Halloween ou Hop-Tu-Naa?

0
87
Celebração do Hop tu Naa - fonte: arquivo pessoal
Advertisement

Você com certeza já ouviu falar em Halloween, mas em Hop Tu Naa provavelmente ainda não. Eu mesma fiquei sabendo sobre a celebração só recentemente e, logo comecei a pesquisar e estudar sobre o assunto para compreender uma pouco mais dessa interessante cultura local.

O Hop Tu Naa é um festival celta celebrado na Ilha de Man no dia 31 de outubro, exatamente no dia em que se festeja o Halloween entretanto, a celebração é anterior ao Halloween, ou seja, desde muito tempo as festividades já aconteciam pela ilha. Atualmente, à primeira vista, o Halloween e Hop tu Naa se misturam e se confundem, entretanto, na teoria, não haveria qualquer conexão entre as tuas celebrações.

Historicamente, o Hop Tu Naa foi considerado o ano novo celta e, marcava o final do verão e o início do inverno. Era tradicionalmente um momento em que as pessoas celebravam o fato de que a colheita havia sido feita com segurança e de que todos os preparativos já estavam finalizados para o longo e frio inverno que estava por vir. Eles se alegravam pelo fato de que tudo estava perfeitamente pronto para receber a nova estação e o novo ano.

Essa tradição possivelmente é a mais antiga tradição ininterrupta na Ilha de Man. As palavras Hop tu Naa querem dizer “esta é a noite” em gaélico manx. A Ilha de Man tem uma forte herança gaélica e é reconhecida pela Liga Celta como uma das seis nações celtas. E também possui uma rica herança nórdica, ou seja a Ilha é resultado de uma mistura dessas duas fortes culturas.

Antigamente, o povo manx fazia uma divisão diferente do calendário que conhecemos. Hoje dividimos o ano em quatro estações, eles dividiam o ano em apenas duas estações principais: verão e inverno. Dessa forma, a transição de uma estação para outra era realmente muito bem marcada pelo Hop Tu Naa.

Nesse ponto de passagem entre as duas metades do ano celta, o mundo espiritual precisava ser observado atentamente, todos tinham que estar muito vigilantes para que o mal não sobreviesse sobre eles. Era um momento do ano em que eles se sentiam mais vulneráveis aos prejuízos e uma das mais importantes proteções contra isso era o fogo. O fogo e a fumaça eram poderosos para expulsar o mal da terra, garantindo que nada podia lhes afetar e isso matinha a sorte para a próxima temporada.

Leia também: Halloween nos Estados Unidos

Por isso, a tradição de vagar com a lanternas acessas com fogo por toda a vizinhança, seria a garantia de um ano bom. Como se tratava da chegada do ano novo, também era costume dos antigos fazer como nós em nosso ano novo: pensar no futuro, prevê-lo e planejá-lo.

Quando o cristianismo foi introduzido na região, os religiosos não conseguiram extinguir as festas e adotaram seus períodos como festas cristãs e, assim continuaram como festas semi-pagãs até hoje. Algumas tradições que foram observadas nas proximidades da paróquia, também foram cristianizadas sendo então associadas ao culto divino e dedicados aos santos e mártires da Igreja.

As comidas tradicionais da celebração eram batatas, pastinagas, que é um tipo de legume semelhante a cenoura e peixe amassado com manteiga. E antes de ir para a cama, as famílias colocavam os restos dos alimentos sobre a mesa com água para as ” pessoas pequenas”, como as vezes eram chamadas as fadas. Outro alimento que também era feito naquela noite era o caramelo, sendo produzido apenas com açúcar e água.

Atualmente na Ilha de Man existem alguns grupos que permanecem com a tradição de cantar músicas em torno das casas com lanterna feitas de forma semelhante às conhecidas abóboras do Halloween, entretanto é feito com um tipo de nabo manx, que são conhecidos como “moots”.

São feitas também competições dessas lanternas além da cantoria e danças de músicas tradicionais. Esse tipo de nabo utilizado na celebração não é como o brasileiro que conhecemos, é uma espécie de tamanho muito maior, quase do tamanho de uma abóbora. Para conhecer um pouco como são feitas essas lanternas assista este vídeo e também acesse o site sobre as danças, músicas e demais tradições manx que acontecem nesta data.

Leia também: Halloween na Alemanha

Hoje em dia as crianças se vestem com fantasias e vão de casa em casa para receberem doces, assim como no tradicional Halloween. Elas também levam as lanternas esculpidas e cantam músicas Hop Tu Naa.

Na tradição antiga, apenas os meninos iam até as casas cantando e esperavam, como recompensa, receber maçãs, bonnag, que é um tipo de pão manx, peixe e, se tivessem sorte, recebiam alguns doces. Já as meninas, permaneciam em casa, e deveriam tentar descobrir com quem iriam se casar. Em suas casas elas comiam um alimento típico para a ocasião e, depois disso, esperavam sonhar com o seu futuro marido.

O povo da ilha tenta manter a tradição e todo ano organiza um grande evento para ensinar a música tradicional Hop Tu Naa, eles também se dedicam a ajudar as pessoas a esculpir os nabos, relembram personagens antigos famosos como  Jinny, a bruxa, contam histórias e assim conseguem conservar essa memória.

Leia – como é celebrado o Halloween pelo Mundo!

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.