BrasileirasPeloMundo.com
França

Paris fora do roteiro turístico

Paris fora do roteiro turístico.

Outro dia recebi uma mensagem de um amigo do Brasil me pedindo algumas dicas de passeios em Paris, que saíssem do roteiro clichê (bateau mouche, tour Eiffel, etc..).
Perguntei a ele em qual período do ano ele estava pensando em vir. A intenção era conhecer a cidade durante o período do verão, ou seja a melhor e pior época do ano.

Me explico: quando digo a melhor época quero dizer que a maioria dos parisienses costumam viajar nesta época do ano para aproveitar as férias de verão igualmente. A cidade acaba ficando vazia, e o mês de agosto é o melhor para quem fica em Paris!

Em compensação, essa também é a época que os turistas invadem a capital! Todos em busca de passeios tanto clássicos como originais. É claro que, a maioria desses passeios se concentram nos pontos turísticos da cidade e nos bairros mais centrais, o que é totalmente compreensível.

Mas querendo dar um gostinho da Paris lado B, eu prometi ao meu amigo que iria fazer uma lista dos meus lugares favoritos e menos turísticos.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na França

Hoje existem inúmeros sites e listas de lugares insólitos para quem quiser descobrir, mas o que eu mais gosto nessa história de dar sugestões é que isso diversifica o estilo dos passeios e também a quantidade de opções. Isso, levando em conta que cada pessoa tem um estilo de vida e gostos diferentes.

O fato de Paris ser uma cidade extremamente turística faz com que a procura por um lugarzinho mais íntimo e tranquilo, típico dos locais, se torne uma verdadeira saga.

Assim, eu gostaria de dividir com vocês também, alguns dos meus lugares favoritos na capital francesa.

Leia também: lugares para conhecer nos arredores de Paris

Uma ótima idéia para quem procura escapar do circuito turístico manjado é conhecer os passeios que os parisienses fazem na sua própria cidade.

Assim, segue abaixo uma lista, não exaustiva, da minha Paris lado B:

Butte-aux-Cailles

Começo com esse cantinho secreto e um dos meus bairros preferidos da cidade. Tive a chance de morar ao lado e apreciar o charme desse lugar que guarda o espírito de uma cidadezinha interiorana da França. Para se ter uma ideia, no final da tarde é possível ver os vizinhos que colocam a cadeira na frente da casa para observar o movimento e botar o papo em dia, algo inexistente no resto da cidade. Além disso, também tem grafites maravilhosos e feministas do Misstic decorando as ruelas. A calma  reina nessa área e tem o Chez Glandine, um ótimo restaurante tradicional.

Rua Sainte-Anne

Essa rua é o centro do bairro japonês em Paris. Ela concentra inúmeros restaurantes japoneses e suas variedades (fondue japonesa, gastronomia sino-japonesa, ramen, etc.) O bairro também conta com lojas de produtos típicos e supermercados e fica localizado em um dos centro de negócios de Paris, próximo à Ópera. Por conta disso, é menos visado pelos turistas.

Os mercados de rua

Se você vier à Paris e quiser viver o quotidiano de um parisiense, não pode deixar de visitar os mercados de rua. Eles são lugares tipicamente parisienses e dão a oportunidade de descobrir um pouco mais sobre os hábitos culinários e os produtos locais, além de encontrar os produtores que fazem a fama da gastronomia nacional.
Cada bairro tem, geralmente, o seu mercado de rua. Alguns são mais tradicionais e outros mais cosmopolitas. O mercado des Enfants Rouges é um dos mais antigos e é possível comer no local. Nesse lugar é possível encontrar de pratos marroquinos a japoneses, sem contar os queijos franceses e os produtos de charcutaria.

Ground Control

O Ground Control faz parte de uma nova tendência na cidade, transformar antigas estações de trem, que foram desativadas, em espaço de lazer. É um lugar completamente atípico e hype, aqui as pessoas vêm para um happy-hour depois do trabalho, visitar exposições, participar de ateliers, participar de um curso de yoga ou pilates, fazer compras,etc.  Enfim tem de tudo ! E tudo isso, em um espaço super agradável e de convívio. O que eu adoro nesse lugar? Tomar uma cervejinha sentada em uma espreguiçadeira, e tudo isso no meio dos trilhos do trem.

Ateliers de cozinha

Que o francês adora comer bem, todo mundo já sabe. O que não se sabe é que, muitos franceses adoram recorrer a cursos de gastronomia para aprimorar os seus dotes culinários. Essa é uma tendência um tanto quanto recente, mas que tem ganhado cada vez mais a atenção dos parisienses. Então caso você tenha interesse, em realizar uma experiência diferente, e aprender um pouco mais sobre as técnicas da cozinha francesa, eu super indico! Alguns desses ateliers você pode conferir aqui para os cursos em francês e aqui, para cursos em inglês.

Para aproveitar o melhor de Paris como um local, também é preciso agir como um.
Por isso, se estiver pensando em passear por aqui, não hesite em utilizar o transporte público ou até mesmo alugar uma bicicleta. Os parisienses estão cada vez mais incorporando a sustentabilidade no quotidiano e por isso a importância de ser o mais ecológico possível. Também não se esqueça de aproveitar os dias de sol para tomar um vinho rosé na borda do rio Sena ou nos inúmeros parques da cidade. E por último, mas não menos importante: para os parisienses as palavras Bonjour (bom dia), Merci (obrigada(o)) et Pardon (desculpa) nunca saem do vocabulário !

Related posts

Justiça francesa e suas particularidades

Rafaela Prado

Seguros Obrigatórios ou Facultativos na França?

Rafaela Prado

Minha experiência no mercado de trabalho francês

Sabrina de Paula

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação