BrasileirasPeloMundo.com
Empregos Pelo Mundo Suécia

Currículo, carta de apresentação e entrevista de emprego na Suécia

Currículo, carta de apresentação e entrevista de emprego na Suécia.

Dando continuidade sobre o tema como encontrar um trabalho na Suécia, pensei que seria interessante trazer mais informações, mas agora focando um pouco mais em criar o currículo e se preparar para possíveis entrevistas no país.

Currículo

Cada vez mais a competitividade é acirrada no mercado de trabalho em qualquer parte do mundo e ter um bom currículo aumenta as chances para ser chamado a fazer uma entrevista. Ter o currículo renovado de acordo com o que é importante para aquele país pode ajudar bastante.

E para a Suécia, o que um bom currículo deve ter? Segundo o guia do centro de emprego Arbetsförmedlingen o currículo deve ter:

  • Informações pessoais (nome, endereço, telefone, e-mail)
  • Experiência de trabalho
  • Treinamentos e cursos
  • Pessoal: interesses e passatempos
  • Outras informações: viagens, conhecimentos de informática, competências linguísticas, prêmios e trabalhos voluntários
  • Referências: 1-2 referências profissionais e talvez uma referência pessoal (mãe e pai não contam) que podem atestar a sua personalidade, ética de trabalho e conquistas para um longo período de tempo.

Você não precisa incluir todos os cursos e trabalhos que já teve, mas mencionar o que é relevante para a vaga que você está procurando.

Pressupondo que você ainda não chegou ao país e tampouco tenha conhecimento do idioma local, achei alguns exemplos de currículos em inglês no site work in Sweden, que podem dar uma luz. Porém, baseado em minha experiência e no que aprendi em alguns cursos na Suécia, esses modelos estão bem simplificados.

Exemplo CV 1: chefe de cozinha

Exemplo CV 2: engenheiro

Exemplo CV 3: enfermeira

É importante reforçar que o currículo deve ser simples, com frases curtas para descrever cada experiência e ter de 1 a 2 páginas.

Carta de apresentação

A carta de apresentação (personligt brev) talvez seja a mais difícil de fazer, já que ela precisa ser única para cada empresa. E quando você se candidata a um trabalho na Suécia, assim como na maioria dos países, você também deve incluí-la indicando por que você é a pessoa certa para a vaga, por que quer o trabalho, por que a empresa deve te contratar. Escreva o que você tem de experiência que pode complementar o trabalho, bem como o que te faz ser diferente e te destaque dos demais concorrentes. O bacana é você fazer uma conexão entre o que a empresa exige na lista de trabalho e suas próprias habilidades. E se por acaso você ainda não tem conhecimento para escrevê-la em sueco, sem problemas, faça-a em inglês. Mas em hipótese alguma finja ter conhecimento do idioma local sem tê-lo.

Lembre-se que sem a carta a empresa nem lê seu CV e você precisa dela para cada vaga diferente”.

A entrevista

Se por acaso você está se candidatando a um trabalho na Suécia, mas ainda mora no Brasil ou qualquer outro país, não se preocupe, pois provavelmente a sua primeira entrevista pode ser feita pelo Skype. Algumas pessoas do meu círculo de amizade fizeram o processo dessa maneira. Pode acontecer também do empregador te convidar para vir à Suécia para uma entrevista, mas isso está cada vez mais em desuso, já que implica em despesas com passagens e estadia.

Leia também: dicas para arrumar emprego na Suécia

Dependendo da área de atuação e do tipo de posição que você está concorrendo, pode ser necessário que haja várias etapas durante o processo. Várias entrevistas e talvez um teste seja solicitado.

A entrevista de emprego, na Suécia ou em qualquer outro lugar no mundo, é a sua oportunidade de provar que você é a melhor pessoa para aquele trabalho. É ali conversando com o entrevistador que você irá se vender. Então, se prepare para a entrevista:

1) Leia sobre a empresa. Especialmente se esta é uma empresa grande procure saber sobre sua história, o que a empresa está fazendo de revolucionário, seu balanço financeiro (se estiver disponível).

2) Esteja antenado sobre as recentes notícias da empresa. Se você não entende sueco, então recorra às ferramentas de tradução para encontrar artigos recentes sobre a empresa. Por exemplo, se a Volvo está anunciando um grande corte de emprego, você pode perguntar por que eles ainda estão contratando.

3) Leia sites e blogs relacionados à indústria. Informe-se através de blogs e notícias do setor de atuação da empresa. Quando você está na entrevista, você pode dizer que tem acompanhado o setor através dos blogs/sites X, Y e Z, o que demonstra seu interesse. Você também pode mencionar que encontrou um site interessante em sueco e que está sempre a procura de mais informações.

4) Descubra quem está te entrevistando. Nem sempre isso é possível, já que na Suécia ninguém carrega no peito o cargo estampado. Mas, se conseguir, tente saber quem é o entrevistador e o cargo o qual ele ocupa, pois dessa forma você poderá se preparar melhor.

E lembre-se que durante a entrevista você deve:

  • Ser honesto;
  • Nunca criticar um ex-chefe ou empresa que trabalhou;
  • Prestar atenção na sua linguagem corporal e ter uma atitude positiva;
  • Procurar manter o contato visual, mesmo que seja através de uma tela de computador;
  • Nunca mostrar que você está desesperado pelo trabalho por mais que esteja e controlar as emoções;
  • Não falar dos seus problemas pessoais e nem o quão horrível é morar no seu país de origem;
  • Não responder a uma pergunta se você não a entendeu. Peça para que o entrevistador a repita ou solicite uma explicação;
  • Tentar descobrir o próximo passo no processo de recrutamento;
  • Terminar a sua entrevista com um sorriso e um agradecimento. Se estiver cara a cara, um aperto de mão firme é bem vindo.

Related posts

Como retomei a minha carreira na Nova Zelândia

Gabriela Nunes

Dicas para encontrar emprego em Barcelona

Marianna de Castro

Lecionando em Omã no Oriente Médio

Paula Tomazoni

6 comentários

Pequena Gi Maio 5, 2015 at 6:16 pm

Parabéns pelo post, Vânia.
Está certo que cada país tem suas especificidades, mas creio que boa parte dessa dicas são válidas independente do país em que esteja procurando emprego (eu mesma me inspirei a dar uma reformada no meu CV).

Resposta
Vânia Romão Maio 12, 2015 at 11:57 am

Obrigada Gi!
Sem dúvida, o que eu compartilhei pode ser aplicado em muitos países. O objetivo foi mostrar que o currículo e a carta de apresentação não é nenhum bicho de sete cabeças, principalmente para o profissional que tem um bom background. 🙂

Resposta
Marcos Paulo Maio 19, 2015 at 6:14 pm

Vânia tudo bem querida?
Parabens por ser super didática nos seus informes sobre a vida na Suécia. Pelo fato de gostar muito deste País vc me despertou uma vontade imensa de morar e trabalhar ai… Estou no momento enfrentando uma grande crise aqui no Brasil, mas precisamente em Fortaleza Ceará! Sou empresário e tenho uma loja material elétrico e eletrônico. As vendas durante este ano está muito fraca e estou pensando seriamente em vender tudo, pois está muito difícil o mercado atualmente! Eu antes de virar empresário trabalhava como supervisor de um grupo de restaurante daqui e além da supervisão eu tb trabalhava na cozinha elaborando pratos, etc ! Eu queria saber de vc se tenho possibilidades de trabalhar na Suécia apesar de não saber a língua sueca e saber um pouco de inglês, não fluente. Te agradeço muito

Resposta
Vânia Maio 20, 2015 at 7:35 am

Olá Marcos!
Primeiramente quero agradecer pelo seu feedback. Pra mim é muito importante saber que o conteúdo te agradou e dessa forma me incentiva cada vez mais a compartilhar um conteúdo bacana. Estive recentemente em São Paulo e sei exatamente do que você está falando. Conversei com alguns amigos que possuem negócio próprio e, infelizmente, todos eles relataram as mesmas dificuldades que você citou.

Vou tentar colocar algumas coisas baseadas em minha experiência, ok? Não significa dizer que está certo ou errado. Cada brasileiro que vem para cá tem interesses, prioridades e experiências bem diferentes uma das outras. Acho bacana eu fazer esse esclarecimento, porque cada pessoa tem uma visão bem diferente da Suécia.

Um dos primeiros passos para você conseguir morar/ trabalhar ou estudar na Suécia é conseguir o visto. Sem isso você não conseguirá fazer absolutamente nada por aqui. Não consegue alugar um apartamento/casa, não consegue utilizar os serviços de posto de saúde e hospitais, não consegue nem mesmo pegar um livro emprestado na biblioteca. Os tipos de visto que você pode se aplicar são:

• Trabalho: Se você quer trabalhar e não é um estudante ou um cidadão da União Europeia, é necessário obter uma autorização de trabalho antes de chegar à Suécia. O que significa dizer que essa permissão para trabalhar no país só pode ser feita após o recebimento de uma oferta oficial de emprego.

• Estudante: Se você deseja estudar leia tudo o que você precisa no site Study in Sweden. Se você é um cidadão de fora da União Europeia e planeja estudar por mais de três meses, além de seu visto, você vai precisar de uma autorização de residência. Isto deve ser obtido ainda no Brasil, antes da sua chegada à Suécia.

• Laço familiar: A autorização de residência pode ser obtida se você é casado, mora junto ou pretende se casar ou morar com alguém que é um cidadão sueco ou residente permanente sueco.

Se por um acaso você não se encaixa em uma dessas situações, infelizmente, você não conseguirá o visto. De qualquer forma, eu recomendo que você dê uma olhada no site oficial da Migração Sueca e verifique os procedimentos a serem tomados. O link é esse aqui: http://www.migrationsverket.se/English/Private-individuals.html e está em inglês. Mas não se desespere. Eu achei outro link que dá informações em português e você pode ver quais são as regras. O link é esse http://www.swedenabroad.com/pt-PT/Embassies/Brasilia/Trabalhar-e-residir-na-Suecia/Permissao-para-trabalhar-na-Suecia-sys/.

Com relação ao idioma, saiba que a língua oficial do país é o sueco, porém, o inglês é amplamente falado e te dá à possibilidade de resolver coisas simples do dia a dia, como ir ao supermercado, a um restaurante, pedir informação na rua e etc. Porém, se você deseja trabalhar, dominar o sueco será primordial.

Espero que tenha te ajudado. Abraços!

Resposta
cintia Maio 20, 2015 at 12:23 am

Parabéns pelo post Vânia! Sempre acompanho você aqui e no Diário de uma Teimosa, mas há algum tempo não consigo mais acessá-lo, queria saber o por que dele estar privado.

Resposta
Vânia Maio 20, 2015 at 7:28 am

Olá Cintia, muito obrigada pelo incentivo.
O meu blog pessoal está temporariamente fora do ar. Estou reorganizando algumas postagens para que os leitores consigam encontrar mais facilmente o que procuram. Se tudo correr bem até o final do mês ele estará liberado novamente para visualização.
Valeu pelo carinho! 😉

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação