BrasileirasPeloMundo.com
México Natal Pelo Mundo

Natal no México

O mês de dezembro é extremamente festivo por estas bandas, já que o Mexicano além de bastante religioso também adora uma ocasião para reunir a família, os amigos e celebrar. Já no começo de dezembro começam as chamadas “posadas” que são uma tradição aqui no México.

Teoricamente as “posadas” começam nove dias antes do Natal, mas não é regra( ja fui convidada a participar de posadas na primeira semana de dezembro!). “Posada” consiste em uma festa (na casa de parentes ou ainda de vizinhos de bairro) que representa a peregrinação de José e Maria, com direito a orações, comida e piñata.

Para os menos religiosos, é uma desculpa para reunir os entes queridos e festejar. As crianças curtem principalmente as piñatas recheadas de guloseimas. As piñatas para quem não sabe, são artesanatos feitos de barro e papel. De acordo com as minhas pesquisas, é originário da China ( surprise, surprise!!) já que os Chineses costumam celebrar o ano novo chinês com um enorme dragão de papel.

A idéia teria viajado até a Itália na época de Marco Polo onde tomou uma conotação mais religiosa e o nome de pignata. Bom, chegou a Espanha e de lá para o México. Originalmente eram em forma de estrela com 7 picos representando os 7 pecados capitais. Hoje em dia ainda podemos encontrar piñatas tradicionais, mas as mais comuns e populares entre as crianças são as de super-heróis, minions, animais, mickey, princesas, etc.

A brincadeira é girar a criança vendada na frente da piñata que é pendurada no teto, e com um bastão ou pedaço de pau tentar acertar a piñata até quebrá-la e os doces saírem voando lá de dentro. As crianças ( e alguns adultos) saem desesperadas se acotovelando para catar os doces. É divertido para eles, aterrador para mim, mera observadora, que fico sempre a espera de alguma criança ser pisoteada na confusão ou de levar uma paulada de alguma criança zonza de tanto rodopiar. Mas no final das contas as crianças saem satisfeitas, sem stress ( afinal o que deram de paulada na piñata vale mais que qualquer meditação) e cheias de energia de tanto doce açucarado que ingeriram. Nove dias assim e o natal ainda nem começou.

Em Oaxaca, há uma tradição curiosa que é a Noite dos Rábanos (Noche de Rábanos). Para quem não sabe, rábanos são rabanetes enormes quase como nabos. A festa acontece cada 23 de dezembro quando os horticultores e floricultores mostram todo o seu talento artístico em uma exposição com esculturas e até presépios feitos de rábanos no centro histórico da cidade de Oaxaca.

No Natal a Cidade do México é enfeitada com muitas luzes e uma das minhas regiões da cidade favoritas nesta época é o Zócalo ( centro histórico aqui do D.F.) que fica bem bonito todo iluminado. Há muitos pinheiros naturais e artificiais à venda nos mercados de rua espalhados por toda a cidade. As famílias decoram suas casas e fazem uma festa no dia 24 com ceia e troca de presentes à meia-noite igual fazemos no Brasil.

A ceia consiste em pratos como o bacalhau, peru recheado, pozole (sopa tradicional pré-colombiana ), purê de maça, pernil e romeritos ( camarões, batatas e nopales banhados em mole de oaxaca com alecrim seco. Acompanhados sempre de bolinhos de camarão seco). Cada família, porém, tem sua tradição de ceia e os pratos podem variar. Ainda que o cardápio soe um tanto europeu, pode contar que os sabores são bem diferentes dos pratos das nossas ceias no Brasil. É tudo bem Mexicano mesmo.

A bebida tradicional é o “ponche” ( mexicano para punch rsrs) que é feito com frutas variadas , especiarias, água e cana-de-açúcar).

As festas de Natal terminam no dia dos três reis magos que acontece no dia 6 de janeiro. Na manhã do dia de Reis, as crianças recebem os presentes deixados pelos reis embaixo da árvore durante a noite ( eu sei, haja orçamento para tanto presente!! ) e as famílias novamente se reúnem para partir a rosca de reis que eu já mencionei por aqui no texto casamentos inter-culturais.

Como puderam perceber, o México é um país de fortes tradições e muita religião. Então, quem quiser passar dezembro por aqui venha com suas orações em dia e muita musculação para descer a mão nas piñatas. Ou então faça como eu, sente-se confortavelmente em algum canto longe da mira dos doces voadores e encha a cara de ponche natalino ( versão alcoólica, claro!) e Feliz Navidad!

Leia mais sobre Natal Pelo Mundo

Related posts

O ambiente de trabalho no mundo corporativo mexicano

Joseane Dambros

Como é o Natal na Turquia

Juliana Lima

Natal e Ano Novo no Chile

Gislaine Morais

5 comentários

Ana Cristina Kolb Dezembro 23, 2013 at 4:02 pm

Fernanda eu acho que cariamos uma dupla e tanto, sentada em um canto tomando ponche e observando a bagunça de longe rsrsrsrrs pelo que parece, os mexicanos assim como nos brasileiros gostam mesmo é de se reunir e festejar! Feliz natal pra voce e sua família e que 2014 seja repleto de bencaos! Feliz Navidad

Resposta
Fernanda Moura Dezembro 23, 2013 at 5:33 pm

Obrigada, Ana Cristina! Felizes festas para você e sua família também. Beijos!!!

Resposta
Rafaela Mesquita Janeiro 13, 2014 at 10:54 pm

Fer, espero que não ache ruim te chamar assim, mas já me familiarizei (risos)… Adorei ler tuas publicações, cada parágrafo citado por você, me faz voltar no passado. O Zócalo é um dos lugares que mais admiro, depois de Chapultepec. Adorava tomar um bom café em Coyoacán ou uma cervejinha no Pata Negra, na Condesa. Uffa! Quanta saudade daí. :'( Quero poder voltar logo! Abraço pra você e um próspero 2014!

Resposta
Fernanda Moura Fevereiro 28, 2014 at 4:00 pm

Oi Rafa – Também já estou intima 😉 -Que bom que curtiu as matérias. Acho muito bacana encontrar pessoas apaixonadas pelo Mexico como vc. Beijos!

Resposta
Espanha – Dia de Reis Janeiro 14, 2014 at 12:53 pm

[…] países europeus como a França e foi levada pelos espanhóis para suas antigas colônias como o México tal qual foi descrito pela Fernanda, aqui no […]

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação