BrasileirasPeloMundo.com
Espanha

Os coloquialismos espanhóis da Espanha

Cada idioma conta com suas expressões únicas que, se traduzidas a outro, perderiam por completo seus sentidos. Posso garantir, por exemplo, que o nosso “estou de saco cheio!”, quando traduzido literalmente ao inglês ou ao espanhol, não significam nada.

Esses coloquialismos são regionais e pessoas que falam um mesmo idioma mas que cresceram em países ou mesmo regiões diferentes podem não se entender porque usam expressões únicas de cada lugar. Conheci uma menina do Rio Grande do Sul, por exemplo, que sempre usava a expressão “boca aberta”. Pela frase, entendi que significava que era uma pessoa tonta, mas para muita gente, “boca aberta” poderia significar fofoqueira.

Acho essas expressões regionais o máximo e sempre tento incluí-las ao meu vocabulário porque, em minha opinião, elas enriquecem o idioma e suavizam a seriedade com a qual muitas vezes ele é tratado. Sempre levo em conta o ambiente no qual estou, afinal em português eu jamais diria em uma entrevista de emprego “cara, que abacaxi eu descasquei na companhia que trabalhava!” – a não ser que estivesse sendo entrevistada para uma vaga de feirante!

O castelhano, ou espanhol da Espanha, tem seus próprios coloquialismos e me divirto com eles. Uso vários e sei que se os traduzisse literalmente para o português muitos não fariam sentido. A marca Superbritánico lançou o livro “The Lemony Pear“, que brinca com essas traduções literais ao inglês e lançou vários produtos com elas. Então, decidi listar algumas expressões e suas traduções literais, ao estilo Superbrasileño.

1. “Que me toque el gordo!”
Calma! Não quero ser tocada pelo Jô Soares! O gordo é como a loteria de Natal da Espanha é popularmente conhecida e tocar é o verbo usado quando se quer dizer ganhar na loteria ou ser sorteado. Quase todos os espanhóis compram seu(s) décimo(s) esperando ganhar o grande prêmio de 400 mil euros.

Eu continuo tentando. Já ganhei um dos prêmios do niño, a loteria do dia dos Reis – ya me ha tocado el niño e isso não tem nada a ver com abuso de menores.

Um décimo do "niño" premiado
Um décimo do “niño” premiado

2. “Hoy va a ser la leche!” – “Hoje vai ser o leite!”
Se traduzido literalmente, não quer dizer nada. Mas, em espanhol, a expressão la leche pode significar, coloquialmente, tanto algo maravilhoso quanto algo péssimo… Então, melhor que seja la leche de bueno, não é mesmo?

3. “Vaya tela marinera!” ou, simplesmente, “Vaya tela!” – “Que tecido marinheiro!” ou “Que tecido!”
Se você ouvir isso, não significa que alguém esteja elogiando o tecido da sua blusa; vaya tela (ou vaya tela marinera) quer dizer que é um problema ou que alguma coisa vai ser longa. Em geral, essa expressão é usada em complemento a algo que está sendo dito, como por exemplo:
Tengo que arreglar la casa que está hecha un desastre… Vaya tela!”

4. “Dar caña” ou “Meter caña” – “Dar cerveja” ou “Colocar cerveja”
Embora caña também possa significar cana, de cana-de-açúcar, a palavra é utilizada no dia a dia para cerveja. Mas, se você ouvir alguém dizer “hay que meterle caña!”, não dê a pessoa um copo de cerveja nem um pedaço de cana; meter caña a alguién quer dizer que se tem que agilizar para que a pessoa faça algo com mais rapidez. Ou, quando se ouvir alguém dizendo “mi jefe me ha dado mucha caña!”, é só outra forma de dizer que o chefe deu muito trabalho!

5. Tengo mono – “Tenho macaco”
Isso não significa que a pessoa tem um macaco como animal de estimação. Tener mono é uma expressão usada para descrever um desejo intenso, a ânsia em relação a algo, como o fumante tem em relação ao cigarro depois de algumas horas de voo.

6. “He echado un polvo!” – “Soltei um pó!”
Não confundir com “estoy hecho a polvo“, que significa estou só o pó – ou seja, estou cansadíssimo. Tampouco significa que soltei um pum (echar un pedo) nem que limpei a casa; echar un polvo quer dizer fazer sexo.

7. “Dale la vuelta a la tortilla” – “Dê a volta no omelete”
Essa é uma das formas espanholas de dizer “virar o jogo” quando se está tendo uma discussão com alguém. A pessoa está acusando você de algo? Dale la vuelta a la tortilla!

8. “No tengo ni un pavo!” – “Não tenho nem um peru!”
Nunca ouvi ninguém do meu círculo de conhecidos dizer essa frase, mas a li e a achei engraçada. No tengo ni un pavo é usado de uma forma muito informal para dizer que não se tem dinheiro… Seria o nosso “não tenho nem um puto”.

9. “Ser la alegría de la huerta” – “Ser a alegria da horta”
Descreve uma pessoa cuja alegria de viver é contagiante, em geral de bom humor e otimista.

10. “El mundo es un pañuelo” – “O mundo é um lencinho”
Para nós, seria o equivalente a “o mundo é um ovo”.

11. “Tirar la casa por la ventana” – “Jogar a casa pela janela”
Ninguém está jogando a casa, literalmente, janela afora; hoje quer dizer simplesmente que alguém está gastando demais. Essa expressão surgiu no século 18, quando começou a loteria na Espanha e quem ganhava atirava, literalmente, os móveis e bens antigos pela janela. Pues si te toca el gordo, ya puedes tirar la casa por la ventana, eh?

E então? Você conhece outra expressão espanhola que não faria sentido algum se traduzida ao português? Inclua nos comentários e vamos rir juntos!

Aproveito para deixar a dica de leitura do post sobre portunhol, também publicado aqui no blog.

Related posts

Inscrição como advogado europeu na Espanha

Thais Maciel Gomes

Transporte público em Madri

Juliana Bezerra

Catalunha independente?

Juliana Marra

10 comentários

Gleice Novembro 11, 2015 at 3:59 pm

Tati, tem também a expressao: me toca las narizes! Nao que alguem esteja tocando no meu nariz, mas sim que alguem faz algo que me incomoda ou da nossa maneira seria: encher o saco.

Resposta
Tati Sato Dezembro 4, 2015 at 11:19 pm

Oi Gleice! Então, eu esqueci de colocar essa no texto! Mas acho também o máximo. Pensei em colocar “no me toque los cojones”, mas isso seria muito parecido com “não me encha o saco”!
Um beijo!

Resposta
Bree Novembro 11, 2015 at 10:25 pm

Hahaha ri muito! Eu particularmente acho engraçado o jeito que os espanhois fazem o aumentativo das palavras, como por exemplo, se uma música é boa, eles dizem “Que temazo!” acho tão antiquado hahaha. Os número 7 e 9 eu nunca ouvi por aqui! Mas “No tengo ni un pavo” é bem comum e eu ouço bastante, inclusive meu namorado usa muito essa expressão haha. Abraço!

Resposta
Tati Sato Dezembro 4, 2015 at 11:21 pm

Oi Bree! Obrigada pelo seu comentário. Eu adoro quando eles usam o aumentativo, como “el mundo mundial”. Me parto de rir!
“No tengo ni un pavo” não utilizo tanto, mas as duas que você mencionou, amigos meus já usaram comigo. O “dale la vuelta a la tortilla” achei bem legal: vira o jogo! =)
Um beijo!

Resposta
Cristiane Leme Novembro 12, 2015 at 3:46 pm

Tati, adorei! Acho que a gente só descobre que sabe de verdade falar um idioma quando compreende essas expressões idiomáticas tão peculiares e as usa no dia a dia. Parabéns pelo texto, que casa bem com o do portunhol. Beijão!

Resposta
Tati Sato Dezembro 4, 2015 at 11:23 pm

Sim, eu pensei no texto do portunhol, Cris! Uma pena que não posso ficar modificando e acrescentando mais expressões nesses textos porque sempre acontece algo novo!
Obrigada pelo comentário!
Um beijo!

Resposta
Carla Ferreira Novembro 22, 2015 at 4:30 am

Muito bom esse artigo Tati! A maioria das expressões eu não conhecia, dei boas risadas aqui com elas. Beijossss

Resposta
Tati Sato Dezembro 4, 2015 at 11:25 pm

Se traduzidas ao pé da letra, elas são engraçadíssimas, Carla! Morro de rir. Mas, no dia a dia, muitas delas são usadas. Tenho uma amiga que sempre usa “vaya tela” e, claro, no contexto entendemos. Mas elas são ótimas para tirar a seriedade do idioma!
Um beijo

Resposta
Eduardo Toledo Ortigosa Abril 26, 2019 at 6:06 pm

Parabéns pelo texto e muito obrigado pela ajuda. Me esclareça por favor: Ouvi que “la puta madre” é uma gíria que significa que achou algo muito legal, maravilhoso, genial? É isso mesmo? Desculpa se for um palavrão rsrs.

Resposta
Liliane Oliveira Abril 27, 2019 at 3:44 pm

Olá Eduardo,
A Tati Sato parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Espanha que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação