BrasileirasPeloMundo.com
Brasileiras Pelo Mundo Reciclagem e Meio Ambiente

Escolas inovadoras em Portugal

Educação é amor, afeto! E por acreditar que a educação é a nossa maior esperança para mitigar as múltiplas crises que estamos vivendo, tenho me dedicado integralmente à busca de práticas inovadoras pelos cinco continentes.

Comecei minha jornada em março deste ano pela Europa, onde pretendo ficar por um ano. Passei os três primeiros meses alternando entre Espanha e Portugal, visitando escolas que têm como missão promover o desenvolvimento integral do ser, através de novas construções de aprendizagem.

Conheci diversos espaços educativos que desenvolvem projetos COM as crianças e não PARA as crianças, onde os educadores atuam de forma afetiva e amorosa, respeitando a individualidade de cada um e estimulando o processo de autoconhecimento. Novas formas de educação onde as crianças podem ser crianças, fazer suas escolhas, aprender brincando, com prazer, com simplicidade, com conexão, harmonia e equilíbrio com a natureza. Pedagogias voltadas para a evolução pessoal e social que felizmente também estão sendo desenvolvidas no Brasil.

Os ambientes são pensados para promover a liberdade, estimular a imaginação e a criatividade, a curiosidade, o corpo e o espírito de forma orgânica, respeitando o tempo e o interesse de cada criança. A autonomia é incentivada desde bebê gerando independência, cooperação e solidariedade na prática.

Dos 17 projetos visitados no primeiro trimestre de viagem, compartilho inicialmente os de Portugal (por ordem de visita):

Escola da Ponte – São Tomé de Negrelos

Escola pública abrangendo o pré-escolar e os 1º, 2º e 3º ciclos. Está organizada por projeto e equipe.

Destaque: Projeto Fazer a Ponte com o envolvimento dos alunos nas tarefas e na responsabilidade de gestão da escola.

Principais responsabilidades: Jornal e Facebook; leituras que unem; livros e companhia; terrário e jardim; correio e visitas na Ponte; murais e material comum; datas e eventos; click solidário; jogos e recreio bom; ecoescolas e 5Rs (política que prioriza a redução do consumo e o reaproveitamento dos materiais em relação à sua própria reciclagem. Significado de cada R: Reduzir, Repensar, Reaproveitar, Reciclar, Recusar consumir produtos que gerem impactos socioambientais significativo).

No ciclo de 2015/2016, a escola recebeu 1232 visitantes, sendo 567 brasileiros.

O Mundo Somos Nós – Braga

Projeto experimental de ensino doméstico sem fins lucrativos, dentro do Mosteiro de Tibães, que promove a educação do ser humano como um todo. Os alicerces são a arte do relacionamento (consigo próprio, com os outros e com o ambiente), a bondade e o auto questionamento.

Destaque: Projeto vivenciar o museu do Mosteiro de Tibães sendo os guardiões do jardim, das chaves, da floresta, das salas, do lago, cuidando do espaço e conscientizando os visitantes. Diariamente, fazem caminhada em silêncio na floresta para começar o dia e, posteriormente, expressam seus sentimentos utilizando os estados do tempo como metáfora (sol, chuva, relâmpago, trovoada).

Escola Raiz – Lisboa

Escola particular que implementa o modelo HighScope desde a creche até ao 2º ciclo do ensino básico, partindo do princípio que a criança aprende fazendo. Uma aprendizagem ativa onde a criança vai construindo o seu conhecimento à medida que vai fazendo as suas explorações e tendo as suas experiências através dos projetos que nascem dos seus próprios interesses.

Destaque: Nove hábitos praticados por mais de 200 alunos, de 4 meses a 12 anos, de diferentes nacionalidades: diferenciação; ser positivo; aprender fazendo; planejar, fazer e revisar; procurar soluções; ser eficaz; liderar; cuidar e cooperar.

Externato Fernão Mendes Pinto – Lisboa

Escola pública para alunos do pré-escolar e 1º ciclo, integrante do Movimento de Escola Moderna (associação de professores que oferece um modelo pedagógico de cooperação).

Destaques: Projeto de alfabetização através da música e quadro para expressão dos alunos: Gostei | Não Gostei | Pergunta | Proposta.

Casa da Floresta Verdes Anos – Lisboa

Escola privada para alunos do jardim de infância, 1º e 2º ciclos, com planos próprios segundo a Pedagogia Waldorf, cuja base está na Educação Ambiental e no Ensino pela Arte.

Destaque: Atividades de expansão e contração da turma do jardim de infância (3 a 6 anos) com divisão de tarefas e responsabilidades, promovendo o respeito pela terra e pelo outro.

  • 08h30 acolhimento na rua (mesmo quando está chovendo);
  • 10h00 caminhada pela floresta;
  • 11h00 roda da manhã com fruta.

Programação semanal: fabricação de pão, desenho, aquarela, horta, carpintaria, eurritmia.

Harpa e Escola Jardim do Monte – Alhandra

A Harpa é uma associação sem fins lucrativos, de natureza pedagógica e sociocultural, que trabalha em 3 áreas de intervenção: Educação, Saúde e Ecologia. A Escola do Jardim do Monte, reconhecida pela UNESCO, integra o campo da educação fundamentada numa visão integradora do ser humano nas suas vertentes física, afetiva, cognitiva e espiritual.

Destaque: Atendimento aos alunos com necessidades especiais (crianças com dificuldades comportamentais e emocionais: agressividade, autismo). Utilização da Pedagogia Waldorf como facilitadora de acordo com a necessidade da criança: carpintaria, biodinâmica, horta, arteterapia, musicoterapia, quirofonética, atividades individuais externas para trabalhar as emoções.

Escola Ciência Viva – Vila Nova da Barquinha

Projeto educativo inovador do 1º ciclo do ensino básico, que combina o trabalho prático e experimental na educação em ciências. É uma escola pública que atende 230 alunos dos 6 aos 10 anos, trabalhando com quatro setores que convertem para a sala de extensão (espaço versátil que estimula a aprendizagem colaborativa e o desenvolvimento de múltiplos aprendizados).

Destaques: Projeto de Empreendedorismo sem fins lucrativos (artes com plantas aromáticas, sabonetes, sais de banho). Causas em favor da solidariedade com partilha de bens, que tem como finalidade a colaboração. Horta com arte e ciência (crianças e educadores criaram diversos espantalhos com a participação das famílias).

Florescer – Linda-a-Velha

Organização sem fins lucrativos, que implementa uma educação global e inovadora convergindo as áreas da educação, ecologia, saúde, cultura, tecnologia e solidariedade social. Tem por missão, contribuir para o desenvolvimento integral de crianças e comunidades, para que assumam uma presença ativa e responsável no mundo.

Destaque: Projeto Centro de Educação Global, com uma abordagem comunitária, dedicado à orientação pedagógica e tutorias de crianças em ensino doméstico. As famílias e a comunidade local fazem parte do processo de aprendizagem vivo e sempre em construção como, por exemplo, o sistema para cadastro e acompanhamento do roteiro das crianças, que foi desenvolvido por um pai de aluno.

Escola das Emoções – Leiria

Associação sem fins lucrativos com o objetivo de informar, divulgar e trazer a consciência da importância da educação emocional nas crianças, famílias e organizações.

Destaque: Projeto Jardim Escola João de Deus (turma de 4 anos) com a abordagem de pensamentos e sentimentos de formas diferentes. Expressão das emoções com um grupo de 8 crianças através dos cartões do medo, zangado, triste e feliz. Resultado: 7 felizes e 1 com medo. Exemplo de resposta: “Estou feliz porque a minha avó me deu beijinhos”.

Finalizo esta partilha com uma reflexão do projeto Fazer a Ponte:

“Mude, mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade.” Clarice Linspector

Quer saber mais sobre a minha viagem de volta ao mundo? Visite o projeto Voe Nessa.

Related posts

1 ano do grupo Brasileiras na Polônia

Vivian Kulpa

Como é viajar sozinha pela Turquia

Vanessa Tenório

Guia de Reciclagem Zodiacal 2013

Franca Franzoso

8 comentários

Daniele Bacelar Agosto 5, 2017 at 7:32 pm

Muito bacana!!!
Pena não ter nenhuma no Porto.
Sucesso!!

Resposta
Vanessa Tenório Agosto 10, 2017 at 8:52 am

Olá, Daniele! Gratidão por sua mensagem.
No link abaixo, você pode tentar encontrar alguma escola no Porto. 🙂
https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_democratic_schools
Sucesso em sua busca.
Um abraço,
Vanessa

Resposta
saul cypel Novembro 15, 2017 at 12:17 pm

Muito boas as suas observações e informações sobre estas escolas portuguesas. Pode observar-se que há um investimento no desenvolvimento integral e integrado das crianças. Ao mesmo tempo um cuidado planejado para favorecer as interações interpessoais. Chama atenção o conjunto de atitudes planejadas para favorecer estes conteúdos basicamente desenvolvidos pelos profissionais no seu contato humanizado com as crianças e a não referência a tecnologias eletrônicas, o que aliás dever ser valorizado. Valeu, parabéns e obrigado.

Resposta
Vanessa Tenório Novembro 18, 2017 at 3:22 pm

Olá, Saul. Gratidão por agregar com suas observações. Fico feliz por contribuir de alguma forma. Um abraço

Resposta
Oksana Vlanetina Novembro 27, 2018 at 2:26 am

Ola Vanessa! Obrigado pelas informações e sua dedicação ao projeto de educação alternativa.
Estou a mudar para Portugal, devagar, tenho uma filha de 15 anos e desejo mudar para encaminhar ela estudar fora do Brasil. Estou procurando ensino alternativo ao tradicional, porem nao encontrei nenhuma informação no seu site para os alunos que estão finalizando 9o ano. A minha filha ja tem 15 anos. Alguma sugestão em Lisboa para nos? Agradeço desde ja! Oksana

Resposta
Vanessa Tenório Dezembro 9, 2018 at 12:31 am

Olá, Oksana. O meu foco é realmente na educação primária. Não visitei escolas do nível escolar da sua filha, portanto não tenho como contribuir com indicações. Tente entrar em alguns grupos de pais em Lisboa no Facebook para solicitar recomendações. Eles estão sempre dispostos a ajudar. Desejo sucesso na pesquisa. Um abraço!

Resposta
Cassia Quadro Julho 26, 2019 at 2:31 pm

Bom dia Vanessa, tudo bem? Estou em um momento de transformação na vida, e sinto muita gratidão por ter encontrado você nesse caminho de descobertas. Sou pedagoga e por um ano estou fora da área, mas meu coração me guia para voltar, agora com mais certeza. Com uma pedagogia alternativa para contribuir de forma mais feliz para com as crianças e a sociedade tenho certeza que me sentirei mais honesta com meus valores do que quando eu trabalhava na linha tradicional.
Estou em uma imersão de pesquisas em Portugal pois irei me mudar assim que conseguir me encaixar profissionalmente ou academicamente no país, listei duas escolas Waldorf ;Casa da Floresta Verdes Anos e a Harpa e Escola Jardim do Monte (li no seu blog, obrigada), quero ouvir de você alguma sugestão sobre a colocação profissional por lá e se você tem algum site que seja de confiança para cadastro de dados para vagas em nossa área profissional.
Um super bju com muito carinho e muita gratidão por toda sua dedicação na caminhada. Cássia Quadro

Resposta
Vanessa Tenório Julho 29, 2019 at 11:48 am

Olá, Cássia! Gratidão por sua mensagem carinhosa e, especialmente, por vibrar na mesma energia. 🙂 Pausas são necessárias para reconexão com a nossa essência. Que bom que você se deu esse tempo! Espero que a sua nova caminhada seja de muita luz, descoberta e ação. O mundo precisa de nós! Como a minha jornada é como voluntária, eu não conheço nenhum site para vagas na nossa área. Sugiro que você entre nos grupos de brasileiros em Portugal, especialmente o de professores, e faça a mesma pergunta. Geralmente, os membros destes grupos são bem receptivos e solidários. Um super beijo e luz na sua busca! Em comunidade, Vanessa

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação