Dicas de como amenizar os efeitos da alergia da primavera

0
441
Fonte: Pixabay
Advertisement

Dicas de como amenizar os efeitos da alergia da primavera.

A primavera é a estação onde a natureza desperta mostrando a sua beleza que é expressa com o renascimento, múltiplas cores com fortes tonalidades e contrastes intensos criam cenários encantadores que batizam a estação da renovação.
Regada de muitas gemas, flores, prados, céus azuis, árvores frutíferas, a estação das flores chegou e junto com ela, inevitavelmente as alergias de primavera.
Para amenizar este desconforto que a alergia pode causar existem algumas prevenções e remédios naturais que podem ajudar a aliviar os sintomas alérgicos neste período do ano.

Causa:
O grande vilão desta história é o pólen que é a causa principal que desencadeia as reações alérgicas na primavera, penetrando nas mucosas oculares, entrando em contato com a pele e, pior ainda, penetrando nas vias respiratórias.

Sintomas:
Os principais sintomas são: nariz gotejante, olhos aquosos, espirros, tosse, coceira nos olhos e nariz, possível presença de manchas escuras, olhos vermelhos, dificuldades em respirar e ataques de asma.

Leia também: A primavera e a febre do feno na Holanda

Diagnóstico:
Para o diagnóstico o alergista pode realizar um teste de pele, onde injeta uma pequena amostra do alérgeno logo abaixo do braço ou nas costas. No caso do paciente ser alérgico à substância, uma pequena protuberância vermelha se formará na área afetada. Outra opção de diagnóstico é o Rast Test (Radio Allergo Sorbent Test). Este tipo de teste consiste em um exame de sangue para identificar níveis de anticorpos para um alérgeno particular.
Os médicos tratam as alergias de primavera com uma variedade de medicamentos de venda livre e outros somente sob prescrição. Os medicamentos de venda livre incluem:
*Anti-histamínicos– alivia sintomas como espirros, corrimento nasal e coceira, reduzindo a quantidade de histamina (substância produzida durante uma reação alérgica) no organismo.
*descongestionantes– auxilia na liberação de muco das cavidades nasais, aliviando o congestionamento e o inchaço.
*spray nasal– aliviam o congestionamento e podem liberar as passagens nasais que são obstruídas pelo muco.
*gotas oculares– alivia o prurito e lacrimação ocular.
Embora seja possível comprar esses medicamentos sem receita médica, é aconselhável consultar sempre o seu médico para se certificar de escolher o remédio adequado para o tratamento.
Muitas pessoas que sofrem de alergias de primavera também recorrem a terapias naturais que podem oferecer vantagens para aliviar os sintomas.
*O Petasites hybridus é uma planta herbácea de origem europeia e parece que alivia potencialmente os sintomas de alergias sazonais.

*Quercetina– este flavonóide é encontrado naturalmente em cebolas, maçãs e chá preto. Possui propriedades anti-inflamatórias e a pesquisa mostrou que é capaz de bloquear a histamina.

*Urtiga– as raízes e as folhas da urtiga foram utilizadas para tratar múltiplas condições, inclusive tratar sintomas de alergia.

*Irrigação nasal– realizada com água , ¼ colher de chá de sal e ¼ colher de chá de bicabornato de sódio, pode promover a descarga de muco e a abertura das vias paranasais. É bom lembrar que alguns remédios herbais podem causar alguns efeitos colaterais ou interagir com outros medicamentos. Portanto, é sempre aconselhável consultar o médico antes de tomar qualquer tipo de remédio ou suplemento à base de plantas.

*Assunção de polifenóis (substâncias químicas presentes nas plantas), pesquisas demonstraram que os polifenóis da maçã reduzem os sintomas da rinite alérgica, outros extratos ricos de polifenóis podem ser encontrados na semente de uva, casca de pinheiro ou extrato de chá verde.

*Omega-3– os óleos extraídos de sementes de linho, sementes de chia, nozes são excelentes para estimular o sistema imunológico e reduzir a inflamação associada a alergias. Vitaminas E e C presentes em frutos cítricos, Kiwi e ace também desenvolvem um papel notável no combate à alergia.
A verdade é que é quase impossível evitar completamente as alergias da primavera, especialmente se você mora em uma zona muito arborizada. No entanto, é possível aliviar os sintomas, evitando os principais desencadeantes da alergia.

Aqui estão algumas sugestões:
*Se possível, procure ficar em casa sempre que a concentração de pólen seja muito alta (geralmente o pico é na parte da manhã).
*Mantenha as portas e as janelas da sua casa fechadas, durante os meses de primavera para evitar a entrada de alérgenos. O uso de um purificador de ar também pode ajudar.
*Limpe os filtros de ar em sua casa com frequência. Além disso, limpe prateleiras, aberturas e outros locais onde o pólen pode se depositar e acumular.
*Tome banho todas as noites e lave seu cabelo diariamente para evitar que os grãos de pólen fiquem presos no couro cabeludo, se depositando no travesseiro facilitando a inalação.
*Se você puder, durante o fim de semana faça uma viagem para o litoral, onde os polens são escassos e você pode ter um pouco de alívio. Se você for um amante da montanha é melhor superar os 2000 metros para encontrar uma quantidade mais reduzida de pólen.
*Evite viagens de carro ou trem com as janelas abertas.
*Troque com frequência lençóis e cobertas e use roupas limpas todos os dias. Além disso, não use sapatos dentro de casa com os quais tenha caminhado fora para evitar o transporte de partículas para dentro de casa.
*Passar o aspirador de pó com frequência. Ao aspirar, é aconselhável usar uma máscara para evitar qualquer contato com pólen, mofo e poeira que possam se espalhar no ar durante a operação de limpeza.

Uma coisa interessante aqui na Itália, é que anualmente, a Associazione Italiana de Aerobiologia coloca à disposição da população um calendário e um boletim de informações, onde, dependendo da área em que você está e o mês, eles irão atualizá-lo sobre as diferentes concentrações no ar de 16 tipos de pólens mais alérgicos.
Depois de todas estas sugestões para combater a alergia de primavera, a minha maior sugestão é aproveitar cada dia da estação do recomeço, das flores, das cores, onde o frio e os dias curtos do inverno dão lugar ao sol e à exuberância e perfume das flores.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.