BrasileirasPeloMundo.com
França

Um Passeio Por Paris/Parte 1

Errer est Humain Flâner est parisien” – Victor Hugo.

Flâner , flâner, que nada mais é do que caminhar sem rumo, por aí sem direção…é um verbo bem francês! E é assim que vamos passear por Paris hoje.

Lá de cima da torre Eiffel (A), que comecei a imaginar o que se escondia por dentre aquelas pequenas ruas estreitas de Paris, onde muitas vezes só tem espaço para passar um carro. E então sem pensar muito fui caminhando, e foi assim que descobri muitos do meus destinos e também das lojinhas preferidas!!

Primeiro algumas noções básicas de Paris. Ela é cortada pelo rio Sena e então sempre se denomina em qual dos lados alguém está se referindo, isto é o “Rive Gauche” (margem esquerda) ou “Rive Droit” (margem direita), e no meio do Sena tem duas espécies de ilhotas que é onde fica a Catedral de Nôtre Dame de Paris, em seguida não se usa propriamente a definição de bairro (mas claro que existe, se diz “cartier”) mas os franceses usam como referência os “arrondissements”, que nada mais é que uma divisão territorial diferente da nossa, e Paris está dividida em 20 arrondissements.

Como toda cidade grande aqui também tem o bairro chinês, que aliás será lá nosso ponto de partida, e fica no 13° arrondissement, onde a gente pode comer muito bem, além de encontrar muitas coisas típicas da China, e se divertir no mercado “Tang Frères 2” (B), que fica na 168 Avenue de Choysy, seguindo na avenida principal, e à esquerda na 15 Rue Vergniaud, loja chamada “Le Géant des Beaux-Arts” (C), que é uma loja incrível onde se perde horas lá, tem tudo que um artista precisa, desde tintas, canetas, lápis, papéis mil, cadernos, telas, portfólios, etc., e quando está em liquidação então é uma perdição, os preços caem mesmo!

 

Caminhando algumas quadras dali a gente chega na Chamada “Cité Universitaire”(D), que é uma Cidade Universitária internacional, lá cada edifício representa um país, e dentro de cada um moram estudantes apenas deste determinado país, e como não podia deixar de ser, existe também a “Maison du Brèsil”.

C1-Cité Universitaire maison du Brésil1

 

C2-Cité Universitaire maison du Brésil

Na cidade universitária, não há aulas, é apenas residencial e quem quiser morar lá precisa ser estudante para pleitear uma moradia, pois claro não há espaço para todos. Exceto as residências, lá é um local aberto ao público, e tem um jardim lindo que quando faz sol as pessoas não pensam duas vezes antes de tirar a roupa e se jogar no sol!

 

Um pouco mais longe dali, há o “Pavillon Porte de Versailles”(E), que é um pavilhão de exposições enorme onde acontecem eventos diversos e tive a oportunidade de ir no Salão da Agricultura, que não mostra apenas os animais premiados mas tamém tem um andar todo reservado só as comidas típicas de cada região da França.

C3-cidade universitária 2

 

Não muito distante, no metro Port de Saint-Cloud chegamos no 16° arrondissement onde tem o famoso estádio de futebol “Parc de Prince (F), para todos os brasileiros louco por futebol.

D2- Salão agricultura

E-Parque de prince

Agora partindo um pouco mais longe, no 7° arrondissement, onde fica a torre Eiffel, que tal sair da zona turística e apreciar restaurantes tipicamente franceses, os bistrôs, rumo a Rue de Grenelle (G)e arredores.

 

Caminhando rumo a rue de Sèvres há o conhecido “Bon Marché” (H)que é uma loja de departamento que foi comprada pela LVMH em 1984, e no ano passado teve uma exposição do Brasil lá apresentando marcas desde Osklen, Indio da Costa, sabonetes Granado até almofadas de fuxico, entre outros.

I-Bon marché

 

Indo em direção ao rio Sena a gente se depara com a Escola de Belas- Artes (K), que é um colírio aos olhos, uma verdadeira fonte de inspiração.

 

J-Ëcole de Beaux arts

Mais a frente no metrô Saint-Germain-de-Prés (I) situado entre o 5° e 6° arrondissement, tem uma brasserie chamada “Les Deux Margots”(J) muito conhecida pelos frequentadores da região.

L- saída metro Saint germain des pres

 

K-Les deux magots-IMG_4035

Não distante dali, na Rue de Buci (L), entre muitos bares, padarias, brasseries e muita gente, é possível cruzar com artistas independentes tocando na rua frequentemente, principalmente nos dias de sol! E é lá também que se encontra uma das minhas livrarias favoritas, a  “Tashen”(M). Bom é momento oportuno de uma cerveja com música ao vivo!

N2- Tashen

MAPA

Acompanhe o blog para continuar o passeio, com a Parte 2!

Related posts

Dicas para comprar roupas na França

Marcella Delfraro

Os soldes na França

Lilian Moritz

Sistema de saúde francês

Marcella Delfraro

13 comentários

Tati Sato Maio 22, 2014 at 11:57 am

Ana, sou uma apaixonada por Paris… Sempre me refiro a ela como minha “cidade-amante” é tenho muitas saudades da uma vez ao ano que nos encontrávamos… Realmente, “flâner” é o verbo! <3
Sempre que fui, descobri lugares encantadores e sei que existem vários lugares que ainda me faltam por ver! Obrigada por compartilhar esse pedacinho dessa cidade incrível!

Beijos

Resposta
Ana Lozon Maio 22, 2014 at 3:21 pm

OI Tati,sim Paris é a cidade-amante e dos amantes, dos enamorados…!!Aqui o gostoso é ir passeando sem rumo, me perder nas ruelas, e ir descobrindo as mil livrarias, brasseries, patisseries e outros “ies” mais!!!
Paris está sempre de braços abertos e gente nunca se acaba descobrir, que você venha mais e mais vezes para flaner!!
bisous

Resposta
Juraci Pike Maio 22, 2014 at 12:00 pm

Ana Carina, obrigada por nos levar pelos arrondisements de Paris. Fabuloso tour! Espero ansiosamente pela II parte. Abracos!

Resposta
Ana Lozon Maio 22, 2014 at 3:23 pm

Oi Juraci, fico feliz que você tenha gostado, pois afinal Paris não é só Louvre e torre Eiffel. Os tesouros estão sempre escondidos e na parte II você vai descobrir muito mais lugares para se deliciar!
bisous!

Resposta
Cintia Maio 22, 2014 at 5:29 pm

Ana, adorei a poesia do seu texto. Eu acho Paris um charme…..vou seguir suas dicas na próxima viagem. Bjs

Resposta
Ana Lozon Maio 22, 2014 at 7:18 pm

Oi Cintia,obrigada!
Então eu te convido a continuar a descobrir Paris, aqui na Parte 2: http://www.brasileiraspelomundo.com/franca-um-passeio-por-paris-parte-2-19184971
Bom passeio!!
Bisous

Resposta
Joy Matta Maio 22, 2014 at 8:32 pm

Sonho em ir pra Paris e achei liiiindas as suas dicas!!!

Resposta
Ana Cristina Kolb Maio 27, 2014 at 9:54 am

Aninha arrasou, até que eu conheco bem Paris me deu vontade de revê-la! delicioso passeio e ainda tem mais! UHUUUU Parabens linda! 🙂 tempo de primavera e verão é tudo passear, tempo de ferias!!!! 🙂

Resposta
Ana Cristina Aquino Junho 9, 2014 at 7:31 pm

amei a parte 1; e com certeza a 2 será mais um sucesso!Parabéns filha, suas informações nos são passadas de forma leve e descontraída, dá até vontade de ir pelas ruas de Paris!

Resposta
Ana Lozon Junho 9, 2014 at 8:35 pm

Obrigada!!
O Paris parte 2 já está aqui: http://www.brasileiraspelomundo.com/franca-um-passeio-por-paris-parte-2-19184971
com muitos outros pontos escondidinhos da cidade,vem passear mais!!
Beejos!!

Resposta
Leticia Gobira Julho 15, 2014 at 2:58 pm

Ana Parabéns pelo belo trabalho, gostei muito esse lugar é mágico e deve mesmo ser compartilhado.
Beijos

Resposta
Ana Lozon Julho 16, 2014 at 8:33 am

Oi Leticia, tudo bem?
Que bom que gostou então vem continuar o passeio aqui na Parte 2: http://www.brasileiraspelomundo.com/franca-um-passeio-por-paris-parte-2-19184971

Bisous!

Resposta
Bélgica – Dez Motivos para morar em Bruxelas Novembro 26, 2014 at 2:59 pm

[…] consegue com muita facilidade sair dela e ir pra outra cidade. Cansou? Passe um final de semana em Paris, só duas horinhas no trem ou quatro de ônibus/ carro. Prefere a terra da Rainha? Duas horas de […]

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação