Dicas para abrir conta bancária em Toulouse

0
213
Contrato com o banco, cheque, e cartão - by Rafa Honorato
Advertisement

Em julho, consegui uma pausa no trabalho e decidi focar em duas coisas que já estavam me incomodando um pouco: abrir uma conta bancária em Toulouse e a buscar um lugar para chamar de meu.

Não tinha nenhum problema no local onde morava com minha amiga, muito pelo contrário, fui muito bem recebida, aliás, me tratavam como se eu fosse da família e exatamente por isso, resolvi que estava na hora de “devolver” o canto dela novamente. Afinal, precisamos do nosso espaço, dos nossos momentos de não querer fazer nada ou de querer fazer tudo. Enfim, fazer o que quer e a hora que quer, eu precisava da tal liberdade.

Foi assim que resolvi iniciar minhas buscas e por ser um processo que exige muitos detalhes, fui por partes. Primeiro foquei na abertura de uma conta bancária, até porque, o pagamento do apartamento dependia disso. Para alugar o imóvel, seria necessário eu enviar dados da minha conta para agilizar todo o processo, além de todos os pagamentos que tive e tenho que fazer.

A colunista Rafaela Prado também escreveu sobre como realizar abertura de conta por aqui e vale a pena dar uma olhada neste link. É sempre bom ter mais informações sobre o assunto, não é?

Abertura de conta

Pesquisei muito na internet. Fui à alguns bancos e me deparei com certas dificuldades por conta do meu contrato de trabalho. Não que eu não tivesse um, eu tenho, porém, meu contrato estava em português e claro que não seria aceito em um banco francês. Pensei até em me deslocar para Portugal para abrir uma conta por lá. Fiz contato com meu gerente no Brasil e nada parecia acontecer. Não queria perder mais tempo traduzindo, não sei se teria tempo para ir até Portugal, então voltei a pesquisar na internet e encontrei o CIC Iberbanco, um banco que vende a proposta de contas em Portugal, Espanha e França, por isso, disponibiliza atendimento nos três idiomas.

Resolvi verificar e realmente era real. Ufa! Nem acreditei que essa parte estava caminhando, quase dei saltinhos dentro da agência de tanta felicidade por conseguir me comunicar em português. Tive que marcar o rendez-vous (RDV) – um horário/reunião para a abertura da conta e uma semana depois, eu estava lá com todos os documentos em mãos: cartão cidadão (como sou cidadã portuguesa, levei esse cartão que é tipo RG e CPF em um documento só) válido na União Europeia, contrato de trabalho, comprovante de residência e uma carta de próprio punho da pessoa com quem residia dizendo que de fato, eu morava com ela.

Pronto, conta aberta, certo? Não!!! Ainda falta uma parte para a conclusão: Para ativar a conta e receber cartão, cheques e afins, precisava de um depósito do meu empregador. Somente depois do depósito feito, é que a ativação aconteceria e em até uma semana após o respectivo depósito, eu também receberia uma carta com a senha além de uma outra informando que meu cartão e cheque estariam na agência.

Todo esse processo demorou em torno de 20 dias, pois tive um problema na transferência vinda de outro banco, mas o prazo dado pelo CIC Interbanco, foi mantido e tudo funcionou direitinho.

Identificação do cliente para transações internacionais e nacionais – by Rafa Honorato

O bom, é que você já sai do banco com os dados da sua conta (de acordo com o informativo acima). Deixei somente meu nome e endereço do banco para que tenham uma ideia, porém, as demais informações não são reais. Procurei apresentar esses dados para dizer que eles permitirão o uso exclusivo da conta em âmbito nacional, como por exemplo, para alugar um apartamento, pagar contas cotidianas: luz, internet, telefone e também para realizar transferências bancárias. Além dessas informações, você também recebe seu acesso à internet – e posteriormente, o cartão de identificação com códigos para o acesso.

Leia também: como abrir conta bancária no exterior

Observe que há duas identificações: uma para movimentações nacionais e outra para transações internacionais. Com certeza devemos ter algo assim no Brasil, mas como nunca fiz uma transação internacional em solo brasileiro, não sei fazer comparações. Quando faço transações para enviar dinheiro ao Brasil, uso a Transferwise – um site que possibilita efetuar transferências online e na minha opinião, tem ótima taxa de câmbio. Considero bem seguro, rápido e os valores são creditados em torno de duas horas depois de realizada a transação, dependendo do fuso horário.

Para realizar este tipo de operação, solicitam os dados normais, como se estivesse efetuando uma compra na internet. No meu caso, as informações foram os dados do meu cartão de débito e os dados da conta de quem receberá o valor no Brasil. Pesquisei outras duas empresas mais conhecidas que realizam este mesmo serviço: Moneygram e Wester Union e descobri que a Transferwise tem a melhor taxa do mercado.

Outro item à se observar por aqui, é que existe um limite de uso do cartão de débito por mês. Depende do tipo de conta, não importa o quanto de dinheiro se tenha, mas se você atingir esse limite que o gerente determinou, o seu cartão fica bloqueado para utilizações em lojas físicas ou online. No entanto, você consegue realizar saques (no banco que escolhi há um limite de €300,00 – trezentos euros – por dia), pagar com cheque e fazer transferências online sem interferir no seu plafond – é o nome dado para o limite de uso do cartão. Esse limite fica “bloqueado” e pode ser utilizado apenas pagamentos mesmo. Mas esse valor é negociável, você pode acordar com seu gerente.

No meu caso, por exemplo, como estava procurando um apartamento que acabei alugando somente no começo do mês de agosto, precisei gastar muito mais que o limite do meu plafond, porque também precisei desembolsar uma quantia com mobília. Fui até o banco, expliquei a situação e eles acabaram triplicando o valor do meu plafond naquele mês.

Bom, fica a dica para os brasileiros que estão na Espanha e França até porque, imagino que abrir uma conta nesse banco em Portugal possa ser mais tranquilo. Como eu fiquei bem ansiosa e angustiada com isso, talvez tenham outras pessoas passando por algumas dificuldades que também passei. Ah, adorei o atendimento do banco e achei que ter a facilidade para abrir a conta falando nossa língua, ajuda e transmite muito mais segurança.

Espero ter ajudado!

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.