BrasileirasPeloMundo.com
Itália Turismo Pelo Mundo

Por que visitar o Vêneto?

O Vêneto é uma região onde a maravilha é de casa, escolher visitar essa região quer dizer muito, tantos são os tesouros que encontramos nesse lugar. No Vêneto todo tipo de férias é possível, porque em um território de apenas 210 km de comprimento podemos encontrar todas as belezas da natureza e os maiores picos artísticos alcançados pelo homem, certamente é uma das regiões mais belas da Itália com encantadores lugares para visitar.

Os motivos por trás do grande desenvolvimento turístico do Vêneto possuem as suas razões, porque essa região é uma verdadeira pérola, seja do ponto de vista natural, que dos seus inúmeros recursos artísticos e culturais. Não nos resta outra coisa além de descobrir essas belezas e esses lugares, iniciando da maravilhosa e mágica Veneza, mesmo se a função desse texto é fazer com que conheçam também algumas cidades dessa região um pouco menos famosas, onde a arte e a história se cruzam com os belos panoramas criando atmosferas únicas.

gondola

Agora tornamos à esplêndida Veneza, que representa um dos lugares de interesse mais importantes, a sua eterna beleza, inalterada durante séculos e o seu fascínio a rende um dos lugares mais lindos da Itália, se não do mundo inteiro. A Basílica de San Marco, o Palácio Ducal, a magia de um passeio de gôndola ou uma caminhada pelas estradinhas do centro histórico, são emoções que somente esses lugares pode te presentear e que serão difíceis de igualar.

Se Veneza é linda, são também espetaculares Ville Venete (Vilas de Veneza). Majestosas casas rurais da aristocracia veneziana, que se igualam pelo luxo e riqueza os palácios da cidade de Veneza, enriquecidas por luxuosos jardins com plantas e jogos de água.

Entre as vilas venezianas, sobressaem aquelas construídas por Andrea Palladio, inseridas no elenco dos Patrimônios da Humanidade da Unesco. Essas residências contam uma oura face, muito preciosa, do Vêneto.

Glimpse of Venice

Andando verso outra cidade que merece uma visita, Pádua. As provas do seu glorioso passado são o plano de fundo para o agitado movimento de estudantes que sempre habitaram a cidade, que abriga uma das universidades mais antigas e importantes da Europa.

Pádua é um dos centros culturais mais ativos e interessantes do Vêneto, a Capela dos Scrovegni, inteiramente pintada por Giotto, os Museus Cíveis dos Eremitas, o antigo Café Pedrocchi, Palácio do Bò, Prado do Vale, a Basílica de Sant’Antonio e o Horto Botânico.

Sendo a primeira vez, ou não, visitar uma cidade como Vicenza é sempre uma grande emoção. Essa bela cidade, normalmente, vem ignorada pelos turistas ou considerada como uma meta de passagem para chegar a outros destinos mais populares, mas não é assim, porque é um lugar para se conhecer.

Verona 03
Verona 03

Não somente para citar as numerosas construções de Palladio, mas porque é como um museu a céu aberto, e desde 1994 é Patrimonio da Humanidade da Unesco, me limito a elencar as cinco coisas mais linda para se ver, principalmente entre os prédios do centro, como a Basílica Palladiana, o teatro Olímpico, o Palácio Chiericali, a Praça dos Senhores, a Basílica de Monte Berico e a Catedral de Santa Maria dell’Anunciata.

No elenco dos lugares lindos para visitar no Vêneto não pode faltar o esplêndido Lago di Garda. As regiões da Lombardia, Trentino e Vêneto encontram aqui, um ponto de encontro, a parte do lago que fica no Vêneto é parte da província de Verona onde encontramos belíssimos lugares para conhecer que surgem ao longo das margens do maior lado da Itália: Bardolino, Lazie, Torri del Benaco, Garda e Malcesine. Esses lugares oferecem uma fascinante união de tradições, história e panoramas de tirar o fôlego.

Assim como é interessante também a Valsugana, um vale dos cem tesouros e das mil surpresas, principalmente pelos tantos lugares para conhecer que oferece, como as belíssimas: Gruta de Oliero, os fantásticos panoramas ao longo do lado Brenta, os lagos de Levico e Caldonazzo.

Basilica di Sant'Antonio, Padova
Basilica di Sant’Antonio, Padova

Esses são lugares extraordinários que presenteiam emoções intensas e espetaculares.

Entre os lugares encantadores do Vêneto estão também uma longa lista de cidades muradas que provam como é longa e rica a história da região, como Soave, Legnago e Peschiera del garda, Montagnana, Arquà Petrarca, Marostica, Bassano del Grappa, Castelfranco veneto, Asolo e o elenco poderia continuar e continuar…

Vocês tem que visitar uma dessas cidades muradas, pois representa um precioso olhar no passado desse brilhante e fascinante território.

Como não conhecer As Dolomitas? Patrimônio da Humanidade da Unesco, que guarda alguns dos mais belos lugares com cenários fabulosos em qualquer região do ano, além de uma vasta gama de atividades esportivas ao aberto.

Entre as pequenas cidades que parecem pertencer a um passado muito distante, existem tantos pitorescos lagos dos mil reflexos e lugares conhecidos a nível internacional, entre eles, a Cortina d’Ampezzo, considerada a “Pérola das Dolomitas”, sinônimo de glamour, sofisticação e serviços exclusivos.

Terminamos essa volta na região do Vêneto com a esplêndida Verona de Romeu e Julieta, cidade onde se respira romantismo por toda parte, mas a cidade não é somente isso.

Leva o segundo lugar, perdendo somente para Veneza, em Verona podemos visitar excelências, como a majestosa Arena e o seu prestigioso Festival Lírico, a Ponte Scaligero, Piazza delle Erbe, Castelvecchio, o Teatro Romano e os lugares ligados a história de amor de Romeu e Julieta. Muitas das mais famosas coisas para conhecer o Vêneto encontramos nessa romântica cidade.

Venice, Burano island canal, small colored houses and the boats
Venice, Burano island canal, small colored houses and the boats

A esse ponto, acredito que todos esses lugares maravilhosos te deixaram curiosos. Porque o Vêneto é uma terra que encanta. Então, o que estão esperando? Vão correndo conhecer!

Como Chegar no Veneto?

De avião:

O sistema de aeroportos do Vêneto é constituído por escalas maiores, Marco Polo de Veneza, Valerio Catullo de Verona e San Giuseppe de Treviso. O Marco Polo de Veneza é o terceiro aeroporto italiano em direção aos principais destinos nacionais e internacionais. O aeroporto de Verona é ligado diariamente com os voos para as principais cidades italianas e europeias. O aeroporto de Treviso é dedicado a voos do tipo regional, low-cost e privados.

De trem:

Existem vários tipos de trens: os locais, Direto (DIR), Regional ® e Inter Regional (IR), que param em todas as paradas intermédias. Aqueles mais velozes e de longo percurso, Intercity (IC) e Eurostar (ES), que param somente nas cidades maiores. Existem também os Trens Eurostar Italia a Alta Velocidade, chamados de ‘Freccia Rossa’ (Flecha Vermelha).

De carro:

O Vêneto é bem ligado com o resto da Itália através de uma funcional rede de autoestradas. É atravessado da Oeste a Leste pela autoestrada A4 Torino-Trieste. Pelo Norte é possível chegar através da autoestrada A22 Brennero-Modena. Pelo Sul com a A22 Brenerro-Modena e principalmente pela A13 Bolonha-Pádua.

Related posts

Al Ain, o oásis dos Emirados Árabes

Pollyane Martins

Glasgow é verde até no nome

Narister Oliveira

História e mito na Romênia: Drácula

Cristina Hélcias

1 comentário

Por que conhecer o Vêneto? | Touristico Maio 23, 2016 at 9:15 am

[…] Leia o texto inteiro agora!! […]

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação