BrasileirasPeloMundo.com
Colômbia Curiosidades Pelo Mundo

Expressões colombianas

Expressões colombianas.

A língua espanhola, por ser falada em várias partes do mundo e ser o segundo idioma mais falado pelo globo, possui muitos regionalismos e expressões próprias do país ou região onde é falado. Algumas expressões são gírias locais, outras já reconhecidas pela Real Academia Española (RAE), mas sempre é bom estar atenta a essas variações. Neste post vou começar a falar de algumas palavras e expressões que você irá ouvir se vier a Bogotá, e algumas delas faladas somente por aqui. Acho que vou ter que dividir em duas ou três partes, pra não ficar muito longo.

Antes de começar a lista, gostaria de dizer que a Colômbia tem um espanhol relativamente “limpo” e bem falado, especialmente em Bogotá, sobretudo se comparado a outros países da América Latina. Não é tão difícil entender o que as pessoas falam, mesmo que você não tenha domínio do idioma, como (ainda) é o meu caso. Alguns dizem até que aqui é onde se fala mais parecido com a Espanha. Talvez seja um exagero, mas o fato é que é um espanhol gostoso de ouvir e fácil de entender.

Leia também: O portunhol nosso de cada dia, Um espanhol totalmente cubano: o cubanês, e Hablas Español?;

1. Chévere

Começo pela expressão mais genérica que vi por aqui, equivalente ao “legal” brasileiro. Quando se diz por aqui que alguma coisa é chévere, quer dizer que é legal/bacana. E serve para pessoas, coisas, comidas, lugares, programas, viagens, enfim, tudo que você pode dizer que é legal, também pode ser chévere. É uma expressão bem colombiana, muito popular e usada por aqui, justamente porque é um adjetivo bem abrangente, podendo ser usado sempre que se quer dizer que algo é bom, bacana, legal, adequado, gostoso, enfim…. A expressão também está presente em Cuba, países da América Central, Venezuela e, possivelmente, Bolívia e Peru.

2. Juicioso

Essa expressão, outro adjetivo, é muito usada por aqui, e bem típica aqui da Colômbia.
Alguém juicioso é alguém comportado, disciplinado, obediente, cuidadoso, atento, tranquilo. Pode-se dizer que uma pessoa trabalhadeira e responsável, é juiciosa con el trabalho, um aluno estudioso e dedicado é juicioso con los estudios; em relação aos bebês e crianças bem pequenas, dizem que são juiciosos quando são mais quietos, atentos, observadores e obedientes. Em suma, alguém que tem buen juicio (bom juízo). O conceito é um pouco amplo, o que pode causar um pouco de confusão, eu mesma demorei um pouco pra entender o que queriam dizer quando chamavam meu filho de juicioso, porque ele é mesmo atento e observador, sobretudo quando chega num lugar novo.

Leia também: Vistos para morar na Colômbia

3. Trancón

Se vier a Bogotá, você vai ouvir muito as pessoas reclamarem dos trancones pela cidade, que nada mais é a palavra que se usa aqui para engarrafamento. Se você disser embotellamento ou trafico pesado todos entendem perfeitamente, mas o que se usa mais comumente do que qualquer outra expressão, é trancón. E como Bogotá tem um trânsito bem ruim, há trancones por toda a cidade, e a palavra é presente em muitas conversas (risos)!

4. Pitillo

Aqui pitillo é canudo. Achei que valeria mencionar porque sei que é uma das palavras que muda muito de lugar pra lugar. Em partes da América Central, Bolívia e Equador, por exemplo, se diz sorbete, na Espanha, se diz pajita, na Argentina e no Chile, também. No México, popote. Pelo que sei e pesquisei, somente Colômbia e Venezuela usam a palavra pitillo.

5. Estufa

Estufa aqui não é aquela caixinha de vidro com uma portinha que encontramos em padarias e lanchonetes, para manter os alimentos aquecidos. Estufa é o fogão, a trempe, onde se cozinha os alimentos. E a palavra serve para designar o fogão de pé, conhecido tradicionalmente, o cooktop, embutido, e aquelas trempes de duas bocas, tipo de camping. Para mim parece um pouco estranho, é só descobri o nome certo quando minha estufa deu problema e precisei chamar um técnico!

6. Que pena contigo/con usted

Deixei para o final deste post uma expressão que eu não gosto, que aqui se usa para pedir desculpas. Você imagina alguém te faz alguma coisa, te esbarra na rua, alguém se atrasa, ou você entra na loja e não tem o produto, ou ainda você não consegue resolver o problema do seu celular ou internet, e a pessoa do outro lado vira e fala: que pena contigo! Oi? Talvez pelo significado da expressão em português, me soa como ironia, ou como se a pessoa não estivesse nem aí com o ocorrido, e o problema é só seu. Não é isso, ok? O uso da expressão é para se desculpar mesmo, e é muito usado aqui, mais até do que desculpa ou perdon. A questão é que não me soa bem, é muito pessoal a sensação, e, há quase um ano vivendo aqui, ainda estranho quando ouço a expressão… (risos). Ah, e já ouvi o mesmo comentário de várias brasileiras que vivem aqui. Deve ser uma questão linguística mesmo!

No próximo post trarei mais algumas expressões colombianas. Até a próxima!

Related posts

Cinco práticas asiáticas estranhas para os brasileiros

Vanessa Tenório

Nove dicas importantes na hora de visitar um suíço

Teca Hungria

Curiosidades sobre a Croácia

Nathália Nascimento

1 comentário

Jamille Março 22, 2019 at 3:27 pm

Adorei o texto! Parabéns! ¡Chévere!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação