BrasileirasPeloMundo.com
Espanha

Dia da Comunidade Valenciana e a Mocadorà

Mês de outubro é um mês de festividades na Espanha. Passado o mês de agosto, onde a maioria das pessoas tiram suas férias de verão e quando ocorrem as festas patronais em várias cidades espanholas, tivemos o mês de setembro para recarregar as energias e agora, em outubro, é comemorado o dia da hispanidade.

Aqui em Valência neste mês de outubro, além deste dia da hispanidade, é comemorada também uma data muito importante na região: o dia da Comunidade Valenciana e a Mocadorà, ambas comemoradas no dia de São Dionísio (Sant Donis, em valenciano).

Esta data é comemorada, principalmente, na cidade de Valência, pois nela é celebrada a entrada do Rei Jaime I na cidade que, posteriormente, levaria a conquista e formação do Reino de Valência, libertando-a do domínio dos muçulmanos. A cidade, que hoje é capital da Comunidade Valenciana, seria, à época, a capital deste reinado. Trata-se de uma comemoração tradicional na cidade desde o século XIV.

Jaime I entrou, no que hoje seria a cidade de Valência, após realizar um pacto com o rei muçulmano Abul Djumayl Zayyan, que tinha a cidade sob seu domínio. Em 23 de abril de 1.238, o rei Jaime I estabeleceu seu quartel em Russafa (bairro na cidade de Valência) e, pouco antes do dia 9 de outubro, os muçulmanos estenderam pelas muralhas um sinal de rendição, que em espanhol se chama “senyal del rey” e, por este motivo, a bandeira da Comunidade Valenciana se chama “La Senyera”.

Todo dia 9 de outubro, a bandeira da Comunidade Valenciana (a “Senyera”) é estendida no terraço do prédio da prefeitura, dando início às celebrações, que continuam com um desfile cívico até a estátua de Jaime I, onde é realizada uma oferenda floral. Um dia antes, no dia 8 de outubro, é possível visitar a “Senyera”, que fica exposta no salão de cristal  da prefeitura. Já a noite, é feita uma queima de fogos nos Jardins do Turia e, no dia 9, para finalizar os atos, é realizada uma “mascletá”. A  “mascletá” é um ato tradicional nas festas em Valência, consistindo em disparos pirotécnicos com muitos ruídos elaborados de forma rítmica. Não são como fogos de artifício, mas um espetáculo apenas com ruídos.

Contraste entre uma Mascletà, onde só tem barulho e fumaça, e os fogos à noite, para comemorar
Contraste entre uma Mascletà, onde só tem barulho e fumaça, e os fogos à noite, para comemorar. Foto: arquivo pessoal

Nesta mesma data é celebrada também a “Mocadorà” (Mocaorà), que é o dia dos namorados valencianos. A tradição é que os homens entreguem às mulheres alguns docinhos feitos de marzipã e em formato de frutinhas e legumes que existem em Valência. Esses docinhos são entregues dentro de um lenço que, em valenciano, se chama “mocador”, daí o nome desta celebração de “Mocadorà”.

Essa celebração não ocorre neste dia por casualidade, ela está ligada a comemoração do dia da Comunidade Valenciana. Durante a guerra de sucessão espanhola (que disputou o direito de sucessão da coroa espanhola após a morte de Carlos II) foi aprovado o Decreto de Nova Planta o qual proibia a comemoração da entrada do Rei Jaime I em Valência.

Com essa proibição, os confeiteiros locais começaram a criar docinhos de marzipã no formato dos fogos proibidos (é chamado de “piulets i tronadors” em valenciano) e também no formato de frutinhas e legumes da região, como referência aos produtos locais e os presentes que os mouros entregaram à esposa do Rei Jaime I.

Já a tradição de entregar os docinhos de marzipã envoltos em um lenço, como sinal de amor e carinho, vem desde a época da conquista da cidade de Valência, onde as mulheres entregavam aos conquistadores frutas frescas embaladas em um lenço.

Quando vai se aproximando a data de comemoração do dia da Comunidade Valenciana e a “Mocadorà”, é possível encontrar diversas caixinhas com esses docinhos para vender, tanto em supermercados quanto em docerias. Inclusive há uma competição entre as confeitarias da cidade para eleger qual a melhor “Mocadorà” (esse concurso é chamado de Concurso de São Dionísio).

Minha mocadorà deste ano - acervo pessoal
Minha mocadorà deste ano – acervo pessoal

Para muitos, uma comemoração desta pode parecer besteira e, para outros, importa apenas o feriado que a data representa. Eu, no entanto, acho esta festa muito bonita, acho interessante observar as tradições que as pessoas mantiveram ao longo de tanto tempo e a importância que dão à sua história e orgulho que tem dela. A festa da Comunidade Valenciana está ligada a história da própria Espanha e é interessante conhecê-la para compreender mais a cultura local, as pessoas e sua língua.

Cada comunidade na Espanha possui sua própria história que diz muito a respeito de sua população e, poder explorar este país em sua plenitude, com certeza é uma experiência enriquecedora.

Por isso, nesse mês de outubro, desejo a todos vocês um feliz dia da Comunidade Valenciana e feliz dia dos namorados valencianos (ao meu, no caso, desejo boa sorte já que temos o dia dos namorados com data brasileira, data espanhola e agora data valenciana).

Related posts

Sistema de Saúde Público na Espanha

Daiane Antunes

Taxação de encomendas internacionais na Espanha

Thais Maciel Gomes

Divórcio na Espanha

Susana Sawa Toledo

2 comentários

Marcela Rossato Outubro 26, 2016 at 5:14 pm

Amei a matéria, cada vez mais sinto vontade de conhecer a Espanha!

Resposta
Thais Maciel Gomes Outubro 26, 2016 at 5:27 pm

Estou te esperando aqui, Ma!!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação