BrasileirasPeloMundo.com
10 Motivos Rússia

10 motivos para morar em Moscou

Uma das perguntas que eu mais ouço quando digo que moro em Moscou é “mas por que Moscou?”. Eu entendo que muita gente não conhece a cidade e não tem muita ideia do que é morar aqui, portanto vou listar nesse artigo 10 motivos para morar em Moscou:

1.Segurança: Moscou é muito segura! Meus amigos e eu andamos pelas ruas de Moscou a qualquer hora do dia ou da noite sem nenhum medo. Eu já fui para casa caminhando de madrugada sozinha sem problema algum. Minha chave já dormiu várias vezes na fechadura do lado de fora! É muito bom morar em um lugar onde não se passa o tempo todo com medo de sofrer alguma violência, tanto na rua quanto em casa. Se sentir em segurança melhora substancialmente a qualidade de vida de qualquer pessoa.

2.Vida cultural: muitas vezes, quando se pensa em Moscou, se pensa em cultura, concertos, balés. De fato, uma das coisas mais interessantes da cidade é a sua vida cultural. São tantas opções de espetáculos acontecendo ao mesmo tempo que chega a dar uma agonia de não conseguir acompanhar tudo. Durante o verão, a programação é menos corrida, mas no inverno todos os teatros e salas de concerto entram na sua alta temporada e têm espetáculos para assistir todo dia. Assistir um concerto ou balé para os russos é como ir ao cinema: eles saem do trabalho direto para os teatros, ninguém se preocupa em se vestir absurdamente bem para comparecer, é tudo muito tranquilo e sem muita cerimônia. A vida cultural da cidade abrange todos os tipos de arte: teatro, música, museus de história e de arte, tudo disponível e muito interessante.

Leia também: 10 curiosidades sobre a Rússia

Eu em uma apresentação no Bolshoi: a agenda do teatro é agitadíssima
Eu em uma apresentação no Bolshoi: a agenda do teatro é agitadíssima (Fonte: acervo pessoal)

3. História: para aqueles que, como eu, são apaixonados por história, Moscou é um prato cheio! Além de tantos museus históricos na cidade, é possível sentir a história da URSS e da Rússia no geral ao andar nas ruas. A cada monumento, cada prédio histórico, cada detalhe de fachadas de prédios, sentimos a história escrita na cidade. Aqui aconteceram muitos fatos históricos importantíssimos: o período dos tzares, a Revolução Russa, o desenvolvimento da União Soviética, batalhas em guerras e, finalmente, a derrota dos nazistas pelo exército vermelho. Morar em Moscou é relembrar tudo isso todos os dias.

4. O verão: o verão moscovita é um dos mais gostosos que eu já conheci! Os russos adoram o sol e o clima quente, por isso durante o verão as ruas se enchem de pessoas, os parques ganham uma vida sem igual, a cidade ganha várias atividades interessantíssimas. Podemos aproveitar atividades nos parques (desde feiras de comida até aulas fitness), cinemas ao ar livre, eventos de bicicletas pela cidade, festivais de sorvete, de comidas, de geleias. A cidade, que já é linda por si, ganha uma nova vida e uma nova cor. É uma delícia estar em Moscou no verão.

5. O inverno: pensei muito em incluir o inverno aqui, mesmo porque eu também incluiria em uma lista de motivos para não morar em Moscou. É claro que o inverno é pesado, amanhece tarde e escurece cedo… Mas nem por isso os moscovitas se trancam em casa fugindo do frio! Muito pelo contrário, além dos teatros e museus funcionando a pleno vapor, a cidade se enche de pistas de patinação no gelo, feirinhas de inverno, iluminações e enfeites de inverno e acaba sendo impossível se trancar em casa e “hibernar”. O inverno tem outro astral, uma aura meio mágica que acaba por se misturar à expectativa do Natal e faz tudo parecer um conto de fadas.

6. O sistema de transporte público: o sistema de transporte de Moscou é um dos melhores e mais eficientes do mundo. Tanto metrô quanto ônibus e bondes funcionam muito bem e são absurdamente pontuais. O tempo de espera entre dois trens no metrô é um dos menores do mundo (a média de atraso anual é de 90 segundos entre um trem e outro). O metrô alimenta toda a cidade e trabalha em integração com os outros meios de transporte. É possível comprar o cartão do metrô e pagar apenas uma passagem para vários transportes diferentes no intervalo de 90 minutos. Além disso, o preço do transporte é irrisório. A média de preço de passagem é RUB30,00 (USD 0,45) e não varia de acordo com a distância percorrida, como em algumas cidades pelo mundo.

Leia também:  Rússia – Custo de vida parte 1 e parte 2

7. A arquitetura: Moscou é uma das cidades mais bonitas que já vi. Até mesmo quando comparo com São Petersburgo, a queridinha dos turistas na Rússia, digo com convicção que Moscou é mais bonita. A Praça Vermelha é uma coisa incrível. Tanto eu quanto menus amigos que moram aqui dizemos que não importa quantos anos moraremos aqui, a vista da praça sempre tirará nosso fôlego. A cidade conta com outros tantos prédios monumentais e históricos maravilhosos, além de parques incríveis. Mas o que torna Moscou ainda melhor é que mesmo os prédios “normais” da cidade são monumentais. As áreas residenciais do centro histórico são lindas de se ver e caminhar na rua se torna uma atividade fantástica em qualquer época do ano.

8. Tudo é 24h: Moscou não dorme. Isso é o que eu mais amo na cidade. Eu sou uma pessoa muito elétrica e morar em um lugar onde tudo fecha à noite e nos finais de semana me deixaria morta de tédio. Pois aqui não há tédio: a cidade funciona 24/7. A qualquer hora do dia ou da noite é possível encontrar restaurantes, bares, cafés, lojas e supermercados abertos. Tem até loja de esportes 24h! Se você quiser comprar aquela raquete de tênis às 3 da manha, pode. Se quiser comer um café da manhã antes de ir pra casa depois da balada, pode. Se quiser jantar mais tarde, pode. Aqui pode tudo, a qualquer hora.

9. Limpeza: as ruas de Moscou são extremamente limpas. Nunca vemos nem um papel jogado no chão e a cidade conta com pessoal e veículos de limpeza que estão sempre passando pelas ruas varrendo e lavando tudo. Todo esse sistema funciona também no inverno, quando a neve nunca acumula nem nas calçadas nem nas vias de carros. Pisar em gelo e neve acumulada é muito raro, o que facilita muito a locomoção em qualquer época. A limpeza deixa a vida na cidade muito mais agradável e a experiência dos turistas ainda mais interessante.

10. Bares e baladas: se você gosta de ter uma vida social bem ativa, Moscou é o seu lugar. A cidade tem inúmeros bares e boates, para todos os gostos e bolsos.

Esses são apenas os dez primeiros motivos para morar em Moscou. Eu poderia listar mais uma infinidade deles, afinal de contas, a cada dia que passa descubro um novo motivo para ser muito feliz aqui. O segredo é sempre ter o coração e a mente abertos para se encantar todos os dias pelo lugar!

Related posts

Dicas para dirigir em Moscou

Renata Rossi

Vida noturna na Rússia

Renata Rossi

Dez motivos para morar em Viena

Kely Martins

15 comentários

Diego Araújo Janeiro 25, 2017 at 4:23 pm

Oi, tudo bem? Meu nome é Diego, tenho 27 anos, estudante do 3 semestre de Economia, moro em São Paulo, sou pobre, ganho menos que 2 mil reais mensais, falo inglês intermediário. Gostaria de saber qual país pra uma pessoa como eu é nas minhas condições, Preferencia lugres frios. Aguardo reorno. Adoro você,

Resposta
Renata Rossi Fevereiro 3, 2017 at 10:45 am

Oi, Diego, obrigada!
Bom, acho que tudo depende do que você pretende fazer no exterior. Trabalhar, estudar, conhecer apenas… Cada lugar é interessante ou complicado por vários motivos e, antes de se aventurar fora do país, é bom ter uma idéia bem clara dos seus objetivos e expectativas.
Abraços!

Resposta
Victória Tarso Fevereiro 3, 2017 at 10:29 pm

Pretendo fazer medicina em Moscou e seus textos tem me ajudado muito!! É dificil achar informações sobre a Russia rs. Muito obrigada!

Resposta
Renata Rossi Fevereiro 28, 2017 at 8:48 am

Olá, Victória! Fico muito feliz em saber que estou ajudando na sua preparação para a Rússia! Se precisar de qualquer informação especial é só me escrever! Abraços!!!

Resposta
Banjai Março 24, 2017 at 7:41 am

Oi, meu nome é Banjai, estudei em Russia cidade(Ariol), confesso que aprendi muito coisa nova com o seu texto, neste momento estou no processo de voltar para fazer mestrado certamente em Moscovo

Resposta
Renata Rossi Março 30, 2017 at 9:55 am

Ola, Banjai!
Que bom que pude te trazer novas informações! Boa sorte no mestrado e espero que Moscou te trate muito bem!
Abraços!

Resposta
Banjai Março 24, 2017 at 7:44 am

Gostei muito

Resposta
gislene hager Agosto 17, 2017 at 4:10 pm

Bom dia Renata , meu nome é Gislene Hager, é maravilhoso voce compartilhar suas experiências pelo mundo, principalmente para as mulheres também. Aliás seria sobre esse assunto meu comentario aqui. Tenho filha que trabalha em Moscou e é a maior dificuldade o idioma ingles nas ruas, para dia a dia. Google tradutor é duvidoso para comprar medicamentos. voce poderia me ajudar com dicas a respeito? Remédios simples para alguns problemas femininos que aqui no Brasil usaríamos uma Nistatina e as farmacias são repletas de opções e ninguem fala ingles, complicado no dia a dia não é? Será que conhece farmacia que tivesse alguem que fale ingles? Até atendimento médico: ninguem fala ingles. Obrigada.

Resposta
Renata Rossi Novembro 17, 2017 at 12:52 pm

Olá, Gislene, tudo bem?
De fato, o inglês não é muito difundido por auqi. Mas é como eu falo: problema de país grande. No Brasil também não é fácil não se falar português.
Não conheço nenhuma farmácia que fale inglês, mas o tradutor costuma me ajudar bastante. Ao invés de usar o nome do remédio, eu traduzo para o russo o princípio ativo dele. Sempre dá certo, mesmo porque os nomes dos princípios ativos costumam ser bem parecidos com o português.
Existem algumas clínicas médicas e odontológicas nas quais os funcionários falam inglês, mas costumam ser muito caras. Sem plano de saúde fica difícil se consultar. Mas, ainda asism, aglumas clínicas comuns ainda contam com um profissional ou outro que fale inglês. E os que não falam costumam ter boa vontade em ajudar de qualquer forma.
Abraços!

Resposta
Cinara Novembro 20, 2017 at 2:22 am

Ola Renata, tudo bem?
Gostaria detenpedir um conselho. moro em cuiaba (40 graus ano todo) e vou para russia agora em dezembro passar 15 dias, estou em dúvida quanto a bota, vi as botas para neve dos sites brasileiros mas achei mto caras (no minimo minimo 300 reais), pq nao vou usar mto, no máximo em proximas viagens, q acredito q nao serao p frios tao intensos. Gostaria de saber se compensa eu comprar essas daqui, ou em moscou ?? Se em moscou, que lugar encontraria uma q me ajude a passar esses dias por ai? Desculpa incomodar, mas já pesquisei e não consegui chegar a nenhuma conclusão. Obrigada.

Resposta
Delsuita Lima Hovsepian Abril 18, 2018 at 2:18 pm

Renata Rossi bom dia!!! Renata você morrou na Armênia. Gostaria que descrevesse como é viver nesse país. Sou de Uberaba MG. Casada com um descendente de Armênio. E gostaríamos muito de passar uma temporada por lá.

Resposta
Renata Rossi Maio 7, 2018 at 3:10 pm

Olá, Delsuita!
Que conincidência, eu morei 20 anos da minha vida em Uberaba!
Olha, viver na Armênia foi um pouco complicado para mim. Eu morei em Ierevan, achava a cidade muito limitada, a cultura era meio complicada no trato com mulheres… Mas para visitar vale muito a pena. O país é lindíssimo e a comida é maravilhosa. Os armênios (como você deve saber) são muito animados e festeiros.
Agora, morar por muito tempo vai depender de cada pessoa. Eu sou muito agitada e achei Ierevan um pouco parada e “pequena” demais.
Se você for, depois me conte o que achou.
Abraços!

Resposta
Sayuri Malheiros Julho 4, 2018 at 2:29 pm

Olá, Renata!
Estou morando em Moscou temporariamente e gostaria de estender minha estadia até completar os 90 dias de turista.
Não tenho visto de trabalho e meu dinheiro não seria suficiente para eu viver por mais tempo por aqui após o término da copa.
Você poderia me dar uma dica ou alternativa para eu continuar a morar na Rússia?
Muito grata por compartilhar tuas experiências pelo mundo!
Parabéns!!
Sayuri Malheiros

Resposta
Renata Rossi Julho 6, 2018 at 2:13 pm

Ola, Sayuri,

Sem visto de trabalho ou de estudos, você não pode ficar mais de 90 dias no país. E para ter esses vistos, é necessário que você tenha proposta de emprego (que se disponha a te registrar para pedido do visto) ou matrícula em curso seja universitário, seja de línguas.
Eu não recomendo ultrapassar os 90 dias permitidos, isso pode dar um problemão.
Eu que agradeço por ler meus artigos!
Abraços!

Resposta
Robson Agosto 24, 2018 at 3:18 am

Priviet, Renata! Tudo bem?

Uma moça de Tver, distante quase 200 Km de Moscou tem iniciado contato comigo e penso em trabalhar e morar lá… Conhece essa cidade para me dizer o que um brasileiro achou dela?
Tenho lido também sobre a dificuldade em comprar imóveis, obter visto, casar… É tão difícil mesmo?

Um grande abraço!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação