BrasileirasPeloMundo.com
EUA Nova Iorque

EUA – Transporte em Nova Iorque

Nova Iorque é muito movimentada: taxistas, bicicletas e pedestres nunca olham para onde estão indo, então dirigir não é a melhor opção na cidade. O melhor é fazer uso do transporte público ou pegar um táxi. Por apenas 2,75 dólares você pode pegar o metrô ou ônibus para qualquer parte da cidade e são super seguros, seja de dia ou à noite. Os preços das corridas de táxi são acessíveis (para Nova Iorque) e você pode chegar facilmente a qualquer parte da cidade.

– Metrô: O metrô (subway) de Nova Iorque tem 468 estações e 24 rotas diferentes; as linhas são identificadas pelas letras A, B, C, etc ou por números 1, 2, 3 etc. Estas rotas operam nos bairros do Bronx, em Manhattan, no Brooklyn e no Queens. Este é o meio de transporte mais utilizado entre os nova-iorquinos, que chamam o metrô de “trains” (trens); é uma maneira fácil, rápida e segura para ir a qualquer lugar e funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana, durante todo o ano. Com um MetroCard (cartão do metrô) uma viagem de ida custa 2,75 dólares. Os horários do rush são, geralmente, em dias úteis entre as 7:30 e 09:30 ou entre as 16:30 e 18:30.

O “NYC Subway”, que é um aplicativo gratuito e super fácil de usar, funciona assim: você coloca de onde e para onde quer ir e ele lhe dá as opções de trajetos. Uma vez que você descobriu qual linha você precisa pegar, você tem que prestar atenção na entrada da estação onde diz a direção dos metrôs: norte (Uptown e Queens) e sul (Downtown e Brooklyn), já que dentro das estações nem sempre é possível ir para o lado oposto da plataforma (caso você não preste atenção, tem que sair e pagar novamente: já aconteceu comigo algumas vezes, hehehe). Minha dica é comprar o MetroCard com saldo, pois se você está em Nova Iorque por 4 ou 5 dias, por exemplo, não vale a pena pegar o cartão ilimitado que é o que os moradores da cidade mais usam.

image
Acesso à plataforma do metrô com o MetroCard. (foto: arquivo pessoal)

 

image
Aplicativo NYC Subway (foto: arquivo pessoal)

A etiqueta do metrô em Nova Iorque não é muito diferente de outros locais do mundo e há sempre placas de sinalização dentro dos vagões para os esquecidos:

  • Assento para uma mulher grávida, famílias com crianças ou uma pessoa idosa;
  • Não encare pessoas no metrô ou na plataforma – isso é bem sério por aqui;
  • Não bloqueie as portas / espaços com grandes itens de bagagem;
  • Não pare na frente da catraca impedindo a passagem das outras pessoas – nova-iorquino está sempre com pressa;
  • Fique do lado direito da escada rolante para que as pessoas possam passar à esquerda.

image

– Ônibus: Funciona tão bem quanto o metrô, com a vantagem de você ver a cidade no seu caminho e não ser muito usado por turistas, porém não é aconselhado para quem está com pressa. Todos têm um painel eletrônico na frente de cada carro com o número da linha e seu destino e uma placa impressa com a rota de cada linha em suas respectivas estações. A passagem custa 2,75 dólares e pode ser paga em moedas. Precisa ser o valor exato, pois não dão troco, já que não tem cobrador – é tudo eletrônico e não aceitam cédulas; ou você pode utilizar o MetroCard, o mesmo do metrô. Com o seu MetroCard você pode trocar automaticamente de ônibus ou metrô pagando apenas uma vez. Se você pagar em moedas, terá que pedir uma passagem de transferência para o motorista para usar na próxima condução – isso não vale para a volta.

image
Sinalizalização de um ponto de ônibus em NYC. (foto: arquivo pessoal)

Assim como os vagões do metrô, os ônibus são climatizados com aquecedor no inverno e ar condicionado no verão e são muito mais limpos dos que os metrôs. Uma coisa que me chamou bastante a atenção, no início, foi o respeito e a atenção que os motoristas têm com os cadeirantes: todos os carros têm acesso a cadeiras de rodas e os motoristas sempre descem do ônibus para ajudar os passageiros cadeirantes a subir e acomodá-los no local reservado para eles.

Uma coisinha chata que já aconteceu comigo e até hoje não entendi é que às vezes no meio do trajeto o motorista grita “ônibus fora de linha, todos devem descer e pegar o próximo”, hahaha! Sim, assim mesmo sem avisar antes… E aí se você está atrasado ou em cima do horário, o problema é todo seu…

Clique aqui para baixar o mapa com as rotas dos ônibus na cidade.

Eu indico baixar o aplicativo chamado “Transit” no celular; você coloca onde está e para onde quer ir e ele te diz a rota e os pontos certos. É mais prático do que andar com mapa impresso e é de graça.

image
Dentro de um ônibus em NYC. (foto: arquivo pessoal)

– Táxi: Os famosos táxis amarelos são mais de 14 mil em Manhattan! Para chamar um táxi nas ruas de Manhattan você só precisar fazer um sinal com a mão. A luz do meio em cima do táxi estará acesa quando o táxi estiver livre. Se a luz estiver apagada, o táxi estará ocupado. Quando o táxi estiver fora de serviço, a luz “off-duty” estará acesa.

Você pode pagar o táxi em dinheiro ou com cartão de crédito. Ao pagar em dinheiro, não esqueça a gorjeta – é obrigatória – e quando for passar cartão o painel mostra o valor total da corrida e uma opção de gorjeta de 20%, 25% ou 30%. Clique em uma das opções e é só passar o cartão. Dica: Entre 16 h e 19 h é muito difícil conseguir um táxi, assim como em dias de neve ou de chuva, então tenha isso em mente se quiser chegar a tempo ao seu destino.

Não estranhe se você vir alguns táxis verdes pela cidade: são carros credenciados, porém autorizados a pegar passageiros apenas nas regiões e bairros ao norte de Manhattan como o Harlem e nos distritos mais afastados como Bronx, Brooklyn e Queens.

E os mais recentes Ubers, desde 2011 na cidade, são a salvação para quando você não consegue pegar um táxi amarelo. São considerados carros de luxo já que a corrida é um pouquinho mais cara do que a dos táxis comuns e você só pode chamar pelo aplicativo Uber. Isso faz com que os táxis comuns façam muito mais corridas por dia do que os Ubers. No Uber você seleciona o tipo e tamanho do carro que precisa, tem o custo aproximado da corrida (o preço oscila de acordo com a demanda), é informado do tempo exato de quanto tempo o seu carro vai demorar e ainda acompanha online o trajeto dele até você.

Todas as experiências que tive com este serviço foram ótimas: carros limpos, motoristas educados e mais cautelosos ao dirigir. E o pagamento é através do cartão de crédito que você cadastra no seu perfil do aplicativo: nem precisa estar com ele em mãos na hora da corrida e não precisa assinar nada no final – super prático.

 

 

image
Uber (foto: arquivo pessoal)

 

image
São mais de 12 mil táxis amarelos em Manhattan (foto: arquivo pessoal)

Antes de decidir como vai, você tem que saber de onde e para onde vai e quanto tempo você tem para esse trajeto. Sabendo isso e com as informações acima, fica fácil decidir a melhor maneira de se locomover na cidade que nunca dorme. Boa viagem!

Related posts

Guia para procurar emprego em Nova Iorque

Larissa Rinaldi

Santacon em Nova Iorque

Debora L. Juneck

Leitura e erotismo: um bate-papo com Carmen Falcone

Alessandra Ferreira

13 comentários

Cristiane Leme Agosto 23, 2015 at 8:49 pm

Não tem muita diferença com o que é oferecido em São Paulo, não! Sempre usei transporte público na Pauliceia e o sistema é bastante parecido – inclusive já estão oferecendo o Uber por lá, não sei se você sabe.

Resposta
Debora L. Juneck Agosto 23, 2015 at 10:50 pm

Olá Cristiane, Obrigada pelo seu comentário. Sim, conheço e já usei o Uber em SP, apesar dos atos de violência que motoristas e usuários vem enfrentando dos que não aceitam a “novidade” na cidade (isso não acontece em NY). Os meios de transporte da cidade de NY são os mesmos da cidade de SP, porém a malha do metro é muito maior, abrange toda a ilha e a principal e grande diferença é que em NY há segurança: muito comum ver pessoas usando em seus notebooks, tablets e celulares tanto no metro quanto no ônibus. Abraços, Debora.

Resposta
Jane Agosto 23, 2015 at 10:28 pm

Amei, ????????????

Resposta
Debora L. Juneck Agosto 23, 2015 at 10:51 pm

😀

Resposta
Michelle Braga Agosto 24, 2015 at 5:59 am

De, adorei o texto!!
Morar em uma cidade com um sistema de transporte como o de NY é maravilhoso! Bom saber que ainda podemos contar com o Uber por aí, além de todas as opções que você apresentou.
beijooos

Resposta
Debora L. Juneck Agosto 24, 2015 at 11:08 pm

Obrigada querida ! 😀 BJOS

Resposta
Claudio Setembro 26, 2015 at 5:08 pm

Oi Débora eu estou entrando aqui por um assunto de curiosidade Ai nos Estados Unidos há Centros Espíritas Kardecistas?Faço essa pergunta que quando eu estive no Lìbano eu senti muita falta de ouvir assuntos sobre aquilo que eu gosto muito, e eu queria lhe pedir que se pudesse divulgasse esse link pois nada mais prazeroso que estar em terras estrangeiras e poder ouvir algo espiritual que nos fale a alma,e bom comer,passear ,fazer compras ,mas ha momentos difíceis pra todos nós, e nada mais maravilhoso que ouvir uma entrevista elevada esse link que te envio se chegar a muitos outros Brasileiros poderá ser de grande ajuda.Caso não possa fica aqui registrado meu apreço a tudo que vc escreveu e eu queria acrescentar a todos os brasileiros de que País esteja algo que possa nutrir nossos corações.

Resposta
Debora L. Juneck Janeiro 17, 2016 at 9:33 pm

Oi Claudio, obrigada pelo seu comentário! Em NY não só existe, como já escrevi sobre isso em um post aqui(Eua – comp comecar a vida em um novo país), link: http://www.brasileiraspelomundo.com/wp-admin/post.php?post=13820&action=edit
Quando morei na Africa do Sul, também senti falta… Abracos

Resposta
Carlos Janeiro 10, 2016 at 12:12 pm

Oi Debora!

Tenho curiosidades. Sem troco, tenho que andar com o dinheiro contato ou ser obrigado a comprar o “bilhete único” de lá correto? E como funciona o transporte público nas periferias? É que, por experiência da própria vida brasileira, lotado de PM em toda zona sul, segurança não é sinônimo de qualidade de vida, muito pelo contrário, apresenta-se como fortes índices de cerceamento de liberdade. Sabendo Brasil como 4pop carcerária do mundo e o EUA’s como 1° pop carcerária do mundo. Se possível, seria interessante saber sobre a própria condição de trabalho dos motoristas, a contratação da empresa para servir ao estado….

Grato !

Resposta
maria lucia schiavo Novembro 6, 2016 at 8:09 pm

Oi, Débora, quais são os onibus que devo pegar na 5 Avenida para chegar aos Museus Metropolitan, Guggenheim e The Cloisters? Parabéns pelo blog, suas dicas são ótimas! Obrigada Maria Lucia

Resposta
Debora L. Juneck Novembro 7, 2016 at 2:16 am

Olá Maria, depende de qual altura da 5a avenida você estará. Sugiro consultar o aplicativo “Transit”, onde você coloca endereço de saída e destino final e ele te diz quais ônibus deve pegar, assim como quanto tempo demora para passar no ponto… eu uso bastante e super funciona. Abraços, Debora.

Resposta
Janaina Dias Abril 4, 2017 at 11:54 am

Gostaria de deixar a minha dica de transporte com motorista brasileiro, sempre uso o Alex da Braztours. Ele é super atencioso, prestativo com varias dicas da cidade. Boa sorte a todos.

Resposta
Debora L. Juneck Abril 4, 2017 at 1:15 pm

Olá Janaina, Obrigada pelo comentário! Abraços, Debora.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação