BrasileirasPeloMundo.com
EUA Imigração

O segredo do mindset na imigração

Buscando o sonho

Sonhou, imigrou e quase nada mudou? O segredo do mindset na imigração.

O “sonho americano” por muito tempo significou melhores condições financeiras, casa grande e um carro do tamanho de uma banheira. E muitos imigrantes foram atraídos por essa ideia de vida boa.

Com o tempo, esse sonho foi se transformando em uma possibilidade de vida sem violência, na alegria de ter o próprio negócio (e bem sucedido), acesso a estudo e a experiências diversas que expandam seus horizontes. E o dinheiro, que por muito tempo era o fim maior e o incentivo de imigração, tem se transformado no produto, a partir de uma vida com mais qualidade.

Ou seja, tenho percebido que qualidade de vida, aos poucos, está se tornando o verdadeiro sonho americano, ou simplesmente o sonho, esteja onde estiver.

Mas o que acontece quando esse sonho de ter melhor qualidade de vida, satisfação pessoal e financeira demora a se manifestar e você começa até a duvidar de ter feito a coisa certa ao se mudar?

Hora de desistir? Claro que não! É hora de se conhecer melhor para descobrir o que, em você, possa estar desconectado desse sonho. E, então saber como se reconectar, ou entender que é hora de mudar de sonho.

Esse é o primeiro passo antes de qualquer mudança no planejamento e nas novas direções.

Indo às raízes de nossas insatisfações.

Podemos começar buscando identificar padrões de pensamentos e mindset relacionados a dinheiro, sucesso, felicidade e satisfação pessoal.

Com o uso de ferramentas relacionadas à neurociência (o campo que estuda nossa mente subconsciente e consciente) conseguimos perceber tendências repetitivas na forma de pensar, agir e processar a visão de realidade e perspectiva do futuro. E com isso, podemos mudar padrões mentais que nos desconectam do sonho e da motivação de atrair o que desejamos nessa nova realidade. Portanto, a neurociência é uma alternativa para nos ajudar a resolver algumas das principais frustrações ou preocupações que temos no nosso dia a dia.

Leia também: 5 dicas da Neurociência para lidar com desafios pessoais e se re-inventar nos EUA

Vamos falar sobre dinheiro?

Treine seu cérebro: a neurociência do sucesso financeiro.

Normalmente, ao imigrar para os Estados Unidos, existe um planejamento e uma estratégia. Mas, por alguma razão, seja apego ao que ficou no Brasil, procrastinação ou algum tipo de resistência emocional ao “novo” que se apresenta, a pessoa não faz o que deveria fazer. Por que?

E só pra esclarecer: não estou minimizando as dificuldades que envolvem a imigração, apenas estou convidando a uma reflexão e treinamento mental para entender o que não está dando certo e o que depende de você para melhorar.

Não é uma questão apenas de desejar melhorar, é uma questão de mergulhar na sua mente condicionada e re-programar seu cérebro para criar um mindset positivo em relação ao sucesso, ganhos financeiros e abundância.

Se você quer entender sua programação mental em relação à sua vida financeira e qualidade de vida, a nível subconsciente, basta olhar para sua satisfação emocional e financeira.

Se você não estiver satisfeito com seu status financeiro atual, pense nessa fórmula mágica:

Informação + Experiências x Repetição = Crenças

Crenças + Experiências x Repetição = Hábitos

Seus hábitos apenas reforçam suas crenças e tendências de comportamento para mantê-los em sua zona de conforto. Qualquer mudança significativa na sua vida externa só ocorre com a mudança inicial de mindset e dos comandos de sua mente subconsciente em relação ao que quiser transformar, incluindo sua qualidade de vida e finanças.

Se você não alterar sua crença interna sobre dinheiro, seu merecimento (pessoal) em ser feliz, e sobre sua capacidade de melhorar, seus sistemas mentais irão sempre alinhar sua realidade ao que você pensa e acredita. E não o contrário.

Re-treine seu cérebro começando com um mini-detox em relação aos seus conceitos sobre dinheiro e abundância.

Sabendo que a função primordial da nossa mente é nos manter vivos, qualquer iniciativa de experimentar algo novo, como imigração e novas direções, é percebida (mental e emocionalmente) como ameaça à sobrevivência. E como resultado, o nosso subconsciente buscará todas as referências de medo e traumas acumulados durante a vida, para impactar nosso mindset, nossas ações e comportamentos conscientes e assim nos desmotivar a seguir adiante. Nesse processo, nossa energia também muda, o que pode nos distanciar do futuro desejado.

Vamos então trabalhar um pouco o mindset e criar um novo entendimento para realização do nosso sonho?

1) Primeiro identifique o que o dinheiro representa pra você. Algumas ideias de conceitos distorcidos:

  • Mulheres não são capazes de ganhar o mesmo ou mais dinheiro que os homens de maneira geral
  • Riqueza é coisa desse capitalismo selvagem dos EUA, não quero ser parte disso.
  • Se eu tiver dinheiro, vou ficar sozinha, pois homem não gosta de mulher bem sucedida.
  • Dinheiro não traz felicidade. Não é espiritual. Não é cristão. 
  • Dinheiro não cai do céu. Não nasce em árvores.
  • Ninguém teve muito dinheiro na minha família, com certeza eu não vou ser diferente.
  • Acho muito desagradável falar em dinheiro, é chato, deselegante e ninguém deve falar sobre essas coisas.
  • Não sei onde começar a ir atrás de informação, não entendo e ninguém vai me ajudar.
  • Eu sofro com a falta de dinheiro, mas no final eu dou conta e já me acostumei com a dificuldade. A vida é pra ser difícil mesmo. 
  • Os ricos são pessoas bestas, mesquinhas e com certeza roubaram o que têm.
  • Dinheiro não traz felicidade
  • Dinheiro acaba com as famílias, somente traz desgraças.
  • Sempre foi assim, e vai continuar assim. Não tenho como aprender nada diferente nessa altura da vida.

2) Uma vez identificados quais desses conceitos são verdadeiros pra você, escreva o pensamento contrário a eles em uma outra página.

Por exemplo, se o pensamento que lhe é mais autêntico sobre dinheiro for: “Dinheiro não traz felicidade”, escreva a ideia contrária. Algo do tipo: “Dinheiro pode ser um instrumento catalisador de felicidade, pois posso proporcionar mais saúde, mais conforto, mais estudos, etc. para mim, para os meus e para os outros. Posso ajudar muito mais gente com dinheiro do que com a falta dele”

3) Use esse novo conceito que escreveu para produzir uma “afirmação”. A ideia é substituir seu pensamento usual sobre dinheiro por esse novo conceito.

Faça uma afirmação com suas próprias palavras, de uma forma que lhe soe autêntica para fluir mais naturalmente. Repita várias vezes durante o dia, visualize o que quer durante sua meditação e repita sua nova afirmação para, aos poucos, recondicionar seu subconsciente com esse novo comando mental.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar nos Estados Unidos 

Não conseguimos parar de pensar, mas conseguimos substituir o que pensamos com comandos novos e mais positivos.

Essa afirmação precisa ser específica e associada a algo que seja significativo pra você e atrelado a uma emoção. Dessa forma será criada uma memória afetiva e cerebral, que resulta em novos comandos subconscientes e conexões mentais e portanto, novos pensamentos e padrões de comportamento.

Esse re-treinamento mental associado à meditação, expande intuição e melhor entendimento cognitivo de suas reais necessidades pessoais. E esse novo entendimento e energia produzem a oportunidade de atrair a qualidade de vida e abundância que deseja alcançar nessa sua nova terra.

Leia aqui um pouco mais de neurociência prática, com um dos maiores cientistas da atualidade

Se tiver comentários ou perguntas, escreva aqui ou visite o meu website.

Related posts

5 atrações grátis em Nova Iorque, neste inverno

Debora L. Juneck

EUA – Uma vida interessante ou feliz? A metáfora da Filadélfia

Gabriela Albuquerque

Meu primeiro réveillon fora do Brasil

Larissa Rinaldi

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação