BrasileirasPeloMundo.com
Japão Natal Pelo Mundo

Natal no Japão

Natal no Japão.
Chegando mais um fim de ano, e com ele, o clima de Natal no Japão. Logo depois do Halloween, as lojas rapidamente trocam esta decoração pelos enfeites de Natal. Embora o Japão seja um país budista, o interesse comercial também ajudou a popularizar esta data tão importante para nós ocidentais. Os japoneses não têm quase nenhuma noção do verdadeiro significado do Natal, mesmo com os esforços das pequenas comunidades católicas e outras denominações cristãs aqui presentes; a ocasião mais parece uma comemoração de Dia dos Namorados extra, pois eles também já comemoram o Valentine’s Day.
Os principais centros comerciais em Tóquio e Osaka ficam especialmente iluminados nesta época, o que ajuda a trazer o clima natalino, alavancando assim as vendas de final de ano. Muitos visitam essas capitais para apreciar as decorações que a cada ano estão cada vez mais fascinantes. O dia 25 de dezembro não é feriado no Japão, e essa é a principal reclamação entre a comunidade latina acostumada a ter aquele maravilhoso momento de confraternização, mas claro que o jeitinho brasileiro sempre fala mais alto. Nesse dia as linhas de produção das fábricas ficam menos verde e amarela, pois muitos faltam ao trabalho em nome da tradição estrangeira, tão difícil de ser entendida pelas empresas que querem apenas manter a produção.
A distância deixa qualquer forasteiro (que somos aqui) cheio de saudades. As emoções ficam à flor da pele ao ver as luzes de Natal, as lembranças na nossa memória afetiva da infância sempre trazem aquela vontade imensa de voltar… E olha, são muitos os que não resistem. Mesmo sem planejamento, voam de volta para casa para matar essa saudade que persiste em aparecer todo fim de ano.
 Sim, aqui há árvores natalinas, músicas natalinas, presentes e lojas abarrotadas com decorações e presentes desejáveis que fazem a festa dos japoneses que até agora só sabem que nessa comemoração estrangeira as crianças ganham presentes e comem bolo de Natal o tal do X’mas Cake – para a maioria, mais uma invenção divertida e saborosa trazida do mundo ocidental.

Leia também: tradições natalinas alemãs

 Para nós. brasileiros, falta a família, a mesa farta e as risadas pelos cantos da casa, e também aqueles amigos queridos, o calor humano e principalmente, a gratidão pela vinda do nosso salvador ao mundo, o resto é somente cenário. Então a comunidade se consola entre si como pode. Amigos se convidam para um pequeno jantar, pois a maioria não tem nem sequer um parente por aqui. Outros aproveitam para visitar as igrejas, para se sentirem acolhidos, especialmente nesta data.
Neste dia, muitos restaurantes têm planos especiais oferecendo jantares românticos, já que, como eu disse no começo, para os casais jovens esta data é como um “Dia dos Namorados”, para ser comemorado a dois. Não sei de onde saiu essa ideia, mas foi essa a leitura feita por eles sobre o Natal.
O ícone gastronômico do Natal nipônico também não tem nada a ver com peru, chester ou pernil assado. O comércio apostou em um tal de kurissuma keiki. Desde que cheguei aqui, Natal é dia de comer o tal bolo natalino que não é nada especial como um panettone, por exemplo, pois ele é simplesmente um bolo confeitado. Hoje em dia, com enfeites natalinos, e que eu me lembre, nem isso: era normalmente um bolo de massa esponja coberto com chantilly e decorado com alguns morangos.
As interpretações equivocadas do verdadeiro sentido do Natal, segundo alguns registros, parecem ter a ver com a dificuldade na comunicação. Antigamente – afinal o Japão é um arquipélago – certamente não foi fácil introduzir novos costumes e tradições trazidos de fora. Existem registros até de uma tentativa de orientalizar a festa trocando a imagem do bom velhinho por Jizo, a divindade budista que protege a alma das crianças que faleceram antes dos seus pais.
O aumento de estrangeiros fluentes na língua japonesa e japoneses fluentes em outros idiomas, além do acesso a Internet, ajuda muito, hoje em dia, a esclarecer sobre o significado do Natal, uma vez que tudo começou de forma muito confusa no passado. As comunidades cristãs presentes no país tem o papel principal de divulgar o significado real por trás dessa comemoração, apesar de terem uma presença de menos de 2% no país. Pelo menos ainda têm liberdade para pregar seus ensinamentos dentro do Japão.

Leia também: Natal na Argentina

 Outra tradição ocidental que os japoneses adotaram são as iluminações de Natal. Para entrar no clima de compras e se sentir dentro de um daqueles filmes de Natal americano e claro, aumentar as vendas de final de ano, o comércio japonês não economiza: todo ano a competição é grande, são iluminações glamurosas de luzes de led azul, champagne, animações em 3D, árvores gigantescas e até um luxuoso candelabro de cristais Baccarat com 250 luzes – considerado um dos maiores do mundo – colaboram para que essa época do ano seja memorável! Caso você queira conferir, deixo aqui alguns links com as principais iluminações de Natal nos grandes centros de compras em Tóquio.

Leia mais sobre Natal Pelo Mundo

Related posts

Natal na Suécia

Vânia Romão

Natal em Chicago

Luana Teles

Dia dos Namorados no Japão: comemoração em dose dupla

Mitiko Ando

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação