BrasileirasPeloMundo.com
Bulgária Páscoa Pelo Mundo

Páscoa na Bulgária

A Páscoa na Bulgária (Velikden em búlgaro, que significa “ótimo dia) é sempre comemorada segundo o calendário da igreja Ortodoxa. Nesse ano (2016), o domingo de Páscoa será no dia 1º de maio, mais de 1 mês depois do dia comemorado no Brasil.

Já passei a Páscoa aqui diversas vezes, acho que esse ano será a quarta vez, e agora vou dividir minha experiência e contar as diferenças entre a Páscoa búlgara e a Páscoa brasileira para vocês.

As tradições na semana da Páscoa começam no domingo que a antecede, como no Brasil, no famoso domingo de Ramos, que aqui é chamado de domingo da Palmeira, em tradução literal, ou dia das flores, onde também e comemorado o dia do nome de todas as pessoas que têm o nome de uma flor, como Rosa, Violeta, entre outros nomes búlgaros.

1a1b97c2-5529-41d1-b845-937049ab45a1

Neste dia, as igrejas abrem suas portas bem cedo e distribuem ramos de salgueiro, que simbolizam ressurreição. E no mesmo dia, a tradição é que no almoço tenha peixe como prato principal.

Leia também: Páscoa na Espanha

Na quinta-feira antes do domingo de Páscoa é o dia onde tradicionalmente as mulheres e as crianças da família se reúnem para pintar os ovos de Páscoa. Eles são ovos cozidos de galinha e é uma diversão para as crianças e para os adultos também. O primeiro ovo a ser pintado tem que ser todo na cor vermelha que, resumidamente, representa Maria, mãe de Jesus, e que também simboliza saúde para os moradores da casa. Segundo a tradição, depois das festividades, esse é o único ovo que fica guardado (geralmente exposto na cristaleira, ou em algum lugar de destaque na casa) até Páscoa do próximo ano. Depois começa a pintura dos ovos em outras cores e o que vale nessa hora é a imaginação.

38ae3bf1-1008-403b-8f63-efc545d43e90

Logo que os ovos estão secos, são feitos pequenos arranjos em cestas que são usadas para enfeitar a casa em diversos lugares, como na mesa da sala de jantar, hall de entrada, mesa da sala e quartos.

A sexta-feira santa é o dia de fazer o tradicional pão Kozunak, que e uma pão doce, parecido com a nossa colomba pascal, que representa o corpo de Cristo.

No sábado, por volta de umas 11:30 da noite, todos se reúnem em frente à igreja Ortodoxa de sua cidade, onde acontece uma missa na parte de fora da igreja. Grande parte da cidade vai à essa comemoração e com certeza não caberia essa multidão dentro da igreja. Crianças e adultos esperam dar meia-noite para o início da missa, e depois da oração começa a “briga do ovos” em frente à igreja: todos munidos de ovos cozidos e pintados brincam batendo com os ovos um no outro, e aquele que permanecer com o ovo intacto é o vencedor; quem vencer terá que guardar o ovo até a Páscoa do próximo ano pois segundo a tradição, ele simboliza saúde e sorte para todo o ano.

b3442857-e149-4e26-8489-1cb57919abc2

Aqui nós não trocamos aqueles deliciosos ovos de Páscoa de chocolate como no Brasil, embora recentemente algumas marcas de chocolate tenham começado a comercializar saquinhos com mini ovos de chocolate, que as pessoas geralmente compram para agradar as crianças (e adultos) da família.

No dia de Páscoa, todos da família se reúnem para o tradicional almoço, no qual é servido um cordeiro assado ou cozido como prato principal, um pão feito em casa, o Kozunak, na sobremesa, e outras delícias búlgaras.

Leia também: Páscoa em Portugal

E depois do domingo de Páscoa, as pessoas não se cumprimentam com oi, e sim com a seguinte frase: Cristo ressuscitou?

E a outra pessoa tem que responder: Sim, ressuscitou!

Isso acontece ainda durante a semana depois da Páscoa, inclusive em programas de TV e rádio.

Outra curiosidade sobre a Páscoa na Bulgária é que em quase todos os programas da TV, como telejornais, programas de culinária e talk-shows, há sempre um arranjo cheio de ovos pintados enfeitando a mesa.

O povo búlgaro, na sua maioria, é um povo extremamente tradicional, religioso e não muito receptivo a novas ideias, e ainda um pouco preconceituoso com outras religiões (pelo menos na cidade em que eu vivo).

Na minha casa a Páscoa tem um pouquinho dos dois mundos. Nunca faltam alguns ovinhos de páscoa, que é o que eu mais sinto falta do Brasil, aquela abundância em chocolate, mas também tem alguns costumes de origem búlgara.

Adoro pintar os ovos, acho uma atividade relaxante e divertida. Eu, que sou amante da culinária, adoro assar o tal do Kozunak na sexta e me aventurar na gastronomia local. Em todos os anos em que estive aqui eu fui junto com meu marido para a frente da igreja para esperar dar meia-noite e acho uma experiência incrível, mesmo sendo um evento da igreja ortodoxa e eu, pertencendo à igreja protestante. E, claro, gosto de comemorar o motivo principal dessa celebração cristã, que é a morte e a ressurreição de Jesus Cristo.

Leia sobre a Páscoa pelo Mundo!

Related posts

Páscoa no México

Fernanda Moura

Páscoa na Estônia

Camila Luik

Dificuldade de adaptação na Bulgária

Aimée Bardella Aihst

4 comentários

Laura Gonçalves Maio 2, 2016 at 4:38 pm

Hum que legal! Gostei de saber sobre a cultura da Bulgária, obrigado Aimée????

Resposta
Regina Maio 2, 2016 at 6:20 pm

Aimée
Gostei muito do seu texto sobre a Páscoa na Bulgária. Gostei muito de ler , pois aprendi mais sobre este país do Leste Europeu , do qual sabemos muito pouco.
É sempre bom ler e aprender sobre a cultura e costume de outros povos . Parabéns !!! Seu texto é bem explicativo e agradável de ler.
Um abraço

Regina

Resposta
Aimee Maio 10, 2016 at 8:14 am

Obrigada pelo feedback! 🙂

Resposta
Silvia Maio 12, 2017 at 9:38 pm

Olá Aimee, gostaria de saber se aí na bulgaria existem igrejas evangelicas/protestantes?

Obrigada!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação