BrasileirasPeloMundo.com
Bélgica Escolas Internacionais Pelo Mundo

Escolas Internacionais na Bélgica

Se você está planejando se mudar para a Bélgica com seus filhos, provavelmente se preocupa com a educação que eles receberão. Como escolher uma escola? Pública ou privada? Qual metodologia? Em qual língua? Será que eles se adaptarão?

A Tábata publicou uma ótima descrição do sistema de ensino belga, clique aqui para se informar.

Para quem vem morar aqui em caráter definitivo, esta é certamente a melhor opção, já que o ensino é gratuito e de qualidade, as crianças aprenderão a língua local e se integrarão na comunidade.

Porém neste artigo vou falar um pouco sobre as escolas internacionais, já que tenho trabalhado em uma e aprendido bastante.

Para quem?

No geral, famílias que ficarão no país por um curto período e não vêem sentido em colocar as crianças numa escola francófona ou neerlandófona; famílias de expatriados que se relocam com frequência; belgas que já cogitam a possibilidade de relocação; expatriados cuja empresa empregadora paga por parte ou totalidade das taxas.

Quando?

É importante lembrar aos brasileiros que o ano letivo na Bélgica, assim como em muitos países, começa no início de setembro e termina no fim de junho. No entanto as crianças podem se matricular e começar a frequentar a escola em qualquer momento do ano.

Em que língua?

A maioria das escolas internacionais oferece educação básica e secundária em inglês. Aqui na Bélgica é possível que tenham aulas de holandês ou francês como parte do currículo, dependendo da região onde se encontram. Há também aulas extra-curriculares de outras línguas de acordo com a escola e com a demanda (onde trabalho há aulas de holandês como parte do currículo e aulas extras de francês, holandês e alemão, por exemplo). As escolas bilíngues educam em duas línguas (inglês e francês, por exemplo).

Qual currículo?

As escolas são livres para escolher seu programa. Entre as pesquisadas encontrei IPC (International Primary Curriculum), PYP (Primary Years Programme), Cambridge Primary, National Curriculum for England (Currículo Nacional para a Inglaterra) e Common Ground (currículo próprio da International School of Brussels).

Cada um tem uma abordagem um pouco diferente, mas no geral os alunos do primário terão aulas de língua, matemática, esportes, natação e música, além de projetos temáticos que envolvem noções de ciência, tecnologia, história, geografia e artes. Eles focam e estimulam a autonomia, curiosidade e criatividade da criança, além de valores pessoais e mentalidade internacional.

Leia também: vistos para morar na Bélgica

Nem todas as escolas oferecem ensino médio, confira nos links abaixo.

Como são os horários?

Os dias letivos vão de 9h00 às 15h30, exceto na quarta-feira, quando as aulas terminam ao meio dia. É possível deixar seu filho na escola mais cedo e buscar mais tarde, tudo depende do que a escola oferece.

Quanto custa?

As taxas anuais podem estar entre 7.950 e 36.150 euros, dependendo da instituição e da série cursada (encontrei as taxas mais variadas entre esses dois extremos. Você pode conferir nos links das escolas abaixo). Fique atento, pois algumas empresas incluem a escola dos filhos no pacote de benefícios oferecido ao expatriado, então aproveite!

Onde ficam?

Confira abaixo algumas das escolas internacionais na Bélgica.

Antuérpia:

Bruxelas:

Ghent:

Leuven:

Waterloo:

Vale a pena?

Esta é uma decisão que depende da circunstância em que cada família se encontra e dos seus planos de longo prazo. Considere os prós e contras:

Prós:

  •  Número de alunos por turma: com turmas reduzidas, a atenção individual que os alunos recebem é enorme e crucial para a aprendizagem.
  •  Currículo internacional: escolas internacionais do mundo inteiro adotam esses currículos, o que facilita a transição em caso de mudança.
  •  Ambiente diversificado: escolas internacionais são lugares ricos em culturas e celebram a diversidade e o respeito.
  •  Aquisição da língua inglesa: crianças aprendem rápido e com naturalidade. Falar inglês para elas será sempre um trunfo na vida de expatriados e viajantes.

Contras:

  •  Menor integração local: às vezes é difícil se integrar com a comunidade além da escola, fazer amigos belgas ou participar de eventos na cidade onde não se fala a língua.
  •  Nem todas oferecem ensino médio: o ensino básico vai até a sexta série e muitas escolas ainda não oferecem mais que isso. Algumas famílias acabam se mudando ou indo todos os dias para outra cidade por causa da escola do filho.
  •  Preços: como vimos acima, se seu pacote de expatriado não inclui esse benefício, seu bolso vai sofrer.

Minha opinião?

No meu trabalho vejo crianças chegando de todos os cantos, sem falar inglês, meio tímidas e assustadas. No decorrer do ano, falam com fluência, são encorajadas a dar o melhor de si, a não desistir de tarefas difíceis, a respeitar as diferenças e a ter mente aberta. São pequenos cidadãos do mundo.

Links relacionados:

Related posts

10 curiosidades sobre a Antuérpia

Bárbara Araújo

Onde Morar na Bélgica?

Bruna Cely Silva

De volta à minha terra

Bruna Cely Silva

6 comentários

Juliana Agosto 23, 2016 at 11:49 am

Olá, será que você teria alguma informação sobre a Ecole européenne Bruxelles?
Desde já agradeço sua atenção!
Juliana.

Resposta
Ana Elisa Setembro 5, 2016 at 6:48 pm

Oi Juliana, infelizmente não conheço esta escola. Tente perguntar nos grupos de Brasileiros na Bélgica ou Brasileiros em Bruxelas (Facebook) ou entre em contato com a própria escola para sanar suas dúvidas.

Resposta
Neiva Abril 7, 2018 at 5:54 am

Se não oferece ensino médio como é faz pra criança estudar? Obrigada

Resposta
Liliane Oliveira Abril 7, 2018 at 5:05 pm

Olá Neiva,
A Ana Elisa Miranda parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Bélgica que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Raquel Outubro 31, 2018 at 5:19 pm

Ola será que voce poderia me ajudar gostaria de saber se existe internato na belgica gostaria de vim com a minha filha de vez e esse colegio seria ideal .. que podesse sair aos finais de semana .

Resposta
Liliane Oliveira Novembro 2, 2018 at 1:21 pm

Olá Raquel,
A Ana Elisa Miranda parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Bélgica que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Sugerimos também que você acesse o site: https://www.brasileirinhospelomundo.com/ e verifique se há conteúdos sobre a Bélgica relacionados ao tema que você está procurando.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação