BrasileirasPeloMundo.com
Suíça Turismo Pelo Mundo

Dicas de turismo em Lugano

Dicas de turismo em Lugano.

Como descendente de italiano e espanhol, sou um pouco suspeita para falar sobre Lugano. E como brasileira é curioso fazer uma viagem de trem e em poucas horas , ouvir as pessoas pararem de falar alemão e começarem a cantar em italiano. Peço desculpas pela licença poética , mas o italiano me soa como música sim e das boas!

Em mais ou menos três horas é possível sair de Zurique e ir a Lugano. E com mais uma hora de viagem, chega-se a Milão.

100_1069

Lugano é uma cidade bem cara e se você estiver hospedado na parte alemã ou francesa e os recursos forem escassos, compensa fazer um bate e volta. É um pouco cansativo, mas totalmente possível.

Não conheci Lugano no inverno, mas no verão é ensolarada e linda! Fica na parte Sudeste da Suíça e no dia em que fui para lá (julho do ano passado), deixei um dia cinzento e frio em Zurique e encontrei uma explosão de luz e calor  em Lugano. O verão suíço é muito instável. Num dia pode-se ter um sol de rachar mamona e no seguinte, a temperatura pode cair bruscamente.

Quem pretende fazer turismo na Suíça no verão deve levar roupas leves e outras quentinhas também. Embora Lugano não seja a capital do cantão ao qual pertence, Ticino, é a maior e considerada a mais importante cidade suíça da parte italiana que corresponde a cerca de 7% da população residente no país dos Alpes.

É o terceiro centro financeiro da Suíça e merece ser visitada no verão e na primavera. É uma cidade rica em parques, igrejas e muitas pessoas possuem casas de veraneio lá.  Para os apreciadores de arte também sobram boas opções!  Uma ótima sugestão é o Museu Cantonal De Arte (Museo Cantonale D’Arte). O acervo do museu contempla principalmente artistas dos séculos 19 e 20. Além de obras de pintores da Suíça italiana e da Itália, o museu  apresenta pinturas de importantes nomes das artes moderna e contemporânea como Degas e Renoir.  

Visitando no verão ou na primavera, passar pelo Parque Cívico e pelo Jardim de Belvedere é uma boa opção.

Jardim de Belvedere, calçadão às margens do lago de Lugano.

Restaurante Olimpia é uma boa opção para quem deseja se deliciar com uma enorme pizza!

O restaurante Olimpia fica na Piazza Riforma.

Uma curiosidade interessante que vi tanto em Lugano como em Saint Gallen (cidade da parte alemã) são as bibliotecas ao ar livre. A de Lugano é mais despretensiosa, mais latina. Eu a vi no Jardim Cívico e não cheguei a fotografá-la porque a achei muito simples… A de Saint Gallen é realmente linda e embora o post seja dedicado a Lugano,  sinto meio que obrigação de mostrar esta preciosidade da parte alemã.

Biblioteca ao ar livre em Saint Gallen, cidade da parte alemã.

Outra coisa que me chamou muito a atenção em Saint Gallen, além da beleza arquitetônica, foi uma catedral que apresenta ares bem latinos. Soou como um ruído muito agradável para mim.

Outra curiosidade a respeito de Saint Gallen é o domingo. Quando fui lá em julho do ano passado, a cidade parecia fantasma. Havia poucos turistas orientais vagando meio perdidos pela cidade, como eu. 

Mas voltando a Lugano, termino o post dizendo que é uma cidade incrível para quem deseja conciliar a tranquilidade e o requinte suíço com o charme quente típico dos latinos.

Arrivederci!

Related posts

Qatar – O que tem além de Doha?

Thais Cunha

O Castelo Neuschwanstein na Alemanha

Allane Milliane

Turismo em Sofia, na Bulgária

Aimée Bardella Aihst

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação