BrasileirasPeloMundo.com
10 Motivos China

Dez motivos para morar na China

Dez motivos para morar na China.

Para falar a verdade, demorei um pouco para escrever esse artigo. Não que eu não goste de viver na China. Muito pelo contrário. Mas às vezes acho difícil elencar coisas que são muito pessoais e talvez acabem sendo subjetivas, pelo meu ponto de vista.

Outro motivo é que a mídia não ajuda muito a China… As notícias que chegam ao ocidente geralmente são catastróficas e surreais. Não que não tenha verdade nessas notícias, mas sabem aquela história de quem conta um conto aumenta um ponto? Em alguns casos são muitos pontos. Um exagero pelo ‘trash’, pelo bizarro.

É que sempre procuro um olhar otimista para tudo e questiono, em relação a cultura, principalmente, se um chinês estivesse no nosso país não acharia hilário algum dos nossos costumes, ou horrível, ou mesmo sem nexo. Mas aí esse é um outro tópico que fica para uma outra oportunidade!

2014-01-28 15.37.58

Aí você pode estar se perguntando: mas se ela gosta tanto de viver na China, porque seria difícil listar 10 coisas boas? Simplesmente porque as coisas boas daqui você pode até conseguir usufruir numa viagem de férias, como vocês vão ver na lista abaixo. E outras você só vai perceber depois de muitos anos aqui ou quando vai embora. Só que nunca terão a experiência tão latente, profunda e contagiante de viver aqui.

Vamos às minhas razões para morar na China:

1-     Segurança – se pudesse escreveria esse item 10 vezes (então contem que a minha lista tem 18 itens! rs). Só quando saímos do Brasil que temos a exata noção de como a falta de segurança estão presentes no nosso dia a dia e simplesmente convivemos com isso. Claro, convivemos porque não existe outra opção, e aí passa a ser normal colocar grades, cercas, contratar seguranças, se prender dentro da própria casa. Aqui isso praticamente não existe. Os batedores de carteira, oportunistas da distração alheia sim, tem aos montes. Mas nunca ouvi um caso de agressão para tirar um relógio do pulso ou um tênis do seu pé. Aqui se anda na rua de madrugada e pode até atender seu celular e por aí vai.

2-     Violência controlada – como aqui o porte de armas de fogo é proibido e o uso de drogas têm punição severa (o que não quer dizer que não tenha drogas… infelizmente), a violência urbana é bem menor. Isso é algo que nós brasileiros percebemos logo que chegamos.

3-     Custo de Vida – Shanghai é uma das cidades mais caras do mundo, mas ainda assim é mais barata para algumas coisas que o Brasil. O que acontece, geralmente, é que o padrão de vida muda aqui, as saídas para restaurantes, viagens são mais frequentes, e temos a impressão que gastamos mais. Com certeza não levaria a vida da mesma forma no Brasil. E quando se fala de cidades chinesas fora da bolha de Shanghai, aí sim o custo de vida é bem menor.

4-     Viajar – se você gosta de viagens, morar na China é como estar no paraíso. A Ásia toda fica em 4 horas de voo (até menos em alguns casos). Aí dá para passar aquele feriado de 4 dias na Tailândia ou Filipinas sem dor na consciência. Fora os locais belíssimos que há para se conhecer dentro da China.

5-     Conhecer outra cultura – bom, isso é algo muito pessoal, mas para mim foi uma das coisas mais interessantes que fiz (e ainda faço) em terras chinesas. Não há um dia que não se descubra algo novo, interessante, pitoresco.

6-     Aprender outro idioma – sei que tem pessoas que mudam para cá, brasileiros ou não, e vão embora somente com o idioma que chegaram. Mas a maioria busca aprender um pouco, ao menos, do mandarim, no meu caso aprendi o inglês também. E isso, no mínimo, nos protege do Alzheimer lá na frente, certo?

7-     Conhecer a verdadeira comida chinesa – a culinária chinesa vai muito além de escorpiões, baratas e besouros… acreditem. E é deliciosa. Ah, ‘china in box’ não é referência de comida chinesa também. Claro que vai do paladar de cada um, mas existem pratos aqui super gostosos e diferentes.

mobilejune2014 397
Comida chinesa com influência mulçumana! Uma das minhas grandes descobertas…

8-     Ser mais paciente – pode parecer estranho, mas a maioria das pessoas que conheço que vivem ou viveram aqui tem essa mesma sensação: aprendi a ser mais paciente… O seu sentido de urgência muda, pois literalmente não adianta dar ‘murro em ponta de faca’. Apesar daqui ser um lugar em que tudo acontece da noite para o dia, as coisas são lentas, a lógica deles não nos faz sentido. Na realidade acho que tudo acontece rápido, porque tem muita gente para trabalhar e não exatamente pela eficiência da equipe.

9-      Comprar no TAOBAO – esqueçam Alibabá… aqui a gente compra direto do Taobao – o Alibabá chinês (mesma empresa) – e diretamente da fonte. Preços mais baixos ainda, entrega quase que imediata na porta da sua casa. Algumas pessoas que deixam a China e a gente pergunta: o que você sente mais falta? A resposta vem na hora: comprar no taobao! rs

10-     Experiência de vida – é incontestável: ninguém vem para a China, vive aqui e volta ileso. Sempre algo muda no seu ponto de vista, na sua trajetória de vida, na suas urgências e necessidades. É muitas vezes inquietante, já que nos vemos questionando nossas certezas, repensando o que vale à pena, tendo outros parâmetros. Sem contar na família ampliada que levamos conosco, para sempre, no coração.

Então é isso. A China tem altos indíces de poluição, uma cultura muito diferente da nossa, comidas estranhas, trânsito maluco. Mas ainda assim a experiência de viver aqui é ímpar. Colocando na balança, temos mais ganhos do que perdas, no meu ponto de vista.

mobilejune2014 556

Entendo que isso é uma visão pessoal. Nem todos possuem a mesma opinião. Nem todos querem ficar na China tantos anos como minha família está.

Mas mesmo assim, encorajo a todos que me perguntam (alguns desesperados… rs) se vale a pena encarar o desafio. Minha resposta sempre é: venha com a mente e coração abertos e não irá se arrepender!

Related posts

Transportes públicos na China

Christine Marote

Dez motivos para morar na Turquia

Aline Oliveira

Dez motivos para morar na Itália

Carla Guanais

62 comentários

Fernanda Moura Novembro 5, 2014 at 11:26 am

Christine, parabéns pelo texto. Muito bom. Aliás, adoro todos os seus textos rsrsrs Acho muito bacana a sua maneira equilibrada de vivenciar as diferenças culturais, sempre com muito respeito, genuína curiosidade e vontade de aprender. Beijo!

Resposta
Lulu Novembro 24, 2015 at 11:37 am

Muito boa sua explicação.Sempre que puder,coloque mais explicações sobre, pois minha família estará de mudança praí e estou muito insegura.Obrigada.Parabéns.!!!!!

Resposta
Christine Marote Novembro 25, 2015 at 11:55 am

Olá Lulu,
Obrigada pela visita e pelo comentário.
Aqui no ‘Brasileiras pelo mundo’ temos 36 posts com informações sobre viver na China, é só buscar a tag ‘China’.
E se quiser mais informações do meu dia a dia, tenho um blog pessoal: chinanaminhavida.com
Só te recomendo vir de mente e coração abertos. A vida é bem interessante!
Abraço.

Resposta
Talyson C. araújo Novembro 4, 2016 at 4:36 pm

Quero morar na China 🙂

Resposta
Christine Marote Novembro 5, 2016 at 10:24 am

Olá Talyson,
Com um trabalho ou regularmente matriculado numa universidade, isso é possível.
Abraço.

edson Novembro 5, 2014 at 5:27 pm

……..como sempre, muito bom o texto, e particularmente acho que vcs não voltam tão cedo! acho que não voltam!
beijo grande para vc e familia! edson

Resposta
Christine Marote Novembro 10, 2014 at 1:44 am

Obrigada Fernanda! Mas às vezes perco o tal equilibrio no dia a dia…hahaha. Só para constar! hehehe
Beijo!

Resposta
Fernanda Moura Novembro 11, 2014 at 1:16 pm

hahahaha Ainda bem né, Chris? Já estava te achando meio super-herói rsrs

Resposta
marielfernandes Novembro 15, 2014 at 12:48 am

Gostei do ser mais paciente. Com o PT acabando com tudo por aqui, vou precisar dessa virtude chinesa.

Resposta
Christine Marote Novembro 15, 2014 at 10:06 am

Sim Mariel… isso faz uma grande diferença no nosso dia a dia. O sentido de urgência também muda um pouco. Abraço.

Resposta
pedro Janeiro 3, 2015 at 1:26 pm

pior artigo que eu ja li na minha vida sobre um país.

Resposta
Christine Marote Janeiro 5, 2015 at 3:26 am

Olá Pedro! Obrigada pela sua opinião.
Você conhece a China? Espero que sim.
E na realidade esse texto foi escrito baseado na minha vivência aqui. Minha opinião pessoal, meu sentimento em relação a essa cultura e país que respeito e aprendi a gostar.
Ainda bem que nem todo mundo pensa assim! E viva as opiniões divergentes. Mas são muito mais interessantes quando são embasadas, não é mesmo?
Abraço.

Resposta
Patricia Fialho Janeiro 12, 2015 at 12:06 am

Concordo Christine, dizer que não gostou do artigo e não dizer pq é algo meio descabido, e o pior comentário que já vi na vida…

Resposta
Christine Marote Janeiro 12, 2015 at 8:55 am

Obrigada Patrícia! =]

Resposta
Caio Faria Fevereiro 17, 2017 at 7:43 pm

Caro Pedro…o seu comentário é o pior daqui.

Abraços.

Resposta
Alessandri andrade Janeiro 12, 2015 at 10:55 am

Bom dia christine!Sou piloto aqui no Brasil.Estou recebendo vários convites para voar na china.Na verdade achei bastante interessante suas colocações sobre a vida aí na china!Na verdade para levar a família seria um pouco complicado .O meu estilo de contrato seria commute(30 days on/30 off.Sei que e bem difícil opinar mas a minha maior dúvida e se agüentaria ficar os
30 dias sozinho e as idas e vindas para o Brasil!A parte financeira e incontestável mas como estou empregado aqui ,perco noites de sono pensando!

Resposta
Christine Marote Janeiro 12, 2015 at 12:24 pm

Olá Alessandri,
Realmente eu não posso opinar por uma decisão tão pessoal.
O que te digo é que aqui tem muitos pilotos brasileiros com suas famílias, morando tanto em Shanghai como em outras cidades não tão internacionais.
Aguentar ficar sozinho aqui ou não, vai muito do seu jeito de encarar as coisas.
Quando meu marido mudou para a China, decidimos que ele viria sozinho, pois além da cidade ser muito fria (chegando aos -38°C), não havia escola internacional para meus filhos. E eu que fiquei fazendo a ponte-aérea Brasil/China. Essa situação durou 4 anos. Até que ele foi transferido para Shanghai e viemos todos para cá. Hoje aquela cidade já tem muito mais condição de vida para o estrangeiro do que havia em 2004. E, provavelmente, eu mudaria para lá. Mas o que pesou para nossa decisão na época, foi a parte financeira também.
Quanto as idas e vindas ao Brasil, você é piloto, pode falar melhor que eu (rs), voar deixa a gente cansado, mas no final desses 4 anos eu já estava tão acostumada a subir no avião a cada 2 ou 3 meses, que tirava de letra. Até o fuso doido! =]
Bom, essa foi nossa experiência. Espero que tenha te ajudado a refletir um pouco.
Abraço.

Resposta
Evelyn Maio 21, 2015 at 3:40 pm

Oi Alessandri. Não sei se você ja esta voando na China ou não, mas como meu marido também é piloto e vivemos na China, resolvi te escrever. Nesse tipo de commute normalmente se voa bastante e tem muitos pernoites, mas mesmo assim, para meu marido, faz toda a diferença ter a familia junto com ele (no caso somente eu, sem filhos ainda). Durante os voos e pernoites voce acaba se sentindo muito sozinho, pois somente o co-piloto fala ingles e normalmente os hoteis sao ao lado do aeroporto e longe da cidade, sem nada para fazer. Entao, nada como chegar em casa e ter alguem para conversar, nao é!? Quanto as voltas para o brasil a cada 30 dias, nós por experiencia propria nao achamos conveniente. A viagem é cansativa, tem a questao do fuso horario e 30 dias passam tao rapido. Nós decidimos nos mudar para a china e aproveitamos os days off para viajar pela Asia, o que é ótimo! Dependendo da cidade que é sua base, considere trazer sua familia. É uma experiencia de vida e tanto…
Qualquer coisa pode me contatar.

Resposta
Alessandri Junho 19, 2015 at 10:28 pm

Oi evelyn!obrigado por comentar meu depoimento!Estive ai em chonqing e em Chengdu!Confesso que foi bastante dificil para mim ficar os 10 dias apenas !Fiquei em chengdu em uma area de china,china mesmo!Foi brabo!!!!Infelizmente estou no segundo casamento e minha esposa atual tb tem duas filhas uma de 7 e outra de 9!Meu filho tem 7 anos e mora com a mae no interior do rio!Tem a vidinha dele e dificil leva-lo comigo!A questao financeira e indiscutivel!Sem contar com o andar da economia brasileira!Bastaria 6 anos de contrato ai na china que poderia voltar e me aposentar quem sabe!Iria trabalhar no esquema commuting 42/21!Porem realmente estou ainda muito na duvida pois nao sei se aguentaria!!!!seu marido esta voando que empresa?Vc estao gostando?Ten alguns amigos que estao voando no commuting e outro que mora em chengdu!!Bom aguardo retorno e continuo pensando ainda!Obrigado pela ajuda !abs

Resposta
Bruno Janeiro 14, 2015 at 4:20 am

Parabéns pelo artigo.
Eu não sei se conseguiria viver na China, pois para mim liberdade de expressão é um valor irrenunciável.
Um país aonde existe censura prévia para mim é ignóbil demais.
No mais, fiquei curioso pelas mil e uma iguarias que a culinária deste país oferece. A paciência oriental que você destacou também é um valor que talvez devêssemos importar aqui no Brasil.

Bruno

Resposta
Christine Marote Janeiro 14, 2015 at 5:28 am

Oi Bruno,
Obrigada pela visita. Eu também tinha essa visão que você tem sobre a liberdade de expressão. Mas hoje me questiono, porque é impossível não o fazer vivendo aqui. Poder falar mal do presidente aos 4 ventos ou poder andar na rua de madrugada com seus pertences todos, sem correr o risco de ser morto por causa de um relógio ou um par de tênis? Sei lá… a China fez uma bagunça muito grande na minha cabeça…rs E não me chame de louca. Só morando aqui mesmo para conseguir entender minhas indagações pessoais. Antes de viver aqui, ninguém me convenceria do contrário.
Quanto à paciência… eu diria que eles não são muito pacientes não…rs Esse conceito foi uma outra coisa que caiu por terra na minhas certezas… O que acontece é que eles tem um outro ‘time’, uma lógica diferente da nossa, e aí você precisa desenvolver a paciência, cultivá-la, para não ter um treco a cada cinco minutos. Um ótimo exercício para nossa evolução. rs
Volte sempre! =]
Abraço.

Resposta
Ana Janeiro 28, 2015 at 12:59 am

Adorei ! Obrigada pelas informações . Eu queria saber eles falam muito o inglês ? E escola para crianças ?

Resposta
Christine Marote Janeiro 28, 2015 at 6:03 am

Olá Angela.
Obrigada pela visita.
Bom, vivo em Shanghai e aqui, em muitos lugares se fala bastante o inglês. Nas empresas por exemplo, quando são multinacionais, inglês é quase que requisisto básico para trabalhar. Vivemos numa ‘bolha’ internacional, e dentro dela temos bastante serviços em inglês, como restaurantes, lojas e escolas internacionais. Mas nas escolas locais a língua oficial é o mandarim. Fiz um artigo sobre escolas aqui mesmo no BPM (http://www.brasileiraspelomundo.com/china-criancas-onde-estudar-02127437). Você pode dar uma olhada lá. Abraço.

Resposta
Ana Janeiro 28, 2015 at 2:21 pm

Oi Christine muito obrigada por sua resposta , eu namoro um noruegues a quase dois anos ,temos planos para casar …mas sem nada definido, ele recebeu uma proposta para trabalhar em Shangay e me chamou para ir com ele,tenho muitas dúvidas ..acho que para eu ficar lá mais de três meses só casando né ? E tenho um filho de 10 anos .um pouco perdida! Sem contar que sou militar aqui no Rio de Janeiro …..

Resposta
Christine Marote Fevereiro 11, 2015 at 10:32 am

Oi Ana,
É uma decisão difícil. Mas realmente somente casando você poderá ficar aqui com visto de residente.
Abraço.

Resposta
Mundo de Viajante Fevereiro 8, 2015 at 11:44 pm

Oi, Christiane!
Muito bacana o seu texto, destacando o que tem de bom mas sem esconder os pontos negativos.
Eu morei na China e sempre leio com carinho qualquer post que encontro a respeito. Concordo com praticamente tudo o que você escreveu. E digo mais: que saudade de estar aí!
Fiz um post contando um pouco do que aprendi na China, abordando alguns assuntos que não estão aqui. Caso esteja interessada, esse é o link: http://www.mundodeviajante.com/2015/01/11-coisas-que-aprendi-morando-na-china.html

Abraços!

Resposta
Christine Marote Fevereiro 11, 2015 at 10:34 am

Olá.
Obrigada pelo link e pelo comentário. Sempre digo que quando alguém que já viveu aqui dá seu depoimento nos meus artigos, é como se fosse um endosso. rs.
Afinal, tem coisas aqui que só acredita quem vive, não é?
Abraço e vou ler agora!

Resposta
tonyfer2013 Fevereiro 16, 2015 at 12:11 am

Olá,

Parabéns pelo seu artigo. Muito interessante.
Eu estou pensando em criar um negócio para importar regularmente da China peças eletrônicas para o Brasil, limitadas ao valor de 50 dólares, para não pagar impostos. Eu normalmente já compro essas peças diretamente da China em sites como AliExpress, Alinaba, etc. Mas existem dois problemas: 1- alguns itens constituem-se de lotes, que no valor total ultrapassam o valor de 50 dólares e poderiam facilmente ser desmembrados em vários lotes menores, cada um com valor inferior a 50 dólares e 2- aparentemente a alfândega brasileira não cria caso quando a remessa vem de uma pessoa física.
Eu precisaria, então, de alguém aí na China que trabalhasse comigo. Você poderia me indicar alguém? Pode ser um chinês nativo, mas que fale Inglês para se comunicar comigo. Se entender de eletrônica, melhor, mas se não entender, também serve.

Abraço,
Antonio

Resposta
Christine Marote Fevereiro 18, 2015 at 9:25 pm

Olá Antonio.
Você não é a primeira pessoa que me pede algum contato com o mesmo objetivo. Até hoje não encontrei ninguém nesse perfil e/ou tivesse interesse. Mas se souber te escrevo sim.
Abraço.

Resposta
tonyfer2013 Fevereiro 20, 2015 at 8:41 am

Muito obrigado, Christine!

Resposta
Luis Alejandro Maio 5, 2015 at 4:08 am

Christine, me diga se puder, em quanto tempo um Brasileiro aprende a falar Chines fluente, e para uma Tese de Pos, se puderme ajudar agradeço, Obrigado.

Resposta
Christine Marote Maio 5, 2015 at 3:39 pm

Olá Luis Alejandro,
Obrigada pelo contato.
Bom, se a pessoa entrar num curso de mandarim na universidade, todos os dias da semana, 4 horas de aula e mais uma dedicação pós aula de ao menos mais 2 horas por dia, no final de um ano ela já estará falando. Escrever e ler são outros quinhentos, precisa de um pouco mais de tempo e muita dedicação. Meu filho está no quarto semestre e ainda só consegue ler cerca de 1000 caracteres. Para você ter uma ideia, para se ler um jornal precisa dominar ao menos 3 mil. Espero ter te ajudado.
Abraço.

Resposta
Leonardo Maio 15, 2015 at 12:50 am

Olá, tudo bem ?
Achei muito legal esse post sobre a china interessante mais apenas com 10 razoes já da pra quase se apaixonar por ela,rs.. estava pensando em me mudar para ai mais gostaria de saber como é o mercado de trabalho ai ? estrangeiros com curso tecnico apenas conseguem emprego facil ou vc necessita de um curso superior?

abraço

Resposta
Christine Marote Maio 17, 2015 at 9:50 pm

Olá Leonardo,
A questão do emprego para estrangeiros é bem complicada e te aconselho a buscar informações mais detalhadas na embaixada chinesa.
Aqui mesmo no ‘Brasileiras pelo mundo’ há um artigo sobre a questão dos vistos para a China.
Abraço e obrigada pelo contato.

Resposta
Renato Deleon Maio 21, 2015 at 2:15 am

Olá, Tudo Bom!

Sou professor de educação fisica com especialização em futebol e Recebi uma proposta para trabalhar com futebol ai na china…Gostaria de saber se vale a pena eu largar tudo aqui no Rio e ir com um salario de 4.000,00 dolares….sendo que tenho uma matricula no estado e minha esposa 2 matriculas municipio e federal.

Resposta
Christine Marote Maio 24, 2015 at 11:41 am

Olá Renato
Olha, sinceramente, não posso te dar uma resposta. Existem muitas vertentes para suas questões: a cidade onde você vai morar, qual os benefícios incluidos no seu pacote, fora o salário, o que inclui transporte, aluguel, plano de saúde etc.
Existe um leque de situações específicas para cada caso, cada proposta.
Só te aconselho a pesquisar custo de vida, e também seus objetivos em sair do país.
Aqui no BPM escrevi um artigo sobre o custo de vida nesse link:
http://www.brasileiraspelomundo.com/china-quanto-custa-viver-desse-lado-do-mundo-081114731
Abraço.

Resposta
Evelyn - China Chic Maio 21, 2015 at 4:00 pm

Ótimo texto Christine! É exatamente o que penso sobre morar na China. Incrivel como a cada tópico que eu lia, eu me identificava com suas considerações. Sem falar da segurança, que para mim também é de longe o primeiro item da lista. E da paciência que nós adquirimos para aturar alguns habitos malucos dos chineses.
E diferente do que muitos pensam, um dos fatores que mais gosto na China é de poder se expressar como quiser. Digo, fisicamente, pois ninguem te julga. Voce pode se vestir, andar, se portar como quiser. Eu sinto que os chineses nao tem aquela “maldade”, sabe?! Não sei se você concorda com isso…
Estou criando um blog para compartilhar as novas e exóticas experiências na China, com foco na moda, que é minha área profissional.
http://www.chinachicblog.com

Resposta
Christine Marote Maio 24, 2015 at 11:30 am

Olá Evelyn!
Obrigada pelo comentário e pela visita. Sempre digo que receber o depoimento de quem vive aqui é muito bom, pois ‘endossa’ o que escrevi. É que já percebi que quem não conhece a China não consegue ‘abstrair’ toda essa informação. Já ouvi de várias pessoas que vieram para cá: “Ahhh, agora entendi o que você escreveu… antes eu achava que era meio estranho.” rs. De todo jeito é interessante.
Vou ver seu blog e podemos trocar algumas impressões!
Abraço.

Resposta
Gilberto Gregory Julho 29, 2015 at 8:32 pm

Christine, interessante seu artigo, em breve estarei embarcando pra China, vou morar em Guangzhou. Sabe se existe grupos de brasileiros lá na cidade? Gostaria de sua ajuda pra encontrar pessoas e trocar informações. Abraço.

Resposta
Christine Marote Julho 30, 2015 at 12:50 am

Olá Gilberto,
Obrigada pela visita.
No Facebook você pode encontrar esse grupo de Brasileiros em Guangzhou: https://www.facebook.com/groups/braguang/?fref=ts
Abraço e boa sorte na mudança.
Christine

Resposta
luiz ricardo fischer Setembro 26, 2015 at 1:33 pm

Oi, gostaria de saber em euros uma média necessária para passar o mês na china, sem aluguel, só contando itens básicos, alimentação etc, pois estou num programa de estágio e ofereceram 200 euros por mês, almoço e moradia. Isso é o suficiente para viver ai de uma forma “comum”?
podes me ajuda?
obrigado

Resposta
Christine Marote Setembro 30, 2015 at 2:50 am

Ola Luiz Ricardo.
Obrigada pelo contato.
Dê uma lida nesse artigo, publicado ontem, pois há depoimentos de alguns estudantes:
http://www.brasileiraspelomundo.com/china-graduacao-do-outro-lado-do-mundo-2-131920157

É nesse link, você encontra bons parâmetros para o custo de vida em Shanghai e em outras cidades chinesas.
http://www.numbeo.com/cost-of-living/city_result.jsp?country=Czech+Republic&city=Prague

Abraço

Resposta
Jana Outubro 22, 2015 at 11:44 am

Prezada Christine, estou desenvolvendo um pequeno guia de viagens para a China para os funcionários da empresa onde trabalho e acabei caindo aqui no seu texto. Ao desenvolver o guia fiquei muito encantada com a cultura chinesa e com a paisagem. Nunca imaginei que a China tivesse lugares tao lindos! Estou apaixonada pela China, amei seu texto e acho que se pintar oportunidade eu iria morar uns anos aí com minha família sim!
É sem dúvida o texto mais legal que eu li sobre morar na China!!! Me inspirou muito!!! Beijao!

Resposta
Christine Marote Outubro 22, 2015 at 11:47 am

Obrigada Jana.
No meu blog pessoal, tem bastante dicas de viagem dentro da China, e aqui no BPM tenho um texto bem interessante com dicas úteis para viajantes: http://www.brasileiraspelomundo.com/china-dicas-uteis-para-viajantes-561417959
Grande abraço.

Resposta
Beto Novembro 17, 2015 at 11:09 am

Oi bom dia,

Achei mega interessante, o artigo, Parabéns!!

A propósito, recebi uma proposta pra ser AU PAIR ai em Shangai, gostaria de saber o que voce acha e se voce conhece alguém que é AU PAIR ai ou ja foi…. Acho que seria uma experiencia muito rica viver 1 ano ai e aprender uma nova cultura, mas ainda estou em processo de decisão se devo aceitar ou não…

Abrçs.

Resposta
Christine Marote Novembro 18, 2015 at 12:20 pm

Olá Beto.
Eu não sei muita coisa sobre AuPair aqui em Shanghai, até porque isso é uma coisa nova para eles também. Mas conheço um site que me pareceu bem interessante sobre isso. Não sei se é o que você está em contato, mas fica o endereço:
http://www.nihaoaupair.com/
Agora viver numa casa chinesa, requer que você entenda um pouco da cultura local, que é bem diferente da nossa, inclusive com relação à criação de crianças.
Abraço e obrigada pela visita!

Resposta
arcelina helena Fevereiro 4, 2016 at 12:16 pm

Eta mulher danada!!!! Encontro você em outro site, mandando brasa e sendo reconhecida. Já consegui marcar mais ou menos a minha partida para a China…. Devo chegar no meio de junho. Parabéns pelo texto, pelo seu otimismo. E nos veremos com certeza. Você tem meu e-mail. Você poderia me mandar o seu para conversarmos tete a tete. Ou melhor e-mail a email. E em breve, com a ajuda de Deus, de fato um tete a tete. abracao, arcelina helena

Resposta
Christine Marote Fevereiro 7, 2016 at 8:02 pm

Olá Arcelina,
Bom te ver por aqui também.
E em junho estarei na China com certeza. Te envio o email.
Abraço.

Resposta
Paula Março 24, 2016 at 6:15 pm

Oi, meu nome é Paula
Temos uma grande possibilidade de nos mudar para Shanghai em alguns meses, como não sei nada sobre a cidade, custo de vida, moradia, essas coisas eu gostaria de ajuda.
Sou casada e tenho dois filhos um de 8 é uma de 5 eles iriam estudar em uma escola internacional, vc tem alguma seugestao? Gostaria de saber tb qual distrito é melhor para se viver, e para ter uma vida boa quanto seria necessário ganhar.
Desculpa pelo monte de perguntas mas eu realmente preciso ter certeza do que estamos fazendo se alguém puder me ajudar agradeço
Obrigada
Paula

Resposta
Christine Marote Março 25, 2016 at 1:42 pm

Olá Paula,
Obrigada pela visita ao BPM.
Aqui no BPM tem vários artigos sobre viver na China, inclusive sobre custo de vida e escolas internacionais.
Coloque na busca a palavra CHINA e vão aparecer todos os artigos relacionados.
Além disso eu tenho um blog pessoal somente sobre a China. Se quiser dê uma passada lá: http://www.chinanaminhavida.com
Agora, escola e moradia, vc só deve escolher depois de saber onde será o local de trabalho seu ou do seu marido. A cidade é muito grande, e em certos casos pode-se gastar quase 2 horas para ir de um ponto a outro dentro de Shanghai. O trânsito aqui também é bem pesado.
Abraço.

Resposta
edmilson Agosto 1, 2016 at 2:15 pm

oi tudo bom? da para viver na china falando inglês? sou eletrecista instalador sera que tem emprego para mim na china.

Resposta
Christine Marote Agosto 2, 2016 at 1:32 am

Olá Edmilson,
Sobre viver sem o inglês: Sim e não. Se você viver dentro das bolhas internacionais, é possível com um pouco de jogo de cintura. Mas tudo dentro dessa ‘bolha’ é caro, pois é feito em função dos estrangeiros, com serviços em inglês.
Sobre emprego: Para se conseguir emprego aqui você tem que ser especialista reconhecido e ter uma empresa que te dê o visto de trabalho e residente.
E essa empresa tem que justificar para o governo que você é imprenscídivel, que não há mão de obra chinesa que possa fazer o que você faz.
Abraço.

Resposta
maykon santos Janeiro 18, 2017 at 1:31 am

Gostei do Artigo, é muito interessante!

Qual a possibilidade de emprego aí? Quais são as profissões mais procuradas? e qual o local melhor para morar, cidade ou interior?

Resposta
Christine Marote Janeiro 18, 2017 at 1:51 pm

Olá Maykon,
Obrigada pelo contato.
As possibilidades de emprego são muitas, mas tem que se dominar o inglês e, hoje em dia, um estrangeiro que fala o mandarim é muito valorizado.
Não sei te dizer quais são as áreas mais procuradas, pois aqui tem de tudo um pouco (não, um monte).
Só que não é tão simples assim vir para cá. O ideal é que já se tenha um emprego antes de vir, pois a empresa que terá que validar seu visto.
As cidades como Shanghai e Beijing te proporcionam uma vida bem confortável, mas são caras. No interior o custo de vida é mais barato, mas não há tantas facilidades para o estrangeiro.
Lembre-se que a China não é um país que dá para vir e ver como fica depois.
Abraço.

Resposta
Caio Faria Fevereiro 17, 2017 at 7:41 pm

Voce me fez gostar da China!

Resposta
Christine Marote Fevereiro 18, 2017 at 1:34 am

Obrigada Caio.
A China é mesmo um país fascinante!
Abraço.

Resposta
GIOVANA Fevereiro 24, 2017 at 2:00 pm

Adorei suas palavras que me encorajaram um pouco mais. Meu marido quer mudar para Chengdu em breve. Bom temos dois filhos pequenos e o nosso maior medo é com relação a saúde, hospitais, médicos… o que poderia me dizer com relação a isso. De resto amo a cultura chinesa, a filosofia, e uma das minhas maiores admirações a Medicina tradicional Chinesa. Sou acupunturista e tbm luto wushu e acredito que isso me trouxe um pouco do pedacinho da China na minha vida. Obrigada

Resposta
Christine Marote Fevereiro 25, 2017 at 1:41 am

Olá Giovana,
Obrigada pelo contato.
Chengdu é uma cidade boa de viver. Tem hospitais e escolas internacionais, bem como uma comunidade de expatriados, inclusive brasileiros.
No meu blog pessoal tem algumas informações sobre a cidade. Se tiver interesse acesse o http://www.chinanaminhavida.com
Abraço e boa sorte!

Resposta
Weijun Março 19, 2017 at 3:51 pm

Oi Christine,
Gostei muito do seu texto e concordo com suas colocações. Só realmente quem vive ou viveu na china para ter essas percepções.
No meu caso fiz o caminho contrário, nasci na China e moro no Brasil. Mas futuramente penso em fazer o caminho de volta.
Abraço

Resposta
Christine Marote Março 20, 2017 at 10:08 am

Olá Weijun,
Muito bom receber um retorno positivo de uma chinesa. Eu realmente gosto do seu país, e pretendo ficar aqui enquanto puder!
Inclusive estou lançando um livro, sobre nossos anos de vida na China. Chama-se: China na minha vida – O que aprendi com o Dragão.
Se quiser saber mais sobre ele, é só clicar nesse link:
https://www.catarse.me/china_na_minha_vida_o_que_aprendi_com_o_dragao_401a?ref=project_link
Abraço.

Resposta
Eduardo Sousa Julho 23, 2017 at 4:55 pm

Boa tarde, tudo bem gente boa? Como que eu faço para morar na China?

Resposta
Elias M.Paris Janeiro 9, 2018 at 6:24 am

Oi, bom dia. Eu sou surdo, eu tem interesse para mudar na China. Mas tem vaga emprego para trabalhar lá? É vale a pena viver lá? Preciso sabe lingua inglesa? Ou lingua proprio china? Eu não aguento mais viver aqui no Brasil…

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação