BrasileirasPeloMundo.com

Related posts

Devemos falar tudo o que vem a cabeça ou controlar a nossa língua?

Cecília Bailey

As aventuras do meu pai em Portland

Lorena Nascimento

Tráfico de crianças em Missouri

Renata Tavares

4 comentários

Marcos Merces Filho January 5, 2018 at 7:18 am

Muitíssimo parabéns ao seu post! Estive à trabalho em Singapura por quase meio ano e realmente me senti mal ao retornar a nossa dura realidade brasileira! nunca imaginei que isso aconteceria! Mas hoje tenho nutrido uma desejo muito grande de simplesmente viver! Viver e viver! Sem nossas guerras cotidianas que tanto assola nosso país! Muito boa sorte!!!

Resposta
Liliane Oliveira January 5, 2018 at 11:24 am

Olá Marcos,
Antes de mais nada, gostaria de agradecê-lo pela leitura e comentário.
Infelizmente, a situação pela qual os brasileiros têm passado são desanimadoras, de fato.
Quando saímos do país e precisamos voltar, também acaba sendo difícil exatamente por saber que precisaremos lidar com uma dura realidade como você bem disse e eu consigo te entender.
De qualquer maneira, temos que seguir, não é mesmo?
Também te desejo boa sorte!
Um abraço,
Liliane

Resposta
Matheus January 9, 2018 at 8:06 pm

Voltei do meu intercâmbio na França e caí de cabeça num país mergulhado em recessão econômica, crise política e falência social generalizada! Não foi fácil! Estou me re-adaptando e de olho nas várias oportunidades que esse país dilapidado, incrivelmente, ainda oferece para quem quer construir um futuro sólido. O problema maior de todos é a corrupção endêmica e histórica! Mas vamos que vamos, que a vida não pode parar. E não descartei a possibilidade de voltar para o exterior uma segunda – e, talvez, definitiva – vez.

Thank you very much for the article! I am looking forward to read more of your material! See ya!

Resposta
Liliane Oliveira January 9, 2018 at 11:47 pm

Olá Mateus,
Antes de mais nada, gostaria de agradecê-lo pela leitura e comentário.
Pois é, quando moramos fora e conseguimos nos adaptar, realmente fica muito difícil (na minha opinião) retornar ao Brasil especialmente por conta de tudo que vem acontecendo nos últimos tempos. Me coloco em seu lugar e posso sim imaginar o quão difícil deve estar sendo. Porém, como você mesmo disse, a vida segue e não podemos parar onde quer que estejamos, não é mesmo?
Se você se mudar temporária ou definitivamente, tenha em mente que apesar de toda boa vontade, também haverá dificuldades, mas, se estivermos abertos para o novo, certamente as coisas fluirão com mais leveza.
Desejo que você fique bem onde quer que seja!
Muito obrigada, mais uma vez!
See you soon,
Liliane

Resposta

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação