BrasileirasPeloMundo.com
EUA Quanto custa

O que fazer com 1000 dólares em Nova Iorque

De acordo com dados publicados em dezembro de 2018 pela Revista Exame, Nova Iorque ocupou a 8ª posição entre as 100 cidades mais visitadas do mundo em 2017.

Eu acho Nova Iorque uma cidade incrível, mas é impossível não dizer também que é cara. Se você tem planos de passar uma temporada ou está planejando passar suas merecidas férias na cidade, adianto que é bom preparar o bolso.

Mas uma pergunta clássica que todo mundo faz é: Quanto se gasta, em média, para ficar alguns dias na cidade? Neste artigo darei uma ideia preliminar sobre alguns custos, considerando alguém que pretenda visitar a cidade com orçamento de US$ 1000.

Onde ficar?

Sinto em dizer, mas a maior parte do seu orçamento ficará comprometido com hospedagem. Porém, a notícia boa é que pode-se encontrar opções de todos os tipos.

Falando especificamente sobre hotéis é preciso considerar que muitos deles são velhos e, às vezes, sem banheiro no quarto. Por esses motivos, os valores de hotéis com tais características podem ser “um pouco” mais em conta. Outro ponto importante a ser observado é que não é tão incomum, assim, encontrar hotéis que ofereçam café da manhã cobrando taxa adicional aos seus hóspedes.

Albergues ou hostels além das opções divulgadas no Airbnb são outras alternativas. Os preços de todos eles também variam bastante, embora no caso do Airbnb seja possível alugar tanto o imóvel completo ou apenas um quarto.

Tratando-se de custos, tudo vai depender do número de dias, período do ano escolhido, estilo de viagem e gostos de cada um. Contudo, posso afirmar que encontrar alguma alternativa com diária no valor de US$ 100 torna-se cada vez difícil – se não impossível – independente do tipo de hospedagem.

Dicas importantes:

  • Quanto mais próximo você estiver dos principais pontos turísticos, mais caro será o valor da diária;
  • Os preços ficam mais elevados em algumas épocas do ano, como no verão, por exemplo;
  • Leia avaliações e comentários deixados por hóspedes em qualquer uma das opções mencionadas para facilitar sua tomada de decisão.

Transporte

Na minha opinião, o metrô é a melhor forma para se locomover pela cidade. Por conta do trânsito, honestamente, não vejo necessidade de usar Uber ou táxi.

O valor unitário de uma passagem de metrô custa US$ 3,00. Entretanto, há um bilhete para 7 dias de uso ilimitado por US$ 32,00. Para facilitar a locomoção, aconselho ter o mapa das linhas metroviárias na bolsa ou baixar o aplicativo. Para maiores informações, veja aqui.

Passeios pagos

A cidade oferece muitas opções de cultura e lazer. Justamente por isso, considero importante se planejar para conseguir aproveitar tudo ao máximo. Por essa razão, listarei, abaixo, alguns dos passeios pagos mais visitados por turistas e seus respectivos preços pesquisados em fevereiro de 2019.

LocaisPreço
Statue of Liberty (Estátua da Liberdade – pedestal)*Adulto: US$ 25,50

Crianças de 4 a 12 anos: US$ 16,00

Senior (62+): US$ 21,00

Empire State BuildingAté o 86º andar

Adulto: US$ 38,00

Crianças: US$ 32,00

Senior: US$ 36,00

OBS: caso não queira ficar nas filas, o valor do ticket, por pessoa, é de US$ 65,00

86º andar e 102º andares

Adulto: US$ 58,00

Crianças: US$ 52,00

Senior: US$ 56,00

OBS: caso não queira ficar nas filas, o valor do ticket, por pessoa, é de US$ 85,00

The Metropolitan Museum of ArtAdulto: US$ 25,00

Crianças até 12 anos: não pagam

Senior (65+): US$ 17,00

MoMA – The Museum of Modern Art (Museu de Arte Moderna)Adulto: US$ 25,00

Menores de 16 anos: não pagam

Senior (65+): US$ 18,00

The Guggenheim MuseumAdulto: US$ 25,00

Crianças até 12 anos: não pagam

Senior (65+): US$ 18,00

National September 11 Memorial & Museum (Memorial e Museu Nacional do 11 de setembro)Adulto: US$ 26,00

Crianças de 7 a 12 anos: US$ 15,00

Jovens de 13 a 17 anos: US$ 20,00

Senior (65+): US$ 20,00

BroadwayDepende da peça e dia de apresentação. Na pesquisa realizada em fevereiro/2019 foi possível encontrar tickets de peças clássicas a partir de US$ 49,00 desconsiderando o valor das taxas.

* O ticket dá acesso ao ferry para Estátua da Liberdade e Ellis Island – Museu da Imigração que faz parte do Monumento da Estátua. Se você gosta de História, sinceramente, vale muito a pena.

Uma opção interessante para economizar é pesquisar sobre o CityPASS que oferece desconto em alguns dos pontos turísticos mencionados acima. Dependendo do número de dias que você ficar na cidade, pode ser vantajoso.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar nos EUA

Alimentação

Considerando que cada pessoa possui gostos e hábitos alimentares distintos, acho difícil sugerir opções de restaurantes. Contudo, posso garantir que é possível encontrar alternativas para todos os gostos e bolsos – desde os food trucks – aquelas caminhonetes que vendem comida de todos os tipos espalhadas pela cidade – aos restaurantes de chefs renomados.

Para que tenham uma ideia prévia, restaurantes de rede especialmente de fast food – comida rápida – são as que oferecem, sem dúvidas, opções mais em conta. Com US$ 10,00, por exemplo, pode-se tranquilamente fazer uma refeição.

Restaurantes veganos e vegetarianos também são relativamente fáceis de encontrar, por isso, não deixe de ler este artigo.

Do mesmo modo, faz parte da cultura dar gorjetas ou tips. É comum pagar de 15% a 20% de tip após o recebimento da conta, exceto em redes de fast food. O valor não virá na conta, pois cabe ao cliente avaliar o quanto quer deixar. Honestamente, pega muito mal não pagar.

Passeios gratuitos

Eu não poderia deixar de mencionar também algumas atrações gratuitas. Veja algumas delas!

Times Square

Faz parte do roteiro caminhar pelo local e observar os letreiros luminosos, especialmente no período noturno, pelo menos uma vez.

Central Park

Impossível estar em Nova Iorque e não considerar uma visita, mesmo que rápida, ao Central Park. A colunista Michelle Marinho escreveu aqui um excelente artigo dando dicas de passeios pelo parque. Vale conferir!

Brooklyn Bridge 

É considerada uma das pontes suspensas mais antigas do país. De fato, é um dos símbolos mais emblemáticos da cidade e muita gente faz questão de passar por lá para tirar pelo menos uma foto.

DUMBO

É a abreviação de Down Under Manhattan Bridge Overpass. Fica entre as pontes Manhattan e Brooklyn. Atualmente, a região conta com várias galerias de arte, restaurantes e prédios de alto padrão. Vale passear e tirar uma foto com a vista da Manhattan Bridge e Empire State ao fundo.

DUMBO – Foto: arquivo pessoal

High Line

Outro local super legal para passear. High Line é um parque suspenso que foi construído sob uma linha férrea. O espaço fica totalmente arborizado entre a primavera e outono. É muito agradável caminhar e observar alguns grafites pintados em paredes de prédios próximos.

Chelsea Market

Depois de caminhar pela High Line sugiro uma visita ao Chelsea Market. O local abrigou a fábrica onde foi inventado o biscoito Oreo. Hoje é um espaço com diversos restaurantes e lojinhas de souvenir. Não deixe de passar por lá!

Grand Central

Um dos meus lugares preferidos. O terminal ferroviário e metroviário é lindo e me faz suspirar a cada vez que passo por lá. Eu acho a estação maravilhosa! Não deixe de olhar para o teto e observar as pinturas que compõem a decoração e apreciar a imponência da arquitetura.

Flatiron Building

O prédio inaugurado em 1902 foi um dos primeiros considerados mais altos de Nova Iorque. Possui a forma de um ferro de passar roupas, daí a origem do nome. Se tiver tempo, passe por lá para fazer um registro.

Resumidamente, se você tiver um orçamento de US$ 1000 para passar alguns dias em Nova Iorque talvez fique um pouco apertado considerando custos com estadia, alimentação, transporte e visitar alguns dos principais atrativos pagos. Por esse motivo, sugiro que pesquise bastante, faça economias e planeje sua viagem com bom tempo de antecedência.

Espero ter ajudado. Até a próxima!

Related posts

Mercado imobiliário em Nova Iorque

Larissa Rinaldi

Equilíbrio mental e pessoal na pós-graduação

Lorena Nascimento

A expressão da cultura brasileira em Portland

Lorena Nascimento

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação