BrasileirasPeloMundo.com
Índia

Goa, um estado diferente

Quando falamos de viajar pela Índia sempre vem primeiramente em nossa mente a imagem de desertos, templos, e lugares históricos, não é mesmo?

Mas vocês já pensaram que na Índia também dá para “pegar praia”?

Estou me referindo às praias do menor Estado deste país: Goa.

Este Estado possui praias lindas e casas com arquitetura muito parecida com a que temos no Brasil, devido ao fato que foi colonizado pelos portugueses por mais de quatro séculos – por isto há muitos pontos turísticos e comerciais com o nome em português.

No site oficial sobre o turismo de Goa você poderá encontrar o mapa e maiores informações sobre este Estado tão diferente, o qual me surpreendeu em minha visita, pois nem senti que estava na Índia.

O único momento em que lembramos que estamos na terra de Gandhi é quando encontramos vacas sagradas em plena praia!

Eu recomendo aos estrangeiros escolherem o sul de Goa, pois ao norte há muitos indianos (muito mesmo), nada contra, mas muitos não estão acostumados a ver as mulheres de biquinis e ficam encarando, fato que não ocorre no sul. Além disso, as praias não são tão bonitas, se comparadas com o sul – Eu fiquei em Agonda Beach e adorei.

Há várias opções de Hotéis, casas para alugar e Resorts, porém, se você estiver com a grana curta você pode alugar um bangalô por menos de 50 reais para o casal (este preço é em alta temporada – após o mês de fevereiro você pagará metade do preço).

A alimentação também é muito barata, ou seja, falta de dinheiro não é motivo para não conhecer este Estado de praias, caso você esteja passeando pela a Índia.

Aconselho aos aventureiros a alugarem uma moto e passear por diversas praias (o aluguel de uma sairá por menos de 20 reais a diária), e as estradas são boas e fáceis de dirigir, diferente das áreas do resto do País em que já estive – Há inúmeros estrangeiros que alugam motos para conhecer este Estado de ponta a ponta.

Eu e minha turma alugamos uma moto e fomos para Pangim, capital de Goa, onde podemos visitar Cassinos! Isto mesmo!! Há Cassinos na Índia!

Dentre várias opções acabamos escolhendo o Cassino Pride. Para participar de uma mesa de Poker, por exemplo, Você precisa ter pelo menos R$ 385,00. O que não é muito para os estrangeiros, mas é algo muito difícil para os indianos conseguirem participar, tendo em vista a baixa remuneração que a maioria da população indiana recebe. Sendo assim, Você encontrará apenas indianos mais bem de vida em tal local.

Para chegar em Goa Você poderá vir de trem, avião ou ônibus. Lógico que a segunda opção é sempre melhor. Contudo se a sua grana estiver apertada, os trens (Segunda classe) não são ruins e em minha opinião é uma boa opção (pois os ônibus sempre tendem a atrasar por aqui – mais do que os trens).

Se tiver interesse em conhecer este Estado venha entre os meses de Novembro à Março, pois nos demais meses ou chove muito ou a umidade não permite uma boa experiência.

Espero que a experiência de vocês seja tão maravilhosa quanto a minha!

Related posts

O dia em que fui sozinha conhecer o Taj Mahal

Joice Santos

Natal na Índia

Cátia Piccoli

Mumbai, o coração da Índia

Luanda Fernandes

16 comentários

licia justus Março 2, 2015 at 10:27 pm

Olá Camila,
Você conhece Bangalore?
Como é morar lá?
Minha filha está analisando proposta pra se mudar pra lá, mas a incerteza é grande!
Abraço

Resposta
licia justus Março 2, 2015 at 10:29 pm

Também somos paranaenses!

Resposta
Camila Pimenta Março 2, 2015 at 11:48 pm

Que bacana Licia, de qual cidade? 🙂

Resposta
Camila Pimenta Março 2, 2015 at 11:50 pm

Oi Licia, não, ainda não tive a oportunidade de visitar Bangalore, mas escutei dizer que é uma cidade incrível, cheia de estrangeiros e que nem parece a Índia…além de ter várias famílias de brasileiros por lá, pois há muitas empresas brasileiras com escritório nesta cidade!
Boa sorte desde já para a sua filha! 🙂
Abraços.

Resposta
Lucian S Março 6, 2015 at 4:19 pm

E o português? Ainda existem que fale por lá?

Resposta
Camila Pimenta Março 7, 2015 at 1:00 pm

Oi Lucian,
Tem muitos indianos morando em Delhi que falam português, mas eu não tive a oportunidade de conhecer ninguém em Goa que falasse o nosso idioma enquanto estive por lá, mas escutei dizer que existe sim uma comunidade que só falam em português! 🙂

Resposta
Loy Março 30, 2015 at 11:37 am

Camila,
Muito legal td a sua informação, moro na Espanha e meu marido vai transferido 6 meses a India, (Vadadora), vc conheçe?

Resposta
Camila Pimenta Março 30, 2015 at 12:17 pm

Oi Loy, tudo bem?
Mas Você não veio passar estes 6 meses com ele?
Na verdade eu não conheço esta cidade, mas procurei aqui no ‘amado’ Google e vi que fica no Estado de Gujarat, um dos mais desenvolvidos na Índia. Espero que a experiência dele seja muito boa por aqui.
Abraços.

Resposta
Aurobindo Xavier Maio 29, 2015 at 5:10 pm

Olá Camila, leia aqui o que publicámos do seu blog: http://www.facebook.com/lusophonegoa

Resposta
Camila Pimenta Maio 30, 2015 at 8:42 am

Obrigada Aurobindo! 🙂

Resposta
Ajay Prasad Junho 1, 2015 at 12:12 am

Oi Camila
No bairro de Fontainhas em Pangim, toda a gente fala portugues! Tambem ha outros bairros onde se fala portugues, como Altinho. E so ir conhecer !
Alem disso, ha outros lugares como Damao e Diu onde ha bairros com portuguesfalantes.
Quando vier a Delhi, nao se esqueca de me contactar.

Resposta
Camila Pimenta Junho 1, 2015 at 2:16 pm

Oi Ajay,
Adorei as suas informações. Muito obrigada por compartilhar as mesmas por aqui.
Já anotei os nomes para visitar estes Bairros na minha próxima visita a Goa!
Normalmente vou a Delhi correndo, apenas para resolver problemas ou visitar fábricas, mas quando for com mais calma, a passeio, eu te aviso sim.
Abraços.

Resposta
Fabiana Julho 25, 2015 at 9:22 pm

Oi Camila, eu e meu marido iremos para Délhi e Goa no início de setembro. Pode me dar alguma dica de onde é melhor se hospedar em Goa, estava interessada em um hotel, mas fica a 40 km do centro de Goa. Talvez isso seja um problema. Se puder também me passar o contato do Ajai Prassad, que mora em Délhi, te agradeço. Ah, também somos paranaenses, eu de Tomazina e meu marido de Cornelio Procopio, são cidades pequenas no norte do Paraná. Abraços, desde já agradeço.

Resposta
Camila Pimenta Julho 26, 2015 at 5:12 am

Oi Fabiana, que legal! Eu sou de Cambará, que também fica no norte pioneiro.
Goa tem muitas opções. Setembro ainda não é alta estação, sendo assim, tem preços bem em conta. Me falaram que o Marriott Hotel é excelente.
No site Makemytrip.com você vai poder encontrar todas as informações necessárias para a sua viagem.
Eu não possuo o contato do Ajay, pois nós nunca nos falamos, a não ser pelo comentário dele aqui no Blog.
Abraços e boa viagem para você e seu marido. 🙂

Resposta
Fabi Maio 28, 2016 at 4:37 pm

Oi Camila,

Adorei o post. Obrigada por compartilhar um pouquinho da sua experiência.
No momento moro em Hong Kong mas estarei me mudando pra Goa em uma semana. Queria saber se você teve a chance de conhecer alguém por lá e se teria o contato. Não necessariamente brasileiro, mas estrangeiro.
Tenho que falar que estou um pouco receosa de estar me mudando pra Índia.
Dicas e recomendações no geral são muito bem vindas.

Abraços,

Fabiana

Resposta
Cristiane Leme Maio 29, 2016 at 2:41 pm

Fabiana, a Camila parou de colaborar conosco. Sugerimos que faça uma busca por grupos de brasileiros na Índia ou em Goa nas redes sociais.
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação