BrasileirasPeloMundo.com
Espanha Turismo Pelo Mundo

Dica de passeio: Cabo de Gata na Espanha

Dica de passeio: Cabo de Gata na Espanha.

Se tem uma coisa com a qual eu ainda não me acostumei na Europa, e acho que não irei me acostumar, é o inverno. Não gosto do frio, minhas mãos ficam queimadas, secas, Valência tem um vento gelado terrível, prefiro o verão de 40 ºC que faz aqui.

Por isso, sempre que chega o inverno, eu gosto de pensar o que farei no próximo verão e relembrar viagens que eu fiz o verão passado. E foi em junho do ano passado em que eu conheci o Cabo de Gata, em Almeria.

Estávamos procurando um lugar com praias para conhecer e que não fosse muito longe ou muito caro, e por isso alguns conhecidos espanhóis nos indicaram o Cabo de Gata. Agora, sempre que um amigo pede dicas de locais para conhecer na Espanha, eu indico o Cabo de Gata.

Trata-se de uma região localizada em Almeria, mais precisamente um parque natural, composto por diversas praias e cidadezinhas, algumas delas conhecidas como “pueblos blancos” aqui na Espanha, já que todas suas casinhas são brancas e lembraM um pouco as imagens que normalmente vemos das cidades na Grécia. O verão na Andaluzia é muito quente, por isso recomendo que a visita ao local seja feita na primavera ou inÍcio do verão. Eu fui no mês de junho e já estava muito calor e abafado.

O tempo que tínhamos disponibilizado para essa viagem não nos permitiu conhecer todos os locais, o que é um bom motivo para voltar, mas fizemos um roteiro para conhecer as praias que nos recomendaram como as mais bonitas. Prepare-se para fazer trilhas e caminhadas para poder chegar a pequenas praias desertas e de águas cristalinas.

Las Negras

Esse é o local que escolhemos nos hospedar. É uma praia de areia mais grossa e escura e também de pescadores, podemos encontrar os barquinhos na areia. Não é a praia mais bonita que eu conheci, mas a cidade é charmosa e um bom local, com vistas bonitas, para se hospedar. Próxima a ela está a Cala San Pedro, que é uma cala (praia de pedras) isolada onde só se pode chegar de barco ou após uma longa caminhada, e a Cala del Cuervo, de mais fácil acesso e ideal para quem gosta de acampar.

Cala de Enmedio e Cala del Plomo

Fizemos essas duas calas no mesmo dia. Como a região é muito quente, é um pouco difícil ficar na praia o dia inteiro como fazemos no Brasil, além do fato de que esses locais são áreas de proteção, então você não encontrará nenhuma barraquinha de comida ou bebidas, você mesmo deverá levar consigo essas coisas e, claro, cuidar para depositar o lixo corretamente.

A Cala del Plomo tem fácil acesso e é possível ir de carro, já a Cala de Enmedio… Foi uma superação para mim! O local é uma praia virgem e para poder chegar ali é necessário fazer uma trilha. O problema é que essa trilha consiste em subir e descer uma montanha e eu tenho vertigem. No começo foi fácil, pois eu estava de costas e não tinha percebido a subida, até que chegamos quase ao topo e me virei. A vista era da praia e cidade de Água Amarga, e à medida que começamos a caminhar e chegar à outra ponta da montanha, podemos ver a Cala de Enmedio. Essa é, sem dúvidas, uma das praias mais bonitas que conheci, de areia e pedras brancas e água cristalina. Vale a pena toda a caminhada e superação do medo de altura. Esteja preparado também para ver muita gente praticando nudismo no local.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na Espanha

Foto – acervo pessoal

Playa de los Muertos

Essa praia também entra na lista das praias mais bonitas que conheci. Não que eu tenha conhecido muitas, mas se você passar pela Espanha no verão e quiser fugir do turismo de festas, como Ibiza, vale a pena passar por essa região. A praia é de pedras e temos que percorrer um pequeno caminho também para poder chegar ao local, mas nada comparado com a Cala de Enmedio. Parece mais uma praia de tombo, mas a água é cristalina e tem formações rochosas lindas.

Foto – acervo pessoal

Playa Genoveses

Essa praia lembra um pouco mais as praias a que estamos acostumados no Brasil, com uma larga faixa de areia e dunas ao seu redor. Assim como outras praias mencionadas, ela é uma praia virgem.

San José

Fomos à cidade de San José apenas de passagem e para comer, mas o local é muito bonito e parece essas cidades que vemos em fotos da Grécia: casinhas brancas no alto de morros e com vista para o mar. Fiquei encantada com o local e com esse pedacinho da Grécia, que eu não conheço, tão perto da gente.

Foto – acervo pessoal

Como mencionei, passamos por San José quando nos dirigíamos a San Miguel de Cabo de Gata, que é mais turística e lembra um pouco algumas praias do litoral paulista. Fomos a esse local para ver o pôr do sol do farol, já que ele se põe em frente às montanhas e reflete no mar. Além disso, ali do alto é possível ver o arrecife de las sirenas. Vale a pena a visita.

Leia também: Turismo em Bilbao

Foto – acervo pessoal

Não pude conhecer todas as praias e cidades do Cabo de Gata, mas isso é apenas mais um motivo para voltar nesse lugar ainda tão desconhecido pelos brasileiros e tão bonito. Espero vocês lá!

Related posts

Lugares para visitar em Praga para quem gosta de Franz Kafka

Isadora Costa

Turismo na Ilha de Man – Parte 2

Priscila Valverde

Idioma valenciano

Thais Maciel Gomes

1 comentário

Julia Fevereiro 19, 2018 at 10:30 pm

Gostei! Anotei aqui e vou ver se algum dia passo nesses lugares! Também já estou esperando o calor por aqui =) rsrs
Beijos

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação