Transporte público em Detroit e no Michigan

1
52
Advertisement

Transporte público em Detroit e no Michigan.

Viver no Michigan, dependendo da cidade que você escolheu, é transitar entre extremos, ao menos no que se refere ao transporte público. A principal cidade, Detroit, é servida de variadas opções de meios de transporte. Já em cidades pequenas como Midland, onde eu moro, não existe uma única linha de ônibus, muito menos trem ou metrô. Em grande parte do estado, ter um carro é artigo de primeira necessidade em se tratando de deslocamento pessoal.

Não negando suas origens no ramo automobilístico, Detroit continua sendo uma cidade de automóveis. É o meio mais comum de locomoção. Temos congestionamentos, filas, carros e estacionamentos por toda parte. Mas existem opções para quem não tem um veículo ou quer evitar o desgaste do transito diário. A principal delas é o People Mover, o metrô de superfície da cidade. É um meio de transporte elevado, a céu aberto, que serve o centro da cidade (downtown) e também conecta com a Amtrak e a Smart Bus Routes, estações de trem e ônibus que levam à outras partes da cidade e regiões mais afastadas.

O People Mover é uma opção pratica e econômica para percorrer 14 paradas da cidade, entre elas o importante Financial District e a Michigan Avenue. Você pode comprar o passe mensal (com valor reduzido) ou tokens individuais, que são usados a cada viagem. Andar a pé também faz parte da rotina na cidade de Detroit, e locais como o Detroit River Walk são feitos para os pedestres e contam com lojas, cafés, parques e trilhas e se tornam uma opção muito agradável principalmente no verão americano (junho a setembro).

Leia também: Visto para morar nos Estados Unidos

Para quem chega no principal aeroporto do Michigan, Detroit Metro Airport (não confunda Metro, abreviação de Metropolitan Area, com o metrô comum que conhecemos, já que a cidade não tem um metrô tradicional subterrâneo e nem trem ligando o aeroporto à downtown), existem algumas opções para se deslocar até o centro. A primeira é alugar um carro, o que normalmente acaba sendo a alternativa mais em conta e que permite maior flexibilidade. A segunda, mais usada para quem vem à trabalho, são ubers ou taxis, mas o valor de uma corrida é praticamente igual ao valor de um dia de aluguel de carro, portanto considere a alternativa. A terceira e mais econômica opção são os ônibus, que custam cerca de 2 dólares por trecho. Porém não existe conexão direta do aeroporto com o centro de Detroit, e baldeações são necessárias. O trajeto que de taxi leva 35 minutos, no ônibus leva quase 2 horas.

Fora do ambiente cosmopolita de Detroit com suas opções públicas de trem urbano e ônibus, os meios de transporte oferecidos para deslocamento entre as cidades do Michigan são basicamente três: carro, ônibus ou trem tradicional. Este ultimo é oferecido apenas entre grandes cidades, como Flint, Lansing, Port Huron, Grand Rapids e outras, e também ligando o Michigan com cidades de outros estados como Chicago e até mesmo com a Flórida. O trem é um meio de transporte para quem tem tempo e gosta de ver novas paisagens de forma confortável.
Já as linhas de ônibus estão por todo o estado, e praticamente todas as cidades tem uma rodoviária. A minha Midland não tem, limitando ainda mais as nossas alternativas de transporte público, porém Saginaw nossa “grande” cidade vizinha possui três terminais, de onde se pode ir a praticamente qualquer lugar dos Estados Unidos, usando grandes empresas de ônibus como a famosa Greyhound.

Midland tem cerca de 40 mil habitantes. Nossa única opção de transporte público são as 3 companhias de taxi da cidade, a maior delas com uma impressiva frota de 8 carros. Não existe ônibus nem trem, não existe alternativa a não ser possuir o seu próprio meio de locomoção. Os únicos ônibus que se veem pela cidade são os amarelos do transporte público escolar, esse sim abrangente e que funciona de forma muito eficiente transportando diariamente nossas crianças no trajeto casa-escola pública. Motos ou até bicicletas são uma opção, a cidade tem muitos parques e ciclovias porém é um meio de transporte viável apenas no verão. Há alguns anos foi criado em Midland um sistema de transporte alternativo chamado Dial-a-Ride, um micro-ônibus que percorre paradas estratégicas dentro da cidade. Mediante um pagamento de 2 dólares por viagem, ele promove transporte da sua residência a algum outro ponto de destino dentro de uma distancia pré-determinada. É um método alternativo porém não muito eficiente em pontualidade e abrangência de destinos servidos. Não existe uma rotina de roteiros e você não pode contar com ele em casos de urgência nem aos domingos. É usado normalmente apenas em situações pontuais e sua popularidade não é muito alta.

Para quem vem do Brasil para uma cidade pequena como a nossa por exemplo, seja à trabalho ou para morar (Midland tem uma grande comunidade de brasileiros expatriados devido a uma empresa internacional com sede aqui na cidade), uma das opções é alugar um carro em Detroit. São duas horas dirigindo até aqui, ou então a segunda opção é pegar um vôo regional com duração de 20 minutos que chega em nosso pequeno aeroporto chamado MBS (dividido com as duas cidades vizinhas, Bay City e Saginaw – daí o nome do aeroporto com as iniciais das 3 cidades). Para quem ficará a longo prazo, ter um carro aqui é essencial. Você não pode caminhar vários quilômetros até um supermercado quando as temperaturas no inverno chegam facilmente a -20 C.

Levando em consideração todos os prós e contras do transporte público, Michigan é um estado onde o carro desbanca fácil as outras opções. Contar apenas com o transporte público daqui é conviver com horários restritos e malha viária reduzida. A capital Detroit e outras poucas cidades oferecem uma gama mais variada nesse quesito, porém mesmo lá o carro é primeira opção se você procura comodidade. Para quem já mora ou virá de forma permanente para o Michigan, eu diria que é fundamental ter um automóvel. Para quem vem de visita, é dispensável caso você venha por poucos dias ou apenas para o centro de Detroit.

Caso venha para outra cidade menor, alugar um carro vai poupar seu tempo. Lembrando que a maioria das companhias americanas aluga carros apenas para maiores de 21 anos (apesar da idade mínima para dirigir ser 16 anos no país) e algumas exigem habilitação internacional. As condições nas estradas são excelentes, portanto seja bem vindo a dirigir e conhecer nosso estado. E cuidado com os nossos animais silvestres, como os veados por exemplo, que são imprevisíveis e estão por toda a parte, sendo um dos maiores causadores de acidentes de transito na região.

1 COMMENT

  1. Ola Jenny! Interessante saber sobre o transporte em Detroit e no Michigan. Acabei de ler sobre o transporte Publico! Parece mentira que nao tem onibus no Michigan! Uma leitura legal! Seu texto é muito interessante! Beijos

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui