BrasileirasPeloMundo.com
México

Me redescobrindo em Mexicali no México

Me redescobrindo em Mexicali no México

Desde 2017 moro em Mexicali, na Baja California, no México e na fronteira com os Estados Unidos. Tenho me redescoberto aqui neste novo país. Sonhos que antes achava tão importantes em minha vida já não têm mais tanto valor, e outros, que eu pensava serem apenas um lapso da minha memória, têm renascido em mim e trazido à tona uma nova Fabricia que achava que não existia mais.

Acredito que morar fora do país é uma nova oportunidade para nos reinventar, para amadurecer e nos fazer ser quem realmente somos. Morar em outro pais te tira da zona de conforto, pode te mostrar um novo propósito e, em meu caso, junto da família.

Desde jovem tinha um sonho de morar fora do Brasil, para estudar ou viver. Encantavam-me os distintos lugares que meus olhos viam na televisão, mas meus pés não podiam tocar. Não sabia o quanto isso iria afetar a minha vida.

Apenas me imaginava naqueles locais. Vim para o México não por escolha, mas por transferência de trabalho do meu esposo. Hoje sou uma apaixonada por esse lugar. Penso que seja exatamente o lugar que eu deveria estar.

Sabe aquele casamento ou filho que você tem que é tão diferente daquilo do que planejou? Mas o quanto essa criança ou marido muda a sua vida, transforma seu caráter, sua paciência e seu amor. Penso assim em relação aos lugares que o Sr. Destino nos leva.

São novos lugares e pessoas, que vêm para transformar nossa vida da forma como ela realmente deva ser. Se nos apegamos aos projetos e sonhos que tivemos pra um filho ou casamento, nos decepcionaremos em todos os sentidos em relação àquela pessoa.

Mas se olharmos pra essa criança ou esposo com amor, sabendo que podemos aceitar exatamente do jeito que a pessoa é, passaremos a entender que a mudança tem que ser nossa, a aceitação tem que ser nossa e não do outro, e assim também são os acontecimentos da nossa vida.

Leia também: 10 motivos para morar no México

Uma nova versão de mim

Recentemente fui passar minhas férias no Brasil, e fiquei lá por dois meses. Faltando uns 15 dias pra regressar eu já sentia falta da minha casa, das minhas tarefas, dos meus dias corridos, de pegar minhas filhas todos os dias na escola, dos novos sonhos que meu coração e mente vem me mostrando. No Brasil, eu já estava voltando a me preocupar com coisas que já não tenho dado mais valor no México.

O fato é que eu percebi que estava ficando angustiada em ter atitudes que a antiga Fabricia tinha. Já não era mais eu: a Fabricia de quase dois anos atrás já não é a mesma. Ela mudou e não quer mais voltar a ser aquela de antes.

Mesmo que um dia ela regresse ao Brasil, a verdade é que gosto da versão que eu me tornei. Me sinto muito mais verdadeira e sem máscaras. Muito mais madura e com um olhar diferente de mundo.

Costumo dizer que eu enxergo diferente. Tenho mais filtro com as pessoas, mais
tolerância com o diferente. Uso uns óculos da maturidade que não julga mais as pessoas com facilidade, além de aceitá-las como são de forma muito mais sincera.

Por pessoas que eu olhava de cima, com ar julgador, hoje tenho muito mais amor e compreensão, como se eu calçasse as suas sandálias.

Há algum tempo, numa conversa com uma amiga que já vive fora do país há mais de 10 anos, ela me disse que eu poderia ser quem eu quisesse aqui. E ela tem razão. Quando nos mudamos não temos passado, só presente e uma organização para planejar nosso futuro.

Eu posso usar isso de forma boa ou não. Posso olhar pra mim e dizer que já não quero mais viver perdendo tempo buscando coisas pra agradar família, amigos e sociedade.

Está na hora de viver realizando a vida que pra mim foi designada, me redescobrindo e sendo quem eu realmente sou, sendo uma mulher mais plena pra assim cuidar bem da família que está comigo.

Ou posso tentar ser quem não sou, colocar uma máscara e viver como uma atriz, não vivendo e nem aceitando aquilo que me foi dado. São escolhas.

Leia também: Frida Khalo e a violência contra a mulher no México

Hoje estou aqui, sendo eu mesma ao tentar escrever para esta plataforma. Um pequeno sonho que sempre tive de influenciar pessoas com meus textos e experiências em viagem e em família.

Sempre amei escrever e compartilhar minha vida de uma forma que isso mude vidas pra melhor.

Que minhas palavras ajudem outras façam mulheres mais felizes e decididas a mudar algo que seja necessário pra levar uma vida mais leve e satisfeita. Essa sou eu e minha experiência de vida que adoraria trocar com vocês.

Related posts

Como contratar empregadas domésticas no México

Ana Paula Almeida

Comparação entre as leis trabalhistas no México Parte II

Joseane Dambros

O portunhol nosso de cada dia

Juliana Bezerra

6 comentários

Maria Jose Eler Von Randow Outubro 3, 2018 at 8:51 pm

PARABENS MINHA PRINCESA!!!!!
Todo que colocamos nas mãos de Deus, se for da vontade Dele, cumprira. E eu sei que todos seus sonhos voce coloca na vontade Dele e a realização e com paz e alegria.
Te amo filha!!! Voce merece.

Resposta
Fabrícia ERLER Outubro 9, 2018 at 6:10 am

Amém. Obrigada mãe pelo apoio e carinho. Se tenho coragem ou enfrento as circunstâncias é por que vc me ensinou a ser assim . Obrigada por me enviar .

Resposta
Marcio Almeida de Oliveira Outubro 4, 2018 at 4:01 am

excelente compartilhar nossa experiencia com outros

Resposta
Fabrícia Erler Novembro 9, 2018 at 8:47 pm

Compartilhar nos faz esvaziar pra poder nos encher e compartilhar mais . Amo tanto isso! Aprender e compartilhar !

Resposta
Eliane Novembro 7, 2018 at 4:35 pm

Adorei seu relato!! Estou mudando para a Cidade do México em Janeiro e estava precisando dessa força! Muito obrigada pela força!!!

Resposta
Fabrícia Erler Novembro 9, 2018 at 8:44 pm

Oh Eliane que alegria saber disso. Fico muito feliz em compartilhar e ajudar de alguma forma. Não vai ser facil, mas olhe as coisas boas que estará conquistando. Qualquer coisa estamos por aqui pra ajudar através das palavras. Atras da tela que você lê esses posts tem mulheres resilientes como você, prontas pra ajudarem umas as outras. Abracos e Deus abencoe essa nova caminhada.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação