BrasileirasPeloMundo.com
EUA

Festival Nacional das Cerejeiras e a Primavera em Washington DC

Quando falamos de flores de cerejeira, pensamos no Japão ou até mesmo no famoso bairro da Liberdade, na cidade de São Paulo, certo? No entanto, aqui na capital norte-americana também ocorre, todos os anos, o Festival Nacional das Cerejeiras, que dá as boas-vindas à primavera no hemisfério norte.

Na cultura japonesa, a cerejeira, também chamadas de Sakura, tem um significado muito especial. Ela representa o amor, a esperança, a renovação e a beleza, e é tão importante para o povo japonês que, em muitas partes do Japão, é tão cultuada quanto a própria bandeira e o hino nacional. Reza a lenda que a palavra Sakura é derivada do nome da princesa Konohana Sakuya Hime, que caiu do céu perto do Monte Fuji e se transformou em uma linda flor, a flor de cerejeira.

Lendas à parte, há mais de 100 anos, precisamente em 1912, o Imperador japonês presenteou o governo norte-americano com aproximadamente 3.000 mudas de cerejeiras. Foi um ato simbólico, para representar os laços amistosos entre o Japão e os Estados Unidos. Essas mudas foram plantadas aqui na capital, Washington, D.C., e todos os anos, desde 1912, geralmente entre os meses de março e abril, elas florescem, colorindo a capital de flores rosa e brancas, deixando a cidade com uma beleza estonteante. Atualmente existem mais de 5.000 árvores de cerejeiras espalhadas pela capital. Para vê-las, basta caminhar ao longo da Independence Avenue ou dar uma volta pelo Tidal Basin.

iGuide-Cherry-Blossom-1
Cerejeiras rosas com o Obelisco ao fundo. (Foto: Pixabay.com)

A maior concentração das cerejeiras está localizada no Tidal Basin, que nada mais é que um lago – também chamado de espelho d’água – , cercado de vários monumentos e memoriais. Dentre eles, o Martin Luther King Memorial, o George Mason Memorial, o Thomas Jefferson Memorial, o Washington Monument e o Franklin Delano Roosevelt Memorial. Para quem tem interesse em ver as cerejeiras de pertinho, dar a volta no Tidal Basin é um passeio obrigatório. O Tidal tem aproximadamente 4 km de extensão e em menos de uma hora é possível dar a volta completa nele, mas se contarmos as famosas paradas para tirar fotos, o tempo do passeio se torna mais longo. Além disso, para quem também gosta de tulipas, essa é uma grande oportunidade de vê-las, já que no lado norte do Tidal Basin, está localizado o Tulip Library, um jardim cheio de tulipas que também florescem nessa época do ano, dando um colorido maior ainda ao passeio.

Além disso, também é possível alugar pedalinhos e ver as cerejeiras de um ângulo diferente, ou seja, do meio do lago. Depois disso, por que não terminar seu dia com um excelente piquenique, cercada pelo colorido das flores? Isso é comum por aqui. Traga sua garrafa de vinho, um petisco e aproveite o dia com a família e amigos.

cherry-blossom-11 (1)

Como o festival é um dos mais esperados de Washington, D.C., existe uma vasta quantidade de eventos, todos ligados às cerejeiras, que ocorrem por aqui – alguns gratuitos e outros, não. Dentre os eventos gratuitos estão:  a abertura do National Cherry Blossoms Festival; o National Cherry Blossoms Family Day, que ocorre geralmente no primeiro dia do festival; o Festival das Pipas, os National Cherry Blossoms Fireworks, e o Petal Fest. Este último termina com shows de música e dança. Além deles, para quem está disposto a investir um pouco mais, vale a pena também participar do Japanese Street Festival (festival de rua); tomar um chá na Tudor House, local que durante o festival possui uma temática japonesa; fazer um cruzeiro pelo Rio Potomac, que oferece uma vista muito bonita da cidade; ou participar do evento de arrecadação de fundos para o Comitê Nacional das Flores de Cerejeiras e ajuda-los a manter o festival nos próximos anos. O evento se chama Pink Tie Gala Dinner (“jantar de gala da gravata cor de rosa”).

O Festival é um dos maiores do mundo em sua categoria e é tão esperado, que é nessa época do ano que Washington, D.C. recebe sua maior concentração de turistas. Alguns hotéis da cidade chegam a montar pacotes especiais apenas em decorrência do Festival.

Contudo, se engana quem acha que a Primavera em Washington D.C. se resume apenas às atrações do Festival das Cerejeiras. Esse é apenas o começo de uma das melhores épocas para visitar a cidade. É quando a temperatura volta a subir, as árvores florescem mais uma vez, as pessoas se envolvem mais com atividades ao ar livre, outros festivais ocorrem na cidade e em seus arredores e a vida em geral se torna muito mais vibrante. É tempo de renovação.

Se interessou e quer saber mais sobre o Festival das Cerejeiras? Dá um espiadinha aqui, no site oficial do evento. Lá tem toda a programação! Arigatô!

Related posts

5 dicas para se tornar uma empreendedora nos EUA

Patrícia Penna

Por que somos tão dependentes de faxineira?

Ana Tavela

Universidades americanas para brasileiros

Paula Dalcin Martins

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação