BrasileirasPeloMundo.com
Suíça Vinhos e Vinícolas Pelo Mundo

La Route Gourmande: o paraíso dos enófilos

A Suíça é um país onde come-se e bebe-se muito bem. Além da famosa produção de queijos e chocolates, o vinho Suíço é uma das maravilhas deste pequeno país no centro da Europa. O vinho, diferentemente dos outros produtos mencionados, não é exportado e sua produção é destinada quase que unicamente ao consumo local. Menos de 2% da produção é exportada, em sua maioria para a Alemanha.

A cultura do vinho é uma tradição na Suíça. A garrafa mais antiga, feita ainda de cerâmica, data do século II A.C e foi encontrada junto ao corpo de uma mulher de origem celta na região de Valais. No século VI D.C monges provenientes da Borgonha se estabeleceram no cantão Vaud e começaram a cultivar vinhas. Os vinhedos foram crescendo em número e extensão de forma bárbara, a ponto de em meados de 1980 a superprodução de vinhos começar a afetar a qualidade e preços dos mesmos. Portanto algumas medidas foram tomadas para a manutenção da qualidade dos vinhos helvéticos.

A partir de 1990, os suíços passaram a adotar o sistema de origem controlada e há regras bastante restritas a serem seguidas em todas as áreas de produção. O rendimento e a quantidade de açúcar são vistoriadas de forma minuciosa pelos viticultores suíços.

A Suíça produz vinhos brancos e tintos de qualidade. As uvas mais proeminentes são Pinot noir (Blauburgunder) garantindo 30% da produção e Chasselas (Gutedel) com 27%. Outros tipos de uva incluindo Pinot Gris, Shiraz, Chardonnay e outras mais de 15 variedades também podem ser encontradas cultivadas em menor escala.

vin3

La Route Gourmande é uma caminhada de 5 KM por entre os vinhedos da região de Montreux-Vevey. Esta região é conhecida por seus vinhos brancos de excelente qualidade. A rota acontece uma vez por ano e as inscrições devem ser feitas com alguma antecedência, já que o número de participantes é limitado. Paga-se um valor que inclui transporte de ida e volta da estação de trens de Montreux até Chailly-sur-Montreux onde a caminhada tem seu inicio. Lá chegando, recebemos um copo e uma caderneta para anotações acerca dos vinhos degustados. Às crianças é dado um copo de plástico para tomarem sucos e chás gelados.

vin4

O circuito é formado por  7 estações. Cada estação conta com uma barraca de comida e outra de vinhos. O barato é provar a combinação do vinho com a comidinha servida, mas ir com calma. Afinal, são 7 estações! Tudo bem que há bastante tempo para digerir tudo pois o passeio começa as 10 e, dependendo do seu ânimo, pode durar até as 5 da tarde.

Eu, como fui com meu filho de 5 anos, fiz o circuito relativamente rápido pois ele não aguentaria um dia inteiro lá. Chegamos à Chailly-sur-Montreux às 10:30 e regressamos à estação de trens de Montreux às 14 horas. Foi tempo suficiente para aproveitar e curtir o passeio com calma. Uma dica para quem vai com crianças é levar uma patinete  para que as crianças não se cansem tanto.

O passeio além de delicioso para o paladar é um deleite para os olhos já que a região é lindíssima e a paisagem dos vinhedos junto ao Lago Léman confere um ar ainda mais especial ao passeio. Além disso, não há nada melhor do que comer respirando ar puro e caminhando por entre as vinhas. Cada vez que eu achava que tinha bebido muito bastava caminhar até a próxima estação para queimar parte do que foi consumido. Bom, pelo menos era o que eu ia me dizendo durante o trajeto.

vin6

A comida também estava excelente. Tudo feito com produtos locais e de sabor bem caseiro. Ao chegar a cada estação, deve-se entregar um pequeno ticket com o número da estação em questão para garantir sua entrada. Estes tickets são entregues no princípio do tour, juntamente com o copo e caderneta.

Portanto, coma, beba e divirta-se, mas não beba tanto a ponto de não saber onde você guardou os malditos tickets se você quiser continuar o tour. A não ser, é claro, que se trate da estação número sete e todos já tenham conversado até em grego com Dionísio. Neste ponto, ninguém se importa com os tickets. Meu marido perdeu o último e, sendo a última estação, o deixaram passar entre uma e outra risada.

Terminado o tour é só relaxar com a barriga cheia de poesia e planejar a inscrição para o ano que vem.

vin2

Lista de produtores que participaram:

La Cave Vevey-Montreux

Comune de La Tour-de-Peilz

Commune de Vevey

Philippe Chabloz

Fondation de Chillon

Jean-Marc Favez

Henri & François Montet

Martial Neyroud

Xavier Bühlmann

Caves de Champ de Clos – Ch. Conne

Marina Bovard

J&P Testuz S.A.

Patrick Fonjallaz

Mayor Albert S.A.

Para quem se interessou em fazer a Route Gourmande, há também a opção de um passeio semelhante em Lavaux no mês de Julho. Mais informações aqui.

Related posts

A Riviera Suíça

Ana Cristina Kolb

Cesar Martins – Fotógrafo na Suíça

Mel Barbieri

As 5 melhores vinícolas na região de Niagara-on-the-lake

Lais Gonçalves

4 comentários

Renata Salas Collazo Outubro 18, 2015 at 11:29 pm

Fernanda, fiquei encantada…. Acho que meu marido adoraria esse tour, principalmente depois de tanto sacrificio para apenas 1 taca de vinho em Abu Dhabi kkkk Quem sabe ano que vem!!! Parabens, adorei as informacoes!!!

Resposta
Fernanda Moura Outubro 19, 2015 at 4:46 am

Oi Renata! Que bom que você gostou. Se vocês vierem à Suíça ano que vem, o tour vale mesmo muito a pena. É muito difícil conseguir vinho aí? Um beijo! 🙂

Resposta
Jéssica Martins Outubro 21, 2015 at 9:41 am

Oi Fernanda! Quando fui au pair na fronteira com a Suíça cheguei a ir nessa região com minha host family buscar vinhos, uma pena não conhecer esse tour naquela época… mesmo morando do lado francês meus hosts compravam so vinhos suíços praticamente e eu aproveitava ne? hehe. Vevey e Montreaux são 2 cidades lindas e charmosas. Um beijo =)

Resposta
Fernanda Moura Novembro 12, 2015 at 5:57 am

Oi Jéssica 🙂 Os vinhos desta região aqui na Suíça são mesmo deliciosos. Da próxima vez que estiver por estas bandas, então, não perca esta rota. Para quem gosta de vinho e lindas paisagens é parada obrigatória rsrsrs. Um beijo!!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação