BrasileirasPeloMundo.com
Cinema Pelo Mundo Turismo Pelo Mundo Turquia

Filmes para assistir antes de visitar Istambul – Parte 1

Não sei vocês, mas assim que eu decido fazer uma viagem, incluo nas pesquisas sobre o destino filmes ambientados no lugar a ser visitado, e isso geralmente me empolga ainda mais. Existem listas e listas de filmes sobre Istambul ou Turquia na internet, mas gostaria de colocar a opinião de alguém que vive no país e pode dizer se os filmes “trazem verdades” ou não: eu.

Bom, vou começar com os “mentirosos”, ou as opções que eu NÃO recomendo ver antes de visitar, caso você não conheça muito sobre esse país. Isso porque, quando eu anunciei aos amigos que moraria na Turquia, para fazer um intercâmbio, ouvi muita coisa relacionada a esses filmes/novelas e, além de: “cuidado, vão te sequestrar e traficar para fins de prostituição”, também teve: “Ju, toma cuidado lá, hein. Não vá rir alto como você ri aqui no Brasil, lá não pode!”. Confesso que, até hoje, quando dou risada na rua, ou ouço alguém com risada escandalosa, como a minha, me lembro disso, e rio mais e mais alto.

  1. Salve Jorge: Começo não com um filme, mas uma novela brasileira que fez o turismo de brasileiros na Turquia, em especial na Capadócia, dobrar no ano em que foi ao ar (2013). A novela foi traduzida para vários idiomas e ainda passa em alguns países. Quem não se lembra da Morena? E do caso de tráfico de mulheres que a novela abordava? Bom, além da ideia errônea de que é um país perigosíssimo para mulher, sendo praticamente impossível ser mulher na Turquia, ou ser mulher turista (a mulher que inspirou a personagem Morena, na verdade, morou em Israel, e não na Turquia), a novela também passa uma informação absurda de geografia: o personagem de Domingos Montagner (Ziah) mora e trabalha como guia turístico na Capadócia, mas também trabalha em Istambul. Acontece que Istambul fica a 1h20min de voo da Capadócia (mais ou menos 800km de distância), ou seja, impossível morar em uma cidade e trabalhar em outra da maneira que mostrava.
  2. O Expresso da Meia-noite (1978): Este filme é baseado em um livro homônimo que conta a história real de Billy Hayes, preso no aeroporto de Istambul por contrabando de droga. O filme é excelente, vencedor de Oscar inclusive, o problema é que ele retrata o sistema carcerário turco como vilão, extremamente corrupto e violento. Claro que nunca fui presa e não posso falar sobre isso, mas o ponto é a impressão que o filme passa, de que a Turquia é amedrontadora, mesmo fora de uma prisão. A verdade é que, nos anos 70, a Turquia era até mais livre que hoje. Outro fato interessante é que o autor do livro se incomodou com algumas cenas do filme, que, segundo ele, foram bem diferentes (detalhes sobre isso aqui, mas com spoilers) e o turismo de americanos na Turquia caiu drasticamente depois deste filme, e dizem que, na época, ele foi muito odiado por isso. Hoje, raramente lembram, mas muita gente assiste e fica com essa impressão.
  1. Promessas de guerra (2014): Lindo filme, relata fatos possíveis de serem reais, nas batalhas ocorridas em Galipoli (antiga Tróia). Vale muito a pena ser assistido, o cenário é magnífico e a história da guerra muito bem mostrada, porém, é ambientado no Império Otomano, especificamente no ano de 1915, quando mulheres não podiam sair às ruas sem lenço no cabelo eram mal vistas se estivessem sem a companhia de algum homem, e não na República da Turquia como é hoje (ou eu não conseguiria morar em Istambul!). Mas o filme também merece destaque para um lugar digno de visita na Turquia: Çanakkale.
  2. Istambul (1957): Um clássico e, como tal, vale a pena, só não recomendo ser visto com expectativa de informação cultural e turística, que é o propósito deste texto. É um filme que acontece em Istambul, mas a trama é um remake do filme Cingapura, mudando apenas de cenário, mas, mesmo assim, Istambul aparece pouco nas cenas.
  1. Istambul (1985): Filme belga e, como a maioria dos filmes europeus, o enredo não cumpre aquele clichê típico hollywoodiano, a trama toma rumos surpreendentes. Conta a história de Martin, um americano que quer ir a Istambul, mas seu real motivo de viagem só é revelado muito tempo depois. Apesar do nome, o filme não se passa em Istambul e a cidade só é mencionada por eles. Então, a idéia de ajuda nos planos de viagem é nula.
  1. Tarzan Istanbulda (Tarzan em Istambul) (1952): Além de não ter sido muito bem produzido, e nada original, Istambul aparece apenas nos dois últimos minutos do filme, que é em preto e branco. Ou seja, para nossa pesquisa sobre Istambul, é nada relevante.

Bom, estes são os não recomendados, ou recomendados com ressalvas, né? Mas nossa lista continua na Parte 2, que será publicada no próximo mês, com filmes mais interessantes e recomendadíssimos para aumentar sua vontade de vir a Istambul.

Related posts

Lugares Escondidos nos EUA – Parte 2

Flávya Siqueira

A famosa Padaria Portuguesa em Lisboa

Sílvia Macedo

Férias na Polônia: Cracóvia, Varsóvia ou Gdańsk?

Vivian Kulpa

8 comentários

Tátto Luís Agosto 11, 2017 at 10:44 am

Que show esse texto! Muito bem redigido!

Resposta
Juliana Lima Agosto 11, 2017 at 5:25 pm

Obrigada Tatto! Continue acompanhando, esse post dos filmes tem mais duas partes, vale a pena ler, pra ver os filmes e documentários sobre Istambul!
Abraço!

Resposta
Angélica Cardoso Lima Agosto 14, 2017 at 12:31 pm

Show Ju, perfeito, vc foi feita para isso.

Resposta
Juliana Lima Agosto 14, 2017 at 4:58 pm

Obrigada Angel 🙂 Fico feliz que vc tenha curtido!

Resposta
Vander Dissenha Agosto 30, 2017 at 12:25 am

Gostei muito do texto, bem escrito, gostoso de ler e bastante informativo. Parabéns!

Resposta
Juliana Lima Agosto 30, 2017 at 5:27 pm

Obrigada Vander! Te convido a acompanhar o Brasileiras pelo mundo todo mês, se quiser saber mais sobre Turquia e, claro, outros países!

Resposta
Márcia Mayza Guimarães de Souzaas Setembro 15, 2019 at 11:51 pm

Gostaria muito de saber mais sobre esse universo maravilhoso que é a Turquia, motivo? Sim, tenho alguém que conheci na internet, mas sei mto pouco dele. Se puder me ajudar, sobre costumes e a cultura daí. Ficaria eternamente grata.

Resposta
Liliane Oliveira Setembro 16, 2019 at 1:59 pm

Olá Márcia,
A Juliana Lima parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Turquia que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação