, cada viajante recebe uma ficha de imigração, que deve ser preenchida e entregue ao oficial do exército dentro do aeroporto de Beirute, no guichê da imigração. O visto na verdade é um carimbo no passaporte, e o tempo de estadia será decidido na hora pelo oficial do exército na imigração. Em média o visto de turista é concedido por um período de 30 dias, renovável, porém sem dar direito a trabalhar no país.

Na imigração o seu passaporte será inspecionado minuciosamente, página por página, carimbo por carimbo, do início ao fim. Se você não tiver um sobrenome libanês, eles vão te encher de perguntas, e mesmo se tiver, ao verem que seu passaporte não é libanês, eles irão te questionar sobre o motivo da viagem do mesmo jeito.

Leia também: a famosa gastronomia libanesa

Entretanto, se você tiver carimbo de Israel no seu passaporte, você não será autorizado a entrar no país. Os dois países são inimigos, estão oficialmente em guerra até hoje, e a política de segurança interna não concede o visto a quem tiver carimbo israelense no passaporte.

photo8-vi

Passado pela imigração, você irá pegar a sua bagagem e será abordada (o) por um carregador de malas bem insistente em querer ajudar com a bagagem. Mas não se iluda com tanta gentileza porque ele vai te cobrar por isso: cabe a você aceitar ou não. Pouco antes do portão de desembarque, você será abordada por soldados do exército, que também vão te encher de perguntas e inspecionar as suas malas. E se eles decidirem vão confiscar diversos itens da sua mala; isso é um procedimento básico, apenas siga as instruções com calma e paciência, e logo você estará livre.

Enfim, ao término de todo esse procedimento de chegada, você se dirige ao portão de desembarque. Há quem reclame sobre a bagunça e o caos do aeroporto de Beirute. Eu não posso afirmar se isso é verdadeiro, porque não presenciei nada anormal quando cheguei. Mas caso aconteça com você, não se choque e seja bem vinda (o) ao Líbano, onde o caos e a desorganização fazem parte do pacote.

Para renovar o visto, basta comparecer à sede da segurança geral libanesa com passaporte e eventuais outros documentos mencionados no site do órgão de segurança nacional do governo libanês.

 

Visto e renovação de visto de trabalho requerem a apresentação do contrato de trabalho de um empregador libanês justificando a necessidade de recrutamento de funcionário estrangeiro, e o empregador passa a se responsabilizar pela estada do funcionário estrangeiro no país.

Há certos cargos e profissões nas quais estrangeiros são proibidos de trabalhar, como bancos, laboratórios, farmácias e joalherias. E há vários setores em que o empregador deve ter nacionalidade libanesa, como arquitetura, engenharia, bancos, fabricação de calçados, móveis, impressão, e setores de contabilidade. Porém, muitos bancos empregam equipe estrangeira com cargos de alto padrão.

Visto de estudante tem validade de um ano, com apresentação de passaporte válido por um período não inferior a 13 meses, a partir da data de adesão à universidade. O Departamento de Assuntos Estudantis do governo fornece aos estudantes registrados no país (na maioria das universidades) os certificados necessários para que eles obtenham autorização de residência junto às autoridades libanesas competentes.

Informações diversas:
A moeda oficial do Líbano é a Libra Libanesa (LBP), moeda que ainda mantém os 3 zeros após anos de inflação e com valores que te fazem pensar que tudo é caro, por serem valores expressos na casa dos milhares (tipo a moeda do Paraguai).

Mas após uns dois dias você entenderá como fazer a conversão dos preços em libra libanesa para o dólar americano e verá que as coisas não custam milhões. Só para exemplificar a conversão de libras libanesas para dólar: 100 dólares equivalem a 150 mil libras libanesas. No Líbano não é obrigatório usar apenas a moeda libanesa: é possível pagar tudo em dólar, em qualquer lugar do país. Em alguns lugares, até o euro é aceito, mas dê preferência a portar dólares americanos no bolso.

Saindo do aeroporto, se você não tiver alguém para te buscar, pegue um táxi. Os táxis no Líbano não possuem taxímetros e combinar com antecedência o valor da corrida é o ideal. Assim como em todo o mundo, os taxistas ao se depararem com estrangeiros sempre vão querer cobrar mais caro. Todos os carros com placa vermelha no Líbano são táxis, vans ou transporte coletivo. Placas verdes são carros alugados, e placas pretas, veículos de autoridades e/ou governo. As placas brancas são veículos comuns, de civis.

A corrida do aeroporto a qualquer lugar em Beirute custa de 25 a 35 dólares, mais que isso, não aceite. Em geral os taxistas são honestos, porém, como típicos árabes, eles vão querer negociar. Não pegue táxis de rua: a maioria não é regularizada e não se sabe a idoneidade do motorista. Procure por táxis de empresas especializadas e sempre negocie a corrida com antecedência, porque a cada corrida de 5 minutos, não importa a distância, será cobrado de 10 a 15 dólares.

Pergunte aos libaneses a média cobrada pelos taxistas do seu local ao destino desejado, para ter uma noção básica do valor real a ser cobrado. Para quem não fala os idiomas locais, eu deixarei no final do texto o telefone de um taxista libanês que fala português e que é de extrema honestidade e confiança.

Comparado à Europa e Brasil, os preços no Líbano são baixos, e isso será conferido no dia a dia. É fácil encontrar em qualquer canto do país casas de câmbio e de transferência de dinheiro, bem como caixas automáticos para saques. Nos caixas automáticos inclusive é possível sacar em libra libanesa ou em dólares, e todos os estabelecimentos comerciais apresentam os preços nas duas moedas em suas etiquetas ou faturas – você escolhe em qual moeda irá pagar.

 

No Líbano não existe ligação a cobrar, portanto compre um SIM card de uma das duas operadoras de telefonia celular do país e tenha um numero de telefone libanês para poder se comunicar e acessar 3G no seu telefone. Por aqui não existem mais cartões telefônicos de orelhões, e os poucos orelhões remanescentes estão desativados. Nas lojas de transferência de dinheiro há a opção de ligar para onde quiser e pagar pela ligação na hora.

Leia também: crenças e superstições libanesas

Sobre hotéis, os comentários em geral são de que as opções se limitam a hotéis “de luxo” ou “de lixo”, não existindo um meio termo. Eu não utilizo esse serviço, portanto, não sei se isso procede ou não. Pesquisar as opções antes de fechar a reserva, ver fotos, e ou pedir indicações de lugares já conhecidos por outros turistas ou até para libaneses sempre será válido.

Quem vem ao Líbano a turismo e não se hospeda com parente ou amigos, ou vem com muito dinheiro, ou são mochileiros que não se importam com detalhes de transporte e hospedagem. Mas independentemente desses detalhes, o turista sempre é bem recebido dentro da famosa e generosa hospitalidade libanesa.

Sobre passeios, não existem ofertas para “Day trip”, ou passeios disponíveis em torno da cidade onde você vai se hospedar. A opção é contratar motorista ou taxista particular para fazer roteiros privados e exclusivos, porém o preço nem sempre é tão generoso. Deixarei abaixo o contato de uma guia brasileira que organiza passeios em grupos pelo país.

– Guia brasileira
Zilda Naves

– Taxista com português fluente
Simon Ziade – 03 628 825

Related posts

Permissão de residência na Eslováquia para cidadão europeu

Carolina Paolini

Visto de estudante na Espanha

Juliana Azevedo Gomes

Tipos de vistos para morar em Cingapura

Fernanda Froimtchuk

22 comentários

Cristiane Leme Junho 30, 2015 at 10:56 am

Tenho um desejo enorme de conhecer o Líbano um dia. Quem sabe? Ótimas dicas! Bjs

Resposta
Cláudia Rahme Junho 30, 2015 at 5:31 pm

Vem Cris!!! Vc vai adorar!!! =D

Resposta
Solange Setembro 1, 2015 at 12:53 am

Olá Claudia, amei seu blog, é tudo exatamente como vc descreve, eu tive problemas na chegada, pois meu ingles não é lá essas coisas, e eu nunca ví povo mais descofiado do que os libaneses, depois de revirarem toda a minha bagagem peça por peça me deixaram entrar..e é tudo como vc disse, fiquei em Byblos, linda cidade, mas Beirute deixa a desejar, não sei se volto um dia, fui para conhecer um grande amigo e a familia dele.

É mesmo um país lindo, mas falta cuidados, abraço

Resposta
Cláudia Rahme Setembro 4, 2015 at 1:06 am

Olá Solange!!!
Obrigada pelo feed!! =)
Esse procedimento no aeroporto é realmente de praxe, todos estranham (e não é pra menos…rsrsrsrs), mas poucos são os que ja vieram ao Líbano e que alertam os que pretendem vir, de como será a vinda nos mínimos detalhes, inclusive com esses procedimentos incômodos e estranhos.
Essa desconfiança toda faz parte do procedimento de segurança do país, afinal os atentados terroristas já ocorridos aqui foram muitos, e não esquecendo também, que o país ainda está em guerra com Israel, e ainda… que o famoso grupo libanês, Hezbollah, atrai muito inimigos tambem ao país. Então todo cuidado ainda é insuficiente. O importante é que vc gostou de Byblos… =D Volte sim!!! Tem vários outros lugares lindos e charmosos, como Byblos, delete a má impressao de Beirute, afinal o Líbano inteiro nao se resume a Beirute.
PS: Eu que moro aqui, também nao gosto da capital (e evito).

Resposta
Rosana Julho 15, 2016 at 3:02 am

Olá Cláudia. Amei tudo que li aqui.
Bom tenho um relacionamento virtual com um Libanês da Cidade de Trípoli, agora ele está me implorando para ir morar com ele, ou seja, casar, mas confesso que tenho muito receio por conta dos atentados. O amor que sinto por ele é muito grande, porém tenho minha família aqui. Quem sabe um dia eu vá ao menos passar às férias aí com ele. Também tem a questão financeira né, como vc falou temos que levar bastante dinheiro. Ele é comerciante, dono de uma loja de sapatos femininos, mas sei que a questão econômica aí não é das melhores os lucros não chegam a tanto.
Espero se um dia eu for realizar o sonho de conhecer meu grande amor, desejo muito encontrar com vc para tomarmos um chá ????????
Bjus e vc é muito mas muito linda e inteligente…

Resposta
Omar Setembro 19, 2016 at 7:26 pm

Adorei as instruções. Bem úteis e a gente SENTE q são verdadeiras.

Resposta
Ana Conceição Abril 7, 2016 at 11:37 am

Olá, Cláudia, como vai?
Estou pensando em ir para Beirute em julho e gostaria de uma ajuda sua com informações sobre segurança. Viajo sozinha sempre e é assim que pretendo ir ao país. Você vê algum problema em circular sozinha por Beirute e pelo resto do país, pelas praias, sem companhia? Há algum lugar que vc recomenda não ir?
E fiquei curiosa com sua resposta acima, Porque vc não gosta de Beirute? Obrigada pela ajuda!
Ana

Resposta
Rosana Julho 15, 2016 at 3:06 am

Ana. Admirei sua atitude, de viajar sozinha. Gostaria de poder fazer muito isso também. E meu sonho é de ir ao Líbano conhecer meu grande amor.
Bjus linda e desejo que tudo dê certo na sua ida ao País. Fica com Deus

Resposta
Karla Agosto 31, 2016 at 3:33 pm

Olá! Estou indo para o Líbano em outubro. Sempre que viajo a Europa, compro chip de internet para usar no meu celular. Geralmente pago tipo 20 euros. No Líbano consigo esse tipo de serviço? Comprar o chip de internet? Se sim, quanto seria?

Resposta
grasi Setembro 27, 2016 at 1:07 pm

Karla vc volta de lá quando? Meu esposo está lá e comprou um chip com serviço de internet.

Resposta
Omar Setembro 19, 2016 at 7:39 pm

Seria possível ver uma FOTO do Doc de Identificação, Cart de Identidade no Libano? Uma fictícia, claro. Uma q MOSTRE apenas o perfil do doc.
É verdade que consta a RELIGIÃO professada pelo cidadão ou é falsa esta info?

Resposta
Grasi Setembro 22, 2016 at 10:45 pm

Olá linda,, obrigada por compartilhar todas essas informações preciosissimas.
Estou indo ao Libano em Novembro ver meu esposo q esta a trabalho pela marinha do Brasil, estou com muito medo, pois resolvi todo tramite de passaporte, compra de passagem sozinha. Tenho muito medo, pois sou totalmente leiga, nao sei ingles, ele estara me esperando no dia do desembarque. Nao nos vemos ha 4 meses. Me de algumas dicas pelo amor de Deus, não preciso pegar nenhum visto aqui no Brasil,né??
E outra, sou confeiteira, meu esposo pediu pra eu levar alguns doces e biscoitos feitos por mim, seria possivel entrar com isso ,lá?? Obrigada Linda..um bj

Resposta
ju cruz Setembro 8, 2017 at 5:30 am

vou em novembro sozinha tbm. Mil dúvidas rsrsrsr…

Resposta
Milton Novembro 27, 2017 at 8:31 pm

Olá Claudia, adorei o seu blog. Vou com a familia em Janeiro, visitar parentes que tenho em Beirute e Hasbaya. Adoraria receber dicas suas sobre passeios, restaurantes, considerando que será inverno. Obrigado

Resposta
Liliane Oliveira Novembro 28, 2017 at 2:17 pm

Olá Milton,
A Cláudia Rahme parou de colaborar conosco e, infelizmente, não temos outra colunista morando no país.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Silvana Machado Janeiro 29, 2018 at 4:53 am

Bom eu vou viajar para o libano que estou de relacionamento com um árabe e nos queremos nos casa

Resposta
Natania Novembro 6, 2018 at 1:57 pm

Oi Claudia, você sabe me dizer como mando mensagem pra o taxista no WhatsApp? Eu vou ao Líbano semana que vem e gostaria de usar esse taxista.
Obrigada

Resposta
Liliane Oliveira Novembro 6, 2018 at 3:16 pm

Olá Natania,
A Cláudia Rahme parou de colaborar conosco e, infelizmente, não temos outra colunista morando no país.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
CARLOS ALBERTO MACHADO PEREIRA Fevereiro 1, 2019 at 7:51 pm

Brasileiro continuam sem precisar de visto para entrar no LIBANO?

Resposta
Liliane Oliveira Fevereiro 2, 2019 at 12:25 am

Olá Carlos Alberto,
A Cláudia Rahme parou de colaborar conosco e, infelizmente, não temos outra colunista morando no país.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Kalynara Março 8, 2019 at 3:56 am

Olá! Meninas, por gentileza, quero obter meu visto no desembarque. Comprei minha passagem Guarulhos/Beirute/Guarulhos 10 dias, porém, quero passar uns 5 dias no Líbano e ir à Jordânia, mas depois voltar para pegar meu voo de volta por Beirute. Eu consigo, estando dentro do prazo de 30 dias, entrar de volta no Líbano para pegar meu voo com o mesmo Visto do desembarque ou tendo o passaporte carimbado novamente na entrada de volta? Resumindo, consigo sair e entrar no Líbano dentro do prazo de 30 dias que não é necessário renovação?

Resposta
Liliane Oliveira Março 9, 2019 at 6:09 pm

Olá Kalynara,
A Cláudia Rahme parou de colaborar conosco e, infelizmente, não temos outra colunista morando no país.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação