BrasileirasPeloMundo.com
França

O sonho de morar fora

Desde que me conheço por gente tenho o sonho de morar fora do país! Me lembro de pensar nisso desde muito pequena, quando ouvi histórias de minha mãe e minha tia que sempre foram um pouco mochileiras. Quando comecei a namorar – com 16 anos – encontrei alguém que dividia comigo este mesmo sonho!

Naquela época, há 13 anos atrás, descobri o programa de imigração do Canadá, algo bem interessante pois concedia visto permanente e depois cidadania. Também pensava na Europa já que tanto eu quanto o marido tínhamos família europeia e existia a possibilidade de se obter alguma cidadania… mas como éramos jovens e duros e não tínhamos dinheiro para realizar esse sonho, deixei-o um pouco de lado e resolvi investir na minha carreira, foi quando, ao terminar o colégio, iniciei minha primeira faculdade e, aos 19 anos, me casei.

Alguns anos depois veio a oportunidade de mudar de Estado e vir para Curitiba – um lugar que nunca tinha cogitado e foi uma experiência maravilhosa. Cheguei até a pensar em não mais mudar de país, afinal de contas, por que ir para tão longe da família? Mas para minha surpresa, depois de menos de 1 ano da mudança de cidade veio a chance de passar 3 meses fora do país, em outro lugar que não havia pensado: a Suécia!

Sem pestanejar aceitei a empreitada, tranquei a faculdade, deixei meus estágios e fui! A Suécia era mais linda do que eu podia imaginar. Cheguei no início da primavera e simplesmente me apaixonei por cada canto escandinavo que visitei. Durante uma parte do dia estudava inglês e na outra virava a cidade de ponta cabeça. Conheci tudo!

Ao final dos três meses veio a tristeza de voltar, tive a certeza que era essa vida que eu queria, novas experiências, uma nova cultura! Mas após seis meses de Brasil, com minha faculdade na reta final, decidi deixar o sonho de morar fora de lado mais uma vez.

Foi então que o último ano de faculdade chegou e com ele o questionamento: e aí, o que fazer depois de formada? Vou? Fico? E aí?

Li uma vez sobre como é impossível deixar de lado um sonho que se tem desde sempre. E foi exatamente o que eu percebi: era parte de mim, parte do que sempre sonhei e planejei. Foi então que decidi junto com meu esposo: vamos para o Canadá! Já que nossas cidadanias não saíram e é um país aberto a imigração, por que não?

No meio do turbilhão do último ano de graduação, comecei um curso de francês e a estudar tudo o que era possível sobre o país. Como eu havia emendado duas faculdades, meu marido que iria encabeçar a empreitada sendo ele a estudar por lá. E então chegou a época planejada de ele escolher o curso que queria. Aí tive o baque: naquele ano o curso não seria mais aberto… o que fazer? Desespero, medo, preocupação… mas no meio de tudo isso uma surpresa: chegou um email do consulado e finalmente tínhamos uma cidadania europeia!

Uma porta fechou e outra abriu em seguida… a possibilidade de mudar, sem se preocupar com visto, sem ter que pagar um curso obrigatoriamente, todo um mundo de novas possibilidades, porém do outro lado de onde havíamos planejado tantas coisas.

Aceitei a chance, afinal a época que estive na Europa tinha sido maravilhosa. Lembrei de amigos que moravam em uma cidadezinha francesa super charmosa e começamos a pesquisar.

Hoje estou de passagem comprada para um lugar diferente do qual havia me planejado nos últimos quase 4 anos, mas com uma paz, uma tranquilidade e um ânimo que acho que nunca senti.

Às vezes a vida nos surpreende, nos mostra um caminho diferente daquele que havíamos trilhado, mas isso não precisa ser ruim. Posso dizer por mim: nunca pensei em me casar nova – lembro que um ano antes de conhecer meu marido estava em um casamento e disse que nunca iria me casar. Depois estava me planejando para mudar para o interior de São Paulo e vim parar em Curitiba, e daqui fui para a Suécia – outro lugar que nunca tinha nem sonhado em conhecer! E agora depois de anos de sonhos para o Canadá, vou para uma cidadezinha no sul da França – Montpellier.

Posso dizer que cada uma dessas surpresas da vida me fez uma pessoa melhor e tenho certeza que dessa vez não será diferente!

Tenho alguns planos com relação a mudança: continuar atendendo online para não me desligar da minha profissão, aperfeiçoar o meu francês e conseguir um emprego na minha área depois de validar meu diploma. Vai ser assim?

Provavelmente virão surpresas! Mas é aí que mora a alegria de viver, em saber aproveitar cada chance que aparece em meu caminho, lembrando que aquele sonho que mora dentro da gente, por mais que as circunstâncias tentem enterrá-lo, elas nunca serão maiores do que o desejo de ele ser realidade!

Related posts

Minha admiração pelos franceses

Anna Mendonça

Paris com crianças no verão europeu

Juliane Prado

Passo a passo de como alugar um apartamento em Paris

Amy-Carole Diene

8 comentários

Icaro Henrique Março 1, 2017 at 3:47 pm

Ótimo texto!

Resposta
Júlia Lainetti Março 1, 2017 at 4:34 pm

Obrigada Ícaro!

Resposta
Fabiola Caravieri Quinzani Março 2, 2017 at 12:39 am

Julia!!!
Mto legal o texto!!!
Desejo toda a felicidade e aventura na nova cidade, que dizem parecer sair de um filme, de tão encantadora que é!!!
Fabiola

Resposta
Júlia Lainetti Março 2, 2017 at 3:25 am

Obrigada Fabi!! Quem sabe não nos encontramos por lá?? Bjs!

Resposta
Paula Março 2, 2017 at 3:18 pm

Que legal, Júlia! Ainda não conheço Montpellier, mas está nos planos. Tudo de bom prá você nessa nova vida!

Resposta
Júlia Lainetti Março 2, 2017 at 3:39 pm

Oi Paula! Quem sabe nos encontramos em Montpellier ou em algum outro lugar?!
Obrigada, pra vc tb!

Resposta
Daiana Reis Março 3, 2017 at 12:22 pm

Ótimo texto…Sonho realizado!!!!
Espero que um dia eu posso realizar esse sonho de morar fora…
Deus abençoe sua nova fase….

Resposta
Júlia Lainetti Março 3, 2017 at 1:57 pm

Oi Dayana! Obrigada pelo comentário! Amem!Torço para q vc tb consiga realizar os seus ?

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação