BrasileirasPeloMundo.com
10 Motivos República Dominicana

Dez motivos para morar na República Dominicana

Dez motivos para morar na República Dominicana.

Esse mês completará um ano que estou vivendo no interior da República Dominicana. Como eu contei no meu primeiro texto aqui no BPM (se você não leu, leia aqui), para mim foi como um choque de realidade.

Eu, que sempre vivi em grandes metrópoles, de repente estava no interior de uma ilha do Caribe. Eu não escolhi me mudar para cá, e naquele momento inicial, simplesmente não sabia o que esperar dessa nova fase.

Mas nesses últimos doze meses, esse país me surpreendeu e me ensinou muita coisa. E é isso que eu quero compartilhar nesse artigo: que existem sim muitas vantagens de morar aqui!

1. Custo de vida

A República Dominicana é um país com baixo custo de vida. Ainda virei, em outro artigo, aprofundar esse assunto mas, de antemão posso dizer que essa é a razão número um do meu top 10: o baixo custo de produtos e serviços, bem como de aquisição ou aluguel de imóvel.

2. Facilidade de vistos para estrangeiros (trabalhadores ou aposentados)

O governo da República Dominicana é receptivo aos estrangeiros, especialmente os aposentados. No geral, se a pessoa comprovar uma renda mensal de US$ 1.500,00 e mais US$ 250,00 por acompanhante, poderá se qualificar para uma residência temporária em apenas 45 dias. E a classificação vem com vantagens, benefícios e isenções fiscais.

Qualquer estrangeiro pode obter um status migratório no país com bastante facilidade e o mesmo pode ser obtido por muitas razões (reunificação, contrato de trabalho, investimento e estudo, entre outros).

Leia também: Vistos para a República Dominicana

3. Negócios

Localizada no centro das Américas, com uma infra-estrutura de grande desenvolvimento econômico e um generoso pacote de incentivos fiscais, a República Dominicana é um dos melhores lugares da região do Caribe para fazer negócios.

Se você pretende investir na área de turismo, por exemplo – um hotel boutique, um negócio turístico, ou loja de mergulho – é possível se qualificar e receber por alguns anos, nos termos da lei, isenções fiscais em impostos de aluguel e transferências imobiliárias, entre outros.

4. Clima

A temperatura média anual é de 25 °C. O sol brilha praticamente o ano inteiro. Porém, no inverno as noites são mais frescas, enquanto os dias continuam muito quentes. E (pasmem!) é possível sentir temperaturas abaixo de 0 °C nas montanhas. E mais: a neve pode ser vista em raras ocasiões na região chamada Pico Duarte.

A temporada de alerta de furacão acontece de junho à novembro, com maior incidência entre agosto e outubro. Porém, apesar de estar na zona de furacões, os dominicanos costumam dizer que o país é abençoado, pois já faz alguns anos que nenhum furacão forte o atinge. O último foi o Georges, em 1998.

5. Natureza

Eu sempre tenho a impressão de que o céu daqui é o mais azul que já vi, bem como o mar caribenho que banha o país. Naqueles dias mais estressantes, no transito difícil da capital, poder olhar para o lado de fora do carro e ver aquele mar azul turquesa é revigorante! E no meu caso, que vivo no interior, ainda tenho o privilégio de ver o contraste desse azul, com o verde da floresta tropical.

6. Turismo

Sempre que eu digo que moro na República Dominicana, me perguntam sobre Punta Cana. A praia realmente é uma das mais frequentadas do Caribe por turistas estrangeiros, mas as belezas naturais do país vão muito além do destino mais famoso. São muitos quilômetros de praias de areia branca e mar azul turquesa, rios, lagoas, grutas, montanhas… Eu garanto que existem opções para todos os gostos!

7. Gastronomia

Contei aqui nesse artigo, o quanto a culinária dominicana é forte e marcante. Foi aqui que eu descobri que posso comer abacate como um vegetal, e que fica muito bom! E para quem gosta de peixes e frutos do mar como eu, posso dizer que esse é um paraíso na terra.

Leia também: Datas comemorativas e feriados na Republica Dominicana

8. Cultura e História

Você sabia que a República Dominicana foi o primeiro assentamento espanhol permanente nas Américas? Pois é. Foi aqui que Cristóvão Colombo desembarcou em sua primeira viagem ao continente em 1492, e o país foi escolhido como única residência de Colombo e da Coroa Espanhola na região. Atualmente, a primeira cidade das Américas e capital do país, Santo Domingo, continua a crescer e prosperar ao mesmo tempo que preserva sua história e arquitetura original espanhola.

9. Festas

Em todo lugar, praticamente todos os dias, tem festas para todos os gostos. Desde festivais de jazz, passando pelo merengue na praça, ou shows de grandes astros da música dominicana e mundial. Uma das maiores diversões na cidade onde moro, são os karaokês; onde as pessoas costumam se reunir para cantar nos finais de semana. Além de tudo isso, tem também o carnaval dominicano que é a maior festa popular do país. Durante todo o mês de fevereiro tem carnaval nas ruas, pessoas fantasiadas com suas máscaras, e famílias desfrutando a festa.

10. O dominicano

Por último, mas não menos importante, o povo dominicano é uma grande razão para uma pessoa ser feliz aqui. Eu os definiria como receptivos, honestos e prestativos. Sempre dispostos a ajudar, na minha opinião o dominicano é um dos principais fatores que fazem desse um lugar muito mais agradável para viver.

Essas são minhas 10 principais razões para viver na República Dominicana. Tenho certeza que seguirei descobrindo muitas outras enquanto estiver aqui. E certamente voltarei para contar a vocês as minhas próximas descobertas. Até mais!

Related posts

10 motivos para conhecer o Michigan – Parte 1

Jenny Rosén

Dez motivos para morar no Uruguai

Adriana Molha

Dez motivos para morar na Bulgária

Aimée Bardella Aihst

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação