BrasileirasPeloMundo.com
Custo de Vida Pelo Mundo Romênia

Custo de vida na Romênia

Custo de vida na Romênia.

Em dezembro de 2015, o martelo foi batido e a Romênia virou nosso destino. Não sabia grande coisa sobre o país e lá fui fuçar o Google, em busca de informação. Apareceram muitas, a maioria vinda de sites de expatriados, mas algo me chamou a atenção: dos depoimentos encontrados, nenhum era de brasileiro. Melhor falando, a busca, em português, resultava em quase nada ou, quando muito, em blogs abandonados há alguns anos ou respostas dadas, em fóruns, já bem antigas.

Chegando, descobri o motivo: somos poucos na Romênia, especialmente quando comparamos a países com grande fluxo imigratório brasileiro. A maioria veio em razão de expatriação profissional, casamento com local ou estudo em cursos superiores.

E daí surgiu a ideia de elaborar este texto, em português, onde divido algumas informações úteis, pensando nos brasileiros que por aqui se aventurarem e nos curiosos em geral.

Custo de vida

Segundo a pesquisa sobre Custo de Vida publicada pela Mercer, em 2016, a Romênia ocupa o 172° lugar no ranking de 209 cidades. Para contextualizar, na lista das cidades mais caras, Hong Kong ocupa o 1° lugar, Nova York o 11°, Londres o 17°, Paris o 44°, Miami o 45° e São Paulo o 128°.

Média de Preços (sujeita a variações)

ItemLeiReal
Almoço básico com bebida32,0025,00
Refeição combo em Fast Food19,0015,00
Peito de frango desossado (kg)11,008,00
Leite integral (litro)4,563,59
Caixa com 12 ovos10,008,00
Tomates (kg)5,063,98
Queijo (kg)26,0020,00
Maçãs (kg)3,622,85
Batatas (kg)2,131,67
Cerveja local long neck3,072,41
Garrafa de vinho local26,0020,00
Coca-Cola (2 litros)5,534,35
Aluguel ap 85m² *2.834,002.230,00
Aquecimento, eletricidade, gás ap 85 m² *376,00296,00
Internet 8 Mbps *32,0025,00
Transporte público *61,0048,00
Consulta médico generalista95,0074,00

* Valores mensais – Fonte: Expatistan

O Lei é a moeda local; equivale a 0,22 Euros.

Utilidades e curiosidades

Com cerca de 2 milhões de habitantes e área de 228 km², Bucareste é a capital e maior cidade romena. Dividida em 6 Setores, boa parte dos expatriados, com crianças, opta por morar em Pipera (cerca de 9km do Centro), por ficar mais próximo das Escolas Americana e Francesa. Pipera é predominantemente residencial, sem grandes atracões ou fazeres.

No Setor 1, você  encontra os bairros ditos nobres, como Dorobanti, Aviatorilor, Primaverii, Herastrau; e, entre os Setores 1 e 2, os mais históricos, como Victoriei e Unirii, sem esquecer o Cotroceni, no Setor 5. Esse é o coração cultural e criativo da cidade, com lojas, museus, galerias, vida noturna e restaurantes.

O trânsito é caótico e os motoristas, agressivos. Dirigir pode ser um transtorno, mesmo para os habituados à falta de civilidade comum ao trânsito brasileiro. Outro problema é estacionar. Romenos estacionam em qualquer lugar, de calçadas, a faixas de pedestres e esquinas de rua. Como os transportes públicos funcionam de forma regular (metrô, ônibus, bonde elétrico), eles se tornam uma boa opção, dependendo do seu destino.

Bucareste é uma cidade segura, não existindo a violência que a gente convive no Brasil.

Políticos e obras públicas se envolvem, facilmente, em escândalos de corrupção.

O romeno é a língua oficial. De origem latina, manteve estruturas gramaticais do latim antigo, há muito não utilizadas pelas demais línguas neo-latinas, como o português. Tem também influência eslava e turca. Por essa razão, não é das mais fáceis de se entender e falar. Em contrapartida, surpreende o número de romenos que falam inglês e/ou francês.

O serviço médico deixa a desejar. Se o seu plano de saúde oferece bons hospitais no Brasil, descobrirá que o hospital privado tipo “A”, na Romênia, equivale ao tipo “C”, em casa. E o tratamento é duro, do tipo engula o choro. Quanto aos públicos, também não são melhores. Consultas marcadas após longa espera, greves que suspendem serviços e o chamado pagamento “extra”. Embora recebam seus salários, médicos e enfermeiros pedem certo valor por fora para cuidar dos pacientes. Isso se dá em virtude da baixa remuneração paga à classe, sendo a razão de boa parte dos estudantes de medicina optar por trabalhos no exterior.

Estrangeiros devem ficar atentos ao fazer compras em mercados ou quiosques; também, ao pegar táxis na rua. Não se surpreenda se cobrarem o dobro. O mesmo acontece com serviços domésticos. Para locais, 4 horas de faxina custa entre 70,00 e 80,00 Lei; para estrangeiros, 100 Lei.

A água mineral local é de ótima qualidade, vinda das fontes puras dos Cárpatos.

Também produzem bons vinhos.

Fumam muito.

São devotados à família e apegados às tradições.

De maioria Cristã Ortodoxa, vão à igreja com frequência.

Gostam de mesa farta.

São generosos com os amigos.

Oferecem flores por qualquer motivo.

São dramáticos.

Ainda se vê preconceito contra os de etnia roma (ou romani, ou rom), também conhecidos como ciganos.

Muitos falam com rispidez, em timbre alto e inquisidor. Descobri que basta responder no mesmo tom, para voltarem a ser amáveis.

A localização do país, tendo o Mar Negro e os Cárpatos, é estratégica para viagens de final de semana.

Nos restaurantes, quando for com amigos, se desejarem dividir a conta, pagando cada um com seu cartão, é importante dizê-lo antes de emitirem a nota fiscal. Uma vez emitida, só vão aceitar um cartão.

Se você encontrar relatos sobre cachorros de rua andando em bandos e mordendo pessoas (eu li e fiquei em pânico!), saiba que não é mais assim.

A economia segue aquecida, gerando empregos e atraindo gente de fora.

Enfim, essas são minhas observações! Que possa ajudar aos que buscam informações e matar a curiosidade dos curiosos.

Tallenna

Tallenna

Tallenna

Related posts

Custo de Vida na Suécia

Priscilla Furlanetto

Custo de supermercado na Romênia

Juliana Gehring

Os fumantes de Bucareste

Cristina Hélcias

24 comentários

Rodrigo Fevereiro 8, 2017 at 5:26 pm

Olá, é muito complicado achar emprego por ai sem EUcitenzship?

Resposta
Cristina Hélcias Fevereiro 8, 2017 at 6:29 pm

Olá, Rodrigo, sem visto de trabalho, é complicado.

Resposta
gutenberg Fevereiro 15, 2017 at 2:51 pm

cristina sei que voce está habituado a viajar,a enfrentar o mundo admiro,sua coragem,o que vou falar neste comentário,não é uma critica a sua preciosa pessoa,que vem aqui com sua doce generosidade e alma.nos falar sobre a vida neste pais,mais pelas suas excelentes elucidações,creio que não vale a pena ir para esse pais por alguns motivos,principalmente por aqueles que buscam melhorar de vida,trabalhando fora..só essa minha observação muito obrigado por esclarecer sobre esse pais com essa postagem.

Resposta
Cristina Hélcias Fevereiro 15, 2017 at 5:50 pm

Olá, Gutemberg, de nada! A ideia é trazer um pouco da minha experiência para ajudar, quem tiver interesse, a chegar às suas próprias conclusões. Obrigada pela leitura e comentário!

Resposta
Ricardo Oliveira Fevereiro 19, 2017 at 5:08 am

Boas Cristina, sou portugues, e atualmente tenho uma proposta de trabalho para a Romenia, achas que é um país aonde se possa viver por uns bons anos, ou só algo temporário? E como te adaptaste, e encontraste casa?

Resposta
Cristina Hélcias Fevereiro 19, 2017 at 2:12 pm

Olá, Ricardo, vamos ver se consigo ajudá-lo com algumas respostas. Faz menos de um ano que estou em Bucareste e minha adaptação ainda está em andamento. Aliás, essa questão de se adaptar, quando mudamos para outro país, é sempre uma experiência muito pessoal e cada um de nós vai vivenciá-la de maneira diferente, mas conheço muitos expatriados e imigrantes, sobretudo europeus, que moram na Romênia há bastante tempo, com suas famílias, inclusive, e gostam muito da vida por aqui. Por isso, respondendo sua pergunta, creio ser possível viver por um bom tempo ou, quem sabe, para sempre, desse lado do mundo. Outra coisa que deve ajudar: muito embora portugueses e brasileiros não sejam em grande número, há muitos grupos de estrangeiros que criam entre eles redes de amizade e colaboração, terminando por ajudar quem acaba de chegar. Quanto a encontrar casa/apartamento, deu certo pra gente do jeito “padrão”, procurando pela internet e estudando um pouco sobre bairros e distâncias, mas, em todo caso, existem serviços que ajudam na relocação e acomodação de expatriados, assunto este, para um próximo artigo. É isso! Desejo-lhe boa sorte no novo trabalho e agradeço pelo comentário e leitura!

Resposta
Ramon Morais Agosto 7, 2017 at 1:10 am

Olá Cristina boa noite. Meu nome é Ramon, tenho 23 anos e recebi uma proposta de um trabalho voluntário na Roménia na cidade de Sibiu, gostaria de saber se isso seria bom para o meu inglês? Pois meu primeiro foco era o idioma inglês e aprender a cultura. Agora ficam minhas duvidas, consigo arrumar algum trabalho no país? Isso seria um trabalho para 6 meses, incluindo acomodação e 2 refeições no dia. Gostaria de saber se seria um bom país para ir ficar 6 meses? quanto preciso para me manter? consigo arrumar emprego por fora? é um bom país? e pra você que vive ai, isso vale a pena fazer o que estou querendo? fico no seu aguardo e parabens pelo artigo. Ótimas palavras. Fico no aguardo.

Resposta
Cristina Hélcias Agosto 7, 2017 at 5:21 am

Olá, Ramon, não moro em Sibiu para dar mais informações, mas você pode
ter uma ideia do custo de vida por lá, nesse site aqui: https://www.numbeo.com/cost-of-living/in/Sibiu

Sobre o seu inglês, vai depender se estará ou não, em um ambiente com muitos estrangeiros, onde possa praticar a língua, do contrário, apesar de encontrarmos muita gente falando inglês, especialmente na capital, o idioma é o romeno e é isso o que eles falam.

Quanto ao trabalho, se o seu visto permitir que trabalhe, acho possīvel, porém essa ê uma resposta genérica porque, como em todo lugar, tudo dependerá da sua área de interesse e do interesse dessa àrea em contratar estrangeiros. Sem visto que permita trabalho, nao vale a pena tentar.

Obrigada pela leitura e espero ter ajudado!

Resposta
sandra sales Agosto 27, 2017 at 2:16 pm

Parabéns, você descreveu muito bem a Romênia. Estou aqui há quase 03 meses e você soube descrever muito bem os costumes daqui. Vale a pena conhecer esta cultura e as várias cidades da Transilvânia. Abraços.

Resposta
Gabriel Real Outubro 25, 2017 at 10:24 pm

Q top! Ajudou-me a começar a desvendar esse lugar Q aparentemente será meu próximo destino. Vou te seguir pelo Instagram e perguntar outras dúvidas rsrs. GRATIDÃO!

Resposta
Cristina Hélcias Outubro 31, 2017 at 10:42 am

Oi, Gabriel, que bom que foi útil! A minha conta no Instagram está, no momento, desativada, mas podemos continuar a conversa por aqui. Abraço e obrigada pela leitura.

Resposta
Celso Garcia Dezembro 19, 2017 at 11:46 pm

Boa noite!!! Muito boa sua iniciativa de falar um pouco sobre este país! Penso em sair do Brasil e tenho cogitado este país como minha nova casa!

Resposta
Ale Janeiro 18, 2018 at 10:53 pm

Boa noite Cristina, tenho passaporte Português e sou cidadã Portuguesa, consigo trabalhar legalmente na Romênia tendo cidadania Portuguesa? Grata

Resposta
Cristina Hélcias Janeiro 19, 2018 at 7:45 am

Ola, Ale, a principio, sim. Este link da EURES esclarece mais sobre o assunto. Abracos, Cristina

Resposta
Kelvyn Janeiro 25, 2018 at 7:08 pm

Ola, Cristina, é muito difícil conseguir um visto trabalhista? Eu e uma amiga estamos pensando em mudar de país.

Resposta
Cristina Hélcias Janeiro 30, 2018 at 2:32 pm

Melvyn, Estero que nestle link encore album as informações:
https://www.euraxess.gov.ro/romania/information-assistance/work-permit

Resposta
Cristina Hélcias Janeiro 30, 2018 at 2:34 pm

Album, não, algumas!

Resposta
Priscilla Janeiro 26, 2018 at 5:34 pm

Vou me candidatar para bolsa de estudos na Romênia, vale a pena estudar aí?

Resposta
Cristina Hélcias Janeiro 30, 2018 at 2:35 pm

Oi, Pricila, não tenho contato com o ambiente acadêmico ou das universidades para poder ajudá-la com a sua dúvida. Abraços, Cristina

Resposta
Rayza Fevereiro 3, 2018 at 9:06 pm

Oi Cristina, tudo bem?
Meu marido conseguiu a cidadania europeia, por direito de sangue, sua mãe é descendente direta.
Estamos procurando um país na Europa para morar, tirando Reino Unido e Suíça que não podemos morar nem trabalhar.
Você acha que a Romênia seria um local fácil para conseguirmos um emprego e nos mantermos? Sua empregos como as pessoas dizem (baba,doméstica,eletricista)…
Agradeço desde já!

Resposta
Cristina Hélcias Fevereiro 3, 2018 at 9:33 pm

Olá, Rayza, a Romênia ainda é um país em desenvolvimento e não tem exatamente a necessidade de empregar imigrantes nos chamados “sub-empregos” porque este tipo de atividade é ocupada pelos próprios romenos. Infelizmente, não tenho conhecimento de nenhuma situação parecida com essa para poder ajudá-la com uma resposta mais exata. Desejo boa sorte na sua mudança! Abraços, Cristina

Resposta
Livia Lima Fevereiro 20, 2018 at 7:18 pm

Olá Cristina, tudo bem?
Meu nome é Lívia e estou indo para a Romênia agora em março para me casar, e estou precisando com urgência de tradução juramentada e também de um interprete ou tradutor, não sei bem. Se puder me dá um help ficarei muito grata. Desde já agradeço.

Resposta
Livia lima Fevereiro 21, 2018 at 4:35 pm

Olá Cristina, tudo bem? Estou indo para a Romênia agora em março para me casar e preciso de alguns serviços, tais como tradução juramentada e um intérprete. Se puder me informar onde consigo esses serviços ficarei muito grata. Obrigada e tenha um bom dia!

Resposta
Cristina Hélcias Fevereiro 26, 2018 at 12:59 pm

Olá, Livia, sugiro que procure o serviço consular da Embaixada do Brasil, em Bucareste. Eles terão melhor condições de auxiliá-la com esse tipo de informação. Abraços e parabéns pelo casamento!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação