BrasileirasPeloMundo.com
Custo de Vida Pelo Mundo Itália

Custo de vida no norte da Itália

Como é o custo de vida no norte da Itália? Quando eu mudei para o País percebi que ir ao mercado ou comprar roupas é um grande empenho. Comprar exige uma concentração além do normal para não sair pagando mais do se que deve. Antes eu não entendia nada, fazia as compras igual como no Brasil, pegava o produto e corria para o caixa. Aqui repetia o erro. Entrava no supermercado uma vez a cada quinze dias, abarrotava o carrinho e voltava para casa sem entender muito a nota fiscal.

Já no caixa encontrei a primeira diferença. Aqui se paga o saquinho plástico e custa em torno de 0,10€, e é você mesmo que empacota sua compra na maior pressa pois o funcionário do caixa não espera para atender outro cliente. Assim que eu chegava em casa me deparava com o primeiro problema: Aonde vou enfiar tudo isto? Eu estava acostumada a ter uma geladeira grande e despensa e minha casa aqui tem a geladeira pequena, freezer minúsculo e poucos armários na cozinha. Assim fui reaprendendo a fazer compras. Compras do mês não existe. A menos que a sua casa tenha um porão para guardar tudo, o ideal é fazer compras todos os dias ou uma vez na semana, se o seu problema for o tempo.

Italianos amam cozinhar produtos frescos, eles jantam pensando no almoço do dia seguinte; justamente por isso os supermercados fazem promoções todos os dias.
Existem muitas cadeias de supermercados, para todos os gostos e bolsos, mas funcionam mais ou menos da mesma maneira. A regra é, primeiro faça o cartão fidelidade do supermercado escolhido, pois será através dele que os descontos serão válidos. Juntos com o sistema de pontos que te permitirá escolher brindes no catálogo. Feito isto, olhem bem os preços. Para quem tem o cartão é um preço ou um desconto, ou um acúmulo de pontos.

IMG_3362
Preços supermercado Esselunga, dezembro de 2015 – foto arquivo pessoal

 

IMG_3355
Preços supermercado Esselunga referente a dezembro 2015 – foto arquivo pessoal

Olhe para o chão. Sim, você leu certo! Os produtos com mais descontos estão na prateleira mais embaixo para que seus olhos não os encontre de primeira, ou estão localizados na maior confusão visual em um corredor na entrada. Aprendi a dividir meu tempo entre vários supermercados para poder aproveitar a melhor oferta de todos e além de tempo, tenho sempre já na bolsa duas sacolas de pano bem grandinhas e cartões de vários supermercados.

Prateleira do supermercado Esselunga – foto arquivo pessoal.

O mesmo vale para roupas, sapatos e todo o resto do comércio! Faça o cartão fidelidade, ele te proporciona muito desconto. Vale para grande redes e lojas de bairro. Se cadastre nos sites e viva de promoção. Entrou em uma loja nova e a vendedora perguntou se quer fazer o cartão, pare já e o faça antes de comprar algo!

Cartões fidelidad. Acho que terei que comprar outra carteira!
Cartões fidelidade. Acho que terei que comprar outra carteira!

Um outra maneira de fazer compras por aqui, seja de vestimenta, alimentos ou produtos para a casa são as feiras, ali se encontra de tudo! A diferença é que além das barraquinhas que estamos acostumadas existem muitos truck (caminhão) modificados para comércio. Um dos problemas da Itália são justamente estas feiras; a evasão fiscal ganha asas e acabamos alimentando a irresponsabilidade social e fiscal. Para não perder a alegria de uma boa pechincha, a solução é comprar sempre em barracas que deem a nota fiscal. Jamais pare para comprar de ambulantes com produtos esparramados em um lençol pela rua, estes produtos tem preços tentadores; porém se a polícia de finanças estiver por ali a multa chega a galope para o vendedor e para você, camarada.

Provavelmente ao lerem este texto a dúvida sobre os custos irá surgir. Sabemos que o custo de vida é algo muito pessoal e vai de acordo com a quantidade de pessoas em uma família. A minha experiência aqui em uma cidadezinha nos arredores de Milão me permite elencar os seguintes valores que valem para esta área e para a grande Milão excluindo o centro e bairros nobres, obviamente.

Aluguel de quarto casal: 400€ a 500€

Aluguel de quarto individual: 250€ a 350€

Para alugar um imóvel é necessário ter documentos e comprovante de renda, um valor de adiantamento de 3 ou 4 aluguéis e o valor dos serviços da imobiliária:
Aluguel de uma kitchenette: 400€ a 500€
Aluguel de um apartamento de 2 quartos: 600€ a 750€
Despesas de condomínio, depende dos serviços: de 20€ até 200€ ou até mesmo zero.

Transporte público: O valor depende da sua idade, se estudante, da quantidade de zonas, se vai usar o transporte urbano ou interurbano e principalmente do método de pagamento; semanal, mensal ou anual. Os valores podem ser vistos aqui e aqui.

Valor do combustível: Diesel 1,30€ e gasolina 1,60€

Compra mensal para 2 pessoas: 150€ a 200€

Energia elétrica (valor bimestral): 50€

Gás (valor bimestral para autônomo) 60€ verão e 150€ inverno.
Gás (valor para centralizado): 150€

Internet: 20€ a 40€ dependendo do pacote escolhido.

Celular pré pago: 10€ a 20€ mensal (pacote: minutos, internet e sms).

Se você estiver pensando em viver por estes lados, leve em conta que gastos como seguro de carro vai depender do tempo da sua carteira italiana, idade, sexo e do tipo de serviços escolhidos. O seguro é obrigatório, sempre.

Dependendo da região e comune, existem taxas para entrar com o carro em algumas zonas e também taxas de limpeza de rua e recolhimento do lixo.

Gastos com remédio e despesas médicas será sempre de acordo com a sua renda e as taxas que estão vínculadas a sua pessoa. A única coisa que é realmente grátis aqui é o médico de familia, ou seja um clinico geral à sua disposição para consultas rotineiras.

Espero que os dados tenham sido de alguma ajuda para quem pretende mudar para estas bandas!

Related posts

Qual é o custo de vida em Dublin?

Gabrielle Figueiredo

A vida fora do Brasil: aviso importante!

Marina Sacco

Quanto custa fazer supermercado em Buenos Aires?

Sara Martins

10 comentários

Daniel Janeiro 22, 2016 at 9:21 pm

Olá Bruna,

Interessantíssimo seu texto. Tenho intenção em passar uns 2 meses na Itália para ver como é se consigo me adaptar. Consigo trabalhar a distância, mas preciso de uma internet rápida (mínimo 20 megas). Você sabe se consigo alugar algo para 2 pessoas (minha esposa e eu) que tenha internet com essa velocidade e com mobiliário básico?

Obrigado

Resposta
Bruna Roland Janeiro 23, 2016 at 1:23 am

Olá Daniel, boa noite!
Muito obrigada por ler o texto.
Como você tem dúvidas sobre a sua adaptação o ideal seria alugar um quarto pelo período que você julgue necessário para verificar se a Itália é o seu lugar dos sonhos ou não, procure quartos com internet no pacote,juntamente com as demais despesas, como luz e gás. Existem grupos de brasileiros no facebook nos quais pipocam anúncios do tipo, procure por “stanza/ camera matrimoniale affitto ad uso doppio”. Internet de 20 megas é algo bem fácil de se encontrar, muitas empresas como a Tiscali, Fastweb, Tim oferecem pacotes excelentes por preços razoáveis.
Boa sorte na sua procura. 🙂

Resposta
silvia Janeiro 25, 2016 at 11:34 am

Olá Bruna, parabéns pelo post. Eu moro na capital e os preços por aqui são mais altos, pelo menos no centro onde conheço. Costumo comprar tudo fresco nas feiras e não acúmulo nada em casa, também porque pelo menos aqui é um hábito sair para jantar fora mais de uma vez por semana.
????

Resposta
Bruna Roland Janeiro 25, 2016 at 3:58 pm

Oi Silvia, boa tarde!
Eu ainda vou tentar me acostumar com esta vida de não acumular nada, confesso, morro de saudades de poder comprar fardos das coisas, tipo produto de limpeza e higiene pessoal. Os “milanesi” adoram um aperitivo ou no máximo uma pizza fora, por aqui o sair pra jantar fora pelo menos no meu grupo de amigos não existe muito.

Resposta
Douglas Fevereiro 6, 2016 at 2:48 pm

Parabens pelo texto,simples e direto,sobre o seguro do carro não teria uma ideia basica,agora curiosidade,existe iptu e quanto ao clima em milão e sempre muito frio

Resposta
Bruna Roland Fevereiro 9, 2016 at 3:49 pm

Boa tarde Douglas! Primeiramente desculpa pela demora na resposta, a vida por estas bandas não para nunca rsrs. Sobre o seguro, um brasileiro ao fazer a carteira de motorista aqui (pois a brasileira não é valida e não existe nenhum tipo de processo para fazer com que a CNH brasileira possa valer aqui) vai começar com o seguro mais caro, aquele para o “neopatentato”, cada seguradora tem seu preço e vai de acordo com o carro, com os adicionais etc etc. O clima em Milano por mas incrível que pareça é bem tranquilo, lembra muito São Paulo capital no extremo frio, nublado, cinza, chuvosa e cheia de neblina. As temperaturas no inverno ficam entre o 0° e 10° durante o dia e o máximo que eu já vi abaixar foi -10° durante a noite e no amanhecer, mas é raro. Todo mundo que vem pra estas bandas morre de vontade de ver muita neve e etc mas por aqui não é assim, neva mas pouco e raramente apenas nas montanhas da pra sentir as alegrias e tristezas de um real inverno rigoroso.
Sobre o iptu, cada Comune tem suas taxas, eu não sei explicar muito bem mas vai de acordo com a metratura, zona etc etc…infelizmente não sei dar detalhes pois ainda não tenho casa aqui, o que eu posso te dizer é que a Italia é a terra das taxas, por isto comprou casa aqui prepare o bolso.
Obrigado por ter lido o texto e tenha uma boa semana!
Abraços.

Resposta
Rulian Março 22, 2016 at 1:04 am

Oi Bruna, foi muito bom encontrar seu post.
Bom, eu trabalho na área gastronômica sou cozinheiro, estou bem interessado em morar na Itália, acredito ser uma excelente forma de aperfeiçoar meu trabalho, mas não conheço nada nem ninguém. Se puder me passar algumas informações a respeito me ajudaria muito. Ex: mercado de trabalho, faixa salarial, documentos necessários para trabalhar enfim. Desde já muito obrigado e sucesso!

Resposta
Jeferson Rissato Fevereiro 9, 2017 at 1:08 pm

Bravo, esclarecedor !
Bruna, estamos de mudança para Itália, e gostariamos de saber o custo de seguro automovel. O veiculo e uma SUV, 2.9L, 7 lugares, com mão invertida, e minha carteira e de minha esposa é brasileira?
grato, aguardamos..
Estamos saindo de Dublin, e queremos levá-lo !

Resposta
Cristiane Leme Fevereiro 9, 2017 at 4:29 pm

Olá. A Bruna parou de colaborar conosco.
Equipe BPM

Resposta
Adriano Outubro 8, 2017 at 5:55 pm

Bom dia!
Sou Adriano, moro aqui em Bergamo.
Respondendo sobre seguro, o seguro basicamente é Seu e não do carro.
O carro não importa pra fazer um orçamento.
O que vai depender é o seu perfil. E com o passar do tempo, você aumenta seu score e o valor cai.
A Bruna falou sobre isso acima.
Mulher, casada, com filhos e com CNH há tempos, é mais barato que outros.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação