BrasileirasPeloMundo.com
Portugal

Nossa Língua Portuguesa

Hoje vou falar um pouquinho da nossa língua portuguesa. A língua portuguesa é a língua oficial de Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Aproximadamente 280 milhões de pessoas no mundo são falantes desta língua que é a sexta mais falada no mundo (atrás do mandarim, inglês, hindi, espanhol e árabe).

Mas porque falar da nossa língua? Porque, apesar de sermos todos falantes de português, existem muitas diferenças entre o modo de falar a língua em cada país e mesmo dentro de um mesmo país. No Brasil, percebe-se bem isso pelas diferentes palavras usadas e nas diferenças de sotaque entre as várias regiões. Até mesmo dentro de um mesmo estado. Por exemplo, em Minas Gerais existem 5 diferentes dialetos “mineiros”. Em Portugal também são identificados 9 diferentes dialetos que, com o tempo, vamos aprendendo a diferenciar. Mas vou falar principalmente de algumas diferenças que existem na língua falada no Brasil e em Portugal porque pode ser muito útil para quem viaja e para quem pensa em viver em Portugal.

As diferenças existem não só na língua falada mas também na escrita. Por exemplo, muitos brasileiros quando vem para Portugal a passeio ou como imigrantes acham muito bom porque falamos a mesma língua e é mais fácil a comunicação. Sem dúvida que é muito mais fácil do que ter que aprender e falar outra língua mas, mesmo assim, existem algumas diferenças que podem causar alguma dificuldade de comunicação para os brasileiros. Eu penso que os portugueses já estão mais acostumados com o português brasileiro do que os brasileiros com o português falado em Portugal, afinal, desde 1977 que os portugueses assistem às novelas brasileiras.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar em Portugal

Pra começar, os portugueses falam mais fechado que os brasileiros. Às vezes demora um pouco para um brasileiro treinar o ouvido para entender bem. Como vivo em Portugal há algum tempo já fui “intérprete” de português-português. Parece engraçado não é mesmo? Mas, em umas conferências feita por brasileiros em Portugal, algumas palavras que usamos no Brasil não são compreendidas em Portugal (ou tem outro sentido e vice-versa). Em outra conferência feita por portugueses, alguns estudantes brasileiros que estavam há pouco tempo em Portugal também não entendiam… Mas, nada que o tempo não resolva.

Outras diferenças também estão no significado das palavras e vou dar alguns exemplos: Quando estiver passeando por Lisboa, aproveite para beber uma imperial (chopp) e comer uma bifana ou um prego. Uma bifana é um bife de porco no pão e um prego, um bife de vaca no pão. Mas, depois de algumas imperiais, se precisar de ir ao banheiro, peça para ir à “casa de banho” porque, em Portugal, “banheiro” é aquele homem que trabalha como salva-vidas na praia, também chamado de “nadador-salvador”.

Para as compras convém saber que as calcinhas femininas são cuecas e, antes que alguém pergunte, as cuecas masculinas também são cuecas. Camisolas (aquelas que as mulheres usam para dormir) são camisas de noite. As meias-calças são collants, as camisetas são Tshirt ou camisolas mas, roupa de inverno de lã tipo pulôver também é camisola e, se tiver abertura (botões ou zíper) aí é casaco. Um maiô ou uma sunga é um fato de banho. Se tiver um acidente, um corte no dedo por exemplo e precisar de band-aid, peça “pensos”. Os absorventes higiénicos também são pensos.

As mulheres normalmente gostam muito de olhar as vitrines, não é? Aqui veem as montras. E, acreditem, a dificuldade é igual para os portugueses no Brasil. Outro dia uma senhora portuguesa contou na televisão que, no Rio de Janeiro, disse numa loja: “Eu queria ver aquela carteira da montra”. E não a entenderam… E o que ela queria era “Eu quero ver aquela bolsa da vitrine”.

São diferenças sutis da nossa língua portuguesa que nem sempre é fácil de saber logo a primeira vista. E porque? Porque quando falamos “quase” a mesma língua, geralmente não sabemos qual palavra utilizar no lugar daquela que a gente conhece para sermos bem compreendidos.

Enquanto estiver passeando por Lisboa, se for pegar o trem diga que quer “apanhar o comboio”. Ônibus é autocarro (ou camioneta). Se revolver pegar carona, peça “boleia” e, quando for atravessar uma rua, passe sempre pela passadeira (faixa de pedestres), os condutores respeitam os peões (pedestres) que passam nas passadeiras. Ahhh e os bondinhos que andam por Lisboa e Porto são os elétricos. Se for algum dos que sobem as colinas de Lisboa, aí são elevadores. Pode aproveitar e subir o elevador da Glória, da Bica ou o do Lavra.

E bom passeio pela terrinha!

Related posts

Cheguei em Portugal para estudar. E agora?

Tamyris Almeida

7 Dicas para fazer compras online em Portugal

Daniele Bacelar

Universidade de Aveiro

Gabriela Monteiro

19 comentários

Chris Outubro 10, 2013 at 3:18 pm

Oi Lyria! Estive em Lisboa na semana passada e ouvi vários desses exemplos que você deu… comboio, autocarros, casa de banho. A maioria “faz algum sentido” então foi fácil descobrir o que seria. Eu AMEI Lisboa e até o sotaquezinho apressado do lisboeta me cativou! =)
bjo grande

Resposta
Beatriz Outubro 10, 2013 at 7:54 pm

Adorei o texto Lyria!!!

Realmente é engraçado o quanto essas “pequenas” diferenças podem trazer grandes desentendimentos! 🙂

Resposta
Ana Cristina Kolb Outubro 10, 2013 at 10:37 pm

Adorei Lyria, eu ja passei tantos apertos falando portugues com portugueses de portugal, e isto quando entendo eles! Gostei muito do seu texto! Vou entrar na “Bicha” = fila pra aprender com voce portugues do Porrrtugale! Namasté!
PS.: Quando cheguei na Alemanha e tinha que fazer minha carteira de motorista poderia escolher fazer o teste escrito em varias linguas europeias, sendo assim escolhi o portugues, minha lingua mae! rsrsrsr Tive que mudar a apostila na hora que a recebi, nao compreendi patavinas! rsrsrsrsr Fie em ingles mesmo, que mesmo eu tendo aprendido ingles americano e a apostila estando em ingles britanico, deu pra compreender e passar o teste!

Resposta
Ana Cristina Kolb Outubro 10, 2013 at 10:42 pm

Ah Lyria tamböm gostei de saber que temos 5 dialetos mineiros, meu deusim e eu pensav que so tinhamo um sô! rsrsrsr quero aprender mais sobre o assunto, onde posso achar literatura a respeito? Obrigada!!! Acabou de sair um filme em Ceareanês, com legenda muito bom! http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2013/09/filme-nacional-usa-tantas-expressoes-regionais-que-precisa-receber-legenda.html, eu adoro esta riqueza cultural dos regionalismo e dos linguisticos entao acho uma dilicia uai! Namasté!

Resposta
Emilia Hanashiro Outubro 10, 2013 at 11:42 pm

Nossa!!! Portugal é um pais que quero conhecer pois tenho amigos aí, e quando adolescente namorei um descendente de Portugueses e convivi com eles muito tempo,até tive planos de visitar Portugal……Como a vida da voltas, acabei conhecendo, mais tarde meu marido descendente de japonês, acabei vindo parar aqui no Japão.
Parabéns pelo texto, bjs.

Resposta
Fernanda Moura Outubro 11, 2013 at 1:38 am

Muito bom seu texto, Lyria. Confesso que não conhecia nenhuma das palavras que vc mencionou. Agora já sei que é melhor estudar ou levar um dicionario de português-português comigo ao me aventurar em terras lusitanas ou passar muita vergonha falando um monte de besteira por aí hahahaha. Beijos!

Resposta
Ema Novembro 3, 2016 at 12:01 pm

Na verdade em Portugal não faz mal se falar português do Brasil pois cá entendemos bem o português do Brasil .Mesmo no YouTube eu vejo na boa vídeos brasileiros pq entendo tudo mais palavras diferentes aí cá em vez de geladeira é frigorífico e o ingresso é bilhete

Resposta
Denise Outubro 11, 2013 at 9:16 am

Incrivel ver as diferencas, eu mesma confesso que quando paro no aeroporto em Portugal prefiro falar em inglês pra não haver mal entendidos.

Resposta
Christine Marote Outubro 11, 2013 at 11:02 pm

Adorei, e é pura verdade… mas acho que essa diferença deve existir em todos osmpaises que falam a mesma lingua, não é possivel que todos os paises que falem ingles não tenham seu regionalismo. Se dentro de cada um deles isso já existe, não é?
Aqui fiz alguns amigos portugueses, mas de um modo geral a gente se entende bem…hehehe.
Muito legal esse texto, mostra que as dificuldades com a lingua são universais, se saimos do nosso quadrado…

Resposta
Cristiane Leme Outubro 15, 2013 at 11:41 am

Lendo seu texto lembrei da minha melhor amiga, Carla, que morou em Lisboa por 3 anos. Quando ela voltou ao Brasil só falava português de Portugal! A gente ria muito com ela… tanto tempo fora que incorporou a língua falada no dia-a-dia e demorou pra voltar a falar o português brasileiro! Muito bom seu texto!

Resposta
Fernanda Franco Outubro 16, 2013 at 10:39 am

Essa coisa de falar a mesma lingua pode deixar a gente de calcas curtas! Eu trabalho em um projeto de cinema portugues e tenho que lidar/comunicar com os portugueses e sempre me vejo em situacoes comicas, pelo fato de nao entender o que estao falando. Muitas vezes optamos por falar em ingles mesmo, assim, fica mais rapida a comunicacao e nao precisamos ficar ‘traduzindo’ o que estamos querendo dizer!

Parabens pelo texto, Lyria, e como sou uma boa mineira (Pocos de Caldas/Sul de Minas) fiquei curiosa sobre os 5 sotaques dentro do meu proprio estado. Bjs Fernanda

Resposta
AlexC Outubro 21, 2013 at 5:24 pm

Lyria, muito legal o texto, mas as diferenças da língua portuguesa é “fichinha” se comparada com o chinês, existem tantos dialetos que um não entende o outro que mora na cidade vizinha. Terrível. O que salva é a escrita unificada.

Alex Chan

Resposta
Maria Carlota Agosto 13, 2014 at 4:41 pm

Não se trata de ter nada contra a língua “brasileira”, mas realmente o português de portugal e o do brasil, são distintos!
Os portugueses têm que aprender português/brasileiro e vice versa! Fundir as duas línguas, a meu ver, é complicado!

Resposta
Portugal – Reflexões Sobre a Crise Março 7, 2014 at 1:36 pm

[…] Leia mais sobre Portugal! […]

Resposta
Moises Novembro 21, 2015 at 9:13 pm

Aqui no brasil deveríamos falar brasileiro a língua já muito diferente, já são praticamente duas línguas bem distintas.
“Assim como o Português saiu do Latim, pela corrupção popular desta língua, o Brasileiro esta saindo do Português. O processo formador é o mesmo: corrupção da língua mãe.”
Só queria deixar claro que eu amo a língua portuguesa, mas acho que ela fica melhor só falado por eles, que nem o fado.. Eu era e sou fascinado pela língua portuguesa, que originou a língua brasileira.. pelas palavras de poder expressar algo inexplicável.. que muitas vezes em inglês não se consegue traduzir.. e tudo isso devemos a eles.. e muitas palavras do idioma deles nos conservamos, assim como muitas das nossas palavras são africanas, indígenas e agora neste seculo por uma imensidão de outras línguas.. como árabe e italiano.,, e muitas palavras ate do inglês..e já não e mais a mesma deles.. Nossa língua é brasileira.. que seja de uma vez BRASILEIRA!!
https://brasiliano.wordpress.com

Resposta
Filipe Março 15, 2016 at 2:16 pm

Negar as nossas origens portuguesas, e como negar a nossa mesma identidade. O que a gente fala e o portugues-brasileiro. Ponto!

Resposta
Gomez Março 6, 2018 at 6:02 pm

Nao esta se negando as origens do Brasil, mas sim assumindo a identidade da lingua brasileira. Da pra perceber que os brasileiros preconceituosos fazem questao de fingir que a lingua brasileira nao existe. Argumentam sempre que as diferencas entre as duas “variantes” de portugues em questao so ocorre na pronuncia e no vocabulario e fingem que nao veem as diferencas sintaticas e morfologicas ja bem marcadas que coferem a lingua brasileira uma individualidade frente ao portugues. Pois, chega de lenga-lenga! No Brasil se fala uma lingua diferente da portuguesa e nao devemos negar isso!

Resposta
Rodrigues Agosto 29, 2016 at 8:28 pm

Parabéns pela publicação, eu conheço Lisboa e também já tive em Peniche que me fez lembrar das nossas cidades na região dos lagos RJ. Enfrentei esse desafio, o início é complicado. Eu morei em Angola, Moçambique e Guiné Bissau. Mas em Guiné Bissau é mas difícil, o edioma oficial é o português. Mas maioria falam ó criolo local. Todos os países do mundo que falam português formam um grupo chamado CPLP. Gostei conteúdo bastante salutar parabéns mesmo.

Resposta
SAÚDE Março 10, 2019 at 11:02 pm

Olá! Gosto muito de seus artigos, sempre com novidades para agradar as pessoas, parabéns.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação