BrasileirasPeloMundo.com
Arábia Saudita Turismo Pelo Mundo

Liberação do visto de turismo na Arábia Saudita

Em janeiro de 2018 foi liberado visto de turismo para a Arábia Saudita, a abertura das fronteiras do país faz parte de uma série de medidas que vêm sendo adotadas para a modernização do reino.

Se você não é cidadão do Bahrain, Emirados Árabes, Kuwait, Oman ou portador de passaporte oficial e diplomático da França, você precisa de visto para entrar na Arábia Saudita.

Entretanto, a boa notícia é que desde que você não seja cidadão dos países com admissão recusada, ou seja, Qatar e Israel, agora você pode conhecer esse exótico país.

Para solicitar qualquer tipo de visto na Arábia é necessária a carteira internacional de vacinação e profilaxia, com a vacina de febre amarela, e em algumas regiões do país também é exigido a vacina de meningite, além do passaporte com, no mínimo, 6 meses de validade e ao menos duas páginas em branco.

Leia também: Vou morar na Arábia Saudita, e agora?

Qualquer cidadão com o passaporte contendo o visto ou carimbo de Israel, ou ainda, carimbo das fronteiras do Egito ou da Jordânia (sugerindo que o viajante entrou ou saiu de Israel), pode ter sua entrada no Reino da Arábia recusada.

Embora agora haja essa nova possibilidade, o visto será liberado com algumas ressalvas, as quais irei explicar nesse artigo, mas antes vamos entender quais são os tipos de visto mais comuns que o país oferece.

Visto de negócios

Esse visto é aplicado a profissionais que prestarão serviços na Arábia Saudita, em caráter temporário. O visto tem validade de até 180 dias e dá direito a uma ou múltiplas entradas, a depender da forma que foi solicitado pela empresa Saudita.

Se for múltiplas entradas, após 30 dias o visitante deve deixar o reino, podendo regressar sem necessidade de um novo visto.

Para iniciar o processo é necessário que a empresa na qual o profissional vá atuar, emita uma carta convite.

Visto de trabalho/residência

É aplicado àqueles que possuem uma oferta de trabalho na Arábia Saudita e funciona da seguinte forma:

A empresa faz uma oferta de emprego ao profissional, ela deve ser elegível para solicitação de contratação de estrangeiro que é feita ao governo saudita.

Esse, por sua vez, emite uma autorização, após a empresa comprovar a necessidade de contratação de mão de obra estrangeira e também uma carta convite com o tipo de visto autorizado.

Essa carta convite será enviada a embaixada da Arábia Saudita no Brasil e a partir disso será iniciado o processo.

O visto de residência pode ser estendido ao cônjuge e aos filhos.

Visto de visita familiar

É restrito a parentes de linha direta, ou seja, pais, cônjuge e filhos de cidadãos ou residentes do reino. Tem duração de 90 dias podendo ser estendido para 180 dias e permite uma entrada no país.

Visto de Hajj/ Umrah

Existe uma categoria especial de visto para peregrinos que vêm à Arábia Saudita para o Hajj, ou peregrinação islâmica. O processo pode ser feito por agentes de viagem licenciados.

Mulheres que vêm ao Reino com essa finalidade devem estar acompanhadas pelo marido, irmão ou filho maior de 18 anos. É permitido que mulheres entrem sozinhas no reino, para o Hajj, desde que tenha mais de 45 anos e esteja em um grupo organizado. É necessário ainda, uma carta de não objeção do marido, filho ou irmão, registrada em cartório.

Leia também: A segregação na Arábia Saudita

Visto de Turismo

Em 2016 foi anunciado plano para iniciar a emissão de visto de turismo no Reino. Isso veio como uma parcela das medidas adotadas para descentralizar a economia saudita que ainda hoje tem como principal fonte de renda o petróleo. Essas medidas para modernizar o Reino e diversificar a economia do país foram denominadas “visão 2030”.

Em janeiro/2019 foi iniciada a “fase preparatória” para a abertura das fronteiras. Dessa forma, foi liberado o primeiro visto de turismo, que será feito de forma eletrônica.

Contudo, deve estar associado à participação de algum evento autorizado no país e acontecerá da seguinte forma:

O viajante deve acessar o site do “Sharek International Events Visa” e realizar a compra do ticket de algum evento disponível no site, após efetuar a compra será encaminhado dentro do próprio site para a finalização do visto.

Além de comprar o ingresso do evento, o candidato deve fazer o pagamento da taxa do visto, no valor de 640,00sar, aproximadamente 170,00 dólares.

A estadia no país poderá ser de até 14 dias, podendo o viajante conhecer outras cidades do país.

Mulheres abaixo de 30 anos não podem entrar no Reino desacompanhadas. E estrangeiros não muçulmanos não são permitidos em Mecca e no centro de Medina.

O Reino recebe milhares de visitantes por ano, em decorrência do Hajj. O governo saudita alinhado com a Visão 2030 vem desenvolvendo projetos ambiciosos para ampliar a economia do país.

Visitar esse país tão rico culturalmente, certamente será uma experiência inesquecível.

Related posts

Por que visitar Molise?

Ana Patricia da Silva

A Lapônia finlandesa: linda, inesquecível e caríssima!

Maila-Kaarina Rantanen

Roteiro para conhecer Vancouver em 72 horas

Carla Ortiz

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação