BrasileirasPeloMundo.com
Espanha Turismo Pelo Mundo

Fallas

Como diria Jorge Benjor: “Moro num país tropical, abençoado por Deus/E bonito por natureza, mas que beleza/Em fevereiro/Tem Carnaval”. Mas eu não moro mais em um país tropical e nem tenho mais meu Carnaval em fevereiro, para viajar com os amigos ou pular nos clubes do interior. Em compensação, agora estou no Mediterrâneo! E não se iludam, pois faz muito calor por aqui e, além disso, em março temos as Fallas.

Se antes eu passava o começo do ano esperando pelo carnaval, agora eu espero pelo mês de março, quando celebramos as Fallas aqui na Comunidade Valenciana. Várias cidadezinhas têm sua própria maneira de comemorar, mas contarei um pouco sobre como são essas festas aqui na cidade de Valencia.

Mas o que são as Fallas? Sinceramente, antes de me mudar para Valência eu também não tinha a menor ideia ou conhecimento sobre o que seria essa festividade. Fui pega totalmente de surpresa, mas posso dizer que é uma das festas mais bonitas que já vi, tradicionalmente celebrada do dia 15 ao dia 19 de março, dia de São José.

Popularmente, diz-se que elas foram iniciadas pelos carpinteiros locais, que queimavam as sobras de suas oficinas em uma fogueira, às vésperas do dia de São José, para preparar a chegada da primavera. Em outra versão, diz-se que a tradição surgiu quando as pessoas de Valencia começaram a queimar móveis velhos, roupas e outros objetos que não lhes serviam mais. Outra curiosidade foi o surgimento dos Ninots, bonecos que eram vestidos com as roupas que as pessoas não queriam mais e depois queimados. Os Ninots são uma tradição que persiste até hoje e, durante no período de Fallas, é comum encontrar exposições na cidade com os bonecos mais famosos. Durante os eventos é possível votar em seu Ninot preferido e, ao final da festa, aquele que tiver mais votos não será queimado e ficará exposto no Museu Fallero, esse ato é chamado de el ninot indultat.

fallas
Detalhe de uma Falla – acervo pessoal

Ao longo do tempo, a festa foi tomando outras formas e simbologias até atingir seu status atual. Os artitas falleros elaboram esculturas que representam cenas da atualidade, com questões mundiais e da cena política espanhola. Essas esculturas geralmente são feitas de cortiça,  papelão e outros materiais que possam ser queimados posteriormente. Cada bairro da cidade conta com sua comissão fallera e essas esculturas são instaladas na rua e avaliadas por uma comissão julgadora (Junta Central Fallera), que irá escolher a falla campeã de acordo com sua categoria. Há, inclusive, as fallas das crianças.

falla
Parte de uma escultura de Fallas – acervo pessoal

Os eventos na cidade de Valencia se iniciam com a escolha da Fallera maior, que será a representante da festa. Ela será eleita dentre as representantes de cada Comissão Fallera. Depois disso, ocorre a Crida, onde a Fallera maior eleita convoca a todos para participar das Fallas.

Feito esse convite para que todos participem, inicia-se a Plantà, que é o ato de colocar nas ruas essas esculturas que foram elaboradas ao longo de um ano. Elas ficam expostas na rua, de acordo com a localização de cada Comissão Fallera. A mais visitada geralmente é a Falla localizada na Plaza del Ayuntamiento. Nessa época, o tráfego de carros é suspenso na região devido a série de eventos que ocorrem no local. Mesmo com a suspensão do tráfego, andar pela região é uma tarefa um pouco difícil, mas não impossível, devido a grande quantidade de turistas que tomam a cidade nessa época do ano.

Durante as Fallas até o seu final no dia 19 de março, é possível encontrar eventos pela cidade o dia inteiro, como as mascletàs, que são as queimas de fogos de artifícios, oferenda de flores onde os falleros fazem a peregrinação até a Plaza de la Virgen. Ao chegarem na praça, os falleros depositam as flores na estátua da Virgem dos Desamparados e, com os ramos das flores (geralmente cravos) é feito o manto da Virgem.

oferenda
Falleras perigrinando para a oferenda – acervo pessoal

O ato final das Fallas acontece com a Cremà, que é a queima das esculturas que foram feitas e ficaram expostas. Esta queima acontece na rua e é acompanhada de fogos de artifícios. Como as queimas acontecem quase todas no mesmo horário, não é possível acompanhar todas, então devemos eleger uma para. A última falla queimada é a da Plaza del Ayuntamiento, que é acompanhada de uma espetacular queima de fogos de artifícios que duram um bom tempo. A cremà marca também o final do mandato da Fallera maior. É possível conciliar a visita dessa cremà com alguma outra que se queira ver na cidade.

crema
Cremà – acervo pessoal

No bairro de Ruzafa é possível ver, além das tradicionais fallas, as ruas completamente decoradas com luzes que formam grandes monumentos. Essa, definitivamente, é uma das mais impressionantes e bonitas de se ver. Elas também participam de um concurso de ruas enfeitadas.

Além de todos esses rituais lindos de se acompanhar pela cidade, é possível encontrar inúmeros carrinhos com comidas locais e espanholas, em especial os bolinhos de abóbora, churros com chocolate quente e a horchata, que é uma bebida típica de Valencia feita de chufas (junça ou junquinha-mansa em português, uma espécie de noz).

As Fallas não se parecem com o Carnaval, mas seu espírito de comemoração e a beleza dessa festa fazem com que a gente mate um pouquinho aquela vontade de festejar. Espero que tenha animado a todos para que venham conhecê-las ano que vem!

Related posts

O que fazer com 1000€ na França

Ana Guida

Por que conhecer a Costa Rica?

Franciane Reis

Dicas de turismo: 5 Dias em Helsinki

Lili Simmelink

8 comentários

Milena Miano Fernandes Março 15, 2016 at 6:55 pm

Adorei o post, Thais! Não conhecia sobre essa festividade Espanhola, mas agora estou super curiosa para ver de pertinho! Quem sabe na próxima viagem…

Resposta
Thais Maciel Gomes Março 15, 2016 at 7:18 pm

Obrigada pelo comentário Milena, espero que em sua próxima viagem se anime a conhecer as Fallas de pertinho, vale muito a pena. Abraços, Thais.

Resposta
Isabelli Abril 8, 2016 at 7:28 pm

Thaís, voce poderia me mandar um e=mail para eu falar diretamente com vc
Estou me mudando pra Alicante, sou cidada italiana
[email protected]

Resposta
Thais Maciel Gomes Abril 9, 2016 at 5:21 pm

Isabelli, boa tarde. Pode enviar um email para [email protected]. Abraços, Thais.

Resposta
Angela Março 15, 2016 at 9:16 pm

Quem sabe mimha próxima viagem, seja nessa época! Fiquei encantada com as ruas enfeitadas e as esculturas em papel! Muito lindo! Bjos

Resposta
Thais Maciel Gomes Março 16, 2016 at 4:46 pm

Olá Angela, vale a pena a visita nessa época, é tudo muito bonito e o dia inteiro de festas. Abraços, Thais.

Resposta
Tati Sato Março 19, 2016 at 2:08 am

Amei as Fallas! <3

Resposta
Thais Maciel Gomes Março 23, 2016 at 11:21 pm

Que bom que você gostou, Tati. Ano que vem você tem que voltar para ver a Cremà também!!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação