BrasileirasPeloMundo.com
França

Festa da Música na França

Já tem algum tempo que venho percebendo que a chegada do verão aqui na Europa não é apenas uma mudança de climática da estação, mas principalmente uma mudança de estado de espírito.

Digo isso porque quando chega o verão vejo muito mais gente na rua, praticamente superlotação nos parques, piqueniques em qualquer gramado, e, à noite, os bares ficam muito mais movimentados. Sem contar que os franceses ranzinzas começam a distribuir sorrisos (estranho!!rss).

Parece brincadeira, mas é verdade. Para nós, brasileiros, é normal ter sol. Afinal é normal se um dia está meio cinza e no outro está mais ensolarado, e mesmo se depois dá uma chuva no meio da tarde, pois à noite tudo volta ao normal. Mas aqui as estações são realmente bem definidas e começo a entender tudo isso, pois no outono e inverno os dias são muito mais curtos que na primavera e principalmente no verão.

Para vocês terem uma ideia, às dez da noite ainda tem luz e eu sempre penso que são umas sete da tarde!! Agora, nos dias de inverno, às cinco da tarde a gente já pode ver a lua dando a pinta no céu.

O verão, além da luz e do calor do sol, vem também com música para os ouvidos. É o momento dos festivais!

Existem muitos festivais durante o ano na França. Um dos mais célebres é a “Fête de la Musique” (Festa da Música) que acontece todos os anos no dia 21 de junho (dia do solstício de verão, pois o dia é mais longo que a noite e então propicia mais tempo de festança!) em todo o país.

E sempre sob um tema diferente, neste ano da 33a edição foi: “Faites de la Musique: Fête de la Musique” (em francês ambas frases tem a mesma pronúncia- “Festa da Música: Faça Música”).

O evento foi criado em 1982 pelo então ministro da Cultura Jack Lang, influenciado por Maurice Fleuret que foi seu diretor para Música e Dança, pois este constatou que um jovem em cada dois tocavam algum instrumento. Então houve uma mobilização de músicos, fossem amadores ou profissionais, assim como todos os gêneros musicais estavam automaticamente incluídos.

O evento não apenas vem crescendo a cada ano, como favoreceu a interação e mistura de diferentes culturas, classes sociais assim como fez com que os espaços públicos (praças, pátios de museus, jardins, a pirâmide do Louvre, o Palais Royal, Cathèdrale de Notre Dame…) fossem realmente apropriados pelas pessoas.

O evento se profissionalizou e democratizou. Pois além de ter para todos os gostos: rock, reggae, eletrônico, jazz, música celta, hip-hop, groove, funk, entre outros, hoje não há apenas música, mas óperas, teatro e arte de rua e também dança urbana, etc. Mas claro que em paralelo ao evento sempre tem outros participantes que se motivam a tocar ou ir se apresentar na rua sem estar previamente inscritos na programação, o que faz o evento ainda mais interessante.

A festa é gratuita, inclusiva, divertida e tem data para acontecer. Quer mais que isso?? Então tem mais: o evento teve tanto sucesso que hoje acontece em mais de 100 países nos cinco continentes, inclusive o Brasil, além de programações que contam com atrações nacionais e também internacionais.

Centro Cultural em ChantillyNeste ano, participei da “Fête de la Musique” em Chantilly, pequenina, mas charmosa. A festa teve direito a dois palcos principais, um na praça da cidade e o outro no parque ao lado do hipódromo, além disso muitos pontos de música ao vivo e shows em diferente lugares e bares espalhados pela cidade, e claro, quiosques com comidas, crepes, sorvetes, porque afinal a gente precisa repor as energias depois de dançar!!

Comida na Fête de la Musique Então, bora se programar para o próximo verão, que a data já está marcada!!

Mais informações sobre o evento aqui.

Related posts

Saudade das festividades brasileiras: como lidar?

Rosana Alcântara

Expectativa X realidade após 1 ano na França

Fernanda Libardi

Carcassonne, a cidade medieval mais preservada do mundo

Ana Guida

2 comentários

JEH Agosto 18, 2014 at 3:33 pm

Oi Ana!
Adoro a fete de la musique! é a terceira que participo, a primeira em 2009 em Aix le bains, a segunda ano passado em Gex e esse ano em Lyon! assisti o show sda Flavia Coelho, que delicia de musica!

Jessica Martins,
do facebook cheia de duvidas de PACS hahaha

Resposta
Ana Lozon Agosto 22, 2014 at 11:13 am

Oi Jessica!!tudo bem?
Eu também adoro, minha primeira Fête de la musique foi em Amiens, a segunda eu não vi, mas estava em Pont du Gard quando estavam montando o evento, imagina que lindo fazer uma festa de música com uma ponto galo-romana de palco? Maravilho!Pois é muita gente me falou da Flavia Coelho ,mas ainda não pude ver ao vivo .

Bisous!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação