BrasileirasPeloMundo.com
Rússia

Depois de dois anos morando na Rússia

Nesse mês de agosto eu completei dois anos morando em Moscou. A experiência de morar na Rússia tem sido maravilhosa e interessante. Depois desse tempo, já é possível conhecer alguns pontos bem clássicos da vida no país, que podem ser muito diferentes de outros lugares no mundo e muito engraçados para quem não vive o dia-a-dia russo. Depois de dois anos aqui, eu já tenho conhecimento de várias coisas interessantes da vida na Rússia, e vou listá-las nesse post.

Depois de dois anos na Rússia você já sabe que…

– Você precisa estar sempre muito bem agasalhado (tanto no inverno quanto no verão) se não quiser tomar uma bronca de pessoas estranhas na rua.

Não interessa se você conhece a pessoa ou fala russo, se você não estiver usando cachecol, gorro, luva e muita roupa, vai levar uma bronca na rua, principalmente das babushkas (senhorinhas).

– Qualquer vento encanado pode ser uma ameaça à sua vida.

Tudo que você sente é culpa do clima, TUDO. “Nossa, acordei com enxaqueca!” “Ah, é porque o tempo esfriou”. “Nossa, que dor nas costas!” “É porque você tomou vento!”.

– Você nunca vai conseguir comprar o produto ou contratar o serviço mais caro.

A não ser que você brigue por ele, como aconteceu na compra do meu carro. Os russos prezam muito pelo seu bolso, mesmo que sejam eles os prestadores de serviço ou vendedores que lucrarão com sua compra. É interessante como eles não se preocupam tanto com lucros. Uma situação que mostra claramente isso é a que eu passei quando fui comprar meu carro. Eu queria um 4×4 e o vendedor queria me convencer que eu não precisava de um 4×4, que um 2×4 serviria para mim e que era mais barato. O 4×4 era muito mais caro, por que gastar mais dinheiro?

Outra situação engraçada foi a de uma amiga que foi comprar um relógio de presente para o marido. Ela chegou na loja e comentou que seu limite era de X rublos. Depois de ver algumas opções, ela gostou de um que era quase 2 vezes o preço do seu limite, mas ainda assim disse que ia comprar. A vendedora, na hora que ouviu que ela ia levar o relógio mais caro, ofereceu um desconto que ficaria quase pelo preço do limite de X rublos.

– Se você dirigir em Moscou, você não vai passar um dia sem ficar com raiva no trânsito.

A cidade é extremamente populosa, tem uma quantidade enorme de carros e os motoristas não são dos melhores. Tudo isso junto acaba gerando um caos que pode tirar qualquer santo do sério. Sempre vai ter uma pessoa te cortanto, parando o carro onde não pode, não dando seta, usando a faixa errada para virar, enfim, fazendo tudo de errado e mais irritante possível.

E os Ladas… Os Ladas não têm nada a perder.

Leia também:  Rússia – Custo de vida parte 1 e parte 2

– Mesmo tendo carro, em algumas situações você deve deixá-lo em casa.

Nunca vá a jogos de futebol, shows ou eventos em feriados na cidade de carro. O trânsito sempre será impossível e, muitas vezes, várias ruas estarão fechadas. Estacionamento também será um problema. O metrô da cidade é excelente e muito rápido e, sem dúvida, a melhor solução para dias fora da rotina.

– Tudo que você tiver que assinar será em quatro vias.

Os russos adoram uma assinatura e um carimbo. Até no hospital as faturas saem em quatro vias, que devem ser todas assinadas. Tudo aqui envolve muito papel. Outra coisa interessante é que eles sempre assinam a sua via do pagamento de cartão de créditos nos estabelecimentos ates de te devolverem. É tudo assinado.

– A pessoa na rua que parece estar brigando com você muito provavelmente está tentando te ajudar ou ser legal.

Para quem não entende a língua, o russo pode parecer um pouco nervoso, agressivo. Muitas vezes, quando chegamos aqui, as pessoas falam conosco na rua, no mercado, no metro, e achamos que estamos, por algum motivo, levando uma bronca. Isso acontece muito no caixa do supermercado, já que todas as funcionárias parecem sempre estar brigando com a gente.

Depois que começamos a estudar a língua e entender melhor, percebemos que, em 90% desses casos, as pessoas estão apenas conversando normalmente conosco e tentando no ajudar (mostrando uma saída, perguntando se está perdido, dando uma dica de elevador/rampa, etc)

– O russo precisa ter mais medo de você do que você dele.

Se, ao contrário do item anterior, o russo estiver de fato falando com você com certa irritação, a saída é sempre falar mais grosso que ele. Sempre funciona. O russo vai ser grosseiro com alguém apenas até esse alguém dar uma resposta à altura. Na primeira resposta malcriada a pessoa já muda de atitude e passa a nos tratar bem. Já passei por inúmeras situações assim e falar “mais alto” sempre foi a solução, a pessoa muda completamente de atitude.

Leia também: 10 curiosidades sobre a Rússia

Esse senhor é um exemplo clássico do russo que fica seu amigo depois que ganha uma bronca sua pior que a que ele tenta de dar! Até foto com ele tiramos depois.

– Se arrancarem sua sacola de compras ou mala da sua mão na rua, não se assuste, não é roubo.

Os russos são muito solícitos. Eles sempre querem ajudar, mas do “jeitinho” deles. Uma situação que acontece muito é quando uma mulher ou senhora está andando na rua carregando sacolas ou malas, as pessoas mais jovens passam e arrancam o peso da mão da pessoa e sem carregando… sem falar nada! Aconteceu várias vezes com minha mãe quando ela estava descendo u subindo as escadas do perekhod (passagem subterrânea sob as avenidas largas), pessoas pegarem o carrinho de compras da mão dela e levarem até o final da escada sem nem trocar uma palavra com ela.

Apesar de já conhecer tanto sobre o modo de vida das pessoas aqui, eu ainda tenho muito a aprender. Portanto, que venham mais dois anos e muito mais aprendizado!

Related posts

Do fofo ao exótico: 9 costumes russos interessantes

Renata Rossi

Por que fazer faculdade de Medicina na Rússia?

Priscilla Castro

Mitos e verdades sobre a Rússia – Parte 1

Giulianna Louis

10 comentários

Ingrid Freitas Agosto 30, 2017 at 7:27 pm

Nossa, que interessante! Espero um dia ter oportunidade de vivenciar algumas dessas experiências aí 🙂

Resposta
Renata Rossi Setembro 3, 2017 at 9:11 am

Obrigada, Ingrid!
Ah, venha sim! Você vai adorar!
Abraços!

Resposta
Matheus Rodrigues Agosto 30, 2017 at 9:11 pm

Artigo muito legal! Mas tenho uma dúvida: nesses dois anos deu pra aprender russo e se comunicar bem aí ou a língua ainda é uma problema? Sei que o idioma não é dos mais fáceis hahah!

Resposta
Renata Rossi Setembro 3, 2017 at 9:13 am

Obrigada, Matheus!
Eu faço aula de russo 2 vezes por semana. Não falo fluentemente não, mas sobrevivo bem. Consigo até resolver algumas coiss por telefone! (Telefone é sempre um problema quando a língua é estranha).
E contando com a boa vontade dos russos fica mais fácil sobreviver.
Abraços!

Resposta
Gustavo Setembro 4, 2017 at 3:00 am

Olá Renata, boa noite.

Resido em Goiânia e sou do interior do Triângulo Mineiro (caminho inverso ao seu pelo que percebi haha). Gosto muito dos seus posts.

Ano que vem pretendo ir para a Russia durante a copa, e gostaria de um dica sua da região com melhor custo benefício para se hospedar em Moscou. Obrigado

Resposta
Renata Rossi Setembro 5, 2017 at 8:47 am

Olá, Gustavo!
Verdade, fizemos o caminho inverso! Amo tanto o Triângulo quando Goiás!
Que bom que gosta dos meus posts! Obrigada!
Olha, tudo vai depender do que você acha que é melhor para você, mas eu sempre sugiro procurar uma hospedagem mais no centro da cidade. A localização vai facilitar para você tanto ter acesso ao metrô para chegar aos estádios quanto para a sobrevivência de todo dia. No centro você encontra todo tipo de loja, restaurante, diversão. Se for mais para o subúrbio a facilidade do metrô continua sendo a mesma, mas talvez você tenha menos oções de diversão fora do contexto da Copa que no centro. Vale dar uma boa pesquisada em sites de busca de hoteis e Airbnb. Eu sugiro que você veja tudo isso logo, porque já sabe como é a loucura de Copa, né.
Além disso, o site da Fifa já está com todo o cronograma certinho da Copa, você pode organizar datas.
Meu post de setembro será sobre a Copa das Confederações e o que esperar da Copa do Mundo 2018, acho que também deve ajudar.
Boa sorte!
Abraços!

Resposta
Mary Anne Perez Setembro 15, 2017 at 10:24 pm

Ola Renata, tudo bem? Minha sobrinha foi aprovada para cursar Medicina em Kursk. Vc conhece essa Universidade? Acho que fica em Saint Petersburg. Essas universidades são boas? Sei que vc fará apenas uma opinião,.mas eles parecem ser bem sérios.
Obrigada e boa sorte sempre!

Resposta
Renata Rossi Setembro 18, 2017 at 11:29 am

Olá, Mary, tudo bem, e você?
Que legal, parabéns para ela!
Bom, na verdade a universidade de Kursk fica na cidade de Kursk, não em São Patersburgo.
Eu não sei dizer nada sobre a universidade, pois não tenho nem contato com nenhum estudante de lá. Também nunca visitei a cidade.
Mas acredito que ela vá gostar, eu sei que muitos jovens vêm do Brasil para estudar nessa universidade.
Boa sorte para ela!
Abraços.

Resposta
Moris Wind Outubro 26, 2017 at 2:11 am

Sou russo e minha experiência em visitar o Brasil foi triste. Meus amigos foram colocados na prisão em Manaus. Apenas um mês depois, eles deixaram uma promessa de 4000 dólares (para cada um). A polícia tirou todo o dinheiro e forçou-se a aguardar o tribunal porque o levfkfb de que todos os turistas da Rússia são mafiosos russos. Mas não tínhamos nada proibido e todos os documentos estavam em ordem. Tolkol 8 meses depois, realizou-se um julgamento em que o Procurador se recusou a apoiar a acusação, uma vez que não encontrou nenhum sinal de crime. Toda a Rússia nos ajudou com dinheiro e esperou nosso lançamento. Até agora, o Brasil não apresentou desculpas, e os oficiais da Polícia Federal não são punidos. Após o incidente, os russos não querem mais visitar o Brasil. É uma pena, mas é perigoso – ninguém quer estar preso por ter um passaporte russo. Na Rússia, é considerado um ato de terrorismo de Estado. Mas nós realmente amamos o povo brasileiro, que nos ajudou muito e estava pronto para dar dinheiro e habitação.

Resposta
Moris Wind Outubro 26, 2017 at 2:13 am

A televisão russa sobre o incidente (traduzido para o português)
https://www.youtube.com/watch?v=q4JV-EGEbMQ
https://www.youtube.com/watch?v=G8IJ8ZBwMW0

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação