BrasileirasPeloMundo.com
Japão

Empreendedorismo feminino no Japão

Empreendedorismo feminino no Japão.

Sou mais uma brasileira que saiu do Brasil para tentar a vida em outro país, no meu caso Japão. Cheguei em 2002, dois anos após meu marido ter vindo a trabalho. Desde então me encantei com essa terra, pois apesar dos terremotos, tufões e tornados agora mais recentes e até os perigos da radiação, aqui é um pais muito seguro.  Eu e minha família encontramos aqui o nosso lugar, nossa casa e nossa segunda Pátria.

Apos o fechamento da fabrica onde trabalhava devido a crise,  e alguns empregos temporarios, resolvi me dedicar a trabalhos manuais e empreender, foi quando eu e mais duas amigas criamos um grupo no Facebook chamado AMECIJ (Associação de Mulheres Empreendedoras da Comunidade Internacional no Japão). A principio eramos somente brasileiras, porem, quando começamos a ter mulheres de outras nacionalidades como peruanas, mudamos o nome para comunidade internacional. Levamos os trabalhos destas mulheres a feiras e eventos da comunidade para serem comercializados, além disso, procuramos locais onde estes trabalhos possam ser expostos. Alem de artesanato, tambem temos esteticistas no grupo.

Leia sobre: Dá para morar no Japão sem saber japonês?

Recentemente começamos a fazer oficinas e cursos para iniciantes em trabalhos manuais e como não moramos na mesma cidade, cada uma cuida de procurar locais próximos da sua casa, para que possamos estar em varias cidades diferentes a cada evento. Do mesmo jeito que nos brasileiros admiramos a cultura e costume japonês, eles também gostam da nossa e sempre querem saber mais sobre nós, brasileiros. Nosso trabalho e principalmente artesanato é muito apreciado pelas japonesas, por isso nas feiras que temos publico japonês, o resultado é sempre positivo. A missão da AMECIJ é atuar como facilitadora divulgando e comercializando trabalhos de mulheres que usam seu talento empreendedor para ajudar no orçamento da família. Por meio de eventos, oficinas e exposição em comercio da comunidade. Não sou profissional, mas faço o melhor que eu posso para que o trabalho de todas nós renda frutos e venha ajudar a suprir as necessidades de cada uma. Finalizando, moro na cidade de Kamisu e o lugar mais conhecido proximo daqui é a cidade de Kashima onde existe o Estadio do Kashima Antlers F.C., (time onde o jogador Zico foi tecnico). No local tem uma estátua dele com uma bola, e um museu com a historia do time e os brasileiros que passaram por lá.

Related posts

Transporte público no Japão

Juliana Platero

Japão em tons de rosa e sua gastronomia com flor

Valéria Nishiura

Custo de vida no Japão

Juliana Platero

15 comentários

karla Setembro 30, 2013 at 11:04 am

A arte unindo barreiras 😉

Resposta
Emilia Hanashiro Outubro 1, 2013 at 6:48 am

Simplesmente a arte de fazer arte, unindo culturas diferentes, obrigada , beijos.

Resposta
Cristiane Leme Setembro 30, 2013 at 11:15 am

Parabéns pela iniciativa! Aqui na Europa os trabalhos artesanais também são muito valorizados. Fico feliz em ver que há pessoas como você no mundo, fazendo as coisas acontecerem e ajudando outras pessoas. Muito sucesso pra vocês todas! Beijos

Resposta
Emilia Hanashiro Outubro 1, 2013 at 6:59 am

Muito obrigada, sei que muitas vezes sonhos se concretizam e espero mesmo que o meu se torne realidade e possa ser referencia não só aqui no Japão como no mundo e que idioma não seja barreiras para mulheres talentosas possam criar, divulgar e gerar renda podendo ajudar nas despesas sem deixar a casa e o convívio dos filhos.

Resposta
Monica Bateman Setembro 30, 2013 at 3:28 pm

Adoro ler as histórias de brasileiros que vivem no Japão. Porque mesmo se for um descendente, a adaptação não é fácil. Quando estive em Toquio tive muita dificuldade para me comunicar…..poucas pessoas falavam inglês nos lugares em que eu estive. Enfim, parabéns pelo texto e pelo seu trabalho na AMECIJ!

Resposta
Emilia Hanashiro Outubro 10, 2013 at 11:30 pm

Obrigada!!!
Pois é…em Tóquio ainda é fácil, por isso desde que cheguei aqui tento aprender e me aperfeiçoar no japonês para me comunicar melhor.

Resposta
Aline Setembro 30, 2013 at 3:47 pm

Emilia, compartilho da sua paixão! Recentemente fui ao Japão e fiquei apaixonada. Não só pelo lugar, mas porque apesar de tanta modernidade a cultura japonesa mantém suas raízes e tradições. Não sei se fui afortunada mas em todos os momentos que precisei de ajuda logo vinha alguém, mesmo com a barreira da língua, se desdobrar para ajudar e digo mais, com um sorriso que se estendia aos olhos. Me deparei com pequenas gestos e grandes significados o tempo tooodo, um exemplo: eles não tiram o dinheiro ou o cartão da sua mão ele esperam você entregar numa bandejinha ou abrem as mão e fazem reverencia, com o meus carinho devolvem o troco e o recibo. Nossa… fiquei maravilhada. É lógico que é diferente quando a gente esta a passeio, mas em fim, a impressão que ficou é muito boa!
ADOREI sua iniciativa. Linda, fofa e super original, espero que seja sempre um sucesso!
Boa sorte com os futuros projetos e mantenha-nos informados sobre as novidades =oD

Resposta
Emilia Hanashiro Outubro 1, 2013 at 7:04 am

Obrigada….e realmente eu encontrei aqui meu porto seguro… e me sinto a vontade para falar pois me sinto em casa, e sobre meu trabalho não foi, não é e sei que vai continuar não sendo fácil, mas pretendo continuar lutando.
beijos.

Resposta
Barbara Poplade Schmalz Setembro 30, 2013 at 7:36 pm

Que ótima iniciativa Emilia. É sempre mto interessante ouvir histórias de gente q coloca a mão na massa e acaba descobrindo novas oportunidades. Parabéns pelo texto e pelo trabalho.

Abçs,

Bárbara

Resposta
Fernanda Franco Outubro 2, 2013 at 3:01 pm

Que iniciativa linda! Parabens!!! x F

Resposta
Beatriz Outubro 2, 2013 at 11:46 pm

Parabéns Emilia,
Seu trabalho é super interessante e tem uma proposta bem bonita, que concilia a arte e cultura com uma maneira de dar autonomia a várias mulheres!!! Achei bem legal 🙂

bjks

Resposta
Tati Sato Outubro 3, 2013 at 2:09 am

Oi Emilia! Parabéns pela iniciativa. É muito interessante ver como a nossa cultura também é admirada pelos estrangeiros. Acho essa mistura (cultura japonesa e brasileira) muito linda e muito importante porque abre nossos olhos para o que está ao nosso redor. Ver mulheres trabalhando e batalhando para aumentar a renda de casa e introduzir uma cultura nova no país que vivem é demais! =)
Um beijo

Resposta
Emilia Hanashiro Outubro 10, 2013 at 11:20 pm

Obrigada, nestes últimos dias tem sido bem corrido, pois estou trabalhando em projetos para o final de ano e o ano que vem, e as vezes nem tudo sai exatamente como se espera e leva mais tempo, mas no final da tudo certo. bjs.

Resposta
Ana Cristina Kolb Outubro 14, 2013 at 8:27 pm

PARABENS EMILIA, o mundo merece muito mais pessoas como voce e como estas mulheres lindas, que junto com voce fazem o que amam, e sabem fazer, e formam uma celula de ajuda, de troca, de equipe, de persitencia e de inspiraçao! Eu acredito muito neste tipo de projeto e pode contar comigo pra todo e qualquer apoio, eu moro na Suiça, mas com a tecnologia tudo fica mais perto e sem custo ainda por scima, com skype. Quando comecei a escrever aqui no blog um dos meus primeiros textos foi sobre http://www.brasileiraspelomundo.com/business-sociedade-resgate-de-perspectivas-4615218, o segundo foi sobre empreendedorismo social, e por ai vai, http://www.brasileiraspelomundo.com/business-sociedade-nr-2-1616392. Eu acredito muito que o mundo so pode se tornar melhor se pudermos achar alternativas de fazer aquilo que amamos, e nos conectarmos com outros com o mesmo fim, e batalharmos pelos nossos sonhos! Troca entre culturas, é algo tao lindo, um simbolo de respeito, de carinho de aceitaçao e integraçao do diferente! Tenho muita vontade de saber mais sobre as atividades da sua associaçao no Japao e por favor me mande seu email, o meu é [email protected], caso haja algo que eu possa fazer pra apoiar a associaçao de voces, em forma de conselhos, ideias, etc e tal, pode contar comigo, visite o site da minha empresa e do Brazilian Business Group Europe, e caso haja algoq ue possamos fazer pra apoiar a inicitiava de voces, por favor nao hesite! Namasté! Eu também sou uma apaixonada pela cultura japonesa, nao aprendi ainda a comer a comida rsrsrsrrsrs pois uma das minhas dificuldades é comer sushi! no maximo como tempura! rsrsrsrsr mas pratico aikido ha mais de 8 anos, e pratico cerimonia de cha japonesa ha mais de 4 anos, e agora to inventando de aprender a lingua, sei que sera um projeto pra decadas, mas nao tenho medo de desafio e ja passei da idade da pressa! rsrsr de forma que gosto do projeto a longo prazo! rsrsrsr Domo arigato gozaimasu 共 ありがと ございます

Resposta
Emilia Hanashiro Outubro 18, 2013 at 11:31 am

Muito Obrigada Ana Cristina,

E o meu mais novo projeto já esta em andamento, um Concurso de Artesanato, que vai premiar os 15 melhores trabalhos de latinas no Japão. E mais detalhes vou te enviar por e-mail.
E podemos continuar trocando figurinha, talvez no começo do ano eu consiga dar uma passadinha por ai, tenho uma prima que estou devendo uma visitinha faz tempo. E quem sabe podemos tomar um chá ou café…
Emilia

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação