BrasileirasPeloMundo.com
Nova Zelândia

Motivos para morar na Nova Zelândia

A primeira coisa que me perguntam quando conversamos sobre a nossa mudança para cá é “Por que a Nova Zelândia?”. Sobretudo os kiwis (como os neozelandeses se chamam por aqui).

Cada vez eu dou uma resposta diferente, mas o fato é que quando escolhemos um lugar, alguma coisa nos diz que é lá que vamos viver. E alguns fatores fizeram a mim (e meu marido) escolhermos este país.

Natureza

A primeira coisa que nos chama a atenção é quantidade de verde. Para onde a gente olha tem verde. E olha que moramos em Auckland, a maior cidade do país. Li que cerca de dois terços do país é composto por parques ou áreas de preservação. Isso já seria motivo suficiente para nos ganhar, mas aonde quer que a gente vá há parques, quintais e calçadas verdes, árvores, natureza. É espetacular. Sempre sonhei em me mudar para algum lugar assim, rodeado de verde, natureza, animais e ar puro. Dormimos com as estrelas e as cigarras e acordamos com os pássaros. Além disso, a terra é tão boa, que “em se plantando tudo dá”. Temos nossa própria horta orgânica no quintal (e sempre ganhamos colheitas de colegas ou vizinhos). Não poderia ser mais perfeito.

Praias

Quem nunca sonhou em morar nas férias, digo, na praia? Aqui aonde quer que eu vá, tem uma praia, um braço de mar, ou está bem pertinho da praia. É incrível. E todos nós em casa amamos isso (a gente gosta de andar na praia, respirar cheiro de praia, olhar a praia, comer peixe, nadar, fazer esportes ligados à praia). As praias daqui são maravilhosas! Ainda mais perfeito.

Corrupção

A Nova Zelândia sempre está no topo entre os países menos corruptos do mundo. Um sonho. Um lugar onde as leis são cumpridas, as pessoas (em sua grande maioria) são honestas e de bônus: você falou, está falado. Nada de carimbos, filas, burocracias intermináveis para “validar o selo de validação”, como no Brasil. (Sem falar toda a onda de corrupção que existe por lá, e não vou entrar nesta complicada questão.) É bom demais saber que as pessoas são honestas, voltar a ter confiança no próximo. Saber que se você fizer sua parte, tudo vai estar ao seu lado. É libertador.

Segurança

E por falar em liberdade, aqui é um país extremamente seguro. Os kiwis vão discordar de mim, mas para quem vivia na “nóia” paulistana, com pavor de ser assaltado (de novo) ou sequestrado (de novo), isso aqui é um sonho. É uma sensação de pertencer à cidade, de poder andar livremente e saber que vamos voltar para casa sã e salva, sempre. Nem sabia mais o que era isso.

País para Famílias

Aqui é incrível para criar filhos e ter uma família. Eles são muito bem vindos em todo lugar. As crianças aqui são livres, andam descalças (até no inverno!), brincam na grama, na lama e na chuva, voltam sozinhas da escola (que, aliás, não têm muros, bedéis, segurança ou porteiros, além de serem voltadas a formar pessoas com valores e independência, mais do que decorar esta ou aquela matéria). Em todo lugar há parques e parquinhos (e pistas de skate), e mesmo que não houver, elas sobem em árvores ou rolam na areia ou na grama. É como se os pequenos estivessem num sítio ou na casa de vó o tempo todo. Quer infância mais feliz que esta?

Futuro

Aqui também vi muitas cabecinhas brancas. Todas ativas. Lindo de ver. Eles trabalham até muita idade (porque querem). Quem não trabalha, vai ao clube de boliche, caminha na praia, cuida do jardim ou dos netos, vai tomar café com os amigos.

As empresas têm muitas pessoas com idade avançada, afinal, são experientes, simpáticos, e muito cheios de vida. Todos podem se aposentar e não vão passar fome ou necessidade. Há caminhos, há integração, há futuro.

Qualidade de Vida

Eu tinha uma vida ótima no Brasil. Já havia s conquistado as alturas em minha carreira. Tínha casa, muitos amigos, uma família querida, meus filhos estudavam numa ótima escola. Mas ainda não era feliz. Trabalhava horas a fio, vivia estressada e me sentindo infeliz, mesmo com tantas boas conquistas. Queria ter a possibilidade de trabalhar, conquistar coisas, construir um futuro mais certeiro, mas viver o presente (feriados e férias eram nossa única redenção).

De novo, a Nova Zelândia está sempre entre os países com maior índice de felicidade e qualidade de vida. Os kiwis são MUITO trabalhadores, saem de casa muito cedo, trabalham pesado, fazem de tudo um pouco (aqui chefe pega o próprio cafezinho e passa também o aspirador no escritório), trabalham até muita idade. Mas o trabalho de meio período é um fato (perfeito para famílias), alguns pescam, praticam esporte ou vão à praia após o trabalho e horário de família e descanso é sagrado.

É difícil dar um motivo só por ter escolhido a Nova Zelândia. O fato é que para mim, minha família e outros milhares de imigrantes que aqui estão, o país tem tudo o que a gente sempre sonhou e acreditou.

E é um país de beleza espetacular (pertinho da Austrália e das ilhas do pacífico). Eu diria que, no mínimo, as pessoas deveriam colocar no topo da lista de desejos e visitar ao menos uma vez na vida.

Related posts

O que muda depois de morar fora

Natália Souza

Verão na Nova Zelândia

Rosana Melo

Aplicativos para usar na Nova Zelândia

Gabriela Nunes

16 comentários

Mônica Ortega Bermudes Junho 2, 2017 at 2:31 am

Muito obrigada pelas dicas Gabriela, com certeza um dia visitaremos a Nova Zelândia, parece um país pelo qual todos os brasileiros queriam para si.

Resposta
Gabriela Nunes Junho 6, 2017 at 9:25 am

Sem dúvidas! Muito do que sentimos falta no Brasil, como mencionei, encontramos por aqui! Venham sim, vocês vão se apaixonar!

Resposta
Selma Junho 2, 2017 at 5:52 am

Mega me identifiquei Gabi, parabéns pelo texto! NZ é td isso mesmo. Apesar do desafio de estar longe da família, o que encanta a gente é a diversidade climática (no inverno poder curtir neve e no verão, a praia) e a diversidade humana, o respeito pelo próximo – como vc escreveu, nos traz sentimento de fazer parte! Amei Gabi, não vejo a hora de ler os próximos!

Resposta
Gabriela Nunes Junho 6, 2017 at 9:24 am

Que bom que gostou e sente o mesmo, Selma. Aqui a gente tem uma vida simples e feliz, e não precisa de mais.

Resposta
Malu Sanches Junho 2, 2017 at 10:30 pm

Muito bom, Gabi! Vou colocar na minha lista de desejos uma viagem à Nova Zelândia.
Parabéns pelo post. E, sucesso por aí. Saudades, querida! um beijo

Resposta
Gabriela Nunes Junho 6, 2017 at 9:23 am

Venha sim, Malu. Este lugar é especial e maravilhoso!

Resposta
Muller Nascimento Junho 5, 2017 at 3:02 pm

Vou mandar esse link para todos os que já faleii sobre você e me perguntam “por que a Nova Zelândia?” <3

Resposta
Gabriela Nunes Junho 6, 2017 at 9:26 am

Com certeza, Muller, pode mandar, sim. Eu sei que você andou viajando e eu super recomendo colocar este lado distante do planeta na sua lista, vocês vão adorar!

Resposta
Anete Bahia de Souza Junho 6, 2017 at 1:35 am

Parabéns Gabriela !! adorei a sua matéria e tive o previlegio de conhecer esse país maravilhoso ,você e o Caio me deram esse presente e ai fiquei 2 meses desfrutando das maravilhas das praias ,beleza do verde ,das crianças correndo pelos parques livres leves e soltas sem falar da educação desse povo .Gostei tanto que voltei novamente e fiquei mais 2 meses, eu recomendo vale muito a pena , quem puder tem que conhecer Nova Zelândia eu recomendo.

Resposta
Gabriela Nunes Junho 6, 2017 at 9:22 am

Oi, Anete. Que bom que gostou e compartilha da paixão por este paraíso! 😀

Resposta
Alexandre Tanaka Junho 7, 2017 at 4:18 am

Oi Gabi.
Fico muito feliz por vcs estarem bem.
Desejo muito sucesso e felicidade à sua familia.
Um forte abraço!
Familia Tanaka
SP

Resposta
Gabriela Nunes Junho 7, 2017 at 6:13 am

Oi, Alexandre. Muito obrigada!

Resposta
Mauro César Agosto 24, 2017 at 5:07 pm

Olá, Gabriela Nunes,

Muito legal teu texto e teu relato viu?! Porque tu descreves tudo exatamente aquilo que sinto hoje, aqui em Curitiba/PR, cidade que nasci, amo muito viver mas sinto falta de muitas coisas das quais tu falas, de forma bem sensata e bem realista. Adorei !!!! =D

Resposta
Gabriela Nunes Agosto 25, 2017 at 4:42 am

Oi, Mauro. Que legal que gostou do relato, foi muito sincero. ;-D

Resposta
Alessandra Julho 11, 2018 at 8:59 pm

Eu sei que estou atrasada na leitura, mas valeu a pena. Quero muito conhecer a NZ. E te incentivo a colocar muito mais detalhes deste lugar lindo.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação