BrasileirasPeloMundo.com
Nova Zelândia

Como validar o seu diploma na Nova Zelândia

Validando o Diploma na Nova Zelândia

Como validar o seu diploma na Nova Zelândia.

Quando nos mudamos de país, a lista de coisas que precisamos fazer é imensa e muitas vezes envolve abrir mão de muitas conquistas que fizemos em nosso país de origem. Felizmente com a profissão isso não precisa ser verdade.

É possível reconhecer e validar o seu diploma do Brasil na Nova Zelândia, isso geralmente requer alguns passos, um certo investimento e um pouco de tempo, mas com paciência e perseverança é possível.

Aqui neste post eu conto o passo a passo que eu percorri para validar os meus diplomas do Brasil aqui na Nova Zelândia, já que muitas outras profissões têm que passar pelo mesmo processo.

Antes de Começar

Queria reforçar que: para cada profissão existem um conjunto de regras e exigências diferentes, portanto este passo a passo que vou descrever foi relativo ao meu diploma de comunicadora (Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Publicidade e Propaganda) e o do MBA Executivo em Marketing.

Assim, caso a sua profissão seja bem específica, acho fundamental você procurar um especialista da sua área (como por exemplo algum profissional que possa contar como foi o processo e quais as exigências para a sua área específica no país), ou ainda um advogado de imigração (immigrant advisor), que pode te orientar a respeito da melhor maneira de validar o seu diploma e regulamentar a sua profissão no país.

Por se tratar de um assunto completamente diferente, este post não traz informações sobre validação de escolaridade.

Leia também: Validação do diploma em Odontologia em Portugal

Um resumo do Sistema de Educação da Nova Zelândia

Com certeza este assunto é extenso e – na minha opinião – bastante complexo, mas vou tentar resumir para dar um contexto.

Para cursos profissionalizantes ou de ensino superior o sistema de enquadramento utilzado é o NZQF (New Zealand Qualifications Framework), e é exatamente um quadro de padrões e qualificações endossados no país.

Ele é composto por 10 níveis, sendo o Nível 1 composto pelas qualificações mais básicas e o Nível 10 as mais complexas. As qualificações são atribuídas a um nível na escala, dependendo da dificuldade das habilidades ou conhecimento aprendido.

As qualificações enquadram-se na estrutura da seguinte forma:

  • Os níveis 1-7 são certificados nacionais
  • Os níveis 5-7 são diplomas nacionais
  • Os níveis 7 a 10 são graus nacionais e qualificações de pós-graduação

Para deixar mais claro, os estudantes do ensino médio geralmente são considerados como sendo Nível 1, 2 e 3 no NZQF.

Os níveis 4 e acima são geralmente estudados após o término da escola (neste post não vou conseguir explicar em detalhes as equivalências, mas é possível você se informar mais a respeito neste link).

Níveis como Bacharelados, por exemplo, costumam ser enquadrados como sendo nível 7. Já uma pós graduação, especialização ou MBA (que não seja Mestrado), são enquadrados no nível 8. Os mestrados são qualificados como sendo nível 9 e os doutorados ou pós-doutorados se classificam como sendo nível 10.

A imagem abaixo está no site Careers New Zealand mantido pelo governo da Nova Zelândia, e ajuda a entender a organização:

NCEA - O Sistema Educacional Secundário e Terciário da Nova ZelândiaO órgão que faz o reconhecimento das qualificações superiores internacionais é o NZQA (New Zealand Qualifications Authority)  e todo o processo é feito diretamente no site deles.

O que fazem é analisar seus diplomas e qualificações e ver como elas se alinham com o sistema da Nova Zelândia.

Reunindo a Documentação

Depois de acessar o site do NZQA e se informar a respeito, bem como conversar com profissionais da sua área ou advogados de imigração para saber as especificidades da sua área de estudos, o próximo passo é providenciar toda a documentação: o seu diploma (reconhecido pela autoridade local, que no caso do Brasil é o MEC – Ministério da Educação), bem como o histórico de resultados (as suas notas detalhadas por matéria, com os resultados finais).

Para adiantar, saiba que será necessário enviar estes documentos para a realização de tradução juramentada para que possam ser analisados.

Se puder resgatar informações detalhadas como endereço, telefone atualizado, uma pessoa de contato na sua universidade ou instituição de ensino (e até contatar a pessoa, informando que você está fazendo este processo, se poderia indicar a pessoa apropriada em caso de contato etc.), email. Também vale a pena já anotar datas (e elas devem ser as mais fieis possíveis, porque depois vão perguntar: data de início, data de término).

Outro ponto que pode parecer bobagem, mas na hora de preencher os formulários causa muita dúvida é a respeito da tradução do seu diploma ou qualificação para o inglês. Tente se informar a respeito também, seja na instituição de ensino ou com outros profissionais da área. O mesmo vale para as matérias que estão descritas no histórico de resultados caso o tradutor te contate para tirar dúvidas.

Pre-Assesment

A pré-assessoria (ou Pre-Assesment) é uma avaliação rápida e superficial, somente para efeito de pré-análise, que muitos fazem antes de iniciar o processo efetivamente de validação.

Geralmente as pessoas fazem para ter uma noção de qual seria a equivalência da qualificação em relação a Nova Zelândia, muito usada quando se aplica a EOI (Express of Interest – o primeiro passo para solicitar a residência no país), somente para dar uma referência.

Ela é rápida (cerca de 20 dias), bem mais barata e exige menos documentos.

Basta entrar no site, criar uma conta, preencher o formulário e enviar os documentos solicitados, escaneados.

Muitos dizem (e no meu caso foi assim também), que a sua qualificação pode ser dada como sendo inferior ao que realmente é nesta fase, mas como ela é superficial e não tem validade como definitiva, não precisa se assustar.

IQA

A IQA, International Qualifications Assessment, é a assessoria em si, feita para reconhecer localmente as suas qualificações. Ela é oficial e definitiva, e pode ser utlizada tanto nas instituições de ensino locais, empregos, como também para a imigração (aplicação de vistos).

O valor é um pouco maior do que o Pre-Assesment, além de levar muito mais tempo (mais do que 35 dias úteis). É possível validar até 5 dimplomas numa mesma assessoria.

Os documentos exigidos são os mesmos do pre-assesment, mas tanto o formulário preenchido online, como também alguns outros comprovantes, serão mais completos (e você terá que enviar cópias escaneadas de todos eles.

É necessário enviar cópias certificadas (validadas com carimbo e assinatura de um juíz de paz) do diploma, histórico de resultados, passaporte, comprovação da troca de nome (quando se aplica), estágio (em casos em que isso faz parte da qualificação) e as respectivas traduções (atenção: as cópias certificadas, não os originais).

Além disso eles podem te contatar, contatar a sua instituição de ensino e ainda exigir outros documentos. Portanto prepare o bolso e a paciência, pois o processo requer ambos.

Com sorte, dentro do prazo eles te respondem e você finalmente poderá seguir com seus objetivos por aqui.

Seja para procurar um emprego na sua área, para estudar ou imigrar, não se assuste com a burocracia, pois seguindo estes passos é provável que você consiga Validar o seu diploma na Nova Zelândia muito mais rápido do que imagina.

Related posts

Custo de Vida na Nova Zelândia

Rosana Melo

Quando você não se sente suficiente morando fora do Brasil

Roberta Crossley

A minha vida na Nova Zelândia

Rosana Melo

19 comentários

Maurício Abril 15, 2018 at 6:49 pm

Como está a área ambiental na Nova Zelândia?
Eles aceitam pessoas que tenham atingido o nível de doutorado através da graduação de tecnólogo? Já que aqui no Brasil vale como superior e você pode fazer mestrado e doutorado após.

Resposta
Gabriela Nunes Abril 16, 2018 at 4:43 am

Oi, Mauricio.
Obrigada pelo comentário. Infelizmente eu não conheço a área ambiental, pois sou da área de marketing e comunicação. Se me permite uma sugestão, recomendo que você procure pessoas da área ambiental e que estejam atuando por aqui (brasileiras ou não), e para isso o LinkedIn é uma ótima ferramenta. Também sugiro procurar universidades e professores locais, pois eles podem te ajudar a tirar suas dúvidas quanto à validação do seu doutorado com base no seu histórico. Outra possibilidade é tentar entrar em grupos do Facebook, como Brasileiros na Nova Zelândia ou Brasileiros em Auckland e perguntar se há pessoas da área ambiental para que possam conversar melhor. Desculpe não poder ajudar muito, mas estas sugestões acredito que possam te ajudar a direcionar e solucionar suas dúvidas. Em tempo: acredito que a área ambiental tenha muito campo por aqui, pois é um país muito preocupado com sustentabilidade e meio ambiente.

Resposta
Maurício Abril 18, 2018 at 2:53 pm

Obrigado, Gabriela! <3

Resposta
Christianne Pires Abril 16, 2018 at 2:37 pm

Bom dia Gabriella!
Sou a Chris.
Gostaria de saber como é a aceitação de dentistas aí em NZ.
Minha filha se forma no ano que vem e tá pensando em ir pra aí.
Se vc puder me indicar algum site mais específico sobre a área dela, ficaria muito grata.

Resposta
Gabriela Nunes Abril 17, 2018 at 4:06 am

Oi, Chris.
Bom dia, Christiane. Obrigada pelo contato. Infelizmente eu não saberia te dizer sobre a aceitação de dentistas por aqui, nem sobre o processo, porque sou da área de comunicação e marketing e não conheço, pessoalmente, ninguém para te indicar para conversar. Mas caso ela tenha interesse, pode tentar procurar contatos em grupos de Mulheres Brasileiras na Nova Zelândia (Aqui está uma sugestão https://www.facebook.com/groups/mulheresnanovazelandia/ ) e ver se encontra profissionais da área para perguntar. Sei que a área de saúde tem muita demanda, mas que exige uma nota bem alta de inglês acadêmico e muito estudo. Não é impossível, pois já me consultei com dentistas brasileiros aqui, mas demanda muito foco, preparo e dedicação.
Muito sucesso para a sua filha, estarei na torcida 😀

Resposta
Vincen Maio 9, 2018 at 5:35 am

Gabriela, boa tarde.

Já estou aqui na Nova Zelândia e gostaria de validar o meu diploma de Engenharia de Produção.
A minha dúvida é se no caso do histórico escolar e o diploma, eu também preciso do carimbo do juiz de paz, ou somente o carimbo dos tradutores do brasil valem. Pois o meu diploma original e o histórico estão no Brasil, eu tenho somente as traduções e as copias dele em PDF.

Obrigado

Resposta
Gabriela Nunes Maio 10, 2018 at 6:31 am

Oi, Vicenzo.
No meu caso, na carta que eu recebi do NZQA estava explícito que precisava ser cópia certificada dos documentos originais. Reproduzo aqui este trecho “Legible, coloured, scanned (digital copy), and certified copies of original qualification(s) and identity” (em tradução livre “Cópias legíveis, coloridas, digitalizadas (cópias digitais) e autenticadas de qualificações e identidade originais”). Para certificar os documentos é necessário levar a cópia e o documento original pessoalmente ao juiz de paz para que ela(a) ateste a autenticidade da cópia. Não sei se o procedimento será diferente no seu caso, mas se eles pedirem o mesmo padrão de documentos que me pediram, é bastante provável que peçam sim a cópia certificada. A melhor maneira de resolver a dúvida é contatar o NZQA (aqui o link para a página de contato deles http://www.nzqa.govt.nz/about-us/contact-us/). Espero ter ajudado.

Resposta
Gustavo Henrique Santos Maio 28, 2018 at 7:23 pm

Olá Gabriela!
No meu caso, possuo MBA e sou graduado em Administração. Caso eu decida começar com os empregos disponíveis por lá (com menor remuneração) é possível tratar destes assuntos regulatórios “in loco”?
Outra questão: Pesquisei que cerca de 20% da população da NZ não é originária de lá. Será que existem brasileiros que podem estreitar esse relacionamento ou agirem como mediadores de informações para empregos locais?

Resposta
Gabriela Nunes Maio 29, 2018 at 8:17 am

Oi, Gustavo.
Aqui não é obrigatório que você faça a validação do diploma, somente para efeitos de comprovação para imigração (aplicação de vistos) ou caso você faça algum curso que exija a validação. Portanto se o seu visto ou estudo não exigiu este documento, provavelmente você poderá deixar a questão para resolver por aqui. Lembrando que quando resolver fazer a validação, precisará apresentar os documentos que comentei no post.
Com relação à população, realmente há muitos imigrantes, mas não sei dizer se os brasileiros que estão por aqui poderiam ser mediadores. O melhor a fazer é buscar agências de empregos locais como o Trade Me e o Seek, entre muitas outras. Boa sorte na sua busca!

Resposta
João Victor Junho 28, 2018 at 2:55 am

Olá Gabriela!
Meu nome é João Victor e, estou cursando superior em tecnólogia de análise e desenvolvimento de sistemas, e gostaria de saber, se um curso 2 anos e meio com carga horaria de mais de 2.200 horas seria equivalente ao nível 7 na Nova Zelândia?

Ficarei muito grato se puder sanar minha dúvida

Resposta
Gabriela Nunes Junho 28, 2018 at 5:22 am

Oi, João Victor. Obrigada pelo comentário. Infelizmente não tenho como te ajudar, porque não sou desta área. Talvez se você tentar buscar a resposta em grupos de brasileiros da área de TI no Facebook ou no LinkedIn, ou ainda procurar cursos equivalentes em universidades locais, eles possam indicar caminhos. Outra possibilidade seria consultar as empresas que vendem cursos e intercâmbio, pois talvez eles tenham este conhecimento. Boa sorte!

Resposta
Hélcio Julho 17, 2019 at 9:49 am

Olá! Muito bom o artigo!
Minha dúvida é de como ter o carimbo do juiz de paz ao tentar validar a qualificação estando no Brasil…

Resposta
Gabriela Nunes Julho 18, 2019 at 6:54 am

OI, Hélcio.
Obrigada pelo retorno. Eu desconheço, acho que o melhor caminho é você contatar o NZQA (https://www.nzqa.govt.nz/about-us/contact-us/) ou a empresa que por ventura esteja o assessorando para esclarecimentos. Como somente vivi a experiência de estar aqui e fazer este processo, não saberia te responder.

Resposta
Renata de Oliveira Dias Agosto 19, 2018 at 3:08 pm

Olá, meu nome Renata e sou fisioterapeuta e possuo pos graduação, como é a aceitação do mercado por aí? Estou lendo sobre esses assuntos e ainda estou muito perdida, qual seria o primeiro passo a ser tomado? Obrigada

Resposta
Gabriela Nunes Agosto 20, 2018 at 6:32 am

Oi, Renata.
Obrigada por escrever. Infelizmente eu desconheço sobre como funciona a área de fisioterapia, já que sou da área de marketing (comunicação). A minha sugestão é que vc tente entrar em algum grupo do Facebook de brasileiros morando na Nova Zelândia e tentar encontrar alguém que seja da área e possa te dar maiores detalhes. Outro caminho é tentar conversar com algum advogado de imigração, que talvez possa te ajudar com esta questão.

Eu achei este link, mas não saberia te dizer o quanto isso pode te ajudar: https://www.physioboard.org.nz/applying-registration (acho que o melhor é conversar com alguém da área aqui na Nova Zelândia ou algum immigrant advisor).

Se preferir, contate diretamente o órgão de validação de diploma com suas dúvidas: https://www.nzqa.govt.nz/qualifications-standards/international-qualifications/

Boa sorte! Um abraço,
Gabi Nunes

Resposta
Luiz Agosto 27, 2018 at 8:34 pm

Oi Gabriela, tudo bem?
Sou formado em administração, mais voltado para gerencimanento de estoques e vi que há muita demanda na area, porém para pessoas que possuem curso de empilhadeira.
Além da graduação de administração, é possível validar o “curso de empilhadeira” efetuado aqui no Brasil ou é recomendado se qualificar com empilhadeira aí mesmo na NZ?

Resposta
Gabriela Nunes Agosto 28, 2018 at 7:55 am

Oi, Luiz.
Obrigada por escrever. Infelizmente eu desconheço sobre como funciona a validação de curso de empilhadeira, pois minha área é completamente diferente (comunicação). Sugiro que vc tente entrar em algum grupo do Facebook de brasileiros morando na Nova Zelândia e tentar encontrar alguém que seja da área e possa te dar maiores detalhes. Boa sorte!

Resposta
Kamila Schneider Novembro 19, 2018 at 3:36 pm

Oi Gabriela, me ajuda por favor.
Tenho 34 anos e estou me planejando para ir morar na Nova Zelandia de forma legal, com minha família. Pensei em tentar um visto de trabalho.
A 7 anos sou design gráfico e trabalho também com Marketing, porém ainda não tenho um diploma de nível superior, e isso tem me atrapalhado bastante para ter bons empregos aqui no Brasil, então tenho trabalhado como Freelancer. Em 2019 pretendo fazer um curso de nível superior no Brasil para obter diploma, mas quero dar preferencia ao que for mais valorizado na nova NZ, já que pretendo ir para aí.
Aqui no Brasil existem diversos cursos aprovados pelo MEC de Graduação Tecnólogo em Marketing (2 anos de curso) e também pensei na área de Sistema da Informação (tem um curso de Bacharel de 3 anos), me identifico também nessa área.
Em relação a valorização e melhores salários na Nova Zelandia, qual você me indica? Meu medo é que futuramente eu não consiga validar o curso de Graduação Tecnólogo (aqui no Brasil vale como nível superior, para concursos, pós graduação, MBA, etc), mas como não é Bacharel, penso que poderá não ser valorizado como Bacharel na NV. Sabe dizer se Graduação Tecnólogo tem mesmo valor que Bacharel na NZ?
Eu estou meio perdida, não posso perder meu tempo fazendo escolhas erradas.
Por você ser da área do Marketing e Publicidade, você acha que na NZ a area do Marketing é tão valorizado como a área de TI, programação, etc? Gostara de saber sua opinião sincera. Qual caminho você me indica seguir?
Desde já, agradeço por todas as informações que você já forneceu e desculpe pelo texto enorme com minha pergunta.

Resposta
Gabriela Nunes Novembro 20, 2018 at 8:05 am

Oi, Kamila. Obrigada pelo contato. Não sei se consigo te ajudar muito, pois apesar de ser da área de marketing, sempre trabalhei em empresas, como gerente de marketing e produto, então tive pouco contato com a profissão de designer. Via de regra, aqui a formação é importantíssima para conseguir um visto de trabalho e conseguir um emprego, juntamente com uma boa experiência anterior (no Brasil) e a experiência local (igualmente importante). Ainda assim, é preciso validar o diploma e seguir com o processo de aplicação de visto via ‘immigrant advisor’ e tudo o que mais for necessário. Não conheço os cursos do Brasil e portanto não saberia dizer o que aconteceria com relação à validação deles, sugiro que vc pesquise e converse com as instituições onde pretende estudar ou consulte o NZQA – o qual menciono no meu texto. Outra possibilidade muito bem vista por aqui é você tentar ingressar numa universidade local, que pode ser uma experiência interessante, mas precisa ver se atende ao que vc procura enquanto caminho profissional. TI é bastante valorizada como profissão, também, mas ao mesmo tempo bem diferente de marketing. Por isso não saberia te aconselhar, infelizmente.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação