BrasileirasPeloMundo.com
Eslovênia

O Brasil na Eslovênia

Sendo a Eslovênia um país tão pequeno, muita gente se admira quando falo que aqui vivem em torno de 150 brasileiros. Bem, pouco se compararmos este número com o de outros países, que há 30, até 40 mil brasileiros vivendo em seus territórios. Mas a população da Eslovênia é de 2 milhões de habitantes, então não é tão pouquinho assim, não acha?

A comunidade brasileira residente aqui está espalhada por diversas regiões e, apesar de o país não ser tão extenso, um pouco menor que Sergipe, as distâncias contam e nem sempre os brasileiros daqui se encontram.

E se não nos encontramos, onde acho o Brasil?

Os eslovenos e o Brasil: eu falo português!

O esloveno, em geral, tem uma visão muito positiva do Brasil e do brasileiro. Sempre que se referem ao país, citam, claro, o clima tropical, a música e a língua, que para eles soa como música.

Lusofonia na Eslovênia

Um dia, há uns 3 anos, quando estava numa pracinha com minha filha, ouvi a voz de uma menina cantando Garota de Ipanema num grupinho sentado em círculo. Na época, ainda não conhecia muitos brasileiros e me aproximei para puxar conversa achando que provavelmente ali estava um família esloveno-brasileira.

Dei um bom dia e o senhor que estava com as crianças ficou me olhando, vi que não havia entendido e perguntei de novo, em inglês, se eram brasileiros, pois ela estava cantando a música Garota de Ipanema. Ele, para minha surpresa, responde que não. Que ninguém era brasileiro ou descendente de em sua família. Que ele nunca havia estado no Brasil, não conhecia ninguém de lá e não falava português. Então…

Aí ele me diz: desde que meus filhos nasceram eu toco música brasileira para eles ouvirem, simplesmente porque amo a música e a língua de vocês. Música em português é como poesia cantada.

Fiquei até emocionada, claro, e foi aí que criei o Projeto Sementeira, que difunde e mantém a Língua Portuguesa e a cultura brasileira aqui na Eslovênia.

Aos poucos fui conhecendo mais e mais pessoas assim, eslovenos que adoram nossa língua e cultura.

Exemplo destes é Anja, uma eslovena que morou no Rio de Janeiro por 6 anos, fala portugueixxx (“carioquês”) e só deixa alguma dúvida quando você está falando com ela por causa de seus cabelos loiríssimos e seus olhos azuis.

Anja é apaixonada pelo Rio e conversar com ela para mim é como voltar ao meu lugar, minha casa. O Rio de Janeiro.

Mas tem mais. Existe aqui um grupo musical chamado Bossa de Novo que canta, claro, bossa nova. E cantam bonito em português bem claro.  São músicos formados, professores e amantes da bossa.

Em 2016, fui convidada por outro esloveno, Matej Praprotnik, jornalista e locutor da Rádio Eslovena (RTVSLO) para fazer um podcast em português. Foram aulas básicas para quem queria se ambientar antes de ir pro Rio. O podcast foi o mais ouvido daquele ano.

Matej é outro esloveno que fala português perfeitamente e conhece bastante da música brasileira. Em seu primeiro dia no Rio, sua primeira corrida na praia de Ipanema, puxaram de sua mão sua garrafinha de água! E não é que ele “ficou de boa”? Menino do Rio.

Cada dia vou encontrando mais e mais eslovenos falando português. Acho que nem vou estudar mais esloveno (risos).

A lista é longa e inclui, por exemplo, Lana, uma jovem psicóloga que passou um período no Brasil e hoje vive e clinica aqui em Liubliana.

Saudades de Sampa? Tem a Teja, advogada, super bem humorada, que fala muito bem, rápido… e com sotaque de paulista!

E se a Bahia mora em seu coração, vá jogar capoeira com a Katjusa, capoeirista, professora da minha filha, que fala português, mas o “sobe maré, desce maré…” aprendeu com a eslovena.

E o Marko, poeta, que inspirado pelas belezas do Rio escreveu um livro.

Tem a Nuša, da agência de viagens Ekorna, que fala português e viaja tanto que até Caxias do Sul ela conhece, tchê!

Não vou nem comentar sobre os maridos eslovenos, que aprendem português com uma facilidade impressionante. Você começa a conversar e pergunta: morou no Brasil? Fez curso? Não. Estudei pelo computador mesmo. Peguei umas revistas, uns livrinhos…

Bem, pra quem fala esloveno, português deve ser fácil. Já o contrário…

A Lusofonia também está presente através da comunidade portuguesa com a Associação de Amigos esloveno-portuguesa e da Revista Sardinha.  

Na Filozofska Fakulteta existe o departamento de Línguas Romanas e Literatura, onde a Língua Portuguesa está presente.

Temos as tradutoras também. A Bárbara estudou em Portugal, mas conhece muito bem o Brasil. Viaja ao país em viagens oficiais e a lazer. É escritora e lançou seu livro no mês de setembro no Rio de Janeiro, em português claro: Ouriço coração de leão.

Foto: Barbara Jursic ( arquivo pessoal)

Amantes da lusofonia não faltam. E do Brasil, em geral. Tem até aula de samba com professora eslovena.

Agora se a saudade bater no estômago, aqui em Liubliana tem uma churrascaria rodízio. Mas uma só e nada mais.

Dá pra tomar cafezinho brasileiro em algumas cafeterias, mas sem pão de queijo ainda. Quem sabe um dia. Agora, pode ter certeza de que se você ficar lá mais que 15 minutos vai escutar uma música brasileira.

E quando a saudade apertar demais, dá para procurar onde está a voz da nossa música aqui na Eslovênia, Denise Dantas, brasileira, e seu companheiro, músico esloveno conhecedor de nossos ritmos. Denise canta axé (porque pedem muito), mas sabe cantar o Brasil todo, não só aquele para “gringo” escutar. Ela traz lá da terra o coco, o maracatu, o frevo, o chorinho e uma centelha da alma do Brasil para iluminar nosso peito.

No frio, escute a Denise e o Bossa de Novo. Prepare uma caipirinha e convide uns amigos.

Traga sua alma brasileira que os eslovenos ajudam a fazer a festa.

Related posts

Páscoa na Eslovênia

Marta Berglez

O que eu não gosto na Eslovênia

Marta Berglez

Começar de novo na Eslovênia

Marta Berglez

8 comentários

Caroline Novembro 28, 2017 at 10:31 am

Amei o texto!

Atualmente estou na Bósnia e Herzegovina, mas talvez me mude ano que vem para a Eslovênia. Vamos ver…

Seus textos têm me ajudado imensamente a conhecer esse país. Muito obrigada! É muito bom saber que existem mais brasileiros do que eu pensava na Eslovênia!

Um grande beijo e aguardando o próximo texto!

Resposta
Marta Berglez Novembro 29, 2017 at 3:07 pm

Ola Caroline
Muito obrigada por ler meus textos e por seu comentario.
Entre em contato sempre que quiser: [email protected]
Bjs

Resposta
Denise Dantas Dezembro 6, 2017 at 2:45 pm

Oi Marta … ” SUPER ” , muito obrigada ! Realmente, é maravilhoso poder colaborar com pessoas abertas, dinamicas e inteligentes e vc é uma delas !

Resposta
Marcio Marques Agosto 24, 2018 at 6:15 pm

Parabéns, Marta!

Estarei na Eslovênia por 10 dias em out de 2018 e já me apaixonei pelo país antes mesmo de pisar aí.

Realmente teria muita vontade em morar em um lugar tão maravilhoso quanto a Eslovênia.

Resposta
Mariângela Zagar Dezembro 29, 2018 at 12:41 pm

Bom dia, eu sou neta de eslovenos, como eu faço para tirar o meu passaporte e cidadania?

Resposta
Liliane Oliveira Dezembro 29, 2018 at 2:29 pm

Olá Mariângela,
A Marta Berglez parou de colaborar conosco e, infelizmente, não temos outra colunista morando no país.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Márcio Nascimento Março 18, 2019 at 3:13 am

Olá !
Tenho vontade de fazer intercâmbio para aprender inglês e tenho muita simpatia pelo país, principalmente por Ljubljana! A cursasse inglês para intercambistas? Consigo trabalhar? Qual o inglês desejável!
Antecipadamente agradeço o contato

Resposta
Liliane Oliveira Março 18, 2019 at 11:48 pm

Olá Márcio,
A Marta Berglez parou de colaborar conosco e, infelizmente, não temos outra colunista morando no país.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação